Clique e 

envie-nos seu e-mail Volta para a página inicial Clique e conheça Clique e acompanhe-nos 

no twitter Página do 

Programa João Carlos Amaral Entrevista Canal no youtube Clique e 

envie-nos seu e-mail Clique e 

envie-nos seu e-mail Volta para a página inicial Clique e conheça Clique e acompanhe-nos 

no twitter
___________________________


___________________________
Clique para conhecer
___________________________


__________________________


__________________________

__________________________


______________________________
Clique para conhecer
______________________________
Clique para conhecer
______________________________

Sinapro MG
______________________________
Clique para conhecer
______________________________
Clique para conhecer



+ Categorias

  • Todos (16281)
  • POLTICA (5929)
  • GERAL (2057)
  • ARTIGOS (285)
  • ENTREVISTAS (36)
  • ECONOMIA (3754)
  • GENTE (1210)
  • TURISMO (842)

  • + Links
    + Arquivos

    Fevereiro, 2006
    Maro, 2006
    Abril, 2006
    Maio, 2006
    Junho, 2006
    Setembro, 2006
    Julho, 2006
    Agosto, 2006
    Novembro, 2006
    Outubro, 2006
    Janeiro, 2007
    Dezembro, 2006
    Fevereiro, 2007
    Maro, 2007
    Abril, 2007
    Maio, 2007
    Outubro, 2007
    Junho, 2007
    Julho, 2007
    Agosto, 2007
    Setembro, 2007
    Dezembro, 2007
    Novembro, 2007
    Janeiro, 2008
    Maio, 2008
    Fevereiro, 2008
    Maro, 2008
    Julho, 2008
    Abril, 2008
    Junho, 2008
    Setembro, 2008
    Agosto, 2008
    Outubro, 2008
    Novembro, 2008
    Dezembro, 2008
    Janeiro, 2009
    Fevereiro, 2009
    Maro, 2009
    Abril, 2009
    Maio, 2009
    Junho, 2009
    Julho, 2009
    Agosto, 2009
    Setembro, 2009
    Outubro, 2009
    Novembro, 2009
    Dezembro, 2009
    Novembro, 2012
    Janeiro, 2010
    Fevereiro, 2010
    Maro, 2010
    Abril, 2010
    Maio, 2010
    Junho, 2010
    Julho, 2010
    Agosto, 2010
    Setembro, 2010
    Outubro, 2010
    Novembro, 2010
    Fevereiro, 2011
    Maro, 2011
    Abril, 2011
    Maio, 2011
    Junho, 2011
    Julho, 2011
    Agosto, 2011
    Setembro, 2011
    Outubro, 2011
    Novembro, 2011
    Dezembro, 2011
    Janeiro, 2012
    Fevereiro, 2012
    Maro, 2012
    Abril, 2012
    Maio, 2012
    Junho, 2012
    Julho, 2012
    Agosto, 2012
    Setembro, 2012
    Outubro, 2012
    Dezembro, 2012
    Agosto, 2015
    Janeiro, 2013
    Fevereiro, 2013
    Maro, 2013
    Abril, 2013
    Maio, 2013
    Setembro, 2015
    Junho, 2013
    Julho, 2013
    Agosto, 2013
    Setembro, 2013
    Julho, 2016
    Outubro, 2013
    Novembro, 2013
    Dezembro, 2013
    Janeiro, 2014
    Fevereiro, 2014
    Maro, 2014
    Abril, 2014
    Maio, 2014
    Junho, 2014
    Julho, 2014
    Agosto, 2014
    Setembro, 2014
    Outubro, 2014
    Novembro, 2014
    Dezembro, 2014
    Janeiro, 2015
    Fevereiro, 2015
    Maro, 2015
    Abril, 2015
    Maio, 2015
    Junho, 2015
    Julho, 2015
    Outubro, 2015
    Novembro, 2015
    Dezembro, 2015
    Janeiro, 2016
    Fevereiro, 2016
    Maro, 2016
    Abril, 2016
    Maio, 2016
    Junho, 2016
    Agosto, 2016
    Setembro, 2016
    Outubro, 2016
    Novembro, 2016
    Dezembro, 2016
    Janeiro, 2017
    Fevereiro, 2017
    Maro, 2017
    Abril, 2017
    Maio, 2017
    Junho, 2017
    Julho, 2017
    Agosto, 2017
    Setembro, 2017
    Outubro, 2017
    Novembro, 2017
    Dezembro, 2017
    Janeiro, 2018
    Fevereiro, 2018
    Maro, 2018
    Abril, 2018
    Maio, 2018
    Junho, 2018
    Julho, 2018
    Agosto, 2018
    Setembro, 2018
    Outubro, 2018
    Novembro, 2018
    Dezembro, 2018
    Janeiro, 2019
    Fevereiro, 2019
    Maro, 2019
    Abril, 2019
    Maio, 2019
    Junho, 2019



    _______________________________________________________________
    .

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Fevereiro 29, 2008

    POLTICA . Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS.









    Acio e Patrus
    estudam aes sociais
     entre Minas e a Unio

     











    Wellington Pedro/Imprensa MG
     

    O governador Acio Neves e o ministro do Desenvolvimento Social e Combate Fome, Patrus Ananias, se reuniram, nesta quinta-feira (28), no Palcio da Liberdade, para discutir novas aes conjuntas do Governo de Minas e da Unio para desenvolvimento de polticas pblicas na rea social no Estado. Durante o encontro, eles analisaram proposta de investimentos de R$ 85,5 milhes, nos prximos trs anos, em programas de combate ao trabalho infantil e na construo de Centros de Referncia de Assistncia Social (Cras). Do total previsto, R$ 18,7 milhes viriam do Governo de Minas e R$ 66,7 milhes, do ministrio.
    H um esforo grande do ministro, ao lado da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social, comandada pelo secretrio Custdio Mattos, de ampliarmos nossas parcerias, de levarmos essa parceria a um nmero maior de regies e cidades no Estado. Essa parceria j existe em vrias reas, mas h uma disposio de agirmos cada vez de forma mais complementar, seja oramentariamente, administrativamente, na utilizao mais adequada dos nossos recursos humanos, financeiros. Enfim, uma etapa nova que se inicia com uma construo conjunta de polticas na rea de assistncia social, disse Acio Neves, em entrevista.
    Assistncia Social
    Uma das aes do Governo de Minas ser a aplicao de R$ 13,7 milhes para garantir a implantao de 196 Centros de Referncia de Assistncia Social. Eles so unidades mantidas pelo Estado e pela Unio que prestam servios de apoio social e psicolgico para famlias em situao de risco social.
    O objetivo do Governo de Minas implantar o Cras em todos os 853 municpios mineiros. Atualmente, os Cras esto em atividade em 371 cidades mineiras. As unidades so mantidas pelo Governo de Minas e pela Unio. O Ministrio de Desenvolvimento Social vai garantir R$ 62,6 milhes para custeio dos Cras.
    Os Cras atendem crianas, adolescentes, jovens, adultos e pessoas com deficincia quando existe risco em funo de pobreza ou da excluso social. Essas pessoas so entrevistadas, cadastradas, orientadas e encaminhadas a rgos e entidades assistenciais de acordo com a necessidade de cada um.
    O Governo de Minas tambm tem disponvel mais R$ 20 milhes, que sero liberados para atender outros municpios, medida que eles forem se habilitando ao programa do Cras.
    Combate ao trabalho infantil
    Entre as propostas debatidas pelo governador Acio Neves e o ministro Patrus Ananias est a liberao de R$ 5 milhes, recursos do Tesouro Estadual, para aplicao em programas de enfrentamento do trabalho infantil. O recurso ser investido em aes concretas para atender 3.028 crianas em situao de rua ou em trabalho infantil.
    O nmero de crianas foi obtido a partir de pesquisa indita realizada pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), em parceria com a Fundao Joo Pinheiro, no ano passado, em 21 cidades do Estado, que representam 46% da populao de Minas.
    Os municpios envolvidos na pesquisa esto desenvolvendo planos municipais de enfrentamento do trabalho infantil, que sero validados pela Sedese. As aes propostas nos planos vo receber os recursos j garantidos.
    Pesquisas sero realizadas em outros municpios e, a partir dos levantamentos, novos investimentos sero programados, para que todo o Estado seja atendido.
    O ministrio j garantiu a incluso das 3.028 crianas no Programa de Erradicao do Trabalho Infantil (PETI). Da mesma forma, medida que outros casos forem sendo identificados em novas pesquisas, h a garantia de incluso das crianas no programa federal. Para isso, o ministrio tem garantido R$ 4,1 milhes.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Fevereiro 29, 2008

    POLTICA. Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. A conversa ao p de ouvido entre um petista e um tucano. O prefeito Fernando Pimentel ouve o lder da maioria na Assemblia Legislativa de Minas, deputado Domingos Svio. Assunto: candidato nico PT/PSDB Prefeitura de BH, como querem o prefeito Pimentel e o governador Acio Neves. De costura em costura...



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Fevereiro 28, 2008

    Presidente da Copasa, Mrcio Nunes ( gacho de Passo Fundo) recebe - daqui a pouco - no plenrio da Assemblia de Minas, o Ttulo de Cidado Honorrio. O autor da homenagem o deputado Fbio Avelar, do PSC, ex-diretor da Copasa. A Reunio Especial ser transmitida AO VIVO pela TVA. No cabo, canal 11. E na Internet tambm s entrar no www.almg.gov.br

    O presidente da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa-MG), Mrcio Augusto Vasconcelos Nunes, receber o ttulo de cidado honorrio no prximo dia 28/2/08, s 20 horas, em solenidade no Plenrio da Assemblia Legislativa de Minas Gerais. O ttulo foi concedido pelo governador do Estado, a requerimento dos deputados Alberto Pinto Coelho (PP), presidente da ALMG, e Fbio Avelar (PSC).
    Avelar, que foi diretor da Copasa, disse que a iniciativa da homenagem se deve "ao relevante trabalho realizado por Mrcio Nunes frente da concessionria, expandindo os programas de saneamento por todo o Estado, com especial nfase no tratamento de esgotos".
    Mrcio Nunes diretor presidente da concessionria de saneamento desde janeiro de 2005 e tambm vice-presidente do seu Conselho de Administrao. Formou-se em Engenharia Civil pela Pontifcia Universidade Catlica do Rio de Janeiro e trabalhou na Eletrobrs durante 28 anos. Foi diretor financeiro de Furnas Centrais Eltricas entre 2001 e 2003, assessor do ministro de Minas e Energia, presidente da Companhia de Eletricidade do Rio de Janeiro e secretrio-geral da Organizao Latino-Americana de Energia, sediada em Quito.
    Gacho de Passo Fundo, o presidente da Copasa tem 55 anos, casado e tem uma filha. autor de vrios trabalhos publicados e j participou, como conferencista, de mais de 150 eventos no Brasil e no exterior. Entre as honrarias que recebeu, esto a Ordem do Rio Branco e a Ordem do Mrito Legislativo de Minas Gerais.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Fevereiro 28, 2008

    Ministro das Comunicaes, senador Hlio Costa ( nasceu em Barbacena) e o deputado estadual Dalmo Ribeiro Silva (nasceu em Ouro Fino, sul de Minas), recebem neste sbado, dia 1 de maro o Ttulo de Cidado Honorrio de CONCEIO DAS PEDRAS. O municpio fica no sul de Minas - quase divida com So Paulo - a 400 kms de Belo Horizonte.

     
     





















                            Histria











    Descendentes de portugueses formaram o antigo povoado do Senhor Bom Jesus ou Pedras Brancas construindo a primeira capela e algumas casas. Depois, escravos fugidos invadiram a regio, explorando o ouro e pedras preciosas. A o comeo desse municpio emancipado em 1962 e instalado em 1963. Situado no Sul de Minas, distante 400 quilmetros de BH, tem economia essencialmente agrcola, e, produz cereais de boa qualidade. Nossa Senhora da Conceio a padroeira. O povoado de Pedra Branca, hoje Conceio da Pedra, foi formado por antigos descendentes da Colnia Portuguesa, que construram no local a primeira capela e algumas casas. De 1870 a 1880, o povoado foi invadido por um grande grupo que passou a explorar clandestinamente ouro e pedras preciosas, numa extenso de 20 km, que ia do local denominado Campo das Abelhas, prximo serra das Pedras, at So Bom Jesus. Quando o governo descobriu esta explorao ilegal, designou o capito do mato Roque Incio de Magalhes para expulsar os escravos que se encontravam na regio. Conceio da Pedra, elevada a municpio em 1962, tem como atrativos tursticos as cachoeiras dos Bandeirantes e da Usina, alm da serra da Pedra Branca, com suas enormes pedras redondas, e o bairro da Lavra.




    Fonte: Secretaria da Cultura em 01/10/1999


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Fevereiro 28, 2008

    O governador de So Paulo, Jos Serra, tem o nome dele indicado para o Ttulo de Cidado Honorrio de Minas.

    O projeto do deputado estadual, Svio Souza Cruz, do PMDB.
    O deputado nos disse em entrevista TV Assemblia - agora apouco - que um dos motivos para indicar ao governador Acio Neves - que d a palavra final - o nome do governador de So Paulo, o tambm tucano, Jos Serra, " a luta dele pela liberdade de informao e a permisso para que se intalassem CPIs na Assemblia Legislativa daquele Estado".
    Segundo o deputado Svio Souza Cruz, o projeto dele de concesso do Ttulo de Cidado Mineiro ao paulista Jos Serra est na Comisso de Administrao da Assemblia de Minas.Depois de votado, a ento ser enviado para o governdor de Minas Acio Neves.
    Na tica do deputado Svio Souza Cruz, a solenidade de entrega do Ttulo ao governador Jos Serra dever ocorrer ainda este semestre no plenrio da Assemblia de Minas. Fica o registro!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Fevereiro 28, 2008

    Conselho da MEDALHA DA INCONFIDNCIA j se reuniu para aprovar nomes das personalidades que recebero a Medalha da Inconfidncia, dia 21 de abril, em Ouro Preto. Na foto abaixo, o presidente da Assemblia de Minas, deputado Alberto Pinto Coelho - presidente da Comisso da Medalha - reuniu os membros do Conselho no Salo Nobre no Palcio da Inconfidncia esta semana.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Fevereiro 28, 2008

    BOICOTE DA CARNE. Na Assemblia de Minas - Comisso de Poltica Agropecuria - produtores reclamam da lista de fazendas - s 106 - liberadas pela Unio Europia. Confira!

    Um dia aps a suspenso do embargo carne brasileira, produtores mineiros reclamaram da lista fechada de 87 fazendas aptas a exportar para os pases da Unio Europia (UE). Na reunio da Comisso de Poltica Agropecuria e Agroindustrial da Assemblia Legislativa de Minas Gerais realizada nesta quinta-feira (28/2/08), o superintendente tcnico da Federao da Agricultura do Estado de Minas Gerais (Faemg), Afonso Damsio Soares, criticou a conduo das negociaes pelo governo e cobrou a liberao das 1.283 fazendas mineiras inicialmente consideradas habilitadas a exportar.
    A UE suspendeu a importao de carne do Brasil no incio do ms, alegando que no havia dados confiveis para a rastreabilidade do gado. O Brasil adota um sistema semelhante ao europeu, em que cada animal recebe um nmero, um brinco e um livro-pronturio em que so registradas vacinas e eventuais doenas detectadas. A preocupao dos europeus com o mal da vaca louca, por isso eles exigem a rastreabilidade tanto de seus produtores quanto dos estrangeiros. O Brasil encaminhou uma lista com 2,8 mil propriedades rurais certificadas para exportar carne, mas a UE esperava apenas 300. No auge da crise, o ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, chegou a declarar que o Pas tinha vendido carne sem certificao.
    Afonso Damsio criticou a postura do governo, por considerar que a declarao do ministro dificultou as negociaes para a suspenso do embargo. Ele tambm defendeu a simplificao do processo de certificao das fazendas, servio atualmente prestado em boa parte por empresas privadas. O diretor-geral do Instituto Mineiro de Agropecuria (IMA), Altino Rodrigues Neto, disse que o Estado tem condies de assumir a fiscalizao das fazendas. Para isso, basta que o Ministrio da Agricultura incorpore o rgo ao chamado Sisbov, sistema de rastreabilidade do gado bovino.
    O chefe da Diviso Tcnica da Superintendncia Federal de Agricultura, Mrcio Silva Botelho, informou que o processo para que o IMA possa atuar como certificador j est em estgio avanado. Ele rebateu as crticas burocracia e garantiu que as normas so amplamente discutidas com o setor produtivo. Botelho reiterou a posio do Ministrio da Agricultura, de que a suspenso do embargo representa a retomada das negociaes com Bruxelas. Ele destacou que a lista apresentada pela UE pode ser alterada e assegurou que vai se empenhar para aumentar o nmero de fazendas aptas a exportar.
    Deputados criticam embargo e burocracia
    O deputado Dalmo Ribeiro Silva (PSDB), autor do requerimento da audincia juntamente com os membros da Comisso de Poltica Agropecuria, tambm criticou a atuao do ministro Reinhold Stephanes. Para o deputado Antnio Carlos Arantes (PSC), o embargo deve-se a questes comerciais e polticas, e no a problemas sanitrios. Ele lamentou que o Sul de Minas permanea como zona-tampo e os produtores da regio no tenham acesso ao mercado europeu.
    J o deputado Getlio Neiva (PMDB) criticou a burocracia do processo de certificao, que prejudica especialmente os pequenos produtores, muitos dos quais com baixo nvel de escolaridade. O presidente da comisso, deputado Vanderlei Jangrossi (PP), destacou a qualidade da carne brasileira e ressaltou que o nmero de propriedades aptas a exportar muito pequeno. Para os deputados Padre Joo (PT) e Chico Uejo (PSB), preciso criar uma cultura da qualidade sanitria da carne, no importa se o produto voltado para exportao ou para o mercado interno.
    Providncias - Foram aprovados trs requerimentos de autoria coletiva, para que o Ministrio da Agricultura tome providncias de modo a revogar o embargo s exportaes nas zonas-tampo, habilite o IMA para atuar como rgo certificador e reveja as normas de rastreabilidade, para adequar as exigncias internacionais realidade operacional dos produtores rurais. Tambm foi aprovado requerimento do deputado Padre Joo para a realizao de audincia pblica para debater o plano de carreira dos funcionrios da Emater.
    Minas tem o terceiro maior rebanho do Pas
    Brasil, com 22,2 milhes de cabeas. Em 2007, a produo de carne do Estado foi de 1,2 milho de toneladas, montante que representou um crescimento de 13% em relao a 2006. No ano passado o Estado exportou 94,4 milhes de toneladas de carne, dos quais 39,9 milhes foram para a UE (42% do total). O mercado europeu responde por 63% da receita de 335 milhes de dlares com a exportao de carne de Minas.
    Como a Europa no produz toda a carne que consome e importa o produto de apenas quatro pases (Brasil, Argentina, Uruguai e Austrlia), o Ministrio da Agricultura estima que seriam necessrias pelo menos 5 mil fazendas aptas para exportar. Isso porque para encher um continer com fil mignon, o corte favorito dos europeus, preciso abater pelo menos 6,5 mil bois.
    Presenas - Deputados Vanderlei Jangrossi (PP), presidente; Padre Joo (PT), vice; Antnio Carlos Arantes (PSC), Chico Uejo (PSB), Getlio Neiva (PMDB) e Dalmo Ribeiro Silva (PSDB). Tambm participaram da reunio a coordenadora estadual do Sisbov, Juliana Oliveira Laender; o assessor tcnico da Faemg, Antnio Carlos Souza Lima; e o assessor de comunicao do IMA, Paulo Renato Couto Carvalho.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Fevereiro 28, 2008

    BOICOTE CARNE.











    Produtores reclamam da lista de fazendas
    aptas a exportar para a Unio Europia.

    Um dia aps a suspenso do embargo carne brasileira, produtores mineiros reclamaram da lista fechada de 87 fazendas aptas a exportar para os pases da Unio Europia (UE). Na reunio da Comisso de Poltica Agropecuria e Agroindustrial da Assemblia Legislativa de Minas Gerais realizada nesta quinta-feira (28/2/08), o superintendente tcnico da Federao da Agricultura do Estado de Minas Gerais (Faemg), Afonso Damsio Soares, criticou a conduo das negociaes pelo governo e cobrou a liberao das 1.283 fazendas mineiras inicialmente consideradas habilitadas a exportar.
    A UE suspendeu a importao de carne do Brasil no incio do ms, alegando que no havia dados confiveis para a rastreabilidade do gado. O Brasil adota um sistema semelhante ao europeu, em que cada animal recebe um nmero, um brinco e um livro-pronturio em que so registradas vacinas e eventuais doenas detectadas. A preocupao dos europeus com o mal da vaca louca, por isso eles exigem a rastreabilidade tanto de seus produtores quanto dos estrangeiros. O Brasil encaminhou uma lista com 2,8 mil propriedades rurais certificadas para exportar carne, mas a UE esperava apenas 300. No auge da crise, o ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, chegou a declarar que o Pas tinha vendido carne sem certificao.
    Afonso Damsio criticou a postura do governo, por considerar que a declarao do ministro dificultou as negociaes para a suspenso do embargo. Ele tambm defendeu a simplificao do processo de certificao das fazendas, servio atualmente prestado em boa parte por empresas privadas. O diretor-geral do Instituto Mineiro de Agropecuria (IMA), Altino Rodrigues Neto, disse que o Estado tem condies de assumir a fiscalizao das fazendas. Para isso, basta que o Ministrio da Agricultura incorpore o rgo ao chamado Sisbov, sistema de rastreabilidade do gado bovino.
    O chefe da Diviso Tcnica da Superintendncia Federal de Agricultura, Mrcio Silva Botelho, informou que o processo para que o IMA possa atuar como certificador j est em estgio avanado. Ele rebateu as crticas burocracia e garantiu que as normas so amplamente discutidas com o setor produtivo. Botelho reiterou a posio do Ministrio da Agricultura, de que a suspenso do embargo representa a retomada das negociaes com Bruxelas. Ele destacou que a lista apresentada pela UE pode ser alterada e assegurou que vai se empenhar para aumentar o nmero de fazendas aptas a exportar.
    Deputados criticam embargo e burocracia
    O deputado Dalmo Ribeiro Silva (PSDB), autor do requerimento da audincia juntamente com os membros da Comisso de Poltica Agropecuria, tambm criticou a atuao do ministro Reinhold Stephanes. Para o deputado Antnio Carlos Arantes (PSC), o embargo deve-se a questes comerciais e polticas, e no a problemas sanitrios. Ele lamentou que o Sul de Minas permanea como zona-tampo e os produtores da regio no tenham acesso ao mercado europeu.
    J o deputado Getlio Neiva (PMDB) criticou a burocracia do processo de certificao, que prejudica especialmente os pequenos produtores, muitos dos quais com baixo nvel de escolaridade. O presidente da comisso, deputado Vanderlei Jangrossi (PP), destacou a qualidade da carne brasileira e ressaltou que o nmero de propriedades aptas a exportar muito pequeno. Para os deputados Padre Joo (PT) e Chico Uejo (PSB), preciso criar uma cultura da qualidade sanitria da carne, no importa se o produto voltado para exportao ou para o mercado interno.
    Providncias - Foram aprovados trs requerimentos de autoria coletiva, para que o Ministrio da Agricultura tome providncias de modo a revogar o embargo s exportaes nas zonas-tampo, habilite o IMA para atuar como rgo certificador e reveja as normas de rastreabilidade, para adequar as exigncias internacionais realidade operacional dos produtores rurais. Tambm foi aprovado requerimento do deputado Padre Joo para a realizao de audincia pblica para debater o plano de carreira dos funcionrios da Emater.
    Minas tem o terceiro maior rebanho do Pas
    Minas Gerais tem o terceiro maior rebanho bovino do Brasil, com 22,2 milhes de cabeas. Em 2007, a produo de carne do Estado foi de 1,2 milho de toneladas, montante que representou um crescimento de 13% em relao a 2006. No ano passado o Estado exportou 94,4 milhes de toneladas de carne, dos quais 39,9 milhes foram para a UE (42% do total). O mercado europeu responde por 63% da receita de 335 milhes de dlares com a exportao de carne de Minas.
    Como a Europa no produz toda a carne que consome e importa o produto de apenas quatro pases (Brasil, Argentina, Uruguai e Austrlia), o Ministrio da Agricultura estima que seriam necessrias pelo menos 5 mil fazendas aptas para exportar. Isso porque para encher um continer com fil mignon, o corte favorito dos europeus, preciso abater pelo menos 6,5 mil bois.
    Presenas - Deputados Vanderlei Jangrossi (PP), presidente; Padre Joo (PT), vice; Antnio Carlos Arantes (PSC), Chico Uejo (PSB), Getlio Neiva (PMDB) e Dalmo Ribeiro Silva (PSDB). Tambm participaram da reunio a coordenadora estadual do Sisbov, Juliana Oliveira Laender; o assessor tcnico da Faemg, Antnio Carlos Souza Lima; e o assessor de comunicao do IMA, Paulo Renato Couto Carvalho.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Fevereiro 28, 2008

    Governador Acio Neves recebe no Mangabeiras, o ministro da Sade, Jos Gomes Temporo.









    Governador e ministro
    discutem financiamento da sade

     











    Wellington Pedro/Imprensa MG
     

    O governador Acio Neves e o ministro da Sade, Jos Gomes Temporo, reuniram-se nesta quinta-feira (28), no Palcio das Mangabeiras, e deram incio s discusses sobre o financiamento da sade no Brasil nos prximos anos. O governador alertou ao ministro para a necessidade de o governo federal garantir pelo menos mais R$ 4 bilhes para a sade, o que seria possvel, segundo ele, graas ao aumento da arrecadao que a Unio vem apresentando. Acio Neves assegurou ao ministro apoio para que emenda 29, que trata dos investimentos em sade, tenha sua tramitao acelerada no Congresso Nacional.
    Durante a reunio foram ainda discutidas as parcerias entre os governos federal e estadual. O ministro reconheceu que Minas Gerais possui uma das melhores gestes de sade do pas e elogiou o Programa de Sade da Famlia no Estado, considerando-o referncia nacional. 
    Minas Gerais tem hoje o maior nmero de equipes do PSF no pas. O Brasil tem 27 mil equipes, 3.610 das quais atuando em 829 municpios do Estado, o que equivale a 97% das cidades mineiras. Essas equipes atendem 19,3 milhes de pessoas, correspondente a 64,6% da populao de Minas.
    Desde o lanamento do programa, em 2005, o Governo de Minas repassou R$ 190,5 milhes de recursos prprios para o programa do governo federal. Desse total, R$ 175,2 milhes foram para a construo, reforma ou ampliao de postos de sade e R$ 15,3 milhes para a compra de 863 veculos para facilitar o deslocamento das equipes de PSF.
    Alm dos R$ 190,5 milhes, o governo estadual repassa R$ 48 milhes por ano para o PSF. A verba um incentivo s equipes e aplicada de diferentes formas, como na compra de equipamentos e material de consumo e tambm na qualificao de pessoal. J foram capacitados 7.600 agentes comunitrios de sade, dos quais 1.200 ainda esto freqentando cursos.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Fevereiro 28, 2008

    Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. O deputado Lafayette Andrada retornou da viagem Austrlia em companhia dos deputados Thiago Ulysses e Glucia Brando, do vice-governador Antnio Anastasia e de empresrios da Fiemg.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Fevereiro 28, 2008

    CONFERNCIAS REGIONAIS sobre Drogas, amanh, em Tefilo Otoni, So Joo del Rei e So Sebastio do Paraso.

    As Conferncias Municipais e Regionais de Polticas Pblicas sobre Drogas tero incio amanh (29/02), nos municpios de Tefilo Otoni, So Joo del Rei e So Sebastio do Paraso, com a participao prevista de 30 municpios em cada evento. Em Baro de Cocais, Cachoeira de Minas, Campo Belo, Ouro Fino e Sete Lagoas, a etapa regional acontecer em 07 de maro. No dia seguinte (08/03), os municpios de Governador Valadares e Taiobeiras discutem a poltica sobre drogas para regio.
    J esto previstas tambm as conferncias regionais dos municpios de Divinpolis e Trs Marias (11/03), Betim, Caet e Itana (12/03), Uberaba (13/03), Carmpolis de Minas, Corao de Jesus, Francisco Dumont, Ribeiro das Neves, Uberlndia e Una (14/03), alm de Botelhos, Montes Claros e So Loureno (15/03). Os municpios que ainda no definiram datas das Conferncias Regionais e participam da Rede Integrada de Conselhos Antidrogas tm prazo at 15 de maro para a sua realizao.
    Cerca de 780 municpios participaro das Conferncias Municipais e Regionais de Polticas Pblicas sobre Drogas, que precedem a 3 Conferncia Estadual de Polticas Pblicas sobre Drogas, que acontecer nos dias 26, 27 e 28 de maro, em Belo Horizonte.
    Estadual
    Coordenada pela Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude, por meio da Subsecretaria de Polticas Antidrogas e em parceria com o Conselho Estadual Antidrogas, a Conferncia Estadual tem por objetivo estabelecer diretrizes para a consolidao e alinhamento do Plano Estadual de Polticas Pblicas sobre Drogas, alm de discutir e elaborar a consolidao das propostas apresentadas nas Conferncias Regionais e Municipais.
    Com o tema "O Servio de Ateno Populao Especial", que abrange criana, adolescente, idoso, mulher, indgena, portador de deficincia e populao carcerria, a Conferncia Estadual ser local de debates de eixos temticos, que resultaro na formao de uma rede scio-assistencial para o Estado.
    Na avaliao do subsecretrio de Polticas Antidrogas, Cloves Benevides, de extrema importncia a realizao das conferncias municipais e regionais para o fortalecimento da poltica pblica sobre drogas em todo o Estado "A participao dos municpios est superando nossas expectativas, o que garante um bom nvel de discusses e o sucesso da Conferncia Estadual", avaliou o subsecretrio.
    A Conferncia Estadual contar com cerca de 1.000 delegados eleitos e delegados convidados, que sero indicados nas conferncias municipal ou regional. Os delegados eleitos tero direito voz e voto, ficando reservado aos delegados o direito somente voz. Durante a plenria final, haver eleio de 30% dos delegados participantes e presentes, que representaro o Estado de Minas Gerais na Conferncia Nacional ou evento similar. No final da 3 Conferncia Estadual de Polticas Pblicas sobre Drogas, ser produzido um relatrio a ser encaminhado ao governador de Minas Gerais, Acio Neves, e ao secretrio Nacional Antidrogas, Paulo Roberto Ucha.
    Conselho
    O recm-empossado Conselho Estadual Antidrogas realizou ontem sua primeira reunio. Vinculado Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude, o conselho tem por objetivo orientar e coordenar as atividades relacionadas ao combate ao trfico e uso de entorpecentes e as atividades de recuperao de dependentes. Cabe ao rgo propor a poltica de entorpecentes, em consonncia com a poltica nacional de drogas, estabelecida pelo Conselho Federal de Entorpecentes, compatibilizar os planos estaduais pertinentes com os planos nacionais e municipais e fiscalizar a sua execuo.
    O Conselho Estadual Antidrogas tambm tem competncia para propor a modernizao das estruturas e dos procedimentos da administrao pblica nos setores de preveno, fiscalizao e represso a entorpecentes, buscando seu constante aperfeioamento e eficcia; estimular pesquisas, visando o aperfeioamento do controle e fiscalizao do trfico e uso de substncia psicoativas lcitas e ilcitas ou que determinem dependncia fsica ou psquica e promover, junto aos rgos competentes, a incluso de ensinamentos, referentes a substncias psicoativas lcitas e ilcitas que determinem dependncia fsica ou psquica nos cursos de formao de professores.
    Cabe ao conselho ainda a promoo, junto aos rgos competentes, da incluso de itens especficos nos currculos do ensino de primeiro e segundo graus; supervisionar, orientar e acompanhar a execuo das atividades de recuperao dos dependentes, mediante avaliao dos rgos e entidades envolvidos nos programas pertinentes; e avaliar as campanhas pedaggicas do setor, autorizar sua veiculao nos meios de comunicao e fiscalizar a sua execuo.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Fevereiro 28, 2008

    So Sebastio do Paraso (s 11 da manh) e Formiga (14 horas) recebem amanh o ministro das Comunicaes, senador Hlio, para a inaugurao de Centros de Distribuio Domiciliar dos CORREIOS. Com o ministro o Diretor Regional dos Correios em Minas, Fernando Miranda.

    Ministro Hlio Costa inaugura novos prdios dos Correios em Minas    

     Inauguraes em So Sebastio do Paraso e Formiga acontecem na prxima sexta-feira (29) 



     

                O ministro das Comunicaes, Hlio Costa, participa das inauguraes dos novos Centros de Distribuio Domiciliria (CDDs) dos Correios no interior de Minas, na prxima sexta-feira (29). Clientes, colaboradores e os empregados do  CDD So Sebastio do Paraso, no Sudoeste mineiro, e do CDD Formiga, no Centro-Oeste do Estado, vo contar com melhorias no fluxo operacional, nos ambientes de trabalho e tambm com a atualizao tecnolgica da unidades Trata-se da concluso de mais duas obras do programa regional Mais Correios, que prev, para 2008, investimentos em torno de R$ 50 milhes para melhoria da qualidade e expanso da rede de distribuio e atendimento dos Correios em Minas. Somente em janeiro, seis agncias foram inauguradas no Estado, nas regies da Zona da Mata, Norte e Leste de Minas. No ltimo dia 25, Belo Horizonte ganhou tambm novo CDD na regio noroeste da cidade.  

                Tambm esto confirmadas as presenas do diretor dos Correios em Minas, Fernando Miranda, dos prefeitos municipais, alm de outras autoridades da regio. Em So Sebastio do Paraso, a solenidade de inaugurao ser realizada na Rua Noraldino Lima, 120, Jardim Coolapa, s 11 horas, j em Formiga, o evento acontece na Rua Custdio Jos Soares136Quinzinho, s 14 horas.

                O ministro das Comunicaes, Hlio Costa, participa das inauguraes dos novos Centros de Distribuio Domiciliria (CDDs) dos Correios no interior de Minas, na prxima sexta-feira (29). Clientes, colaboradores e os empregados do  CDD So Sebastio do Paraso, no Sudoeste mineiro, e do CDD Formiga, no Centro-Oeste do Estado, vo contar com melhorias no fluxo operacional, nos ambientes de trabalho e tambm com a atualizao tecnolgica da unidades Trata-se da concluso de mais duas obras do programa regional Mais Correios, que prev, para 2008, investimentos em torno de R$ 50 milhes para melhoria da qualidade e expanso da rede de distribuio e atendimento dos Correios em Minas. Somente em janeiro, seis agncias foram inauguradas no Estado, nas regies da Zona da Mata, Norte e Leste de Minas. No ltimo dia 25, Belo Horizonte ganhou tambm novo CDD na regio noroeste da cidade.  

                Tambm esto confirmadas as presenas do diretor dos Correios em Minas, Fernando Miranda, dos prefeitos municipais, alm de outras autoridades da regio. Em So Sebastio do Paraso, a solenidade de inaugurao ser realizada na Rua Noraldino Lima, 120, Jardim Coolapa, s 11 horas, j em Formiga, o evento acontece na Rua Custdio Jos Soares136Quinzinho, s 14 horas.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Fevereiro 28, 2008

    BOAS IDIAS! O empresrio Paulo Safady - um competente mineiro que preside a Cmara Brasileira da rea de habitao, sai na frente para ampliar o setor de oferta de habitao no pas.

    CMARA BRASILEIRA
    DA INDSTRIA DA CONSTRUO
    entrega proposta
     para o Plano Nacional de Habitao (PlanHab)
    do Ministrio das Cidades


     

    O segmento empresarial que compe a Cadeia Produtiva da Indstria da Construo, representado pela Cmara Brasileira da Indstria da Construo (CBIC), apresentou  ao Ministrio das Cidades, em Braslia, proposta para o Plano Nacional de Habitao (PlanHab).

    Segundo o presidente da CBIC, Paulo Safady Simo, o documento fixar metas de mdio e longo prazos, definir linhas de financiamento, orientar a formulao do Plano Plurianual (PPA) e da Lei de Diretrizes Oramentrias (LDO) e a atuao dos atores pblicos e privados.

    "O setor da construo est convencido de que a participao da iniciativa privada na produo de moradias destinadas populao de baixa renda fundamental para eliminar o atual dficit habitacional, de cerca de 8 milhes de moradias", salienta Simo.

    Os principais pontos da sugesto apresentada pelo segmento empresarial ao governo so:

          Assegurar, por meio de instrumentos legais, recursos financeiros para investimento e subsdio.

          Implementar uma poltica nica de subsdios voltada complementao de capacidade de

          pagamento da famlia, com parmetros regionalizados, atrelada a programas de financiamento.

          Desonerar o produto final dos empreendimentos de HIS.

          Incentivar a ampliao da oferta de terra urbanizada como instrumento de reduo do custo.

          Desburocratizar os procedimentos para a aprovao de empreendimentos de HIS.

          Padronizar dos parmetros.

          Definir competncia para a concesso de licenciamento ambiental.

          Definir metodologia para a aprovao de processos alternativos de produo.

          Criar uma base nica de registro de imveis.

          Aprovar lei que institua o Cadastro Positivo.

          Criar um Fundo Garantidor ou Fundo de Aval.

          Fortalecer o Mercado Secundrio de Ttulos.

          Estimular a descentralizao da aplicao dos recursos do FGTS.
    O documento entregue ao Ministrio das Cidades pode ser acessado no site da CBIC (www.cbic.org.br) .







                        Comentrios

    #1. Jose Emilio Afonso - (zeemilioafonso@yahoo.com.br)
    Valoroso esse grande mineiro Paulo, que escreve sua histria na construo desse pas de maneira correta e planejada.
    Avante ...


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Fevereiro 27, 2008

    O vice-governador Antnio Anastasia j est em Minas - voltou da viagem com uma Misso Empresarial Austrlia. E leu a notcia abaixo, que publicamos, aqui em nosso BLOG.

    Em primeira mo! Prof. Anastasia, vice-governador de Minas, est de volta da viagem Austrlia.  E chega recebendo uma novidade: ser o mais novo CIDADO HONORRIO de BARBACENA.

     Leia o E-mail que o vice-governador nos enviou:

    Caro amigo Joo Carlos,
    li, com muita alegria, a notcia por voc publicada que receberei o
    importante ttulo de cidado honorrio de Barbacena, sua terra e to
    significativa cidade de nossa histria mineira.
    tima notcia, neste meu retorno da Austrlia, onde concluimos com xito a
    misso de nosso Estado naquele pas amigo. 

    As visitas foram de alto interesse e lhe informo que acompanhei os parlamentares mineiros (Glacia
    Brando, Lafaiette Andrada e Tiago Ulisses) na visita ao Parlamento em
    Vitria ( na sua capital Melboune), onde aprendemos sobre os procedimentos
    da democracia australiana, muito calcada no modelo ingls.
    Observa-se que o alto ndice de desenvolvimento poltico, humano e social do
    pas muito decorrente do elevado grau de educao de seu povo. Mais uma
    vez pois, se v que educao deve ser a prioridade de nossos governos,
    alis, como vem sendo feito aqui em MG.
    Receba o meu abrao sempre amigo,
    Antonio Anastasia

    O ttulo foi proposto pelo vereador Amarlio de Andrade, do PSC, ex-presidente da Cmara Municipal de Barbacena, que fica no Palcio da Revoluo Liberal. O vice-governador, est esta semana frente de uma Misso Empresarial Mineira na Austrlia.
    O nosso BLOG DE NOTCIAS d a notcia em primeira mo, esperando que ele leia-a l na Austrlia. O autor da homenagem, vereador Amarlio de Andrade, na justificativa para conceder o ttulo ao vice-governador, afirma que " ele sempre atende s reivindicaes de Barbacena. Citou o caso da ambulncia que o vice-governador liberou para o Ncleo do Cncer de Barbacena, que s em 2007 viajou quase 100 mil quilmetros levando pacientes carentes com cncer, de Barbacena para fazer tratamento em hospitais de Belo Horizonte, So Paulo e Juiz de Fora".
    Alm disso, diz Amarlio de Andrade, o vice-governador tem um carinho especial pela nossa cidade de Barbacena, aonde j esteve muitas vezes, sempre ouvindo e atendendo as necessidades da populao no pleitos junto ao Palcio da Liberdade - concluiu.
     A DATA para entrega do Ttulo de Cidado Honorrio de Barbacena, ser marcada assim que o vice, professor Anastasia, retornar da Austrlia, dia 25. EM TEMPO: parabns ao nosso amigo - e leitor do nosso BLOG DE NOTCIAS - pelo ttulo concedido pela Cmara de Barbacena.














    O vice-governador de Minas, prof. Antnio AugustoAnastasia em seu gabinete na sede do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais, em Belo Horizonte. 







                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Fevereiro 27, 2008

    POLTICA! Disputa pela Prefeitura de Congonhas. Ex-prefeito por trs vezes do municpio, Gulater Monteiro, afirmou hoje ao nosso BLOG DE NOTCIAS que pr-candidato e, segundo pesquisa feita em novembro pelo Instituto Multidados, aponta o nome dele como bem posicionado na corrida pela prefeitura de Congonhas, este ano.

    O ex-deputado Gualter Monteiro esteve conosco agora a pouco (s14h30m) na Assemblia Legislativa. Disse-me que l o nosso BLOG DE NOTCIAS, aonde publicamos que ele perdeu duas eleies seguidas para a Prefeitura de Congonhas.
    Na verdade - disse Gualter Monteiro - perdemos uma disputa pela Prefeitura. A outra foi para deputado, disputa atpica, quando ns e muitos outros candidatos no tiveram xito por causa da onda petista que foi registrada na eleio do presidente Lula, que inchou as bancadas federais e estaduais.
    O ex-prefeito Gualter Monteiro nos mostrou pesquisa feita com 494 entrevistados em Congonhas no perodo de 8 a 12 de novembro de 2007 pelo Instituto Multidados, com sede aqui em BH. Na pesquisa do Instituto Multidados, o pr-candidato Gualter Monteiro aparece na primeira simulao, onde esto os nomes do atual prefeito Anderson Cabido e o de Gualter - Gualter obteve 64% e Cabido com 31%.
    No outro cenrio: Dra.Bete: 15%, Cabido 27% e Gualter 54%. No terceiro cenrio esto os nomes de: Mcio 5%, Gualter 60% e Cabido 30%.  O ex-prefeito Gualter Monteiro nos informou tambm que na Pesquisa do Instituto Multidados foi medida a rejeio dele e do atual prefeito de Congonhas.
    Cabido com 57% de rejeio e Gualter com 18% de rejeio.
    Nota: a disputa em Congonhas ter muita adrenalina, com a corrida Prefeitura reunindo alm dos pr-candidatos, Anderson Cabido, candidato reeleio; Gualter Monteiro, ex-prefeito por 3 vezes do municpio; Mcio; dra. Bete e o jornalista Christian Costa, ex-reprter da Tv Assemblia. Todos j esto se preparando para encantar os cerca de 33 mil eleitores de Congonhas nas urnas de outubro deste ano.
    Afinal, como se diz na poltica mineira: " voto como jaboticaba fora do saco. Cada um conta os seus".
    E acrescento: at que venha a palavra final da vontade popular - na urna.
    Ponto!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Fevereiro 26, 2008

    Governador Acio Neves foi hoje ao Tringulo Mineiro. Participou da solenidade comemorativa dos 70 anos do jornal Correio de Uberlndia. O governador anunciou investimento de 65 milhes de reais para asfaltar a MG-455 - Rodovia da Produo - que liga Uberlndia a Campo Florido. Na foto abaixo: o deputado estadual Luiz Humberto Carneiro, do PSDB de Uberlndia; Luiz Alexandre Garcia, presidente executivo do Grupo Algar, o governador Acio Neves, o empresrio Luiz Alberto Garcia, presidente do Conselho de Administrao do Grupo Algar e o ex-governador de Minas, Rondon Pacheco.











    Acio anuncia R$ 65 milhes
    para pavimentao da MG-455

     









       

    Wellington Pedro/Imprensa MG

    O governador Acio Neves anunciou, nesta tera-feira (26), a pavimentao da rodovia MG-455, ligando Uberlndia a Campo Florido, no Tringulo Mineiro. A obra reivindicada h muitos anos pelos produtores da regio, pois facilitar o escoamento da produo local e permitir a integrao regional. Avaliada em R$ 65 milhes, a obra inclui o contorno do municpio, totalizando 106 quilmetros de extenso. O anncio foi feito durante visita do governador a Uberlndia, onde participou das comemoraes dos 30 anos da instalao da fbrica da Souza Cruz no municpio e os 70 anos do jornal Correio.

    "Tenho certeza de que a pavimentao dessa rodovia tem um efeito regional extremamente importante para facilitar a distribuio dos seus produtos. Estou autorizando, j, a abertura dos envelopes para a contratao, at o final do ms de abril, do projeto executivo da estrada que ligar Uberlndia a Campo Florido. A ltima grande e importante ligao asfltica desta regio, que aproximar mais essa metrpole, na qual se transformou Uberlndia, de outros importantes centros consumidores", disse Acio Neves, em entrevista.
    A previso do Departamento de Estradas e Rodagens (DER-MG) que o incio das obras de pavimentao da MG-455 acontea em maio, com prazo de concluso para junho de 2009. O processo de licitao, em andamento, est na fase de anlise de propostas. O projeto de engenharia, com custo de R$ 2 milhes, j foi concludo.
    O governador destacou as obras de infra-estrutura realizadas pelo Governo de Minas como indutores fundamentais para a atrao de empresas e aumentos de investimentos privados no Tringulo Mineiro. A previso de novos investimentos na regio, at 2011, de R$ 12,5 bilhes, com a expectativa de gerao de 64 mil novos postos de trabalho.
    "Isso mais uma demonstrao que a capacidade que o Estado readquiriu de investir permite que o desenvolvimento chegue a esta regio. Aqui est a grande parte de nossa produo industrial, esto os mais importantes produtores agropecurios de Minas. preciso que a infra-estrutura do Estado acompanhe a velocidade desses investimentos para que eles possam trazer resultados concretos e rpidos na vida da nossa gente e melhor qualidade de vida", disse Acio Neves.
    Parque Ambiental
    Durante as comemoraes de 30 anos da instalao da fbrica da Souza Cruz, o governador lanou o Parque Ambiental do Cerrado, que ser gerido pela empresa e inaugurado em junho. Sero 40 hectares de espcies nativas de fauna e flora do Cerrado. O parque faz parte de parceria entre a Souza Cruz e a Universidade Federal de Uberlndia em aes de educao ambiental.
    Para marcar a inaugurao, o governador plantou uma muda de Cedro, rvore tpica da vegetao de Cerrado. Tambm estiveram presentes o diretor Industrial da Souza Cruz, Alex Ribeiro, e o prefeito de Uberlndia, Odelmo Leo.
    A fbrica da Souza Cruz em Uberlndia a maior unidade do gnero na Amrica Latina, com cerca de 1.000 funcionrios. As duas unidades da empresa (Uberlndia e Cachoeirinha, no Rio Grande do Sul) possuem a capacidade instalada de 130 bilhes de unidades/ano.
    Correio
    Em Uberlndia, o governador tambm participou da solenidade de comemorao dos 70 anos do Correio de Uberlndia. O jornal foi fundado em 1938 pelo produtor rural Osrio Jos Junqueira e passou a ser controlado pelo Grupo Algar a partir de 1986, atravs da editora SABE. Durante a solenidade, o governador parabenizou o jornal e destacou o papel da imprensa como fundamental para a construo da democracia no pas.
    "Uma das misses mais relevantes do jornalismo, em nosso tempo e em todos os pases, o aperfeioamento da democracia. Ela depende, fundamentalmente, de uma imprensa vigilante, tica e severa. Uma imprensa que acompanha os governos e os governantes e o processo de transformaes econmicas e sociais em curso. tambm fundamental uma imprensa que tem sensibilidade social para dar voz e vez comunidade", disse Acio Neves, em seu pronunciamento.
    Tambm estiveram presentes, o ex-governador Rondon Pacheco, o presidente do Conselho de Administrao do Grupo Algar, Luiz Alberto Garcia, o CEO do Grupo Algar, Luiz Alexandre Garcia, e o prefeito Odelmo Leo.

     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Fevereiro 26, 2008

    Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. Professora mineira aposentada homenageada pela Assemblia de Minas. UM exemplo de vitalidade e de filosofia de vida.

     
     
     







                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Fevereiro 26, 2008

    CALOURA de 90 ANOS homenageada pela Assemblia Legislativa de Minas. A professora aposentada Elisa de Castro Tito aprovada no vestibular de Direito da Faculdade Arnaldo, recebeu homenagem atrvs dos deputados Alberto Pinto Coelho, presidente da Assemblia e o ex-aluno dela deputado Adalclever Lopes, do PMDB. Foi durante Reunio Especial, transmitida ao VIVO pela TVA.


    "Uma mulher sbia e prxima da felicidade, um exemplo de vitalidade e amor vida, uma professora que decidiu corajosamente voltar a ser aluna, abrindo um captulo novo e promissor da sua histria pessoal". Com essas palavras, o presidente da Assemblia Legislativa de Minas Gerais, deputado Alberto Pinto Coelho (PP), saudou a pedagoga Elisa de Castro Tito, que aos 90 anos foi aprovada no vestibular e iniciou um curso de Direito da Faculdade Arnaldo Jansen, em Belo Horizonte.
    Uma reunio especial em homenagem nova caloura foi realizada na noite da ltima segunda-feira (25/2/08), no Plenrio da Assemblia, por iniciativa do presidente Pinto Coelho e do deputado Adalclever Lopes (PMDB). Este ltimo foi aluno da Escola Estadual Cludio Brando, dirigida poca por Elisa Tito, e agradeceu com um abrao o esforo pessoal feito por ela para assegurar a educao dele e de seus irmos. "Os professores ensinam; os mestres inspiram", resumiu o deputado, abraando a homenageada.
    Com surpreendente lucidez, jovialidade e presena de esprito, Elisa Tito discursou para um Plenrio lotado de amigos e admiradores, dizendo que "a vida uma escada que se vai subindo sempre. Ningum tem que descer. Se por acaso eu cair, tem muita gente para me segurar". Disse ainda que "o ato de voltar aos estudos tem uma simbologia emblemtica: nunca tarde para estudar, para aprender, para educar-se, para desenvolver sua cidadania".
    Na mesa da solenidade os filhos Marcos Tito, que foi deputado estadual, federal, presidente da Junta Comercial de Minas Gerais e atualmente presidente da MGI; e Luiz Tito, diretor do jornal O Tempo. Trs ex-deputados compuseram tambm a mesa: Dalton Canabrava, Genival Tourinho e Manoel Conegundes.
    Na platia, seis deputados estaduais prestigiaram a solenidade: Ademir Lucas (PSDB), Dalmo Ribeiro Silva (PSDB), Ivair Nogueira (PMDB), Irani Barbosa (PSDB), Rmolo Aloise (PSDB) e Vanderlei Miranda (PMDB).



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Fevereiro 26, 2008

    A DENGUE NO TIRA FRIAS! Campanha da Prefeitura de BH contra o mosquito que tem nome em latin se amplia na capital.







    Campanha contra a dengue
    mobiliza freqentadores
    do Mercado Central



    Com o slogan "Cuidado: a dengue no tira frias", a Prefeitura levou informaes aos comerciantes e freqentadores do Mercado Central sobre as medidas para evitar a presena do mosquito transmissor e, conseqentemente, a doena. A mobilizao aconteceu no sbado, dia 23, e contou com uma programao variada, como apresentao teatral , mostra sobre o ciclo do mosquito e show de MPB com Edie Muler, em uma parceria com os associados do Mercado.
    A equipe de 22 profissionais da sade, acompanhada pela fanfarra da SLU, ainda distribuiu cartilhas, folhetos, ms de geladeira e adesivos nos corredores e entorno do tradicional estabelecimento, na regio Centro-Sul da capital.
    O ciclo de vida do Aedes aegypti foi exposto em vdeo e explicado pelo biolgo Bruno Guedes. Trabalhos feitos pelos alunos da Escola Municipal Arthur Versiani Velloso tambm fizeram parte da mostra de conscientizao, que teve o reforo do grupo teatral At Tu SLU e de um grupo de comerciantes do mercado, que organizaram peas teatrais .
    A coordenadora do Comit Regional de Combate Dengue, Maria Cristina Coelho, avaliou que o trabalho de mobilizao foi bastante positivo. "Tivemos uma boa receptividade e as pessoas se interessaram pelas atividades preparadas", disse.
    A coordenadora destacou que a participao da populao no combate dengue imprescindvel. "A dengue no d descanso e necessrio que cada pessoa faa a sua parte", afirmou .


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Fevereiro 26, 2008

    Velrio do ex-deputado Agostinho Patrus no Salo Nobre da Assemblia Legislativa de Minas. Presentes: o governador Acio Neves, o prefeito de BH, Fernando Pimentel, o ex-goverdor Itamar Franco e Francelino Pereira, o senador e ministro Hlio Costa, o ex-governador Eduardo Azeredo e Eliseu Resende, o presidente da Assemblia, deputado Alberto Pinto Coelho, deputados federais e estaduais, prefeitos, vereadores.. enfim, todo o mundo poltico mineiro...












    Diversas autoridades e amigos compareceram e prestaram solidariedade famlia do ex-deputado estadual e ex-presidente da Assemblia Legislativa de Minas Gerais, Agostinho Patrs, que morreu na manh deste domingo (24/2/08), aos 68 anos. O corpo de Agostinho Patrs foi velado nesta segunda-feira (25/2/07), no Salo Nobre da ALMG, at s 15 horas, quando seguiu para o Cemitrio do Bonfim, em Belo Horizonte, para ser sepultado. O presidente da ALMG, deputado Alberto Pinto Coelho (PP), o governador Acio Neves, o prefeito Fernando Pimentel, alm de deputados estaduais e outros nomes do mundo poltico e oficial, acompanharam o velrio.
    O deputado Alberto Pinto Coelho destacou as qualidade polticas do ex-deputado, entre elas a habilidade poltica, seriedade e a busca permanente pelo consenso. Lembrou ainda a preocupao de Agostinho Patrs em dotar a Assemblia Legislativa de mais transparncia, com a criao da TV Assemblia e de programas que deram maior celeridade ao trabalho do Parlamento mineiro, "visando sempre o interesse da populao".
    Tambm a habilidade de Agostinho Patrs foi lembrada pelo governador Acio Neves, para quem a poltica mineira sofre grande perda com o falecimento do ex-deputado. O governador destacou a colaborao de Agostinho Patrs no Executivo, "passagem marcada por muita suavidade com as pessoas, muito afeto, o que para ns mineiros extremamente importante e uma de nossas principais caractersticas".
    Exemplo de conduta - Para o prefeito Fernando Pimentel, que afirmou ter sofrido uma perda pessoal, a trajetria de Agostinho Patrs deixa um exemplo de poltico que sempre trilhou o caminho da democracia, buscando o entendimento e a conciliao. "Um poltico da boa escola mineira, uma pessoa que chamava a todos de padrinho, quando na verdade o padrinho de todos era ele", comentou Pimentel, a respeito de Patrs. O presidente da Cemig, Djalma Morais, tambm lamentou a perda do amigo e "de um companheiro que certamente seria um grande gestor" da companhia, onde Agostinho Patrs passou recentemente a ocupar o cargo de vice-presidente.
    Para o prefeito Fernando Pimentel, que afirmou ter sofrido uma perda pessoal, a trajetria de Agostinho Patrs deixa um exemplo de poltico que sempre trilhou o caminho da democracia, buscando o entendimento e a conciliao. "Um poltico da boa escola mineira, uma pessoa que chamava a todos de padrinho, quando na verdade o padrinho de todos era ele", comentou Pimentel, a respeito de Patrs. O presidente da Cemig, Djalma Morais, tambm lamentou a perda do amigo e "de um companheiro que certamente seria um grande gestor" da companhia, onde Agostinho Patrs passou recentemente a ocupar o cargo de vice-presidente.
    O ex-presidente Itamar Franco, tambm presente ao velrio, destacou a tica e a probidade de Agostinho Patrs. "Ele sempre foi um homem que respeitou e dignificou a vida pblica mineira e brasileira, ao defender os interesses nacionais". Segundo Itamar Franco, Patrs foi um exemplo de poltico capaz de dialogar, que sabia respeitar as idias dos adversrios, "um autntico gentleman", afirmou.
    O procurador-geral de Justia, promotor Jarbas Soares Jnior tambm lamentou o falecimento de Agostinho Patrs, destacando seu trabalho de dilogo com o MP, mesmo quando j no estava mais na Assemblia. Segundo Soares Jnior foi uma surpresa no Ministrio Pblico, "especialmente para mim, que conversei com ele na semana passada, por telefone, quando ele me contou que estava em So Paulo fazendo uns exames. Mas no sabia da gravidade do caso".
    Agostinho Patrs estava internado no Hospital Srio-Libans, em So Paulo, para tratamento de cncer e morreu devido falncia mltipla de rgos. Deixa viva a mdica Orcanda Andrade Patrs e os filhos Agostinho Patrs Filho - que deputado estadual (PV), Breno Andrade Patrs e Lucas Andrade Patrs. Agostinho Patrs nasceu em Belo Horizonte e foi deputado por seis legislaturas consecutivas (da 10 15, entre 1983 e 2007).

    Cargos no Executivo
    e Legislativo marcam
    carreira de ex-deputado

    Formado pela Faculdade de Medicina da UFMG em 1966, ocupou a presidncia da Associao Mdica de Minas Gerais por dois mandatos. Seu primeiro cargo pblico foi o de secretrio adjunto da Secretaria de Estado da Sade, em 1981. Elegeu-se deputado estadual, elegendo-se para a 10 Legislatura (1983-87). Reeleito para as cinco legislaturas seguintes, alternou o exerccio do mandato parlamentar com o desempenho de vrios cargos no Poder Executivo estadual.
    Na Assemblia, foi presidente de vrias comisses entre elas a de Sade e de Educao. Na 12 Legislatura (1991-95), no governo Hlio Garcia, foi eleito para o cargo de 1-secretrio da Mesa para o perodo de 1991-92. Assumiu a Presidncia da Casa na 13 Legislatura (1995-97), no primeiro binio do governo Eduardo Azeredo. Ocupou tambm os cargos de presidente do Colgio de Presidentes das Assemblias Legislativas Estaduais e da Unio Nacional dos Legislativos Estaduais (Unale), do qual foi fundador.
    Agostinho Patrs foi, ainda, secretrio de Estado da Casa Civil (1997-98), no governo Eduardo Azeredo, e de Transportes e Obras Pblicas (2003-06), no primeiro mandato do governador Acio Neves. Recentemente, foi indicado para o cargo de diretor vice-presidente da Cemig..
    Entre suas condecoraes que recebeu, esto as medalhas do Mrito Legislativo, da Inconfidncia, Carlos Chagas, Santos Dumont e Juscelino Kubitschek. Desde 2005, estava filiado ao PFL (atual DEM). Deixa como herdeiro poltico o filho Agostinho Patrs Filho (PV), que exerce seu primeiro mandato.

    Presenas
    Alm das autoridades citadas nesta matria, compareceram ao velrio no Salo Nobre da Assemblia o ex-governador Francelino Pereira, os senadores Hlio Costa, Eduardo Azeredo e Eliseu Rezende, secretrios de Estado, deputados federais e estaduais, prefeitos e lideranas polticas.








                             Comentrios

    #1. Victor HUgo Amaral - (victorhugoamaral@yahoo.com.br)
    Prezado Primo Joo,
    Na vanguarda da informao, voc me trouxe, aqui em So Paulo, a triste notcia do falecimento do querido deputado Agostinho Patrus. Quando assessor de comunicao do Governo Ruy Fernandes, em Desterro do Melo, convivi por diversas vezes com o deputado, visitando seu gabinete e recebendo os benefcios que ele direcionava com o prefeito Ruy ao nosso Melo.
    Sempre simptico ele participou do nosso vdeo sobre o asfalto, ancorado por voc - lembra n?
    Enfim, o "Padrinho" vai deixar muita saudade...
    famlia, espero que Deus recompense atravs de bnos tudo de bom que ele fez para os seus prximos.
    Agostinho Patrus vai fazer muita falta...
    #2. Ana Paula R .Pontes da Silva - (enipontes@bol.com.br)
    Deixo tristes sentimentos a famlia Andrade Patrus. Pois tive o prazer de poder trabalhar com vocs. Sinto muito por esta grande perda no s como deputado mas como o grande padrinho cidado que era.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Fevereiro 26, 2008

    LUTO NA POLTICA. Autoridades mineiras lotaram o Salo Nobre da Assemblia Legislativa de Minas no velrio do ex-deputado Agostinho Patrus. Foi um momento de emoo forte: todos recordaram o esprito conciliador e de liderana do ex-deputado, que foi presidente da Assemblia de 1995/96. As fotos valem por mil palavras.

     

      


     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Fevereiro 26, 2008

    1 BILHO de dlares do Banco Mundial para Minas. Foi o resultado do encontro do governador Acio Neves com o ministro da Fazenda Guido Mantega, em Braslia. O aval garantido pelo ministro sai at o final de maro.











    Minas obtm aval
    para emprstimo indito
    junto ao Bird

     







    Gov.Acio Neves.


    Em reunio com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, em Braslia, nesta segunda-feira (25), o governador Acio Neves teve a promessa de que o aval para o emprstimo de US$ 1 bilho junto ao Banco Mundial (Bird) ser dado pela Unio at o fim de maro. O aval marca a fase final de um emprstimo indito em todo o mundo, que o Estado de Minas Gerais far com o Banco Mundial, e que servir de modelo para outras operaes do banco. A operao j havia sido autorizada pelo Governo Federal no ano passado, mas precisa da aprovao da Procuradoria-geral da Fazenda que, em ltima instncia, avalista do financiamento.
    "Acertamos a fase final de entendimento com a Unio, que viabilizar para Minas o maior financiamento do Banco Mundial em toda a Amrica Latina. O ministro me garantiu que o aval ser dado at o fim de maro, para que no dia 22 de abril essa proposta seja aprovada na diretoria do Banco Mundial, e neste ano ainda, cerca de R$ 500 milhes j possam chegar aos cofres de Minas", afirmou Acio Neves, em entrevista.
    O financiamento junto ao Bird segue um modelo indito, onde no h contrapartida financeira do Governo de Minas. A contrapartida, nesse caso, so 25 metas estipuladas em programas sociais do governo, nas reas de educao, sade, gesto administrativa, campo fiscal e atrao de investimentos do setor privado.
    Este ser a segunda operao financeira do Bird com o Governo de Minas sem contrapartida financeira. Em 2006, o Estado recebeu um financiamento de US$ 170 milhes concedido pelo banco, com destino aos programas e aes de infra-estrutura, garantias PPP (Parceria Pblico-privada), saneamento, reforma e modernizao administrativa. Neste caso, a contrapartida foram metas no mbito da gesto do Estado.
                                                                     Exemplo 
                                                                para o mundo


    O governador Acio Neves far, tambm em abril, a convite do Banco Mundial, palestra para funcionrios da instituio, em Washington, sobre a gesto administrativa do Governo de Minas, que resultou no modelo indito de financiamento, onde a contrapartida no financeira.
    "O modelo de gesto de Minas e o entendimento que fizemos com o banco, quer ser apresentando pelo board do Banco Mundial como o grande modelo a ser seguido, onde no h contrapartida financeira. A contrapartida que os estados do, e que o Estado de Minas dar, so as metas, a diminuio da mortalidade infantil, a melhoria dos indicadores de segurana, a melhoria da qualidade de educao, atravs de parmetros compactuados entre o Banco e o Estado. Algo extremamente detalhado e absolutamente inovador", disse Acio Neves.
                                                                     Crdito
                                                                Internacional


    Minas Gerais retomou a negociao de emprstimos internacionais em 2004, depois de dez anos sem acesso a esses financiamentos. Os emprstimos foram negociados especialmente com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e o Bird. Desde 2004, quando voltou a ter acesso a financiamentos externos, Minas Gerais conseguiu contratar R$ 429,5 milhes. Outros R$ 363,5 milhes esto em fase de contratao.
    Com o Bird, desde 2006, o Governo de Minas fechou dois contratos. Alm dos US$ 170 milhes, foram liberados US$ 35 milhes para o Programa de Combate Pobreza Rural (PCPR).

     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Fevereiro 26, 2008

    Em primeira mo! Prof. Anastasia, vice-governador de Minas, est de volta da viagem Austrlia, frente de uma Misso Empresarial Fiemg/Governo de Minas. E chega recebendo uma novidade: ser o mais novo CIDADO HONORRIO de Barbacena.

    O ttulo foi proposto pelo vereador Amarlio de Andrade, do PSC, ex-presidente da Cmara Municipal de Barbacena, que fica no Palcio da Revoluo Liberal. O vice-governador, est esta semana frente de uma Misso Empresarial Mineira na Austrlia.
    O nosso BLOG DE NOTCIAS d a notcia em primeira mo, esperando que ele leia-a l na Austrlia. O autor da homenagem, vereador Amarlio de Andrade, na justificativa para conceder o ttulo ao vice-governador, afirma que " ele sempre atende s reivindicaes de Barbacena. Citou o caso da ambulncia que o vice-governador liberou para o Ncleo do Cncer de Barbacena, que s em 2007 viajou quase 100 mil quilmetros levando pacientes carentes com cncer, de Barbacena para fazer tratamento em hospitais de Belo Horizonte, So Paulo e Juiz de Fora".
    Alm disso, diz Amarlio de Andrade, o vice-governador tem um carinho especial pela nossa cidade de Barbacena, aonde j esteve muitas vezes, sempre ouvindo e atendendo as necessidades da populao no pleitos junto ao Palcio da Liberdade - concluiu.
     A DATA para entrega do Ttulo de Cidado Honorrio de Barbacena, ser marcada assim que o vice, professor Anastasia, retornar da Austrlia, dia 25. EM TEMPO: parabns ao nosso amigo - e leitor do nosso BLOG DE NOTCIAS - pelo ttulo concedido pela Cmara de Barbacena.











    O vice-governador de Minas, prof. Antnio AugustoAnastasia em seu gabinete na sede do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais, em Belo Horizonte. 




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Fevereiro 25, 2008

    CENAS DE UM BELO CASAMENTO no Mix Garden no Jardim Canad, pertinho da capital mineira. Nossos ami8gos, o simptico casal Rmulo Breda e Simone Mafra, realizou um dos mais belos e requintados casamentos de 2007. Felicidade ao casal. Nosso presente de casamento a publicao de algumas cenas do casamento de Simone e Rmulo aqui no nosso BLOG DE NOTCIAS. Foi nota 1.000.


    Trocaram alianas em cerimnia realizada no Mix Garden,


    o publicitrio Rmulo Breda, diretor da produtora Iguana Filmes e a design de Interiores Simone Mafra.  A unio foi realizada sob  a presena de familiares, amigos e diversas personalidades da publicidade mineira.

     

    A banda Zeeper foi a escolhida para animar a festa que rolou at de madrugada regada a muito champanhe .

     

    O destino escolhido pelo casal para as npcias foi a cidade Pucn no Chile.

     







                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Fevereiro 25, 2008

    Ministro Hlio Costa teve agenda cheia, nesta segunda-feira, em Barbacena. Lanou a nova sede do Centro de Atendimento do Cidado dos Correios e visitou a Escola Agrotcnica, aonde eu estudei. Confira as informaes do site barbacenaonline.







      

    Imprimir

    Contato






                                       Hlio Costa visita instalaes 
                                             da Escola Agrotcnica







     
















    Frederico Ede





    Barbacena recebeu, na manh desta segunda-feira (25), a visita oficial do Ministro das Comunicaes, Senador Hlio Costa. Ele foi recebido nas dependncias da Escola Agrotcnica Federal pelo Prefeito Municipal, Martim Andrada e lideranas polticas supra-partidrias. O Ministro veio conhecer de perto o material que ser utilizado na infra-estrutura de montagem e instalao de 53 pontos receptores de sinal do projeto "Barbacena Cidade Digital".
    Esse projeto, que integra o programa de incluso digital do Governo Federal, levar internet gratuita, banda larga de alta velocidade e sem fio, a todas as escolas pblicas do municpio, bem como computadores. O investimento de R$ 4 milhes beneficiar, inicialmente, cerca de 10 mil estudantes na zona urbana, alm de reparties pblicas. O trabalho de montagem e instalao dos pontos receptores de sinal est previsto para comear na prxima semana. A Escola Agrotcnica ser a provvel gestora do projeto. Numa segunda etapa, a mesma tecnologia ser levada tambm para as escolas da zona rural.





    "Barbacena Cidade Digital" uma parceira do Ministrio das Comunicaes com a Universidade Federal de Ouro Preto, Rede Nacional de Pesquisas e Prefeitura de Barbacena. Depois de passar pela Escola Agrotcnica, Hlio Costa, sua comitiva e convidados visitaram as Escolas Padre Sinfrnio de Castro, Iai Moreira, CAIC, Oswaldo Fortini e Jos Felipe Sad, que tambm sero contempladas com o programa do Governo Federal.
    Para o coordenador do programa em Barbacena, Jos Antnio Lopes, esse um passo importantssimo que o Ministrio das Comunicaes est dando na cidade. "O Ministro Hlio Costa veio justamente para ver as primeiras providncias que esto sendo tomadas para a instalao das mquinas nas escolas municipais e em alguns postos pblicos".












    Segundo a Superintendente de Educao, da Secretaria Municipal de Educao, professora Noeli Corlai Nunes, as unidades que esto sendo preparadas para receber os Telecentros j esto em fase adiantada. Cerca de dez unidades j foram concludas e outras dez devero ser finalizadas em um prazo de 60 dias.
    Ainda nesta segunda-feira, o Ministro presidir solenidade de assinatura de termos de doaes de Telecentros Comunitrios para cerca de 70 municpios na regio do Tringulo Mineiro. Os eventos acontecero em Uberaba e Uberlndia.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Fevereiro 25, 2008

    Ministro das Comunicaes, senador Hlio Costa lanou hoje em sua cidade natal BARBACENA a pedra fundamental da nova Central de Atendimento ao Cliente - o CAC. A informao vem do diretor regionalo dos Correios em Minas, Fernando Miranda, com quem econtramos no Salo Nobre da Assemblia Legislativa no velrio do nosso amigo o ex-deputado Agostinho Patrus.

    Ministro anuncia 400 novos postos de trabalho nos Correios   

    Nova Central de Atendimento ao Cliente (CAC) passar a funcionar em Barbacena no segundo semestre 


              O ministro das Comunicaes, Hlio Costa, confirmou a gerao de 400 novos postos de trabalho nos Correios. O anncio foi feito na manh desta segunda-feira (25), em visita ao local onde sero feitas as adaptaes para o funcionamento da nova Central de Atendimento ao Cliente dos Correios (CAC), que deixa de ser terceirizada e passa a operar na cidade de Barbacena (MG) para o atendimento de todo o Pas, com empregados contratados por meio de concurso pblico. As obras tero incio no prazo aproximado de 60 dias e esto previstas para trmino ainda neste ano.


              Para o atendimento da demanda inicial, sero convocados os candidatos j aprovados em concurso pblico e que aguardam em cadastro de reserva, sendo 20% das vagas preenchidas por portadores de deficincia fsica. Haver ainda a abertura de novo concurso para o suprimento de novas necessidades.


              Apesar das mudanas o telefone da Central de Atendimento ao Cliente dos Correios continua o mesmo: 0800 570 0100

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Fevereiro 25, 2008

    Vem a O Seminrio Internacional Violncia Domstica. Ser dias 6 e 7 de maro na sede da Associao Mineira do Ministrio Pblico.



    Violncia domstica tema de seminrio promovido pelo Ministrio Pblico de Minas Gerais


    As atividades sero realizadas nos dias 6 e 7 de maro
    na Associao Mineira do Ministrio Pblico
    A Promotoria de Justia Especializada no Combate Violncia Domstica e Familiar contra a Mulher e o Centro de Estudos e Aperfeioamento Funcional (Ceaf) promovem nos dias 6 e 7 de maro o Seminrio Internacional Violncia Domstica. As atividades sero realizadas das 9 s 18h na Associao Mineira do Ministrio Pblico, na Rua dos Timbiras, 2928, no Barro Preto.

    A programao conta com diversas palestras sobre o tema, oficinas, apresentaes culturais e encenaes. Dentre os palestrantes, destacam-se as participaes da diretora da Clnica de Mulheres, Crianas e Justia Social, co-diretora da Clnica de Programa Educacional e professora da Universidade Estadual de Nova Iorque, Suzanne Tomkins, e da diretora de ps-graduao da Universidade, Johanna Oreskovic.

    O seminrio vai tambm abordar e discutir as mudanas promovidas pela Lei Maria da Penha, que foi sancionada no dia 7 de agosto de 2006 e entrou em vigor no dia 22 de setembro do mesmo ano. Alm disso, os participantes podero esclarecer dvidas sobre o assunto.

    Participe tambm fazendo doaes de produtos de higiene pessoal, no dia do evento.


    As inscries podem ser feitas no endereo www.mp.mg.gov.br/ceaf/inscricao .

    As atividades sero realizadas nos dias 6 e 7 de maro
    na Associao Mineira do Ministrio Pblico
    A Promotoria de Justia Especializada no Combate Violncia Domstica e Familiar contra a Mulher e o Centro de Estudos e Aperfeioamento Funcional (Ceaf) promovem nos dias 6 e 7 de maro o Seminrio Internacional Violncia Domstica. As atividades sero realizadas das 9 s 18h na Associao Mineira do Ministrio Pblico, na Rua dos Timbiras, 2928, no Barro Preto.

    A programao conta com diversas palestras sobre o tema, oficinas, apresentaes culturais e encenaes. Dentre os palestrantes, destacam-se as participaes da diretora da Clnica de Mulheres, Crianas e Justia Social, co-diretora da Clnica de Programa Educacional e professora da Universidade Estadual de Nova Iorque, Suzanne Tomkins, e da diretora de ps-graduao da Universidade, Johanna Oreskovic.

    O seminrio vai tambm abordar e discutir as mudanas promovidas pela Lei Maria da Penha, que foi sancionada no dia 7 de agosto de 2006 e entrou em vigor no dia 22 de setembro do mesmo ano. Alm disso, os participantes podero esclarecer dvidas sobre o assunto.

    Participe tambm fazendo doaes de produtos de higiene pessoal, no dia do evento.


    As inscries podem ser feitas no endereo www.mp.mg.gov.br/ceaf/inscricao .

    na Associao Mineira do Ministrio Pblico
    A Promotoria de Justia Especializada no Combate Violncia Domstica e Familiar contra a Mulher e o Centro de Estudos e Aperfeioamento Funcional (Ceaf) promovem nos dias 6 e 7 de maro o Seminrio Internacional Violncia Domstica. As atividades sero realizadas das 9 s 18h na Associao Mineira do Ministrio Pblico, na Rua dos Timbiras, 2928, no Barro Preto.

    A programao conta com diversas palestras sobre o tema, oficinas, apresentaes culturais e encenaes. Dentre os palestrantes, destacam-se as participaes da diretora da Clnica de Mulheres, Crianas e Justia Social, co-diretora da Clnica de Programa Educacional e professora da Universidade Estadual de Nova Iorque, Suzanne Tomkins, e da diretora de ps-graduao da Universidade, Johanna Oreskovic.

    O seminrio vai tambm abordar e discutir as mudanas promovidas pela Lei Maria da Penha, que foi sancionada no dia 7 de agosto de 2006 e entrou em vigor no dia 22 de setembro do mesmo ano. Alm disso, os participantes podero esclarecer dvidas sobre o assunto.

    Participe tambm fazendo doaes de produtos de higiene pessoal, no dia do evento.


    As inscries podem ser feitas no endereo www.mp.mg.gov.br/ceaf/inscricao .
    www.mp.mg.gov.br/ceaf/inscricao .

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Fevereiro 25, 2008

    Indito. Incrvel. Me de 9 filhos - entre eles, Luiz Tito, diretor Comercial do jornal O TEMPO e do ex-deputado estadual Marcos Tito - a professora aposentada ELISA DE CASTRO TITO passa no curso de Direito da Faculdade Arnaldo Jansen, aqui em BH. E Agora homenageada pela Assemblia de Minas. A Reunio Especial ser transmitida AO VIVO pela TV Assemblia, canal 11 no cabo e pela Internert. Ser s 20 horas e 30 minutos. Confira!

                                                                        Caloura de 90 anos
                                                                       receber homenagem
                                                                           na Assemblia
     

    A Assemblia Legislativa de Minas Gerais homenagear a pedagoga Elisa de Castro Tito em Reunio Especial, no Plenrio, em 25/2/08. A iniciativa do presidente do Legislativo, deputado Alberto Pinto Coelho (PP), e do deputado Adalclever Lopes (PMDB). Os parlamentares querem homenage-la porque, aos 90 anos de idade e aps 34 anos de aposentadoria, Elisa prestou vestibular para Direito na Faculdade Arnaldo Jansen e foi aprovada. Suas aulas se iniciam em fevereiro. A Reunio Especial ser s 20 horas.
    O extraordinrio feito da aposentada despertou a admirao dos deputados, atraiu a ateno da imprensa e de toda a comunidade acadmica. Dezenas de artigos foram escritos sobre ela, destacando sua lucidez, sade e disposio para deixar a comodidade de sua casa em Belo Horizonte para estudar.
    Elisa mostra estar atualizada com os temas atuais do noticirio e diz que no vai estranhar a faculdade, porque trabalhou toda a vida com a juventude, como diretora de escola. Ela tem nove filhos, 22 netos e trs bisnetos. Vrios dos seus descendentes esto no ramo do Direito.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Fevereiro 25, 2008

    A POLTICA MINEIRA est de LUTO com a morte de Agostinho Patrus - o conhecido "padrinho" - expesso carinhosa que usava no relacionamento os amigos. Ser sepultado hoje, segunda-feira, dia 25, s 16 horas - no Cemitrio do Bonfim, aqui em BH - o ex-deputado Agostinho Patrus. Ele morreu no sbado pela manh no Hospital Srio e Libans, em SP, aonde fazia quimioterapa . O corpo de Agostinho Patrus est sendo velado, desde ontem noite no Salo Nobre da Assemblia Legislativa de Minas. O governador ACIO NEVES vai comparecer ao velrio HOJE no Salo Nobre da Asssemblia.





    Em nota imprensa, o governador lembra a trajetria do ex-deputado na vida pblica de Minas Gerais. Segundo Acio, Agostinho Patrs era "um homem de grande valor, forjado no melhor da poltica mineira" e que tinha como principais caractersticas sua "capacidade de buscar o entendimento e a convivncia entre opostos, quando o que estava em jogo era o mais importante: Minas e os mineiros".
    O presidente da Assemblia Legislativa de Minas Gerais, deputado Alberto Pinto Coelho (PP), tambm lamentou a morte de Agostinho Patrus. Segundo Alberto Pinto Coelho, "entre as inmeras virtudes e qualidades, se distinguia pela habilidade no trato e a dedicao s causas de interesse da sociedade e pela valorizao do mandato popular no Poder Legislativo".
    O governador  vai comparecer ao velrio do ex-deputado nesta segunda-feira, no Salo Nobre da Assemblia Legislativa de Minas Gerais, em Belo Horizonte.domingo.  Ele deixa viva a mdica Orcanda Andrade Patrs e os filhos Agostinho Patrs Filho, que deputado estadual pelo PV; Breno Andrade Patrs e Lucas Andrade Patrs.
    QUEM FOI AGOSTINHO PATRUS:
    Agostinho Patrs nasceu em Belo Horizonte, em 24 de setembro de 1939. Formado pela Faculdade de Medicina da UFMG em 1966, foi eleito presidente da Associao Mdica de Minas Gerais em 1977 e reeleito em 1980. Seu primeiro cargo pblico foi o de secretrio adjunto da Secretaria de Estado da Sade, em 1981, no governo Francelino Pereira.
    No ano seguinte, candidatou-se a deputado estadual, elegendo-se para a 10 Legislatura (1983-87), quando teve atuao destacada nas reas de sade e educao. Reeleito para as cinco legislaturas seguintes, alternou o exerccio do mandato parlamentar com o desempenho de vrios cargos no Poder Executivo estadual.
    Agostinho Patrs assumiu a Presidncia da Assemblia Legislativa na 13 Legislatura (1995-97), no primeiro binio do governo Eduardo Azeredo. Ocupou tambm os cargos de presidente do Colgio de Presidentes das Assemblias Legislativas Estaduais e da Unio Nacional dos Legislativos Estaduais (Unale), do qual foi fundador.
    No Poder Executivo, Patrs foi, alm de secretrio adjunto de Estado da Sade, secretrio de Estado da Casa Civil (1997-98), no governo Eduardo Azeredo, e secretrio de Estado de Transportes e Obras Pblicas (2003-06), no primeiro mandato do governador Acio Neves. Recentemente, foi indicado para o cargo de diretor vice-presidente da Cemig, pelo governador do Estado.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Fevereiro 25, 2008

    PROGRAMA FARMCIA DE MINAS. Preges da Secretaria de Estado da Sade tem nova formatao.









    Sade amplia
    o nmero de fornecedores
    e de medicamentos

     









       

    Thiago Peixoto/SES-MG

    A Secretaria de Estado de Sade (SES) comemora mais um resultado positivo, de acordo com os princpios do Choque de Gesto, implantado pelo Governo de Minas. O prego presencial, aberto no ltimo dia 19, para compra de medicamentos da lista bsica para distribuio pelo Programa Farmcia de Minas, registrou nmero recorde de empresas credenciadas para a concorrncia. Compareceram 49 participantes, entre os quais 33 so fabricantes.


    De acordo com o superintendente de Gesto da SES, Jorge Vieira, o maior nmero de concorrentes proporciona reduo nos custos para a compra de medicamentos, possibilitando comprar mais gastando menos. Tivemos tambm uma grande inovao, devido ao fato da maioria das empresas serem produtoras, evitando assim a figura do atravessador. Sem dvida, isso mexeu com o mercado fornecedor, enfatizou.
    Vieira afirmou que, at o ano passado, eram feitos mais preges e com nmero menor de itens a serem adquiridos. Com o novo planejamento, todos os medicamentos e insumos da lista bsica de distribuio sero comprados em um nico processo. Os municpios tambm podem aderir nossa compra e assim eles tero economia de recursos, uma vez que a escala de aquisio da SES maior. uma grande oportunidade, ressaltou.
    O superintende destacou que a estratgia preconizada pela Sade estadual prev a boa contratao de fornecedores, qualidade dos produtos e favorecimento da logstica, mantendo os estoques suficientes para atendimento da demanda. Isso vem acontecendo inclusive na compra conjunta com outros estados, principalmente com So Paulo, nos medicamentos excepcionais e estratgicos. a aplicao do conceito de fazer mais e melhor com cada real, declarou.
    Ampliao do Programa
    A nova formatao dos preges uma das bases para a ampliao do Programa Farmcia de Minas, um dos programas estruturadores para a rea da Sade do Governo estadual. Para distribuio dos itens bsicos, esto garantidos R$ 200 milhes, entre recursos originados da Unio, do Estado e dos municpios. No ano passado, ns tivemos R$ 80 milhes e agora mais que dobramos essa cifra. Com o novo modelo de compras, crescem as nossas possibilidades de dispensao de medicamentos, ou seja, vamos minimizar os riscos de falta de produtos, informou o superintendente de Assistncia Farmacutica, Augusto Guerra.
    Segundo Guerra, isso possvel graas adoo da Ata de Registros de Preos, que resolve a questo da garantia de fornecimento. As eventuais falhas eram ocasionados no por falta de recursos, mas em problemas com as empresas fornecedoras. Com a Ata, ser feito um ranking, por ordem de preos. Se o primeiro classificado no entregar os produtos dentro do prazo, faremos a compra junto ao segundo colocado e assim sucessivamente, esclareceu.
    Alm desse aspecto, a nova etapa do Farmcia de Minas est fundamentada em mais dois eixos: a estrutura de dispensao e o servio. S em 2008, 50 municpios com at 10 mil habitantes recebero R$ 90 mil cada, oriundos do Tesouro estadual, para construo ou adaptao de espaos para entrega de medicamentos. A meta atingir 600 municpios at 2010.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Fevereiro 25, 2008

    Populao vai opinar sobre Internet Banda Larga. Deciso do ministro das Comunicaes, senador Hlio Costa.

      
                                   

    Ministrio das Comunicaes
    convoca sociedade
    para traar novas polticas

    Consulta pblica vai abranger temas gerais, como universalizao da internet banda larga


    A partir do dia 27 de maro, toda a sociedade vai poder contribuir para o aperfeioamento das polticas do setor de telecomunicaes. A abertura de uma consulta pblica voltada para o tema foi anunciada pelo ministro Hlio Costa durante o encerramento do 7 Seminrio Polticas de (Tele)Comunicaes.
    Segundo o ministro, a consulta visa aprimorar o decreto n 4.733, de 2003, que dispe sobre as polticas pblicas de Comunicaes. Todos os brasileiros podero enviar suas sugestes e propostas ao ministrio, que posteriormente vai elaborar um novo documento de polticas pblicas.  
    "Quando a Lei Geral de Telecomunicaes foi promulgada, no havia todas essas ferramentas que revolucionaram as comunicaes nos ltimos anos, como internet de alta velocidade, TV Digital  e telefonia 3G. Em todo o mundo, o modelo regulatrio vem se adaptando s novas demandas. No vai ser diferente no Brasil", afirmou Hlio Costa. 
    Entre os temas que o MC vai debater com a consulta pblica esto a universalizao da internet banda larga e o uso dos recursos do Fust (Fundo de Universalizao dos Servios de Telecomunicaes) em projetos que no se limitem telefonia fixa.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Fevereiro 24, 2008

    MORREU em So Paulo, o ex-deputado Agostinho Patrus.

    LAMENTAMOS a morte do ex-presidente da Assemblia de Minas, AGOSTINHO PATRUS - o nosso "padrinho" - como era conhecido pelos amigos e pelo mundo poltico mineiro. Sempre simptico, afvel, Agostinho era um poltico competente nas articulaes de bastidores e com um carisma incomum conquistava a todos ns com seu jeito simples. Mdico oftalmologista e criador do cavalo mangalarga marchador, "o padrinho" era muito querido no meio poltico e empresarial. Nas ltimas eleies abriu mo da candidatura para a entrada do filho dele, Agostinho Patrus Filho, na poltica, com mais de 90 mil votos pelo Partido Verde. DETALHE: foi o ex-deputado Agostinho Patrus, que nos levou para ncora e consultor da TV Assemblia, h 12 anos. Foi em 1996, quando Agostinho, presidente do Poder Legislativo, implantou a TVA, colocando em prtica o projeto do deputado Alencar da Silveira,do PDT. Deixo aqui neste espao os nossos psames famlia do nosso Agostinho Patrus - a viva, dra. Orcanda e aos trs filhos do casal.







    O ex-deputado Agostinho Patrus, de 68 anos estava internado no Hospital Srio-Libans, em So Paulo, onde era submetido a sesses de quimioterapia para tratar um cncer no estmago. A morte foi s 6h05, de sbado, por falncia mltipla de rgos.
    O ex-deputado Agostinho Patrus era, atualmente,  vice-presidente da Cemig. Ele foi deputado estadual por seis mandatos consecutivos, entre 1982 e 2006. Tambm foi presidente da Assemblia Legislativa de Minas Gerais e secretrio de Estado nos governos Eduardo Azeredo e Acio Neves.
    O corpo do ex-presidente da Assemblia de Minas ser velado no Salo Nobre da Assemblia, a partir de 18 horas de hoje, domingo.
    O sepultamento ser amanh, dia 25, s 17 horas no Cemitrio do Bonfim, aqui em BH.


      

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Fevereiro 24, 2008

    POLTICOS mineiros na Misso Empresarial na Austrlia, tendo frente o vice-governador Antnio Anastasia, com o parlamento mineiro sendo representado pelo deputado estadual Lafayette de Andrada. A foto foi enviada da Austrlia para o nosso amigo, o colunista Csar Romero da Tribuna de Minas de juiz de fora.


    Em Melbourne, Austrlia,
    o vice-governador Antnio Anastasia,
    a presidente da
    Assemblia Legislativa, deputada
    Jenny Lindell, o deputado Lafayette
    de Andrada
    e o presidente do Senado Estadual de Victoria,
     deputado Robert Smith.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Fevereiro 22, 2008

    Curso "Socorro, Estou na TV". Neste sbado vamos atender o pr-candidato a prefeito de Varginha - sul de Minas - o mdico cardiologista, Vismrio Camargos.

    O media trainnig "Socorro, Estou na TV" ser ministrado de dez da manh at as oitoda noite, deste sbado, dia 23de fevereiro. 
    O mdico Vismrio Camargos passar por um treinamento de imerso, com uma bateria de entrevistas para o estdio, para os telejornais dirios, os debates na campanha para prefeito. Vai treinar posturas, gestos, roupas adequadas e aprender a se relacionar com intimidade com a cmera - que o olho do telecpectador/eleitor.
    Durante todo o dia ele treinar dezenas de falas para pegar traqueijo diante das cmeras para quando chegar a campanha.
    Uma observao: ele j conta com boa imagem, tem um voz de bartono, uma boa dico. Agora s eu dar uma sintonia fina na imagem dele e pronto. 
    Detalhe: nosso curso "Socorro, Estou na TV", que neste sbado ser ministrado ao mdico Vismrio Camargos, pr-candidato do PR, a prefeito de Varginha, foi dado h 12 anos para o empresrio Clsio Andrade, ex-vice-governador de Minas e atual primeiro suplente do senador Eliseu Resende do DEM mineiro.
    O dr.Vismrio casado com Clia Andrade,  irm do nosso ex-vice-governador, Clsio Andrade. E pai dela, o sr. Oscar Andrade pr-candidato Prefeitura de Juatuba na regiometropolitana de BH, aonde j foi prefeito.







                             Comentrios

    #1. JOSE APARECIDO - (jaribeirobh@gmail.com)
    Joo:
    A iniciativa do Dr. Vismrio mostra que ele um poltico atento aos detalhes.
    Seu curso trata de detalhes importantssimos para quem quer seguir carreira na vida pblica, pois cuida do mais importante, que o que os outros percebem.
    Fui testemunha, na ltima quarta, quando partcipavamos do lanamento da Lder/Cyrela do Condomnio Felipe dos Santos, quando a empresria Liliane Carneiro Costa lembrou que foi salva por voc, ao ser convidada para fazer um programa de tv e no sabia como se portar na frente da telinha.
    Ela foi taxativa em dizer que o seu curso deixou ela bem mais tranquila e aptar a lidar com aquele "novo mundo" da televiso.
    Parabns pelo talento e pela sua competncia e parabns ao futuro Prefeito de Varginha pela iniciativa.
    Em tempo, sugiro a ele procurar, l em Varginha, o nosso amigo Welington Espanha, expert em campanhas polticas, responsvel pelas campanhas do Ex Prefeito de So Paulo, Fleury, da nossa deputada Maria Elvira e vrios outros polticos. A empresa dele chama-se WESPANHA COMUNICAO e ele irmo do nosso tambm amigo Wagner Espanha, ex-Globo e atual Estado de Minas.

    Um abrao
    Jos Aparecido Ribeiro


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Fevereiro 22, 2008

    CARNAVAL NOTA 10 - o de Conceio da Barra - que fica a 630 kms de BH no norte do Esprito Santo. Na Assemblia Legisaltiva capixaba, em Vitria, o deputado Marcelo Coelho ocupou a tribuan para elogiar o carvanal da Barra, organizado pela administrao do prefeito Manoel P de Boi. Assino embaixo - passamos l o carnaval em nossa casa de veraneio.











    Carnaval de Conceio da Barra
    elogiado na Assemblia do Esprito Santo.

     











    O deputado Marcelo Coelho, representante de Aracruz na Assemblia Legislativa, durante pronunciamento da tribuna, na tarde desta tera-feira (19 de fevereiro) teceu elogios administrao de Conceio da Barra, pelo "brilhantismo" do Carnaval deste ano.
    Segue na integra o discurso do parlamentar: "Quero aqui parabenizar a Prefeitura de Conceio da Barra na pessoa do seu Prefeito Manoel Pereira da Fonseca e do secretrio municipal de Turismo Bili Monte pela excelente temporada de vero e pelo Carnaval de 2008, muito elogiado por todos que visitaram aquele balnerio.

    A administrao de Conceio da Barra deu um show de competncia ao promover, talvez o melhor vero dos ltimos 10 anos no litoral Norte capixaba.

    Enquanto algumas prefeituras da nossa orla cortaram trios eltricos e programaes de melhor qualidade, sob alegao de que isso contribua para o aumento dos ndices de violncia, sacrificando o lazer das comunidades litorneas, do povo capixaba e de uma grande massa de turistas que hoje visitam Conceio da Barra, o municpio mostrou que com organizao, planejamento e comprometimento efetivo da Polcia Militar, da Polcia Civil e do Judicirio local ns podemos sim promover o turismo, gerando emprego, renda e ainda assim ter a segurana sob controle oferecendo paz, tranqilidade e diverso para todos.

    O aquecimento da economia local, a valorizao do trade turstico como alternativa de desenvolvimento sustentvel e o direito ao lazer do nosso povo no podem ser colocados em segundo plano, sobre o pretexto da falta de segurana.

    Vejamos o que diz o sargento Luiz Vieira da Silva, comandante do 3 Peloto da 5 Companhia Independente da Polcia Militar em Conceio da Barra.


    "Aqui em nossa cidade neste Carnaval, no registramos nenhum homicdio, estupro, seqestro ou roubo de veculos. As ocorrncias foram de pequenos delitos e tudo aconteceu como foi planejado e por isso podemos afirmar que tivemos a melhor temporada dos ltimos anos".

    Por isso senhoras e senhores desse Parlamento, afirmo que preciso que os municpios estejam alinhados com o excelente trabalho desenvolvido pela Secretaria estadual de Turismo na pessoa do nosso competente Marcus Vicente.

    " imprescindvel que cada um faa a sua parte. No podemos mais continuar vendendo uma imagem de violncia do Esprito Santo, espantando o turista e sacrificando aqueles que vivem dessa atividade".

    "No quero aqui fazer apologia a trio eltrico, o que temos que fazer uma programao atrativa e implementar aes de combate violncia durante o vero.

    "O exemplo de Conceio da Barra serve de exemplo para todo o Esprito Santo, pois quando queremos fazer bem feito comeamos pelo planejamento, com a sinergia dos poderes atuando na mesma direo".

    "Foram cem mil pessoas por dia em Conceio da Barra durante o Carnaval na mais perfeita tranqilidade e harmonia que levaro sem dvidas uma lembrana inesquecvel, e muitas pessoas naquela cidade vivero este ano com renda que ganharam dessa excelente temporada".

    "Parabns Prefeito, servidores municipais, policiais civis e militares, Poder Judicirio e acima de tudo ao povo barrense, pois vocs resgataram...Um Amor de Vero!



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Fevereiro 22, 2008

    Almoo VIP no A FAVORITA marcou a sexta-feira nublada, aqui em BH. Ns almoamos com o publicitrio Paulo lvares, da BIG GRANDES IDIAS, que atende, em outras contas, a da Prefeitura de BH e de Ipatinga. Parecia at que foi combinado: na Favorita estavam em almoo de negcios os publicitrios Srgio Mota (da Vitria Publicidade), Adopho Resende ( RC Propaganda) e Euler Andrade (da Perfil Propaganda).

    L na Favorita anotamos ainda as presenas do desembargador Joaquim Herculando, almoando numa mesa com o deputado federal Jos Fernando Aparecido, presidente do PV mineiro.
    O banqueiro Jos Luiz Mares Guia, irmo do ex-ministro Walfrido Mares Guia; o suplente de deputado estadual, Juarez Tvora, que est aguardando que ou a deputada Rosngela Reis ganhe a Prefeitura de Ipatinga e/ou deputado Rmulo Veneroso vena em Betim - a Juarez, que o primeiro suplente vai assumir o mandato de deputado estadual - ele obteve mais de 38 mil votos e ficou de fora por causa de apenas 900 votos.
    Anotamos tambm a presena do deputado federal Fabinho Ramalho do PV mineiro.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Fevereiro 22, 2008

    Da srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. Na reunio do PMDB, aqui em BH, o ministro das Comunicaes, senador Hlio Costa deixou claro que no candidato a prefeito da capital. Mantm a disposio de disputar o Palcio da Liberdade em 2010. O flagrante abaixo foi pinado do site barbacenaonline. Belo momento captado pelo "paparazzi" Charles Silva Duarte.










    Ao p do ouvido, Hlio Costa com Michel Temer,
    presidente nacional doPMDB.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Fevereiro 22, 2008

    Infraero implanta modelo de gesto direta no Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins.









    Confins
    tem mais autonomia
    com modelo de gesto direta

     

    O Aeroporto Internacional Tancredo Neves (AITN) acaba de ser incorporado ao modelo de gesto direta da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroporturia (Infraero), atendendo uma demanda da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econmico (Sede). A incorporao dar maior autonomia e agilidade ao aeroporto mineiro em relao a projetos e oramentos. No modelo antigo, o AITN era ligado Regional Leste da Infraero, com sede no Rio de Janeiro, e no tinha oramento prprio. Todos os investimentos e projetos precisavam ser autorizados pela regional do Rio, que atende tambm outros aeroportos.

    Segundo o diretor de Operaes da Infraero, tenente-brigadeiro do Ar, Cleonilson Niccio Silva, no h intenes de abrir este modelo de gesto para outros aeroportos. "Realmente, o foco agora ganhar mais agilidade na gesto dos aeroportos de Confins, Campinas (SP) e Santos Dumont (RJ). Eles so estratgicos para a Infraero. Alm do crescimento previsto para Campinas, empresas internacionais j comeam a operar em Confins. No caso do Santos Dumont, o foco na ponte-area. Em todos eles, sero priorizadas medidas que garantam ao usurio mais segurana e conforto", promete o diretor.

    De acordo com o diretor de Programa da Plataforma Logstica da Subsecretaria de Assuntos Internacionais (Seain) da Sede, Danilo Colares, o Governo de Minas reivindicava essa autonomia desde o incio da gesto de Acio Neves. "No ano passado, o pedido foi reforado pelo secretrio Marcio de Lacerda, que, logo que assumiu a Sede, viajou a Braslia para reafirmar o pedido junto Infraero", disse. Alm de visitas ao rgo, a equipe da Seain formalizou o pedido por meio de ofcios.

    Para Danilo Colares, a novidade vai dar maior agilidade aos projetos da Sede de expanso do AITN, que dever ter sua capacidade expandida para 9 a 10 milhes de passageiros/ano, facilitando ainda a instalao do aeroporto industrial. "A implementao da primeira fase do aeroporto industrial, orada em R$ 15 milhes, e que ser implantada com recursos do Governo de Minas, ganhar uma nova dinmica", explicou.

    Acrescentou que a licitao das reas dever ocorrer ainda neste primeiro semestre. A expectativa de que a rea destinada primeira fase do aeroporto industrial abrigue cerca de 10 empresas de tecnologia, que tm no modal areo o principal meio de transporte, e que gerem cerca de cinco mil novos postos de trabalho.

    Por outro lado, a Gol Linhas Areas est ampliando seu Centro de Manuteno de Aeronaves, localizado no AITN, para atender aos novos avies da Varig para vos internacionais.

    H tambm projetos de ampliao dos terminais de passageiros e de cargas e dos ptios de estacionamento de aeronaves e veculos. Todos esses projetos estavam sendo analisados pela regional do Rio de Janeiro. Agora, a negociao dos oramentos ser feita diretamente entre a superintendncia da Infraero em Confins, com a Sede, em Braslia.

    Novo vo

    "Com isso, nossa expectativa de que os projetos sejam iniciados ainda no primeiro semestre deste ano. O movimento no AITN est crescendo muito, sobretudo com a inaugurao do vo da TAP direto para Europa, e precisamos expandir a capacidade do aeroporto com urgncia, mesmo porque j h previso de um novo vo internacional", acrescentou.

    Danilo Colares informou que esto em fase final as negociaes para o incio das operaes de um vo internacional ligando Minas Gerais aos Estados Unidos. O vo direto ter como destino Miami e Nova Iorque.

                                          PERFIL DO AEROPORTO TANCREDO NEVES:






    Construdo na dcada de 80, o Aeroporto Internacional Tancredo Neves tem capacidade para atender a cinco milhes de passageiros por ano, com conforto e comodidade. Em decorrncia da superlotao do Aeroporto da Pampulha, acanhado para a demanda de passageiros de Minas Gerais, o aeroporto internacional estava sub-utilizado. Cerca de 400 mil passageiros passavam pelo aeroporto por ano.

     

    Em 13/03/2005, foi realizada a transferncia dos vos do Aeroporto da Pampulha para o Aeroporto Internacional Tancredo Neves.  A transferncia foi determinada pela Portaria n 1891/DGAC do Departamento de Aviao Civil DAC, com o apoio da Infraero, do Governo do Estado de Minas Gerais e da Prefeitura de Belo Horizonte.

    Um total de 130 vos foram transferidos da Pampulha. Com isso, Tancredo Neves passa a receber cerca de 3,5 milhes de passageiros a mais por ano, e Minas Gerais volta a ter um aeroporto capaz de atender aos passageiros com conexes nacionais e internacionais.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Fevereiro 22, 2008

    RESTAURANTES POPULARES em BH. Comida boa e baratinha!







    Prefeitura investe
    em agricultura familiar
    em parceria com o Governo Federal



    Os restaurantes populares da Prefeitura esto sendo abastecidos com hortifrutigranjeiros adquiridos de pequenos produtores rurais da Regio Metropolitana de Belo Horizonte. A novidade resultado de uma parceria, iniciada em janeiro deste ano, da Prefeitura com o Ministrio de Desenvolvimento Social e Combate Fome. Com o convnio, que prev repasses de R$ 598 mil do Governo Federal, por meio do Programa de Aquisio de Alimentos - Compra Direta Local da Agricultura Familiar, a Prefeitura cadastrou 171 pequenos produtores rurais da regio metropolitana e passou a comprar R$ 3.500,00 por ano de cada produtor .
    Os produtos comprados so totalmente utilizados nos restaurantes populares e a Prefeitura est investindo na ampliao deste fornecimento para outros programas institucionais do Municpio. A Compra Direta Local faz parte do Programa Nacional de Agricultura Familiar do Governo Federal, que incentiva o cultivo e a fixao do pequeno produtor em suas regies.
    Com o programa, o Governo Federal e a Prefeitura esto aumentando o rendimento dessas famlias, de acordo com o chefe de gabinete da Secretaria Municipal Adjunta de Abastecimento, Jamil Galuppo Mattar. "Os produtores ganham mais vendendo sua mercadoria sem atravessadores e a Prefeitura acaba adquirindo produtos de tima qualidade a preos mais baixos do que os praticados antes do convnio. A economia gerada permite que a Prefeitura invista tambm a outros programas", explicou Galuppo. Os preos so definidos por pesquisa feita pela Secretaria Municipal de Abastecimento. O convnio foi assinado por um perodo de um ano e faz parte dos investimentos que a Prefeitura vem fazendo na rea de abastecimento. Tambm no ms de janeiro , o prefeito Fernando Pimentel e o ministro do Desenvolvimento Social e Combate Fome, Patrus Ananias, acertaram a assinatura de convnio no valor de R$ 2 milhes para a aquisio de equipamentos para o Restaurante Popular do Barreiro. As obras do Restaurante j esto em fase de licitao e a previso de que estejam concludas em dezembro deste ano. O restaurante ter capacidade para receber cerca de 400 pessoas simultaneamente, pblico maior do que o atendido pelos Restaurantes Populares I e II. Em Venda Nova, onde est sendo construdo outro restaurante popular com previso de inaugurao para maio, o ministrio est financiando R$ 600 mil tambm para os equipamentos.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Fevereiro 22, 2008

    At que enfim! A 040, daqui a Juiz de ora ser duplicada. Notcia est hoje no Tribuna de Minas de JF.

    LICITAO EM NOVEMBRO
    BR-040 ser privatizada
    no trecho entre JF e BH

    O trecho da BR-040 entre Juiz de Fora e o trevo de Ouro Preto, prximo entrada de Belo Horizonte, ser concedido iniciativa privada. O processo, que j estava previsto na terceira fase do Programa de Acelerao do Crescimento (PAC) do Governo federal, deve acontecer em novembro. A expectativa de que a instalao dos pedgios nos 230km de rodovia s acontea daqui a um ano, quando tambm deve comear a duplicao da pista.

    Beto Novaes/Estado de Minas 15/02/08


    Pista malconservada: trecho da BR-040 entre
    JF e o trevo de Ouro Preto considerado o mais crtico da rodovia
    e precisa de reparos


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Fevereiro 21, 2008

    O vice-governador ANTNIO AUGUSTO ANASTASIA ser o mais novo CIDADO BARBACENENSE. O ttulo foi proposto pelo vereador Amarlio de Andrade, do PSC, ex-presidente da Cmara Municipal de Barbacena, que fica no Palcio da Revoluo Liberal. O vice-governador, est esta semana frente de uma Misso Empresarial Mineira na Austrlia. O nosso BLOG DE NOTCIAS d a notcia em primeira mo, esperando que ele leia-a l na Austrlia. O autor da homenagem, vereador Amarlio de Andrade, na justificativa para conceder o ttulo ao vice-governador, afirma que " ele sempre atende s reivindicaes de Barbacena. Citou o caso da ambulncia que o vice-governador liberou para o Ncleo do Cncer de Barbacena, que s em 2007 viajou quase 100 mil quilmetros levando pacientes carentes com cncer, de Barbacena para fazer tratamento em hospitais de Belo Horizonte, So Paulo e Juiz de Fora". Alm disso, diz Amarlio de Andrade, o vice-governador tem um carinho especial pela nossa cidade de Barbacena, aonde j esteve muitas vezes, sempre ouvindo e atendendo as necessidades da populao no pleitos junto ao Palcio da Liberdade - concluiu. A DATA para entrega do Ttulo de Cidado Honorrio de Barbacena, ser marcada assim que o vice, professor Anastasia, retornar da Austrlia, dia 25. EM TEMPO: parabns ao nosso amigo - e leitor do nosso BLOG DE NOTCIAS - pelo ttulo concedido pela Cmara de Barbacena.








    O vice-governador de Minas, prof. Antnio AugustoAnastasia em seu gabinete na sede do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais, em Belo Horizonte. 



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Fevereiro 21, 2008

    O deputado Jesualdo Pires, do PSB de Rondnia est neste momento visitando o Plenrio da Assemblia Legislativa de Minas. Veio conhecer o Poder Legislativo e a nossa TV Assemblia. Leia notcia sobre a atuao dele l em Rondnia.













    PROGRAMA ESTADUAL
    DE QUALIFICAO DE MO-DE-OBRA
    J TRAMITA NAS COMISSES TCNICAS
     DA ASSEMBLIA LEGISLATIVA DE RONDNIA.
     


     


    Na proposta apresentada pelo parlamentar, o Programa Estadual ser composto por representantes do Governo de Rondnia, Ministrio Pblico, Federao das Indstrias de Rondnia, Federao do Comrcio


     





    J est tramitando nas comisses tcnicas da Assemblia Legislativa para recebimento de emendas, durante trs sesses, o projeto de lei, de autoria do deputado Jesualdo Pires (PSB), que prope a criao do Programa Estadual de Qualificao de Mo-de-Obra de Rondnia que tem por objetivo atender o crescimento da demanda decorrente da implantao do Complexo Hidreltrico do Rio Madeira Usinas de Santo Antnio e Jirau.

    Na proposta apresentada pelo parlamentar, o Programa Estadual ser composto por representantes do Governo de Rondnia, Ministrio Pblico, Federao das Indstrias de Rondnia, Federao do Comrcio de Rondnia, Assemblia Legislativa do Estado de Rondnia, Universidade Federal de Rondnia, Sindicato dos Trabalhadores nas Indstrias Metalrgicas, Mecnicas e de Material Eltrico do Estado de Rondnia, Sindicato da Indstria da Construo Civil do Estado e Sindicato dos Engenheiros de Rondnia, tendo como colaboradores sindicatos e organizaes sociais de interesse pblico.

    "O Estado de Rondnia vive com entusiasmo e expectativa o alvorecer de uma nova era, a industrializao. Esgotados os ciclos da minerao e da colonizao, cumpre ao Estado romper o limitado papel de fornecedor de matria-prima para consolidar o seu desenvolvimento na implantao de um parque industrial arrojado, patrocinado pela oferta abundante de energia eltrica, associao a fartura de nosso setor produtivo que supera todas as previses na produo agrcola e pecuria. o momento mpar de Rondnia mostrar nao a verdadeira vocao que no se resume a condio de colnia, exportadores de bens e insumos e importado de manufaturados industriais", justificou o deputado Jesualdo Pires em seu projeto de lei.

    O Programa Estadual de Qualificao ter como atribuio, entre outras, assegurar as empresas comerciais, industriais e de servios gerais, instaladas ou a serem instaladas no territrio do Estado de Rondnia mo-de-obra qualificada para o perfeito desempenho de suas atividades, viabilizar o treinamento, a qualificao da mo-de-obra, garantir uma oferta qualificada de cursos tcnicos profissionalizantes de nvel compatvel com as necessidades dos mercados, nas reas industrial, comercial e de prestao de servios, alm de garantir o treinamento aos filiados das Cooperativas, Associaes e Sindicatos fornecedores de mo-de-obra.










                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Fevereiro 21, 2008

    Presidente dos Correios, Carlos Henrique Custdio, diz "que o objetivo montar uma empresa area, que tenha um faturamento anual de 500 milhes de reais".

    Correios desistem
    da VarigLog
    e buscam outra empresa

                                                            Da Agncia Estado

     

    Depois de demonstrar interesse em comprar uma participao na VarigLog, que est sob interveno judicial desde sexta-feira, a Empresa Brasileira de Correios e Telgrafos (ECT) negocia, agora, com outra companhia area de transporte de cargas e logstica. A informao do presidente dos Correios, Carlos Henrique Almeida Custdio, que tambm est conversando com um banco de investimentos para poder montar uma empresa cargueira prpria. Os nomes, porm, no foram revelados. 

    "No estamos sendo pautados pela VarigLog. No vamos entrar em um barco furado", afirmou Custdio. Segundo ele, o interesse em negociar com a VarigLog nasceu aps um contato do presidente da empresa, Joo Luis Bernes de Sousa, no incio deste ano. O executivo diz que no vai mais procurar a VarigLog e s negociaria novamente com a companhia se algum entrar em contato com ele.

    O objetivo dos Correios, conta Custdio, montar uma empresa que tenha um faturamento anual de R$ 500 milhes, que justamente o gasto anual da ECT com o transporte de cargas e logstica.
    O diferencial da Variglog, diz Custdio, que a empresa j est pronta, com certificao como concessionria de transporte de cargas e frota prpria.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Fevereiro 21, 2008

    Programas Sociais da Prefeitura de Belo Horizonte fazem escola no pis. O prefeito Fernando Pimentel recebeu esta semana o ex-prefeito de Salvador, Antnio Imbassahy. Visitaram o Aglomerado da Serra. A informao vem do site pbh.gov.br









    Programa Vila Viva
    servir como referncia
    para municpios baianos


    O prefeito Fernando Pimentel recebeu nesta quarta-feira, dia 20, a visita do ex-prefeito de Salvador , Antnio Imbassahy, que veio a Belo Horizonte conhecer obras e programas sociais da Prefeitura. Eles visitaram o programa Vila Viva, no Aglomerado da Serra, e constataram o ritmo intenso das obras, que esto transformando a vida dos moradores. Para Antnio Imbassahy, o Vila Viva um exemplo para todo o pas. "Vi aqui este projeto maravilhoso e acho que a gente pode ajustar muita coisa para a nossa realidade na Bahia", disse.
    O Vila Viva o maior programa de urbanizao do pas, com obras de saneamento bsico, remoes de famlias, construo de unidades habitacionais, erradicao de reas de risco, reestruturao do sistema virio, urbanizao de becos, implantao de parques e locais para a prtica de esportes e lazer, alm de atividades de educao sanitria, ambiental e aes de promoo social.
    No Aglomerado da Serra so beneficiados cerca de 50 mil moradores das vilas Nossa Senhora de Ftima, Nossa Senhora da Aparecida, Nossa Senhora da Conceio, Marola , Santana do Cafezal e Novo So Lucas. Este ano, o Vila Viva ser estendido, com recursos do Programa de Acelerao do Crescimento (PAC), para o Aglomerado Morro das Pedras , Pedreira Prado Lopes e Conjunto Taquaril. "O Vila Viva j uma referncia no Brasil de obra pblica voltada para a urbanizao de favelas. Servir como exemplo para outras cidades nos mostra que estamos no caminho certo", afirmou o prefeito Fernando Pimentel.

                                                                      Programa BH digital
                                                                               chama ateno
                                                                             de outras cidades
                                                                            e estados brasileiros

    O programa da Prefeitura BH Digital, que tem como um dos objetivos cobrir 95% do municpio com uma rede de internet sem fio, est chamando a ateno de outros municpios e estados brasileiros. Aps receber uma delegao da Bahia interessada em conhecer o trabalho desenvolvido pela Prefeitura, a Prodabel, coordenadora do programa, recebeu a visita do presidente da Companhia de Processamento de Dados de Sergipe (Prodase ), Cludio Luiz da Silva. Tambm estiveram presentes representantes do Banco do Estado de Sergipe (Banese) e o presidente da empresa WNI do Brasil, Nbile Scandelari.
    O projeto foi apresentado delegao pelo presidente da Prodabel, Pedro Ernesto Diniz, e pela diretora de Teconologia, Margareth Guelber. A Prodabel e a Prodase vo firmar um convnio de cooperao tcnica para possibilitar a implantao da rede de internet sem fio em todo o estado de Sergipe.
    Para Pedro Ernesto, estas visitas so muito positivas, pois o BH Digital, programa indito em todo o pas, refora o pioneirismo de Belo Horizonte nas inovaes tecnolgicas . "Ele tambm demonstra o empenho e satisfao que a empresa tem em cooperar com a modernidade de outros estados e municpios", afirmou.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Fevereiro 21, 2008

    Audincias no Palcio das Mangabeiras movimentam a agenda do governador, nesta quinta-feira.









    Governador Acio Neves
    recebe vice-prefeita
    de Cuiab no Mangabeiras

     











    Omar Freire/Imprensa MG
     

    O governador de Minas, Acio Neves, recebeu nesta quinta-feira (21), no Palcio das Mangabeiras, em Belo Horizonte, a vice-prefeita de Cuiab, Jacy Proena.
     









    Governador
    se rene em BH
    com ex-prefeito de Salvador
    Antonio Imbassahy

     











    Omar Freire/Imprensa MG
     

    O governador Acio Neves recebeu em audincia, nesta quinta-feira (21), no Palcio das Mangabeiras, em Belo Horizonte, o ex-prefeito de Salvador Antonio Imbassahy. Ele estava acompanhado do ex-deputado Nestor Duarte.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Fevereiro 21, 2008

    Governador Acio Neves recebeu hoje no Palcio das Mangabeiras, aqui em BH, o presidente do Conselho de Administrao da Helibrs, nica fbrica de helicpteros da Amrica Latina. O governo de Minas, atravs da MGI detm 16% das aes da fbrica, que fica em Itajub, sul de Minas.









    Governo discute
    expanso da fbrica
    helicpteros de Itajub

     









       

    JORGE VIANA da Helibrs

    O governador Acio Neves recebeu, nesta quarta-feira (20), no Palcio das Mangabeiras, o presidente do Conselho de Administrao da Helibras, Jorge Viana. Durante o encontro, eles discutiram o projeto de expanso da Helibras, nica fbrica de helicpteros da Amrica Latina, da qual o Governo de Minas, atravs da MGI Participaes, detm 16,04% das aes. Os outros scios da empresa so os grupos Bueninvest e Eurocopter.
    A idia duplicar a capacidade de produo da fbrica instalada em Itajub, no Sul de Minas, com o objetivo de consolidar um novo plo aeronutico no pas. O Governo de Minas, o governo federal e os scios privados esto negociando para que o projeto de expanso da planta de Itajub seja lanado em junho prximo, quando a Helibras completar 30 anos de atividade.
    " um projeto que no est pronto. Est sendo construdo um projeto nacional, de interesse nacional, e est andando tudo muito bem. Minas vai ganhar muito se der certo esse projeto, porque a Helibras vai poder comemorar 30 anos, consolidando o que a gente est chamando de segundo plo aeronutico do Brasil", afirmou Jorge Viana, em entrevista, aps o encontro com o governador Acio Neves.
    Mais emprego
    Desde a sua criao, em 1980, a Helibras j produziu e entregou ao mercado cerca de 500 helicpteros, 70% deles do modelo Esquilo, considerado uma opo de transporte verstil para as grandes cidades. O Esquilo o helicptero mais vendido no pas e um dos mais comercializados no mundo. Jorge Viana explicou que o projeto de expanso da fbrica prev a fabricao do modelo Super Cougar. Trata-se de uma aeronave de transporte, com capacidade para 20 pessoas e aproximadamente 10 toneladas, para atender o mercado interno e externo.
    "A Helibras pode produzir agora o Super Cougar, um helicptero de grande porte, tanto para o mercado interno, por exemplo eu no falo do governo brasileiro, mas a Petrobras e outras empresas privadas precisam desse modelo , mas a idia para a exportao. Sempre focado na diminuio da dependncia externa", afirmou Viana.
    Produo em Minas
    O presidente do Conselho de Administrao da Helibras ressaltou que o momento ideal para se projetar a expanso da fbrica de Itajub, tendo em vista a necessidade que o pas atravessa de renovar a sua frota de helicpteros. De acordo com Viana, os componentes tambm seriam produzidos em Minas, abrindo novas perspectivas de gerao de emprego e renda no estado.
    "O Brasil recentemente estava interessado, tinha uma licitao, para comprar mais de 20 aparelhos de mdio e grande porte para transporte. Se o Brasil precisa de mais de 20 para repor a sua frota, assumir a possibilidade de adquirir 50 ao longo de dez anos, j seria suficiente para viabilizar os investimentos e a implantao dessa fbrica. S queria afirmar que a idia definitiva e que a fbrica de Itajub dobraria ou multiplicaria capacidade de produo. A fbrica seria em Minas. Boa parte dos componentes seriam produzidos em Minas", disse.
    Mo-de-obra especializada
    Jorge Viana lembrou que Itajub dispe de um centro de capacitao que faz os profissionais do setor de aeronutica serem reconhecidos em todo o mundo. Ele argumentou que esta mo-de-obra especializada mais um trunfo para a expanso da Helibras.
    "O Brasil tem hoje uma coisa fantstica, que mo-de-obra qualificada. No eixo Minas, So Paulo e Rio criou-se esse centro de formao de engenheiros, que hoje chama a ateno do mundo. Eu acho que isso vai dar muito certo. Estou apostando tudo", afirmou.
    A Helibras emprega cerca de 250 funcionrios altamente especializados e tem um faturamento lquido anual de cerca de US$ 90 milhes. Dela dependem diretamente mais de 800 pessoas, sem contar as empresas parceiras e os prestadores de servio. Os pases sul-americanos, como Argentina, Bolvia e Chile, so alguns dos maiores importadores de helicpteros Helibras.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Fevereiro 21, 2008

    DA srie: UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. O empresrio Z Nogueira - nosso primeiro cliente do curso "Socorro, Estou na TV" em 1996 - tomou posse para mais um mandato frente da AMIS - Associao Mineira de Supermercados. Na foto 2: Z Nogeuria, o secretrio de Desenvolvimento Econmico de Minas, Mrcio Lacerda e o presidente da Assemblia Legislativa de Minas, deputado Alberto Pinto Coelho do PP.

      


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Fevereiro 20, 2008

    Em Barbacena comeam as movimentaes pela disputa da Prefeitura. J apareceu o primeiro pr-candidato para enfrentar nas urnas o atual prefeito, Martin Andrada do PSDB. o vereador Amarlio de Andrade, (PSC), ex-presidente da Cmara. A notcia foi enviada ao nosso BLOG DE NOTCIAS pela assessoria dele.


    Amarlio pr-candidato
    a prefeito de Barbacena em 2008

                        Vereador coordena importante encontro poltico na Cmara Municipal
    A sete meses das eleies municipais deste ano, marcadas para 5 de outubro, o vereador Amarlio de Andrade confirma sua pr-candidatura Prefeitura de Barbacena pelo Partido Social Cristo (PSC). A indicao do nome do parlamentar foi feita pelo presidente nacional do PSC, Victor Nsseis, em visita oficial cidade, em 8 de dezembro de 2007.
    Para fortalecer suas bases aliadas e dar continuidade a esse processo Amarlio coordena importante encontro poltico neste sbado (23), s 15 horas, no Salo Nobre da Cmara Municipal. Participam lideranas e correligionrios do PSC, PTB e PAN.
    O evento discutir, entre outros pontos, as eleies municipais em Barbacena, sobretudo, possveis alianas com outras legendas. "Entendo que, sozinha, nenhuma liderana chegar chefia do Executivo.
    Motivo pelo qual estamos iniciando as conversaes, a princpio com os companheiros de legenda e, depois, abertos para conversar com todos os segmentos polticos interessados em fazer uma Barbacena melhor para se viver e trabalhar", defende o vereador.
    Com mais de trinta anos dedicados vida pblica, tendo exercido vrios cargos em nvel estadual sob o comando de cinco governadores, ter sido eleito vice-prefeito na dcada de 80, ter ocupado por 11 vezes a Presidncia da Cmara de Vereadores, Amarlio de Andrade acredita que est credenciado para disputar a Prefeitura.
    "Posso garantir que tenho uma grande folha de servios prestados a Barbacena e aos barbacenenses. Neste momento, inclusive, estou defendendo dois grandes projetos que so a construo do Primeiro Mdulo do Hospital do Cncer e a instalao de uma montadora de veculos chinesa em nossa cidade.
    Um investimento que pode representar a gerao de 1.100 empregos diretos. Penso, ento, que, chegando Prefeitura, com o apoio da maioria do povo, terei, alm da legitimidade do cargo, maior facilidade para realizar esses e outros projetos, que podem mudar os rumos de Barbacena, reconduzindo nossa cidade a posies de destaque em Minas e no Brasil", assinala. 

                       

                       


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Fevereiro 20, 2008

    Pimentel investe em polticas sociais na capial de Minas.







    Prefeito participa da abertura dos trabalhos
    da Cmara Intersetorial de Polticas Sociais
    Foto arquivo:

    O prefeito Fernando Pimentel participa nesta quarta-feira, dia 20, s 9h30, da abertura dos trabalhos da Cmara Intersetorial de Polticas Sociais, no Espao Municipal (salas 1 e 2) (avenida Afonso Pena, 1212, 1 andar). Implantada em 2004, a Cmara expressa a dinmica do planejamento integrado das aes e gastos da Prefeitura na rea social . Durante a reunio, sero avaliados os resultados da rea em 2007 e apresentadas as perspectivas para 2008. O tema "Georeferenciamento das polticas sociais : planejamento, monitoramento e avaliao" tambm ser debatido.
    Alm da Secretaria Municipal de Polticas Sociais - cujo secretrio o coordenador - e as secretarias adjuntas de Assistncia Social, Abastecimento, Esportes e de Direitos de Cidadania, fazem parte da Cmara as secretarias municipais de Educao e Sade , as regionais e a Fundao Municipal de Cultura. As reunies acontecem ordinariamente uma vez por ms ou extraordinariamente sempre que necessrio.
    A Cmara, de acordo com o secretrio municipal de Polticas Sociais, Jorge Nahas, representa uma evoluo quanto ao modelo hierrquico de relao entre as secretarias, permitindo aes integradas e compartilhadas entre todas elas. "A Cmara Intersetorial de Polticas Sociais um instrumento, por excelncia, de formao de consensos, de homogeneizao de informaes e compatibilizao das polticas sociais", definiu .
    Todas as discusses da Cmara Intersetorial esto registradas no boletim "Coluna Social", cuja verso impressa distribuda aos secretrios presentes s reunies. O informativo possui uma verso eletrnica, enviada para um mailing mais amplo, que inclui gerentes, chefes de gabinete e assessores de comunicao das secretarias. A revista Pensar BH/Poltica Social, j em sua 19 edio, tambm uma publicao da Cmara, editada pela Secretaria Municipal de Polticas Sociais .


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Fevereiro 20, 2008

    Grandes momentos da publicidade mineira: BIG...BIG...

    BIG! A agncia de publicidade BIG Grandes Idias
    cria campanha para o Programa BAIRRO VIVO.
    Um programa, que segundo Paulo lvares, diretor da BIG " revoluciona a forma como a Prefeitura de BH gere os servios de manuteno da cidade, intensificando a ao dos operrios, com uma dinmica e agilidade nunca vistas em qualquer cidade brasileira.
    Um programa que vem mostrar que a competncia e a inovao da atual administrao do prefeito Fernando Pimentel vo alm de manter a cidade, com aes diferenciadas.
    Por isso, a BIG privilegiou uma comunicao segmentada geograficamente" - conclui o diretor da BIG. Confira os outros detalhes!




    BIG LANA PROGRAMA BAIRRO VIVO DA PBH


     

    A mais recente campanha da BIG Grandes Idias para a Prefeitura de Belo Horizonte, lanada esta semana, divulga o Programa Bairro Vivo. a mais nova ao da PBH para cuidar da cidade como um todo, bairro a bairro.

    Segundo Paulo Alvares, diretor da BIG, de cinco em cinco semanas, cada regional passa a receber uma equipe que faz o trabalho de manuteno unificada, com servios de limpeza de boca-de-lobo, varrio de ruas e avenidas, plantio e poda de rvores, trabalhos de drenagem e operao tapa-buraco, numa reviso completa de todas as regies da cidade.

    "O programa revoluciona a forma como a Prefeitura gere os servios de manuteno da cidade, intensificando a ao dos operrios, com uma dinmica e agilidade nunca vistas em qualquer cidade brasileira", explica Paulo Alvares. E completa afirmando que esse programa vem mostrar que a competncia e a inovao da atual administrao vo muito alm de manter a cidade.

    Um projeto como esse demandava aes diferenciadas. A agncia privilegiou uma comunicao segmentada geograficamente, visto que cada regional da cidade conta com cronograma e equipes diferentes. Assim, alm de VT, anncios impressos e spot, a agncia desenvolveu um conjunto de folhetos explicativos do Programa Bairro Vivo, dirigidos especificamente para cada regio da cidade, informando todos os detalhes da operao e o cronograma de atuao da PBH em cada regio da cidade.

    O diretor de criao da BIG, Cadu Senna, explica que a campanha foi desenvolvida com base na trilha sonora do renomado grupo de performers de origem inglesa Stomp, que trabalha a partir de sons de objetos do nosso cotidiano no caso as tesouras, ps, enxadas e outras ferramentas utilizadas pela equipe do Programa Bairro Vivo. "Essa foi a forma de mostrar que uma ao sincronizada das equipes da PBH passa a tomar conta das ruas, de forma unificada, ritmada e harmnica, como uma grande orquestra", completa o diretor de criao.

    O comercial, compondo a trilha com o trabalho da equipe do Bairro Vivo, transmite a informao de que a cidade passa a contar com um servio bem estruturado e eficiente de manuteno em tempo integral. A produo foi da Alterosa Cinevdeo e direo de Celso Giovanni.

    Ficha Tcnica

    Direo de criao: Cadu Senna e Paulo Alvares

    Coordenao: Roberto Bastianeto

    Planejamento: Mario Ribeiro

    Atendimento: Juliana Bahia e Frederico Diniz

    Direo de Arte: Roberto Boca

    Redao: Murilo Antunes

    RTVC: Eduardo Murta

    Produo Grfica: Debora Domingos

    Fotografia: Milto

    Produo de Vdeo: Alterosa Cinevdeo

    Produo de udio: Aeromsica

    Aprovao: Nereide Beiro e Murilo Valadares


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Fevereiro 20, 2008

    O COLRIO desta quarta-feira, vem mais uma vez, do arquivo de beldades do meu amigo Csar Romero da Tribuna de Minas de Juiz de Fora.


    Laura Resende na pista
    de dana da Amnsia

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Fevereiro 20, 2008

    Novo presidio em coronel Fabriciano recebe os 157 presos que estavam na antiga cadeia. Moradores e policiais comemoram.









    Defesa Social
    desativa cadeia
    de Coronel Fabriciano

     

    A Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), por meio da Subsecretaria de Administrao Prisional (Suapi), transferiu, na manh desta tera-feira (19), 157 presos da Cadeia Pblica de Coronel Fabriciano para o novo presdio da cidade, que tem 200 vagas. Com isso, a carceragem administrada h 40 anos pela Polcia Civil foi desativada, liberando 16 policiais civis e 12 militares para a funo constitucional de investigao e policiamento ostensivo, respectivamente.
    A preparao da transferncia dos presos teve incio na madrugada, com a reunio dos responsveis pela operao. Os detentos foram transferidos em cinco nibus, sob a guarda do Grupo de Respostas Especiais (GRE) da Policia Civil, com oito policiais; da Polcia Militar, com 35 militares; e, da Suapi, com 80 agentes penitencirios, num total de 123 seguranas. Antes de seguirem para o novo presdio, os presos foram uniformizados e receberam kit com material para higiene pessoal e roupas.
    Com o novo presdio, que teve um investimento de R$ 5,6 milhes do Tesouro Estadual, a Suapi passa a gerenciar 56 unidades, entre presdios e penitencirias, albergues e hospitais judicirios. Nessas unidades, permanentemente monitoradas, 3.580 presos esto trabalhando. J o nmero de presos estudando de 5.300. Em algumas unidades h presos cursando o nvel superior. A oferta de estudo e trabalho faz parte do programa de ressocializao dos presos, que tambm recebem assistncia jurdica, psicolgica e de sade.
    Por outro lado, o nmero de fugas vem caindo no sistema prisional. Em 2005, ocorreram 36 casos, contra 21 em 2006 e 14 em 2007. Tambm as rebelies sofreram reduo: trs em 2005, uma em 2006 e uma em 2007.
    O decrscimo no nmero de fugas e rebelies se deve adoo de mtodos que asseguram maior controle das unidades prisionais. Estes mtodos incluem a padronizao das revistas e a conduo dos presos. Alm destas, os agentes penitencirios so treinados em vrias funes, como a segurana interna, a guarda externa e a escolta.

    O processo de ressocializao e o cumprimento de todos os procedimentos disciplinares tm permitido maior estabilidade no tratamento aos presos e gerado segurana interna e para as comunidades onde as unidades esto instaladas.
                                    Moradores e policiais comemoram
    Construda h 40 anos, a Cadeia Pblica de Coronel Fabriciano passa a fazer parte do passado da cidade. Vicente Pedro, de 62 anos, conta que ajudou a construir o prdio, do qual vizinho. Ele explica que presos em fuga j foram se esconder dentro do veculo dele e at no seu freezer. "Tirar esses presos daqui uma beno, isso vai trazer muita tranqilidade", disse o morador que chegou a ficar emocionado durante o processo de transferncia dos detentos.
    A sensao de paz e tranqilidade com a desativao da cadeia era visvel no rosto dos moradores vizinhos carceragem. Muitos deles acompanharam distncia a transferncia dos presos. Policiais civis, que durante anos trocaram as investigaes pela guarda da unidade, tambm no escondiam o alvio. O delegado responsvel pela carceragem, Joo Xing, disse que a desativao tira um peso das costas de toda a equipe, preparada para o trabalho operacional de polcia.
    Desde 2004, o Governo do Estado vem implementando programas que permitem a liberao de policiais civis e militares da custdia de presos para o exerccio de suas funes operacionais das corporaes. Por meio da Seds/Suapi, foram assumidas a gesto de 17 prises da Polcia Civil, com um total de 3.245 vagas. Alm disso, outras carceragens, em Belo Horizonte e no interior, foram desativadas. Em 2007, pela primeira vez na histria do Estado, o nmero de presos sob a custdia da Seds (22 mil) superou os acolhidos nas carceragens da Polcia Civil (15 mil).



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Fevereiro 20, 2008

    ARTIGO ESPECIAL, enviado ao nosso BLOG DE NOTCIAS pelo consultor empresarial Wagner Gomes. Foi superintendente do Banco do Brasil em Minas. mineiro de Montes Claros.


                                                  

                                                                    O Paradoxo do Brasileiro

                                                                            Wagner Gomes

    Alguns temas se tornam recorrentes nesse processo de transformao por que passa a sociedade brasileira. Um deles o sentimento generalizado de que carecem aos cidados brasileiros uma profunda necessidade de tica. Esse sentimento no se constata to-somente no mundo poltico, mas perpassa todas as nossas estratificaes sociais. Algo como se fosse inerente personalidade brasileira.

    Existe um Paradoxo da Teoria dos Conjuntos, descoberto pelo matemtico e filsofo ingls Bertrand Russel (1872-1970), segundo o qual a classe de todas as classes que no so membros de si mesmas uma contradio lgica. Algo como algum de uma classe social se referir aos seus integrantes, excluindo-se das observaes, quando jocosas, por exemplo.

    Esse sentimento me faz pensar naquilo que poderamos chamar de Paradoxo do Brasileiro. Ele consiste na mania que o brasileiro tem de olhar, com distanciamento tpico dos "scholars", na degradao tica e moral que, desgraadamente, ainda est enraizada na cultura nacional. como se ele no fosse parte integrante daquilo que convencionamos chamar de mar de lama.

    Mas at que ponto isso verdade? possvel comprar um CD pirata ou ento combinarmos com o mdico um preo menor para a consulta, sem emisso de recibo para desconto no Imposto de Renda, sem que esses atos representem uma adeso a essa realidade que nos cerca? E o famoso "levar vantagem em tudo" que ficou, nacionalmente, conhecido como a Lei do Gerson?

    , meus amigos, o brasileiro age como se no fosse com ele. Atitude que se revela extremamente conveniente, porm desonesta. Inverte-se a escala de valores, quando estar em paz com sua convenincia se torna mais importante do que com a prpria conscincia. A tome-se falao sobre o poltico. Muito do que hoje est a se impingir ao poltico reflete a mdia do comportamento nacional, cuja tola retrica incorporada sempre nos remete para um descomprometido pensar de que "eles so todos iguais".

    Esse comportamento assintomtico exime a populao de pensar. Por isso no percebem que a igualdade uma impossibilidade at mesmo da natureza. Est na hora de que seja estimulado o despertar consciente, que possa individualizar a pessoa. O poltico no nasce por gerao espontnea. Alis, o ex-deputado Delfim Neto sempre nos lembra que o Congresso a cara do povo brasileiro.

    Quanto mais incorporarmos valores ticos e morais, mais exigiremos esses mesmos componentes daqueles que elegemos para nos representar. O fosso que atualmente existe nos assusta. Uma inconsistncia gritante, representada por um hiato asqueroso, que se observa na dicotomia, de um lado, do sentimento e protesto generalizado de todos e de cada um de ns, de outro, aquilo que representamos em nossa vida coletiva.

    A o descontentamento, a indignao e revolta que se generaliza pela situao do pas me faz lembrar aquele famoso quadro de Picasso, o Guernica, que mostra a destruio da cidade de igual nome, durante a Guerra Civil Espanhola. Consta que algum figuro ao visitar o famoso pintor, ter-lhe-ia perguntado: Foi o senhor que fez isso? E Picasso, irnicamente, respondeu: - No, foram os senhores!

    Como se observa, um paradoxo se forma desafiando a lgica e no serei louco de me excluir dessa parania que nos assola de norte a sul, no pas. Mas creio ter a conscincia de que precisamos, a partir de um exame honesto e realista do que somos individualmente, ter a crena no sentimento de que no estamos acima do comportamento que delineia esse perfil coletivo.

    Absorvido esse primeiro passo, teremos conscincia de que a soma de todos ns resulta nisso que a est. S assim poderemos nos mudar individualmente, e depois atuar coletivamente. E a idia que nutrimos de ns mesmos poder ento ser modificada, para melhor.

    Quem sabe, com essa autocrtica, possamos adotar uma das mximas do pensamento teosfico, que nos ensina assim: - "O homem de carter pensa em seu carter, o homem inferior em sua posio social. O homem honrado deseja justia, o homem inferior deseja ser favorecido."

    Desta forma deixaremos de pensar como Sartre, que dizia: "O inferno so os outros". Afinal de contas, meus amigos, o brasileiro somos todos ns.

    Pensem nisto.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Fevereiro 20, 2008

    Daqui a pouco, 10h30 da manh, conselheiro Antnio Carlos Andrada, d coletiva na sede do Tribunal de Contas de Minas.

    TCE divulga
    balano de multas aplicadas
    e de inspees nas OSCIPs


     


     O Corregedor do Tribunal de Contas de Minas Gerais, Conselheiro Antnio Carlos Andrada, convida os jornalistas para a divulgao do Relatrio de Atividades Desenvolvidas pelo TCE no 3 quadrimestre de 2007, que ser realizada na prxima quarta-feira, dia 20, s 10h30, na sede do Tribunal de Contas. Na entrevista coletiva, o Conselheiro tambm vai apresentar um comparativo anual dos quadrimestres e divulgar o balano das multas aplicadas e das decises que implicaram na devoluo de dinheiro aos cofres pblicos, no ano passado
    A novidade do ltimo balano o relatrio das primeiras inspees realizadas nas OSCIPs - Organizaes da Sociedade Civil de Interesse Pblico. O objetivo desse trabalho contribuir para uma maior compreenso desse novo modelo de gesto e tambm para fortalecer o controle das parcerias com as entidades da administrao pblica.
    Outro destaque o envio de alertas administrativos da Lei de Responsabilidade Fiscal, o que possibilita ao TCE um controle prvio das contas pblicas.
    O Tribunal de Contas fica na Avenida Raja Gabaglia, 1315, no bairro Luxemburgo e a coletiva ser realizada no gabinete do corregedor, no segundo andar do prdio anexo

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Fevereiro 19, 2008

    Governador Acio Neves acerrta detalhes captar emprstimo de 2 bilhes de reais do Banco Mundial. Ele recebeu a vice-presidente do Banco Mundial para a Amrica Latina e Caribe, Pamela Cox. A reunio foi no Palcio da Liberdade, aqui em BH.









    Minas acerta detalhes
    para novo emprstimoo
    com o Bird- Banco Mundial.

     









       

    Wellington Pedro/Imprensa MG

    O governador Acio Neves recebeu, nesta tera-feira (19), no Palcio da Liberdade, uma misso do Banco Mundial (Bird), liderada pela vice-presidente da instituio para Amrica Latina e Caribe, Pamela Cox. Durante o encontro, eles acertaram detalhes para que no dia 22 de abril, quando acontece uma reunio da diretoria do banco, seja acertado o emprstimo de R$ 2 bilhes que o Governo de Minas pleiteia junto ao Bird. Para o novo convnio, a contrapartida sero metas nos programas sociais do Estado.
    Os novos recursos sero investidos nos projetos estruturadores do Estado em educao, sade, transporte, segurana e saneamento.

    Aprovado no dia 22 de abril, inicia-se o processo de liberao de recursos. Ns prevemos para este ano alguma coisa em torno de R$ 490 milhes, mais uma quantia um pouco maior no ano que vem, em torno de R$ 700 milhes. O cronograma que foi negociado. Portanto, estou muito otimista, disse o governador, em entrevista.
    Para a vice-presidente do banco, o modelo administrativo implantado no Governo de Minas foi fundamental para que o Bird iniciasse uma nova negociao com o Estado. Ela destacou o Choque de Gesto e o programa de projetos estruturadores, metas e resultados criados pelo governo mineiro.
    O que mais importante para ns so essas idias de resultados. Esse Choque de Gesto de Minas Gerais muito importante e a idia de resultados para melhorar a vida das pessoas. Isso muito importante, disse Pamela Cox.
    Ministrio da Fazenda
    O novo emprstimo j foi autorizado pelo Governo federal, no ano passado, mas nesta quarta-feira (20), o governador se rene, em Braslia, com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, para negociar os ltimos detalhes.
    A proposta acertada entre o Banco Mundial e o Estado de Minas precisa da aprovao da Procuradoria-geral da Fazenda que, em ltima instncia, avalista tambm desse financiamento, detalhou o governador. A Secretaria de Assuntos Internacionais (Seain), do Ministrio do Planejamento, tambm vai analisar o emprstimo.
    Convite
    Durante a reunio, Pamela Cox convidou o governador Acio para apresentar aos funcionrios do banco, em abril, em Washington, o modelo negociado entre Minas Gerais e o Bird e que resultou, pela primeira vez na histria da instituio, em um modelo indito de emprstimo, onde a contrapartida no financeira.
    Em 2006, o Governo de Minas recebeu um financiamento de US$ 170 milhes concedido pelo banco, com destino aos programas e aes de infra-estrutura, garantias PPP (Parceria Pblico-privada), saneamento, reforma e modernizao administrativa. Neste caso, a contrapartida foram metas no mbito da gesto do Estado.
    Esse projeto daqui de Minas Gerais muito importante, no somente para o Brasil, mas para outros pases porque este modelo, essa inovao, servir para todo o mundo e no somente para o Brasil. Por isso, convidamos o governador para ir a Washington apresentar suas experincias aqui em Minas. Para ns, um projeto grande e com muita inovao, afirmou Pamela Cox.
    Crdito Internacional
    Minas Gerais retomou a negociao de emprstimos internacionais em 2004, depois de dez anos sem acesso a esses financiamentos. Os emprstimos foram negociados especialmente com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e o Bird. Desde 2004, quando voltou a ter acesso a financiamentos externos, Minas Gerais conseguiu contratar R$ 429,5 milhes. Outros R$ 363,5 milhes esto em fase de contratao.
    Com o Bird, desde 2006, o Governo de Minas fechou dois contratos. Alm dos US$ 170 milhes, foram liberados US$ 35 milhes para o Programa de Combate Pobreza Rural (PCPR).



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Fevereiro 19, 2008

    TRE tem novo presidente. o desembargador JOAQUIM HERCULANO RODRIGUES. A posse foi concorrida. Na foto abaixo, da esquerda para a direita: o presidente do Tribunal de Justia de Minas, Orlando Ado; o presidente da Assemblia Legislativa, deputado Alberto Pinto Coelho; o ministro das Comunicaes, senador Hlio Costa; o desembargador JOAQUIM HERCULANO, de gravata vermelha e o secretrio de governo de Minas, Danilo de Castro.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Fevereiro 19, 2008

    ZPE - Zona de Processamento de Exportao - em Tefilo Otoni deixa eufrico o deputado Getlio Neiva do PMDB. Foi uma idia do ex-deputado Luiz Leal e agora a Medida Provisria do presidente Lula concretiza sonho de 30 anos.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Fevereiro 19, 2008

    At que enfim! Tefilo Otoni ganha sua ZPE - Zona de Processamento de Exportao. Deciso do presidente Lula foi tomada, segundo o deputado Getlio Neiva, depois de ouvir o ministro das Comunicaes Hlio Costa - a pedido do deputado.

    A espera foi longa - cerca de 30 anos, mas valeu a pena!. Foi o que nos disse agora a pouco o deputado Getlio Neiva, do PMDB de Tefilo Otoni, e aonde foi prefeito por duas vezes.
    A idia de uma ZPE em Tefilo Otoni, foi do ex-deputado federal Luiz Leal, que tambm de T.Otoni. A luta atravessou vrios governos. No ano passado, aqui em BH, o deputado Getlio Neiva, fez o pedido pessoalmente ao presidente Lula, levado pelo ento ministro Walfrido dos Mares Guia.
    Mas o projeto aprovado no senado teve restrio do presidente. Mas, agora, neste incio de 2008, o presidente Lula editou Medida Provisria criando a Zona de Processamento de Exportao. Detalhe: na ZPE os empresrios de todos os tamanhos podero importar e/ou importar com tarifa zer.
    L vo ser beneficiados produtos como minrio, calcrio, granito e mrmore alm, claro - as famosas pedras preciosas de Tefilo Otoni que fazem os olhos dos estrangeiros facarem! Desejo sucesso!!!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Fevereiro 19, 2008

    Secretaria de Estado da CULTURA abre espao para Minas virar uma "HOLLYWOOD". O Estado j tem se consolidado pelo mercado cimetogrfico e Audiovisual. Tem atrado talentos e empresas de outros Estados. Vale ler a metria.









    Programa incentiva
    filmagem de produes externas
    em MG

     

    Minas Gerais tem se consolidado pelo potencial no mercado cinematogrfico e audiovisual. Cineastas, diretores e produtores brasileiros, e at internacionais, tm buscado no solo mineiro cenrios para suas produes, fazendo do Estado um verdadeiro set de filmagens. Isso, graas ao programa Minas Film Commission, da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), que incentiva o uso do territrio mineiro para produes externas em geral. Belas paisagens, patrimnio histrico e arquitetura no faltam.
    A prxima produo externa a ser filmada no Estado, com apoio da Minas Film Commission, o programa do SBT Super Nanny, que ter cena rodada tambm na Praa da Liberdade. A gravao ser na tera-feira (26), s 15 horas.
    Novelas, filmes, minissries, entre outras produes, so filmadas em Minas com apoio da Minas Film Commission. Como exemplo, est o filme Mutum, de Sandra Kogut, rodado em Trs Marias. Baseado na novela Miguilim, de Guimares Rosa, o filme mostra a diversidade e a riqueza da regio Central de Minas. Outra produo de sucesso em cartaz na telinha a novela da TV Globo Desejo Proibido, que tem captulos filmados em grutas mineiras, alm de uma cena na Praa da Liberdade um dos principais pontos tursticos de Belo Horizonte.
    Minas Film Commission
    A Minas Film Commission tem como objetivo promover o Estado de Minas Gerais como locao, fornecedor de mo-de-obra e de infra-estrutura para produo audiovisual nacional e internacional, desde curtas, mdias e longas-metragens, passando por documentrios, filmes publicitrios, entre outros.
    Filiada Association of Film Commissioners International (AFCI), a Minas Film Commission atua como agente facilitador no fornecimento de informaes detalhadas sobre as condies locais para filmagens, na prestao de suporte (estuda os problemas da produo e oferece solues), no oferecimento de informaes a respeito das licenas e autorizaes necessrias para as filmagens etc.
    Filme em Minas
    Outro programa da Secretaria de Estado de Cultura voltado para o fomento ao audiovisual em Minas o Filme em Minas, que destina recursos s produes, por meio de edital. Desde sua implantao, em 2004, o Filme em Minas, em parceria com a Cemig Cultural, j beneficiou 78 projetos e investiu R$ 9 milhes. O prximo Edital (binio 2009/2010) est previsto para o segundo semestre deste ano.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Fevereiro 19, 2008

    CACHAA, pinga, m, bata-bicho... no importa o apelido da aguardente, hoje um produto aprecido em boa parte do planeta. Como disse, h muitos anos, o jurista Sobral Pionto, nosso ilustre barbacenense; " o dia que o Brasil for uma potncia mundial, ser cachaa, e no o usque a bebida de fama mundial". Dr. Sobral teve esta reflexo proftica em 1979 momentos antes do almoo na casa de um amigo nosso que tinha fazenda em Barbacena. O apartamento era no Aterro do Flamengo no Rio de Janeiro. E o dr. Sobral saboreava, como ns, um drique: uma boa cachainha mineira. L estavam: o ento presidente da Cmara de Barbacena, vereador Amarlio de Andrade, o advogado Carlos Alberto Penna, o saudoso jornalista Mrcio Bertola. Naquele domingo de julho de 1979, o dr. Sobral Pinto, aos 86 anos de idade, aceitou - emocionado - o convite para ser homenageado pela Cmara Municipal de sua terra natal Barbacena, pela primeira vez na sua longa vida de advogado militante. Nos deu entrevista sobre Direitos Humanos para o jornal Dirio Mercantil dos Dirios Associados de Juiz de Fora e para a Rdio Barbacena. E no mesmo ano, o nome dele se tornou o maior smbolo da mais importante condecorao do legislativo de Barbacena - A MEDALHA SOBRAL PINTO DE DIREITOS HUMANOS. O primeiro que recebeu a medalha foi o ento governador de Minas TANCREDO NEVES, das mos do prprio dr. Sobral Pinto. Fica o registro histrico!











    Governo de Minas
    refora apoio
    cachaa de alambique

     
    Divulgao/Seapa

    A Cmara Tcnica da Cachaa de Alambique Artesanal do Conselho Estadual de Poltica Agrcola (Cepa), criada pela Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuria e Abastecimento (Seapa), vai utilizar novos instrumentos para aumentar o suporte ao desenvolvimento da comercializao interna, exportao e pesquisa da bebida. Sero criados grupos especficos de trabalho com este objetivo e tambm com a funo de buscar medidas para combater o mercado informal da cachaa de alambique. 
    Alm disso, a cmara tcnica continuar insistindo na reduo dos tributos federais para a atividade, pois considera que este um dos maiores obstculos ao desenvolvimento da atividade em Minas.
     As dificuldades que os produtores de cachaa de alambique enfrentam atualmente esto relacionadas no plano setorial elaborado pela cmara tcnica. Para atender ao plano, cada grupo de trabalho ter representantes de rgos pblicos e da iniciativa privada, que examinaro a situao de seu segmento. As propostas para a soluo dos problemas chegaro aos produtores por intermdio do Programa Mineiro de Incentivo Produo de Cachaa (Pro-Cachaa). Segundo a secretria-executiva do programa, Luciana Rapini, os grupos de trabalho devero ser criados at o final de maro.
    Informalidade ainda alta
    O Plano Setorial da Cachaa de Alambique destaca o problema da produo informal no Estado. O setor de cachaa artesanal, em Minas, produz 230 milhes de litros por ano, sendo 100 milhes de litros por alambiques informais. Ao mesmo tempo, os especialistas da Cmara da Cachaa identificaram uma grande ociosidade na capacidade dos alambiques mineiros. Para reduzir esses problemas com rapidez, a principal recomendao aprimorar o processo de comercializao no mercado interno.
    A organizao do setor em cooperativas um dos caminhos indicados pelo plano setorial. A cmara tcnica considera que, ao adotar o modelo cooperativista, haver maior controle de qualidade da bebida. A organizao em cooperativas tambm facilita a busca da competitividade e possibilita a melhoria de aspectos sociais e ambientais relacionados com a produo da cachaa de alambique. 
    O Plano Setorial da Cachaa de Alambique mostra tambm a necessidade de criar mecanismos para aumentar as exportaes da bebida produzida em Minas. O Estado lidera as vendas internacionais da cachaa artesanal brasileira, com o embarque anual de 320 mil litros, volume que no garante 4% da receita total, em dlares, da exportao nacional da bebida industrializada. Por isso, existe a proposta para aumentar a venda da cachaa de alambique como bebida destilada para os mercados externos, pois atualmente prevalece a venda da bebida industrializada para consumo na forma de caipirinha.
    Isonomia tributria 
     O coordenador da Cmara Tcnica da Cachaa de Alambique, Trajano Raul Ladeira de Lima, concorda com as avaliaes feitas pelos tcnicos e afirma que a soluo dos problemas depende, em primeiro lugar, da reduo do Imposto sobre os Produtos Industrializados (IPI) na comercializao da bebida. Ele ir a Braslia no dia 27 para se reunir com tcnicos da Receita Federal e fazer contatos na Cmara dos Deputados. Segundo Trajano Lima, tramitam naquela casa diversas emendas includas pela bancada mineira no Projeto de Lei da Cachaa, com o objetivo de reduzir o tributo que incide sobre a bebida de alambique.
    "O IPI recolhido sobre a garrafa de cachaa de alambique artesanal de R$ 2,23, enquanto o valor mais alto no caso da bebida industrializada R$ 0,38 por garrafa", explica o coordenador. Trajano Lima diz que o setor de cachaa artesanal insiste na isonomia tributria. " preciso acabar com esse tratamento diferenciado, porque enquanto o tributo para a bebida artesanal for cerca de 600% mais alto, o setor no ter competitividade", finaliza.

     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Fevereiro 19, 2008

    Em Juiz de Fora, hoje, o lanamento da JET-TV DIGITAL e INTERNET. Notcia vem da coluna de meu amigo, o colunista Csar Romero da Tribuna de Minas. Desejo sucesso!!!


    O diretor geral da Acom Comunicaes, Carlos Barreiros,
     ladeado pelos gerentes Rubens Ornelas e Tarcsio Fil,
    trio de anfitries hoje do 'coq' inaugural da
    Jet - TV Digital e Internet

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Fevereiro 19, 2008

    Depuados da Comisso de Sade empenhados no combate FEBRE AMARELA. Na foto abaixo: os deputados-mdicos - da esquerda para a direita - Hely Tarqunio, Carlos Mosconi, presidente da Comisso de Sade e dr. Rinaldo.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Fevereiro 19, 2008

    Presidente da Fundao Dom Cabral, Emerson de Almeida, vai fala para os emprerrios da ADCE - Associao de Dirigentes Cristos de Empresas - presidida pelo empresrio Srgio Cavalieri (leia-se Alle Combustveis). Ser durante almoo, dia 26, tera-feira que vem no FIEMG TRADFE CENTER.

    Dando incio s atividades da ADCE em 2008, enviamos anexo o convite para o almoo palestra que ser realizado em conjunto com a FIEMG, no dia 26 de fevereiro.
    Vamos receber com muita honra o Professor Emerson de Almeida, Presidente da Fundao Dom Cabral, que vai abordar o tema do seu livro lanado em 2006, Fundamentos da Empresa Relevante.

     
    O evento ser  no FIEMG Trade Center, na Rua Timbiras, 1.200, 2 andar.
    Srgio Cavalieri
    ADCE Minas - Presidente

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Fevereiro 18, 2008

    O municpio de Conceio da Barra - fica no norte do Esprito Santo, a 630 kms de BH - tem uma reserva natural exuberante. E o point RIACHO DOCE, que para mim a praia mais bonita do pas.








    Riacho Doce concorre praia mais linda do Brasil






    A praia de Riacho Doce fica no Norte do Esprito Santo





    A praia, que fica dentro do Parque Estadual de Itanas em Conceio da Barra, foi classificada como uma das melhores do Brasil. Ela est localizada no Norte do Esprito Santo, na divisa com a Bahia.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Fevereiro 18, 2008

    Vencedores do Carnaval na capital. Vice-prefeito de BH, Ronaldo Vasconcellos, presidente da Comisso Organizadora do Carnaval, presidiu solenidade. O fotgrafo Toninho Almada ganhou o prmio na Categoria Profissional. A Escola de Samba Acadmicos de Vensa Nova foi a premiada. Confira detalhes!







    Prefeitura entrega prmios
    aos vencedores do Samba Bel



    A noite de sexta-feira, dia 15, foi marcada pela premiao dos vencedores do Samba Bel 2008 , com a presena do vice-prefeito e presidente da Comisso Organizadora do Carnaval , Ronaldo Vasconcellos. Os ganhadores do concurso fotogrfico, uma novidade na programao carnavalesca, foram anunciados na cerimnia e o primeiro colocado na categoria Profissional foi o fotgrafo Toninho Almada, que recebeu R$ 3 mil.

    Na modalidade Amador , Luiz Henrique Vieira ganhou uma passagem para Lisboa e a meno honrosa ficou com Ramon Duque Loyola. O trabalho de Neila Mara Costa de Castro Santos, feito com um aparelho celular, garantiu o fim de semana para duas pessoas no Hotel Cho da Serra , na Serra do Cip.
    Na passarela do samba, o destaque foi a escola Acadmicos de Venda Nova, que levou R$ 20 mil. J o bloco campeo, Bacharis do Samba, foi premiado com R$ 10 mil. No quesito cobertura da imprensa, conquistaram o Trofu Boror a emissora de televiso Rede Minas, o jornal Hoje em Dia e a Rdio Inconfidncia.
    J as melhores imagens veiculadas foram do cinegrafista Walter Jnior, da Rede Globo , e o melhor programa de rdio foi o Planto da Cidade, apresentado por Carlos Viana , na Rdio Itatiaia. Ao todo, foram distribudos prmios e menes honrosas em 20 categorias.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Fevereiro 18, 2008

    Vice-governador Antonio Anastasia est na Austrlia, com agenda cheia esta semana.









    Governo inicia
    misso comercial
    e industrial Austrlia

     

    O vice-governador Antonio Augusto Anastasia chefia uma misso comercial e industrial Austrlia at sbado, dia 23, com empresrios, deputados, reitores de universidades, representantes do Governo mineiro e da cmara comercial australiana, somando 29 membros. O objetivo estreitar as relaes institucionais entre o Governo mineiro e a Austrlia e atrair investimentos para o Estado, com prospeco de negcios entre empresas mineiras e australianas. A comitiva liderada pelo vice-governador passar por Sydney capital de New South Wales, Melbourne no Estado de Victoria, e Brisbane capital de Queensland.
    As principais reas de interesse do Governo de Minas na Austrlia so educao, tecnologia da informao, minerao e meio ambiente. O objetivo da misso fomentar parcerias, acordos de cooperao, negcios e intercmbio de pessoas em reunies com autoridades locais, rodadas de negcios entre as empresas e visitas a empreendimentos australianos. J existem duas possibilidades concretas de empresas daquele pas abrirem unidades industriais em Minas Gerais, uma na rea de minerao e outra de fast food.
    O Governo mineiro tem interesse tambm em conhecer a experincia australiana nas reas de meio ambiente e gesto de guas. Os membros da delegao mineira visitaro projetos de desenvolvimento sustentvel e regulamentao em gesto de guas desenvolvidos na Austrlia, pas que sofre com a escassez de gua, mas possui projetos bem executados para minimizar os problemas da seca.
    Agenda institucional
    Na agenda do vice-governador, esto previstas audincias com embaixador do Brasil na Austrlia, Fernando de Melo Barreto, alm de autoridades dos governos dos estados de New South Wales, Victoria e Queensland. Em New South Wales, Anastasia se reunir com o ministro para Mudanas Climticas, Meio Ambiente e gua, Phil Koperberg, com o ministro de Indstrias Primrias, Energia, Recursos Minerais e Desenvolvimento, Ian Macdonald, com o cnsul-geral do Brasil na Austrlia, Kywal de Oliveira, e com representantes do Departamento de Estado e Desenvolvimento Regional.
    No Estado da Victoria, o vice-governador ser recebido pelo vice-premi Robert Hulls, pelo ministro de Indstria, Comrcio, Informtica e Tecnologia, Theo Theophanous, e visitar o Parlamento em companhia do presidente da Cmara Legislativa, Bob Smith, do secretrio de Recursos Humanos, Telmo Languiller, e outros parlamentares.
    Em Queensland, Anastasia se reunir com o ministro dos Transportes, Comrcio, Trabalho e Relaes Industriais, John Mickel, e com o Comit de guas do Estado. Visitar as instalaes da Australia TradeCoast, da Brisbane Airport Corporation (BAC), represa de Wivenhoe e do Instituto de Sustentabilidade Mineral (SMI), um dos mais respeitados centros de estudos e pesquisas de Queensland.
    A Australia TradeCoast o empreendimento que mais cresce no pas. Em apenas cinco anos, foram desenvolvidos mais de cem novos empreendimentos industriais no local, o que significa mais de US$ 1 bilho investidos em infra-estrutura. A Australia TradeCoast compreende quatro das indstrias lderes do Estado: o Governo de Queensland, o Brisbane Marketing, o Brisbane Airport Corporation (BAC) e o Port of Brisbane Corporation.
    Os representantes da rea acadmica da misso australiana tero reunies de negcios com entidades dos setores de educao e tecnologia das Universidades de RMIT e TAFE, da Universidade de Melbourne e da Universidade de New South Wales.
    Comrcio Brasil Austrlia
    O comrcio bilateral entre Brasil e Austrlia registrou US$ 1,39 bilho em 2007. No mesmo ano, o Brasil exportou US$ 614 milhes para a Austrlia, um aumento de 19,9% em relao a 2006. O ritmo de crescimento das exportaes foi mantido nos ltimos cinco anos, registrando variao de 101% em relao a 2003.
    A pauta de exportaes contabiliza 1.429 produtos, mas concentra 51,1% do total exportado em dez produtos principais. Dentre eles destacam-se: leo de soja (13,9% do total), avies e veculos areos (estreante com 11,6% do total exportado), ferro (4,5%), niveladores (4,4%), suco de laranja (4,2%) e caf (3,4%).
    A pauta de importaes da Austrlia, que contabiliza 862 produtos e um valor total de cerca de US$ 775,97 milhes, ainda mais concentrada, sendo o principal item carvo mineral em p, responsvel por 61% do total exportado. Outros produtos foram carvo mineral betuminosa (10%) e carbonatos (4,7%).




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Fevereiro 18, 2008

    Ano do Intercmbio Brasil-Japo.







    Prefeitura comemora
    centenrio da imigrao japonesa
    em Belo Horizonte



    Uma intensa programao de eventos, festividades e projetos culturais de grande porte vai marcar , na cidade de Belo Horizonte e em Minas Gerais, o centenrio da imigrao japonesa no Brasil. A Comisso Organizadora das comemoraes anunciou nesta sexta -feira, dia 15, o calendrio oficial de atividades que acontecem ao longo de 2008 , o ano de Intercmbio Brasil-Japo. Alm do Cnsul-Geral Honrario do Japo em Belo Horizonte , a comisso rene tambm o governo de Minas Gerais, a Prefeitura de Belo Horizonte , a Associao Mineira de Cultura Nipo-Brasileira e a Federao das Indstrias do Estado de Minas Gerais.

    As atividades previstas incluem encontros, mostras , festivais e exposies. A grande homenagem a construo do Memorial da Imigrao Japonesa, uma interveno artstica e arquitetnica que ser edificada no Parque Ecolgico da Pampulha. A obra ser composta por uma instalao de arte pblica e por uma estrutura para exposio ao ar livre.

    A cidade tambm ganhar um autntico Jardim Japons na Fundao Zoo-Botnica de Belo Horizonte. Em uma rea de 5 mil metros quadrados sero construdos um lago, cascatas e pontes, alm da tradicional casa de ch feita de madeira. Compondo o ambiente sero expostas aves asiticas e rvores tpicas, como pinheiro oriental, cerejeira e azalia.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Fevereiro 17, 2008

    EM PRIMEIRA MO! Novidade na Eleio Americana. A poderosa secretria Condolezza Rice est se preparando para ser vice do candidato repblicano John MacCain. Tudo para tentar neutralizar a influncia no eleitorado negreo norte-americano, j que tida como certa a vitria de Barack Obama sobre a senadora Hilary Clinton.






    US Secretary of State Condolezza Rice, left, shakes hands with Colombia's President Alvaro Uribe after a meeting in Rionegro, Colombia, 25 Jan. 2008
    US Secretary of State Condolezza Rice, left, shakes hands with Colombia's President Alvaro Uribe after a meeting in Rionegro, Colombia, 25 Jan. 2008


    A informao nos foi passada, em primeira mo, por quem conhece e priva da amizade de repblicanos poderosos - o presidente George W. Bush e seu irmo Jeb Bush, ex-governador da Flrida. Nossa fonte o advogado Manoel Mrio de Souza Barros.
    Ele recebe e-mail constantemente da equipe de assessores do  pr-candidato republicano, John McCain - informaes de cocheira, ou seja, inside information, o que o coloca como interlocutor  privilegiado e tima fonte para ns blogueiros, fora da rea oficial. 
    Segundo ele, a secretria Condolezza Rice mantm um site na internet - www.condolezza2008.com  - para dar visibilidade nas eleies primrias - e j arruma as malas para desembarcar na vice candidatura do republicano John McCain.
    Ser a presena da poderosa ala dos "Falces" na chapa encabeada pelas "Pombas".
    Ou seja, MacCainn considerado conservador e precisa de sangue novo par enfrentar um candidato negro Barack Obama - que traz a mstica da renovao - que est dividindo o eleitorado americano, tudo indicando que j conseguiu deixar a senadora Hilary Clinton para trs.
    E a secretria Condolezza Rice - de origem negra - cai como uma luva para os republicanos para enfrentar a novidade Barack Obama.


    O casal Elaine/Manoel Mrio.
    Ele um advogado bem relacionado
    com o staff do pr-candidato republicano
     John MacCainn.














                                                                                                                                                                                                                                                                               

       O democrata Barack Obama
        e o republicano John MacCain


    Obama e McCain
    se preparam
    para um possvel duelo


    Os partidos democrata e republicano parecem j ter escolhido seus adversrios para novembro: "se voc pensa que Jonh McCain no to perigoso na Casa Branca quanto George W. Bush, deveria pensar duas vezes", advertiu, por exemplo, um apelo a contribuies do partido democrata.

    "Obama no tem a experincia que preciso para ser o comandante do nosso pas", afirma, por sua vez, o presidente do partido republicano Mike Duncan.

    Em seus discursos de campanha, cada vez mais os candidatos agem como se os adversrios de novembro j tivessem sido escolhidos.

    "Encorajar um pas com mais retrica do que idias slidas, impondo confiana fora, no uma promessa de esperana - uma mediocridade", lanou John McCain em seu discurso de vitria nas primrias de Washington e de sua regio.

    Em seguida, ele explicou que se tratava de um ataque contra Barack Obama. "Evidentemente, eu no acompanhei todos os seus discursos, mas faltam detalhes neles, e quando a campanha avanar, ns perceberemos diferenas marcantes entre ns", declarou McCain nesta quarta-feira.

    Quanto a Barack Obama, que goza atualmente de um ligeiro avano no nmero de delegados oficialmente encarregados de designar o candidato democrata em agosto (1.276 contra os 1.233 de Hillary Clinton, segundo o site independente RealClearPolitics), ele critica os "republicanos la Bush-McCain".

    "George Bush no estar nas cdulas em novembro (...), mas sua poltica econmica estar", ressaltou o democrata.

    Na quinta-feira, as rotas da campanha eleitoral conduziram John McCain para Vermont e Rhode Island, dois pequenos estados que organizam suas primrias em 4 de maro, enquanto que Barack Obama teve um dia sem atividades pblicas em sua casa em Chicago.

    Os operrios da General Motors, atingidos pelo golpe do anncio de perdas colossais na segunda-feira, receberam sua segunda visita de um presidencivel em apenas dois dias. Depois de Barack Obama nesta quarta-feira em Winconsin, Hillary Clinton os visitou na quinta-feira em Ohio. A senadora precisa fazer de tudo para preservar a vantagem revelada numa pesquisa publicada tambm nesta quinta-feira: segundo a Universidade Quinnipiac, ela tem 55% das intenes de voto contra apenas 34% de Barack Obama neste estado.

    "Eis a diferena entre meu adversrio democrata e eu: meu adversrio pronuncia discursos, eu ofereo solues", lanou Hillary, lembrando seu programa econmico, e especialmente sua promessa de proteger os consumidores contra os abusos das financeiras, um assunto particularmente sensvel em plena crise dos emprstimos imobilirios.

    "Ohio tem uma demografia que corresponde ao melhor possvel Sra Clinton", ressaltou o diretor do instituto de pesquisa Quinnipiac, Peter Browm. " a Amrica dos operrios, com uma taxa de democratas diplomados ou negros mais reduzida que os outros estados onde Obama ganhou. Se Hillary no ganhar as primrias deste estado, ser muito difcil que ela detenha Obama".

    Barack Obama, no entanto, tem um trunfo em Ohio: o apoio dos presidentes de trs sindicatos influentes, que denunciaram nesta quinta-feira o apoio de Hillary aos acordos de livre comrcio, especialmente



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Fevereiro 17, 2008

    Embaixador Jos Botafogo recebe para churrasco na dele em Juiz de Fora. Meu amigo, Csar Romero cobriu o evento. Confira!


    O anfitrio ladeado por Jos Eduardo
    (Zeca) Amaral e CR 
       Churrasco com o embaixador
    Presidente do Centro Brasileiro de Relaes Internacionais, o embaixador Jos Botafogo Gonalves, sempre que tem um tempo, vem curtir a beleza e a tranqilidade de sua casa em Juiz de Fora.
    Ao lado da mulher, Suzana Assis Gonalves, ele aproveita para acompanhar a fase final das obras de ampliao do reduto, no ponto mais alto da regio da Floresta.
    No carnaval, ele recebeu amigos para churrasco, preparado pelo amigo Michel Tranjan, destacado leiloeiro carioca com 40 anos de experincia no mercado de arte e jia. As fotos registram.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Fevereiro 16, 2008

    Da srie:UMA FOTO VALE POR MIL PALAVRAS. Pesos pesados da poltica e do ministrio pblico mineiro e nacional se reuniram no Automvel Clube, aquiem BH. Foi na comemorao da promulgao da Lei do Minsitrio Pblico Nacional.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Fevereiro 16, 2008

    Ministro das Comunicaes, senador Hlio Costa: quer instalar TELECENTROS em todos os 5.565 municpios do pas, at junho.

                                      
                                           
                                                 MC encaminha 
                                                 termos de doao 
                                                 de kits telecentro

    As 4.850 prefeituras que se inscreveram para receber os kits de instalao de telecentros comunitrios comearam a receber, por e-mail, os termos de doao dos equipamentos. O documento foi enviado para o endereo eletrnico que a prefeitura indicou no formulrio de cadastro.
    O termo de doao dever ser impresso, assinado pelo prefeito, autenticado em cartrio e encaminhado ao MC, pelos Correios, o mais rpido possvel para agilizar o trabalho de entrega e instalao dos equipamentos. A expectativa do ministrio entregar mil e 500 kits a cada ms a partir de maro, concluindo a entrega at o final de junho.
    "Nossa meta que nenhum municpio fique fora desse programa. Por isso licitamos um nmero de kits suficiente para atender a todos os municpios brasileiros e continuamos recebendo inscrio das prefeituras que ainda no se cadastraram." enfatizou o ministro Hlio Costa.
    O kit contm um servidor de informtica; 10 computadores; 01 central de monitoramento com uma cmera de vdeo de segurana; um roteador wireless; 11 estabilizadores; uma impressora a laser; um projetor multimdia (data show); 21 cadeiras; uma mesa do professor; 11 mesas para computador; uma mesa para impressora; e um armrio baixo.
    Os telecentros sero conectados internet de alta velocidade e contaro com os servios de telefonia, via VoIP e IPTV, para permitir a veiculao de programas como a TV Escola, por exemplo.
    Inscrio
    As prefeituras que ainda no se inscreveram no programa devem faz-lo o mais rpido possvel, por meio do formulrio disponvel na pgina do MC na internet, ou entrar em contato pelo endereo eletrnico cgpe@mc.gov.br.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Fevereiro 16, 2008

    Jovino Campos, dono do Bahamas, que agora est em Barbacena, coloca sua sensibilidade cultural mostra. No seu mais novo supermercado na cidade - a matriz em Juiz de Fora - Jovino criou um espao para bons vinhos, dentro de um PONTILHO estilizado. A foto e o texto so do meu amigo Idinando Borges do barbacenaonline.







    "Sensvel nossa histria a diretoria da Bahamas homenageia a cidade com um dos smbolos de Barbacena, o Pontilho. uma rplica que serve de adega para vinhos e bebidas. No registro, agradeo ao Supervisor de Caixa, Thiago Jos Costa e o Sub-Gerente, Maciel Batista, educados e gentis, na filosofia do Bahamas. Vale a pena conferir!"- assinado Idinando Borges.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Fevereiro 15, 2008

    Nver do Z APARECIDO RIBEIRO hoje. Os amigos vo abrac-lo logo mais, a partir de 20h30m, l na 68 PIZZERIA, na rua Felipe dos Santos - perto do Minas 1. Z um competente e inteligente executivo da rea de hotelaria. Atuou como presidente da ABIH, hoje presidente do Conselho da entidade em Minas. um competente administrador de empresas, sintonizado com a nossa era da globalizao. Parabns e muitos anos de vida. Sucesso!!!



    Da esquerda para a direita:
    o casal Fernanda/Adholfo Flussmann
    e o casal Cleo/Z Aparecido,
    o aniversariante ilustre
    desta sexta-feira.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Fevereiro 15, 2008

    Os Correios, empresa do governo federal,pilotada pelo competente Carlos Henrique Custdio e aqui em Minas pelo nosso Fernando Miranda, investe na memria histrica.

                                                       Correios lana mais dois selos 
                                                      da Srie "200 Anos da Chegada
                                                 da Famlia Real Portuguesa ao Brasil" 


    Este blogueiro, o presidente dos Correios, Carlos Henrique Custdio e o advogado Jos Artur Filardi, chefe de gabinete do ministro das Comunicaes Hlio Costa, em Braslia.
           



    Os Correios colocam em circulao na prxima segunda-feira (18), dois selos que destacam aes do Prncipe Regente D. Joo para o fim do bloqueio educacional que impediu, por mais de 300 anos, a existncia de cursos superiores no Brasil. Os selos "200 Anos da Faculdade de Medicina da Bahia" e "200 anos da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro" tm arte da designer grfica Maria Maximina e fazem parte da Srie "200 Anos da Chegada da Famlia Real Portuguesa ao Brasil". Cada um tem tiragem de 300 mil exemplares e custa R$ 0,90.  

    Em Minas, os selos sero disponibilizados ao pblico nas agncias Centrais dos Correios das seguintes cidades: BarbacenaBelo Horizonte,  Divinpolis, Governador Valadares, Juiz de Fora, Montes Claros, Ponte Nova, Pouso Alegre, Sete Lagoas, Tefilo Otoni, UberabaUberlndia e Varginha.

     Os selos 
     O selo da Faculdade de Medicina da Bahia retrata o suntuoso prdio em tom bicolor amarelo e marrom, remetendo s tradies da Instituio, e o Elevador Lacerda, marca inconfundvel da cidade de Salvador. Os fortes tons de cor so uma referncia cultura baiana. Na imagem do selo da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro, o cu e o prdio so retratados em tons de azul que aludem cor de destaque na bandeira do estado fluminense. A imagem da esttua do Cristo Redentor remete imediatamente capital carioca, onde se localiza a instituio. 

    Os selos tm em comum a coroa que representa Portugal, um trecho da citao do Juramento de Hipcrates e o smbolo da Medicina o basto envolto pela serpente. Foi utilizada a tcnica de computao grfica. 

    Faculdade de Medicina da Bahia

    Foi com a escola mdico-cirrgica da Bahia que o ensino, a cincia e a cultura comearam a florescer no ento imprio tropical portugus. Nesses 200 anos, a Faculdade de Medicina da Bahia foi a primeira a semear o desenvolvimento da arte mdica no Pas. A faculdade foi pioneira no uso clnico dos raios X no Brasil, na implantao do Instituto Mdico Legal da Bahia, em movimentos cientficos, como a Escola Tropicalista Baiana, e na criao da primeira revista especializada do Pas, a Gazeta Mdica da Bahia. O maior tributo da Faculdade de Medicina s futuras geraes foi ser a clula formadora da Universidade Federal da Bahia (UFBA), fundada em 1946. 
                          Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro 
    O primeiro curso de medicina no Rio de Janeiro funcionou em 1808, nas dependncias do Real Hospital Militar, no Morro do Castelo. Em 1832, o ensino mdico sofreu grande reforma e a antiga Academia Mdico-Cirrgica passou a se chamar Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro. Em 1920, com a criao da Universidade do Rio de Janeiro, primeira do Pas, a Faculdade de Medicina passou a integr-la, juntamente com a Faculdade de Direito e a Escola Politcnica. Hoje, a Universidade Federal do Rio de Janeiro e sua Faculdade de Medicina, bicentenria, continuam sendo centros de excelncia do ensino superior do Brasil. 

    Endereos das agncias Centrais dos Correios:

    - Barbacena: rua Dr. Jos Bonifcio23, Centro

    - Belo Horizonte: avenida Afonso Pena, 1270, Centro

    - Divinpolis: avenida Antnio Olimpo de Morais, 687, Centro

    - Governador Valadares: avenida Minas Gerais, 110, Centro

    - Juiz de Fora: rua Marechal Deodoro470, Centro

    - Montes Claros: praa Dr. Chaves, 149, Centro

    - Ponte Nova: rua Caetano Marinho, 226, Centro

    - Pouso Alegre: rua Adolfo Olinto, 281, Centro

    - Sete Lagoas: rua Major Campos, 202, Centro

    - Tefilo Otoni: praa Tiradentes, 221, Centro

    - Uberaba: praa Henrique Kruger, 33, Centro

    - Uberlndia: avenida Getlio Vargas, 299, Centro

    - Varginha: praa Quintino Bocaiva, 124, Centro 

    - Divinpolis: avenida Antnio Olimpo de Morais, 687, Centro

    - Governador Valadares: avenida Minas Gerais, 110, Centro

    - Juiz de Fora: rua Marechal Deodoro470, Centro

    - Montes Claros: praa Dr. Chaves, 149, Centro

    - Ponte Nova: rua Caetano Marinho, 226, Centro

    - Pouso Alegre: rua Adolfo Olinto, 281, Centro

    - Sete Lagoas: rua Major Campos, 202, Centro

    - Tefilo Otoni: praa Tiradentes, 221, Centro

    - Uberaba: praa Henrique Kruger, 33, Centro

    - Uberlndia: avenida Getlio Vargas, 299, Centro

    - Varginha: praa Quintino Bocaiva, 124, Centro 

    - Divinpolis: avenida Antnio Olimpo de Morais, 687, Centro

    - Governador Valadares: avenida Minas Gerais, 110, Centro

    - Juiz de Fora: rua Marechal Deodoro470, Centro

    - Montes Claros: praa Dr. Chaves, 149, Centro

    - Ponte Nova: rua Caetano Marinho, 226, Centro

    - Pouso Alegre: rua Adolfo Olinto, 281, Centro

    - Sete Lagoas: rua Major Campos, 202, Centro

    - Tefilo Otoni: praa Tiradentes, 221, Centro

    - Uberaba: praa Henrique Kruger, 33, Centro

    - Uberlndia: avenida Getlio Vargas, 299, Centro

    - Varginha: praa Quintino Bocaiva, 124, Centro 

    - Divinpolis: avenida Antnio Olimpo de Morais, 687, Centro


    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Fevereiro 14, 2008

    Governador em exerccio de Minas, professor Antonio Augusto Anastasia, cumpriu HOJE seu ltimo compromisso oficial no Estado. noite embarca, para a AUSTRLIA. Vai frente de uma Misso Empresarial, que vai percoorer centros econmicos importantes daquele pas. AGORA A POUCO, ele nos enviou E-MAIL, prometendo nos mandar NOTCIAS sobre a misso na Austrlia. Com isso, voc que acompanha nosso BLOG DE NOTCIAS ter a oportunidade de ter informaes em primeira mo, com rapidez e segurana - objetivo fundamental do nosso trabalho jornalstico na blogosfera. Leia o E-mail











    Caro amigo Joo Carlos,

    imagino mesmo a dificuldade de manter um blog, com notcias sempre novas...
    Mas, saiba que o seu nome impe muito respeito e admirao em todos.
    Vou lhe mandar notcias da Austrlia,
    Abrao amigo,
    Antonio Augusto Anastasia



    Governador em exerccio
     visita nova OrquestraSinfnica deMG

     









       

    Omar Freire/Imprensa MG

    O governador em exerccio, Antonio Augusto Anastasia, assistiu, nesta quinta-feira (14), ao ensaio da nova Orquestra Sinfnica do Estado de Minas Gerais, que apresenta seu primeiro espetculo, no dia 21 de fevereiro, no Palcio das Artes. Os 85 instrumentistas da orquestra iro apresentar a Sinfonia Nmero 9 de Beethoven, com a participao de quatro solistas, do Coral Lrico de Minas Gerais e do Coro da Orquestra Sinfnica do Estado de So Paulo. Os ingressos para a apresentao do dia 21 j esto venda na bilheteria do Palcio das Artes e os preos variam entre R$ 10 e R$ 15.
    Os ensaios da orquestra neste ano acontecem no Palcio das Artes, mas a expectativa que, no ano que vem, todas as atividades sejam transferidas para a Casa da Orquestra, que est sendo construda no antigo prdio da Secretaria da Fazenda, na Praa da Liberdade.
    "Belo Horizonte passar a ter uma grande contribuio para sua competncia cultural. Estamos em construo, na Praa da Liberdade, da Casa da Orquestra que ficar pronta no final de 2009, dentro do projeto estruturador Circuito Cultural da Praa da Liberdade, que ser a residncia oficial dessa nova orquestra, que ora se inaugura. Acredito que ser uma grande e nova opo de cultura e de lazer, de primeiro mundo, que o Governo do Estado oferece a todos os mineiros", destacou Anastasia, em entrevista.
    O presidente do Instituto Cultural Orquestra Sinfnica (Icos), Diomar Silveira, destaca que a nova sede permitir uma variao nas atividades da Orquestra. "Essa casa ser da mxima importncia para que a orquestra tenha o seu lugar de ensaio, para fazer pequenos concertos, poder ensaiar, podero ser organizados cursos, ento essa casa ser muito importante", afirmou.
    Para 2008, o oramento da Orquestra de R$ 12 milhes, recursos do Tesouro do Estado. Para os prximos anos, a expectativa que sejam captados recursos junto iniciativa privada.
    A Orquestra Sinfnica do Estado de Minas Gerais foi formada no ano passado, atravs de audies em Belo Horizonte, So Paulo e Rio de Janeiro e no exterior. Dos 85 instrumentistas, 20 so de pases como Estados Unidos, Nova Zelndia, Srvia, Haiti, Canad e Inglaterra, 30 foram selecionados nas audies e tm origens em vrios estados brasileiros. Outros 35 migraram da Orquestra Sinfnica de Minas Gerais, sediada no Palcio das Artes, que continuar atuando com 35 integrantes e programao prpria.

     







                          Comentrios

    #1. Jose Aparecido Ribeiro - (jaribeirobh@gmail.com)
    Joo

    O Professor Anastasia est mostrando que de fato um grande amigo e um homem de viso ao acessar seu blog. Como poltico de resultados e homem bem informado, ele sabe que o acesso aos blogs tiveram um aumento de 500% s no ltimo ano. Hoje, no Brasil, 35 milhes de pessoas acesam blogs e a tendencia que este nmero dobre at o final deste ano. Ele sabe tambm que voc um Jornalista atento, bem informado, conhece bem o que faz e onde anda. Sabe que vc est sempre tranzendo muitas informaes exclusivas, pois transita onde tudo acontece, tanto na vida poltica, empresarial e social de Minas Gerais. Parabns mais uma vez para o brilhante Professor Augusto Anastasia, que muito nos orlgulha no exrccio da coisa pblica em Minas.

    Um abrao
    Jos Aparecido Ribeiro


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Fevereiro 14, 2008

    Grata constatao. Foi a que fizemos na conversa hoje no almoo que tivevemos no Catarina do Diamaond Mall, aqui em BH, com o jovem e inteligente RICARDO CASTILHO, Coordenador Regional de Relaes Institucionais da VALE em Minas. Ele nos deu uma bonita e til agenda com a nova logomarca da VALE - em PAPEL RECICLVEL - o que demostra a sensibilidade da poderosa multinacional brasileira com o meio ambiente.


     
    O casal Ngila/Ricardo Castilho
    em momento de descontrao,
    espera da primeira herdeira - Pietra -
    para quando maio chegar.

    Ricardo Castilho demonstrou que um jovem executivo do terceiro milnio, proativo e por dentro dos temas que movem as mentes e coraes das corporaes, principalmente a que ele atua, a VALE, uma das maiores empresas do planeta.
    A grande expectativa mesmo a possibilidade de comprar pela VALE da Xstrata, um mega negcio, acompanhado com interesse por quem quem na poltica e, principalmente na economia mundial.
    Neste contexto se destaca a figura do presidente da VALE, Roger Agnelli, um executivo arrojado e de olho no futuro, que vem ampliando a aes da VALE nos quatro cantos do mundo.
    Articulado, paciente e sempre com o "dedo no gatilho", Roger Agnelli vem provando que  um respeitado player no ramo das comodities - minrio de ferro, cobre...
    E pela conversa com seu coordenador regional, Ricardo Castilho, deu para perceber que o exemplo vem de cima. Vem do comportamentto de quem lidera a corporao VALE, que continua ser Vale do Rio Doce, para ns mineiros. Fica o registro!

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Fevereiro 14, 2008

    O COLRIO em dose dupla,desta quinta-feira, da coluna do Csar Romero da Tribuna de Minas de juiz de Fora.


    Erica Nader e Elenice Launann,
    dupla de beleza na noite da Amnsia

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Fevereiro 14, 2008

    Para LER e Pensar! Nosso BLOG DE NOTCIAS atinge mais de 600 mil acessos. Obrigado!


    Nas fotos abaixo dois ilustres polticos mineiros
    que acompanham nosso BLOG DE NOTCIAS.
    O governador Acio Neves,
    o vice-governador Antnio Augusto Anastasia 
    e o senador Hlio Costa, ministro das Comunicaes.


    BLOG, BLOG, BLOG
    - um fenmeno em comunicao
    em TEMPO REAL. Confira detalhes!

        


    Nosso BLOG DE NOTCIAS ultrapassa a marca dos 600 MIL acessos.
    E virou referncia no meio universitrio.

    Abaixo a entrevista que demos
     para o trabalho de estudantes
    do curso de jornalismo
     da Faculdade Estcio de S de BH.
     Confira!


    Oi Joo Carlos, 
    S
    ou estudante do 8 perodo de Jornalismo pela Faculdade Estcio de S de Belo Horizonte e estou fazendo minha Monografia em parceria com a minha amiga Laila Pimenta.

    O nosso tema :
    Blog, novo gnero jornalstico,
    Estudo de Caso do Blog do Jornalista Noblat.

    Atravs do professor Evaldo Magalhes, conhecemos o seu blog e gostamos muito. Por isso estamos te enviando um questionrio com 6 perguntas (em anexo) para o desenvolvimento do nosso trabalho que dever estar pronto no dia 20/11/07.  

    Se for possvel respond-las, ficaramos imensamente gratas. No seu aguardo, > Andria Bastos

                                                                            A ENTREVISTA:

     Na sua opinio, quais caractersticas um blog deve ter para ser considerado um blog de gnero jornalstico?

    JCA - A primeira coisa, ser atualizado no mnimo cinco, dez, vinte... vezes todos os dias. E com novidades. Em tempo real. Instantaneidade o grande segredo para manter o leitor e/ou leitora da Blogosfera atualizado sobre os fatos, que a editoria do BLOG avaliar, que vo acrescentar informao para seus leitores espalhados pela web.

    Como o BLOG focado na imagem de credibilidade do jornalista/blogueiro o fundamental usar o mtodo jornalstico de apurar os fatos, com critrio, checando as fontes com empenho e com velocidade - que o combustvel de qualquer Blog - usado para sair na frente da mdia tradicional, sempre mais lenta, limitada impresso em papel.

    Portanto, para ser considerado um blog de gnero jornalstico, ele tem que acrescentar credibilidade de quem escrever e a velocidade com quem posta as informaes, um fator importantssimo: se basear em FATOS, j que o jornalismo uma atividade profissional que transforma - ou deveria - em notcias o que realmente acontece.

    A, na nossa avaliao, o que veiculdado no BLOG, que possa ser considerado gnero jornalstico, tem que girar no que estabelece objetivamente o sistema de Kipling, na hora de redigir, ou dar uma notcia pelo rdio, pela TV, pela web, responder s famosas perguntas: quem, quando, onde, como e por qu?

     O que o blog jornalstico tem a acrescentar para os leitores de webjornais?

    JCA - O Blog jornalstico tem que acrescentar a angulao particular da apurao que o blogueiro fez de um determinado fato. Ele leva para seu blog, portanto para seu leitor, a informao em primeira mo, em tempo real. O que na maioria das vezes, alis quase sempre, os webjornais no fazem.

    Primeiro porque o blogueiro trabalha independente da linha editorial dos webjornais. Veicula e assume a responsabilidade individual pelas informaes que veicula na blogosfera. Dar a novidade apurada com suas fontes, construdas ao longo de anos de atuao no ramo jornalstico.

    Enfim: usa sua credibilidade para comunicar os fatos a seus leitores, sempre fiis. Esses leitores s mantem o acesso ao blog se perceber que eles encontam l um outro ngulo dos fatos, a novidade passada no mesmo momento em ocorre. Isto possvel, porque ns blogueiros andamos sempre colados aos nossos notebooks, nossas mquinas modernas que do acessos imediato Internet, no importa o local onde estivermos.

    Os Blogs esto se tornando to importantes, que muitos jornais e principalmente WEbjornais, esto contratando jornalistas blogueiros para escrever em suas pginas na rede ( veja os casos do jornalistas Noblat, Josias de Souza...).

     Como fica a questo da imparcialidade na publicao de notcias no Blog?

    JCA - A imparcialidade s possvel se o blogueiro conseguir - a maior tarefa de qualquer bom reprter - apurar os fatos com rigor para s depois transform-los em notcia. E um dos mtodos que uso para ser imparcial me apegar aos fatos sempre. S dar a notcias depois de apurar se a fonte no est nos usando como veculo para passar assuntos de seu interesse pessoal ou empresarial.

    claro que no possvel evitar que algum tipo de proveito seja tirado de uma informao.Mas, o fundamental que ela tenha o objetivo social, melhore o nvel de informao de quem a ler, ouvir ou ver. E sabe qual a punio quando algum comunicador erra, intencional ou no? simples: perde a credibilidade, perde acessos ao seu blog e com o tempo... desaparece ou vira fantasma da web - sem acessos, sem credibilidade. Pensem nisso!

     O que te levou a fazer um blog?

    JCA - Perceb que a ferramenta eletrnica - afinal o Blog nos fornece um editor eletrnico gil e de fcil uso - faria com que eu, jornalista que est no mercado a mais de 25 anos, tivesse um espao de comunicao adequado chamada economia do conhecimento. E sem precisar estar ligado a nenhum contrato de trabalho, a nehuma linha editorial de nenhuma empresa. Sem horrio para escrever, sem submeter meu matrial jornalstico a ningum. S minha conscincia profissional e aos meus leitores. bom lembar que isto no quer dizer revolta contra o chamado sistema. E sim, uma rara oportunidade de enfrentar um novo desafio, uma nova forma de comunicao, que est na ferramenta internet.

    Com isso, posso levar para meu BLOG as informaes que no tinha aonde publicar, j que no sou funcionrio de nenhum veculo, de nenhuma mdia tradicional. Sou hoje um "nanoempresrio da blogosfera". Chique, no mesmo! Olha, e tem mais: para fugir da armadilha tentadora de ficar escrevendo editoriais, artigos revoltados contra isto ou aquilo, estabelec no meu plano de negcios, que meu blog seria um BLOG DE NOTCIAS, ou seja, focado nos fatos e tentando sempre, redigir ou publicar notcias que respondam aos princpios do bom jornalismo: quem, quando, onde, como e por qu?

    E tem dado certo: em 1 ano e 8 meses de blog, atualizado diariamente no mnimo dez vezes, estou com mais de 500 MIL ACESSOS. E j tenho cinco parcerias - banners empresariais - que investem em nosso BLOG apostando no alcance, na credibilidade que construimos, desde que trabalhamos como reprter poltico e apresentador do MGT e Bom Dia Minas na Rede Globo, at nosso trabalho como ncora do Programa Economia e Negcios, da FIEMG, na Rede Minas e nosso trabalho como ncora da TV Assemblia Legislativa de Minas, com quem temos um contrato empresarial, baseado no CNPJ e no no CPF.

     H um blog jornalstico que voc sempre acompanha? Qual?

    JCA - Mais de um, claro. O do Josias de Souza da Folha de SP, do Noblat do Jornal O Globo, o do Claudio Humberto.

     Qual a sua opinio sobre o Blog do Noblat?
    JCA - a melhor possvel. Ele foi o meu guru, sem eu o conhecer pessoalmente. O blog dele foi minha referncia para criar o meu BLOG DE NOTCIAS. Afinal, Noblat um notvel jornalista, um excelente reprter, um empreendedor que pela primeira vez ousou ser independente, usando a maior ferramenta da web que um comunicador poderia ter em mos - o BLOG.

    Bem, isso!
    Olha, obrigado pela oportunidade de colaborar com o trabalho acadmico de vocs. Espero que tenha sido til aos objetivos traados pela turma de futuros colegas jornalistas. Lembarndo que todos vocs chegaro ao mercado de trabalho com a oportunidade de usar as novas ferramentas da web, entre elas, o BLOG. Acredito que muitos de vocs sero meus colegas na BLOGOSFERA. Como eu, vo virar "nanoempresrios da blogosfera".
    E, obrigado pelos elogios ao nosso BLOG DE NOTCIAS. Por favor, continuem acess-lo e o RECOMENDE para seus amigos e amigas, amplie minha audincia.
    Desejos-lhes SUCESSO!
    Um abrao do "nanoempresrio blogueiro",
    Joo Carlos Amaral.







                        Comentrios

    #1. OSORIO TERTIUS - (Email no informado)
    JOAO CARLOS AMARAL, PARABNS PELA CONQUISTA DESTA MARCA, QUE RETRATA O DIFERENCIAL DE PESSOAS COMO VOC, QUE TRANSFORMAM SONHOS EM REALIDADE. ABRAO.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Fevereiro 13, 2008

    LEITOR DE PESO! O vice-governador ANTNIO ANASTASIA l assduamente nosso BLOG DE NOTCIAS. Eu agradeo a ateno e o prestgio! EM TEMPO: foi lido hoje s 14h20m no plenrio da Assemblia Legislativa comunicado do vice-governador Antnio Anastasia da viagem que comea nesta sexta-feira, dia 15. Ser uma Misso Empresarial Austrlia. A Misso chefiada por ele fica na Terra dos Cangurs at dia 25 de fevereiro.

    O vice-governador ANTNIO ANASTASIA nos enviou E-mail hoje, sobre o ARTIGO ESPECIAL publicado neste espao logo abaixo. Confira o que disse o nosso amigo, prof. Anastasia, governador em exerccio de Minas. Confira!

    Data: 13/02/08 09:05    
    Assunto: artigo no blog 
    caro amigo Joo Carlos Amaral,
    li, com muita ateno, o artigo publicado em seu blog, de autoria do Sr.
    Wagner Gomes. Gostaria de cumprimentar a ambos e agradecer a gentil meno
    ao meu nome.
    Receba o meu abrao amigo,
    Antonio Augusto Anastasia







                         Comentrios

    #1. Jose Aparecido Ribeiro - (jaribeirobh@gmail.com)
    Joo
    Ouvir o discurso do Professor Anastasia no jantar no Ouro Minas, na noite de segunda, data da inaugurao do vo da TAP e ler este gesto de sabedoria e humildade dele no seu blog, reafirma que o nosso Estado est em primeiro lugar em ndices de crescimento, no atoa. Alm de inteligente, sensvel, o Professor um homen generozo acessvel, atento e bem informado...
    Parabns para o seu Blog de notcias e para Professor pelo gesto singelo e sbio.
    Um abrao
    Jos Aparecido Ribeiro



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Fevereiro 13, 2008

    POLTICA...POLTICA...POLTICA!!!

    ARTIGO ESPECIAL,
    enviado ao nosso BLOG DE NOTCIAS
    pelo montesclarense, Wagner Gomes,
    que foi superintendente
    do Banco do Brasil em Minas.
    Hoje conselheiro empresarial,
    atuando em So Paulo.


     

    A Sucesso em 2010
        Wagner Gomes

                                    S se guarda segredo daquilo que no se sabe.   (Tancredo Neves)  

    Este bem que poderia ser um artigo cujo ttulo melhor seria: Recomeo de Uma Trajetria Interrompida. Desde 1983, Tancredo Neves vinha, silenciosamente, trabalhando sua candidatura Presidncia da Repblica.
    E suas articulaes, naquela oportunidade, foram to bem sucedidas que o "Senhor Diretas" Ulysses Guimares se afastou da disputa para apoi-lo, e assim, surgia a chapa Tancredo-Sarney, vitoriosa por 480 votos contra 180 dados a Paulo Maluf, com 26 abstenes, naquele 15 de janeiro de 1985.
    Na memria de muitos brasileiros e diante de todo o contexto histrico que o cercou, aquele desfecho foi resultante da mais complexa e bem sucedida operao poltica, que marcou a nossa histria contempornea.
    E Tancredo, se bem me lembro, ao assumir sua candidatura, foi logo mandando o seu recado para Paulo Maluf, o candidato apoiado pelos militares: "agora o jogo para profissionais da poltica, e no para aprendizes".
    Sua forma de atuao nesse meio muito se assemelhava a um jogo de xadrez, onde a pacincia e a astcia ajudavam a elaborar estratgias para se manter no jogo e idealizar o prximo lance. Deu no que deu. Mas naquele momento Tancredo tambm fazia com que um jovem e promissor poltico, brotasse naquele cenrio habitado por velhas raposas.
    Ali, por volta de 1983/1984, Acio Neves ensaiava os primeiros passos, a exemplo de sua linhagem o av paterno, Tristo da Cunha, foi quatro vezes Deputado Federal, o pai Acio Cunha por seis vezes exerceu o mandato de Deputado Federal e por duas vezes o de Deputado Estadual -, ao assessorar o av materno Tancredo Neves, enquanto, a um s tempo, estava se formando em Economia pela PUC - Minas e exercia a Presidncia da Ala Jovem do Partido do Movimento Democrtico Brasileiro.
    Com a morte de Tancredo, muitos pensavam que aquele jovem perdera a chance de um futuro promissor na poltica, mas a eleio de 1986 veio lhe dar uma estrondosa votao, elegendo-se, com 236.019 votos, Deputado Constituinte.
    J em sua primeira investidura, mostra sua viso de futuro para a Nao: foi um dos autores da emenda que instituiu o direito de voto aos 16 anos. Em 1989 ajudou a fundar o Partido da Social Democracia Brasileira, e de tabela se elegeu mais trs vezes, sendo que em 1998 foi o Deputado do PSDB mais votado em todo o Pas, e o deputado reeleito com o maior nmero de votos em Minas Gerais: 185.050. E ao incio de 2001, mostrou seu poder de articulao ao assumir a Presidncia da Cmara, onde tomou uma srie de medidas moralizadoras trazendo tona o Cdigo de tica e Decoro e o Conselho de tica da Cmara, alm de desengavetar projetos de longos anos, colocando-os em votao, conferindo maior transparncia nas atividades do parlamento brasileiro.
    Em 2002 se elege, folgadamente, Governador de Minas Gerais, sendo reeleito, em 2006, com consagradora votao, fruto do choque de gesto aqui provocado no primeiro mandato. Essa trajetria o credencia como a maior revelao poltica do Brasil nos ltimos trinta anos, sem ter, ao longo de sua carreira, nenhum questionamento moral ou tico. Nada mais natural que se postar, ento, como candidato a Presidncia da Repblica.
    No importa o que os polticos paulistas possam fazer para desconstruir a sua histria, e nesse particular h que se tomar cuidado com o FHC, sempre com sua pose de vestal a tramar por seu candidato "in pectoris" Jos Serra.
    Quando se fala em pesquisa eleitoral, trs anos antes do pleito presidencial, h que se analisar os dados que, efetivamente, fazem a diferena. Nesse particular, o desempenho do Acio Neves, em seu Estado, avassalador: detm 66% das intenes de votos de seus conterrneos, enquanto Ciro tem 63% no Cear, Marta tem irrisrios 22% e Serra 49% em So Paulo. Para o bom entendedor, basta ver o tamanho dos colgios eleitorais de cada Estado.
    E o nico candidato que tem mais de um partido sua disposio, no pode desprezar a hiptese de, se necessrio, mudar de legenda para viabilizar o sonho de cumprir o mandato que o destino roubou de seu av. Certamente, se isso acontecer, novos e talentosos personagens surgiro no cenrio poltico nacional, a exemplo do Vice Governador de Minas, Prof. Antnio Augusto Anastsia.
    E os comentrios reservados dando conta de um possvel apoio do Presidente Lula ao seu nome, sempre presentes na grande mdia do Pas, refletem a sua real importncia no xadrez poltico nacional. Excelente gestor, habilidade poltica, conciliador, extraordinria popularidade no segundo colgio eleitoral do Pas, so caractersticas que fazem de Acio o mais promissor candidato Presidncia da Repblica, ainda que esta seja uma prova de longo curso.
    E para aqueles que at hoje dizem no entender o Governador de Minas, vai aqui uma dica: Como todo bom mineiro, ele pensa com prudncia.
    Na hora de decidir, no tenham dvidas:
    ele age rapidamente. Naturalmente, 2010 j comeou para Acio Neves. Quem sabe tenha comeado, tambm, para o Fernando Pimentel. Assim, o movimento Lulcio ressurgiria.








                           Comentrios

    #1. Paulo Braga - (paulobraga@elianabraga.com.br)
    Acio tem tudo para ser o prximo Presidente, desde que tenha postura mineira na conduo e paulista na ambio.

    Data: 13/02/08 09:05    
    Assunto: artigo no blog 
    caro amigo Joo Carlos Amaral,
    li, com muita ateno, o artigo publicado em seu blog, de autoria do Sr.
    Wagner Gomes. Gostaria de cumprimentar a ambos e agradecer a gentil meno
    ao meu nome.
    Receba o meu abrao amigo,
    Antonio Augusto Anastasia,vice-governador de Minas Gerais.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Fevereiro 13, 2008

    Indito! Vem a a BOLSA-ATLETA. O projeto do deputado Carlin Moura, do PC do B, est pronto para ser levado a votao no plenrio pre. JK da Assemblia de Minas. Confira detalhes!

    O PL 532/07 institui a Bolsa-Atleta, cujo valor ser fixado em decreto do Executivo, que tambm determinar a forma de prestao de contas dos recursos recebidos. Esse benefcio mensal, pelo prazo de um ano, ser concedido a atletas das modalidades olmpicas e paraolmpicas reconhecidas, respectivamente, pelo Comit Olmpico Brasileiro (COI) e pelo Comit Paraolmpico Brasileiro, bem como aos atletas das modalidades esportivas vinculadas ao COI e ao Comit Paraolmpico Internacional. A concesso da bolsa no vai gerar vnculo entre beneficiados e administrao estadual.
    Autor do projeto, o deputado Carlin Moura (PCdoB) disse que sua proposta se baseou em um projeto do governo federal e que a meta viabilizar a incluso social da juventude por meio do esporte. "Minas precisa de um choque de incluso, dando vez a quem no tem vez", ressaltou, durante a reunio. O deputado Antnio Jlio (PMDB), que relatou a matria, opinou por sua aprovao na forma do substitutivo n 1, da CCJ.
    O que diz o substitutivo da CCJ
    De acordo com substitutivo, a bolsa-atleta poder ser concedida s seguintes categorias: atleta estudantil, destinada aos estudantes que participem com destaque dos jogos escolares e universitrios brasileiros; atleta nacional, relativa aos atletas que tenham participado de competio em mbito nacional; atleta internacional, relativa queles que tenham participado de competio no exterior; e atleta olmpico e paraolmpico, relativa aos que tenham participado de jogos olmpicos e paraolmpicos.
    Como solicitar - Para pleitear o benefcio, o atleta dever preencher, cumulativamente, os seguintes requisitos: ser domiciliado e ter residncia fixa em municpio do Estado h, pelo menos, dois anos; ter a idade mnima de 14 anos para obter as bolsas-atleta nacional, atleta internacional e atleta olmpico e paraolmpico e ter a idade mnima de 12 e mxima de 16 anos para obter a bolsa-atleta estudantil; estar em plena atividade esportiva;
    no receber nenhum tipo de patrocnio de pessoas jurdicas, pblicas ou privadas; no receber salrio de entidade de prtica desportiva; ter participado de competio esportiva em mbito municipal, estadual, nacional ou no exterior no ano imediatamente anterior quele em que tiver sido pleiteada a concesso da bolsa-atleta; e estar regularmente matriculado em instituio de ensino pblica ou privada.
    Quem conquistar medalhas nos jogos olmpicos e paraolmpicos nesse perodo ser indicado automaticamente para renovao das bolsas.
    AGE - Tambm pronto para Plenrio em 1 turno, o PLC 37/07 foi relatado pelo deputado deputado Z Maia (PSDB), que opinou por sua


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Fevereiro 13, 2008

    VINHO BRANCO - da uva sauvignon blanc - degustado com amigos na noite de vero da Favorita. L estvamos ns - eu, o inteligente delegado de combate aos Crimes de Informtica, o uberabense dr. Osrio Tersius; o administrador de empresas, Jos Aparecido Ribeiro, que teve eficiente atuao como presidente da ABIH e na Arco Engenharia e o renomado mdico gerontologista, dr. Eduardo Pinho Tavares, da moderna CLINLIFE. Alis, o dr. Eduardo, uma figura simptica e amena no trato pessoal e um grande mdico, deu uma tima e til entrevista edio de janeiro da revista ENCONTRO do nosso amigo o jornalista Paulo Csar de Oliveira. DETALHE: a apartir de maro a REVISTA ENCONTRO ser quinzenal.

    Tambm jantando l na A FAVORITA o ex-vice-prefeito de BH, o empresrio Marcos Santana, presidente do Instituto Horizontes.
    Outra personalidade que cumprimentamos e trocamos algumas idias, foi o jovem  empresrio Flvio Roscoe. Ns o conhecemos numa entrevista que ele nos deu no programa Economia e Negcios, que ancoramos durante 3 anos na Rede Minas.
    Flvio Roscoe, um empresrio da nova gerao, conectado com o mundo globalizado, atuante e com um belo futuro. Anotem!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Fevereiro 13, 2008

    Exclusivo!!! ELEIO em Congonhas. L o jornalista da TV Assemblia, CHRISTIAN COSTA, pr-candidato a prefeito do municpio pelo PTB. Vai enfrentar o atual prefeito Anderson Cabido Cabido, PT. E pelo andar da carruagem vai ser uma briga boa. Christian Costa j est se mexendo, em busca de apoio do Palcio da Liberdade. Esteve com o poderoso secretrio de governo, Danilo de Castro, acompanhado do deputado estadual Arlen Santiago e do vereador de Congonhas Vanderlei do Quarteiro.

    O reprter da TV Assemblia Christian Costa, pr-candidato do PTB Prefeitura de Congonhas, saiu da reunio com o secretrio de governo Danilo de Castro com a promessa de que "a chance do Palcio da Liberdade apoiar a candidatura dele muito grande". Cabe ao pr-candidato se viabilizar junto s bases em Congonhas, ganhar massa eleitoral e l para abril ou maio, voltar ao Palcio para uma conversa conclusiva".

    Christian Costa no perdeu tempo: sai de frias na prxima segunda-feira, dia 18 de fevereiro. Fim das frias ele no mais voltar sua funo na TV Assemblia este ano.
    "Vou me dedicar campanha eleitoral l em minha terra - Congonhas  - cidade que fica a 80 kms de BH, tem 42 mil habitantes e 32 mil eleitores" - disse ele.
     
    DETALHES
    QUE PODEM FAZER
    A DIFERENA:
    L em Congonhas - nos disse o pr-candidato Christian Costa - o PT est no poder, tendo como vice, um tucano, o Zelinho, mas de um PSDB pouco alinhado com o governo estadual. Da nossa aposta de que poderemos ter o apoio do governador Acio Neves.
    Vamos trabalhar para que isto ocorra. claro que tem ainda o ex-prefeito Gualter Monteiro, s que ele vem de duas derrotas seguidas. E nosso nome a novidade, a terceira via, nos disse Christian Costa.

    REGIO DE CONGONHAS
    tem o maior volume de investimentos privados
    em Minerao e Metalurgia de Minas e do Pas:
    so cerca de 20 BILHES  de reais.

    Foi o que nos garantiu o pr Candidato do PTB, Christian Costa. Queremos, com nossa candidatura a prefeito de Congonhas, ser a via para que o Palcio da Liberdade - atravs do PTB, que da base do governador Acio Neves na Assemblia Legislativa, conquiste a Prefeitura, que est nas mos do PT.
    E mais, percebemos que a estratgia do governo do Estado concentrar esforos para quebrar a hegemonia do PT na regio, j que so petistas os prefeitos de Conselheiro Lafaiete, Ouro Branco, Jeceaba e So Brs do Suau - concluiu Christian Costa.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Fevereiro 13, 2008

    O deputado Andr Quinto um dos quatro membros da COMISSO POLTICA criada pela bancada estadual do PT para discutir as alianas do partido nas eleies municiapis. A tarefa maior ser em BH, aonde o prefeito Pimentel e o governador Acio Neves buscam aliana PT/PSDSB.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Fevereiro 13, 2008

    EM PRIMEIRA MO! Bancada do PT na Assemblia de Minas criada COMISSO POLTICA para debater as ALIANAS eleitorais nas eleies municipais deste ano. bom lembrar que em BH, o prefeito Fernando Pimentel e o governador Acio Neves buscam uma unio PT/PSDB com o nome de Mrcio Lacerda, secretrio de Estado de Desenvolvimento Social.

    A COMISSO POLTICA para discutir as alianas do PT nas eleies muncipais, criada hoje, formada pela deputada Elisa Costa - reconduzida liderana da bancada do PT na Assemblia Legislativa - e os deputados Andr Quinto, Roberto Carvalho e Durval ngelo. A meta da Comisso se reunir com representantes das instncias municpal, estadual e nacional, as bancadas parlamentares, as administraes petistas em Minas e os partidos aliados.
    A lder do PT, deputada Elisa Costa disse " importante que o PT analise todas possibilidades de candidaturas prefeitura de Belo Horizonte, rspeitando as pr-candidaturas do partido e tambm A PROPOSTA apresentada pelo prefeito Fernando Pimentel.
    Ela disse ainda que " as candidaturas municipais e possveis alianas tm desdobramentos no s em BH, como tambm no Estado e no pas e por isso que precisamos ouvir todas as lideranas e buscar o entendimento do nosso partido" - concluiu a deputada Elisa Costa.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Fevereiro 13, 2008

    Comisso prepara comemoraes do DIA MUNDIAL DA MULHER na Assemblia Legislativa de Minas. O Dia Internacional da Mulher dia 9 de maro. Destacamos na foto abaixo as presenas da bancada feminina - a Bancada do Batom. As deputadas Rosngela reis, do PT de Ipating; Maria Lcia mendona,do DEM de Cataguases; Elisa Costa do PT de Governador Valadares; Glucia Brando do PPS e Ceclia Ferramenta do PT .




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Fevereiro 13, 2008

    O Colrio desta quarta-feira. Larissa Furst, uma bela juizforana, do portiflio do colunista Csar Romero da Tribuna de Minas.


    Larissa Furst enfeitando a noite da W 100







       Comentrios

    #1. JR. - (jairrsilva@pop)

    tremeeenda gata.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Fevereiro 13, 2008

    Deputados de olho nas obras do Mineiro na MG-050 e nas estradas vicinais de Minas.

    Audincias pblicas para debater obras no Mineiro, na MG-050 e em estradas vicinais foram temas de requerimentos aprovados nesta tera-feira (12/2/08) na reunio da Comisso de Transporte, Comunicao e Obras Pblicas da Assemblia Legislativa de Minas Gerais. Tambm foi aprovado um requerimento de votos de congratulaes e outros que dispensam a apreciao do Plenrio.
    Foi aprovado o requerimento do deputado Paulo Cesar (PDT), pedindo reunio com a Comisso de Administrao Pblica para debater o fechamento do Estdio Governador Magalhes Pinto, o Mineiro. O objetivo da paralisao de atividades a realizao de obras de reforma, visando adequao do local s exigncias da Federao Internacional de Futebol (Fifa). Para a reunio, devem ser convidados o secretrio de Estado de Esportes e Juventude, Gustavo Corra e presidentes da Federao Mineira de Futebol e dos trs principais times de Belo Horizonte.
    PPP - Do deputado Doutor Rinaldo (PSB), foi aprovado requerimento pedindo audincia pblica para debater o cronograma de obras na MG-050, que passa por obras de recuperao por meio de uma parceria pblico-privada (PPP).
    Tambm sero discutidos na reunio problemas relativos aos municpios que fazem limite com a rodovia, sobretudo naqueles prximos aos pedgios. O deputado requer ainda informaes sobre a data de incio da cobrana de pedgio e visita da comisso rodovia para obter informaes sobre as intervenes a serem realizadas.
    Outro pedido de audincia pblica acatado foi o do deputado Dlio Malheiros (PV), que pretende debater a proposta feita pelas Associaes das Microrregies de Minas Gerais para que os municpios assumam a manuteno das estradas vicinais do Estado. tambm desse parlamentar o requerimento para que seja encaminhada manifestao de congratulaes ao jornal Estado de Minas pelos seus 80 anos de fundao.
    Presenas - Deputados Gustavo Valadares (DEM), presidente; Juninho Arajo (PRTB), vice; Incio Franco (PV) e Doutor Rinaldo (PSB).


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Fevereiro 13, 2008

    Apostando no desporto mineiro. Secretrio de Esportes e da Juventude, deputado Gustavo Correia em ao, empossa Conselho de Desportos.

    O secretrio de Estado de Esportes e da Juventude, Gustavo Corra, empossar amanh (12/02) os membros do Conselho Estadual de Desportos (CED). O rgo tem por finalidade auxiliar na organizao do desporto no Estado, por meio do desenvolvimento de programas que viabilizem o acesso planejado da populao s atividades fsicas.
    "Tambm atribuio do colegiado, que composto por representantes dos segmentos da sociedade mineira relacionados direta ou indiretamente com o esporte, a melhoria do padro de organizao, gesto, qualidade e transparncia do esporte estadual", destacou Gustavo Corra, que preside o CED. A posse acontecer s 17 horas no auditrio da Biblioteca Pblica Luiz de Bessa (Praa da Liberdade, Belo Horizonte).
    Institudo para cooperar com os rgos federais incumbidos da execuo da Poltica Nacional de Esporte e para fornecer subsdios aos poderes do Estado e comunidade em projetos que visem melhoria da prtica de atividades fsicas e do esporte em Minas Gerais, o Conselho composto por 15 membros, A eles caber ainda adotar medidas e apoiar iniciativas em favor do incremento da prtica do esporte e de atividades fsicas e de lazer, objetivando a sade e o bem estar do cidado; e contribuir para a formulao da poltica de integrao entre o esporte, a sade, a educao, a defesa social e o turismo, visando a potencializar benefcios sociais gerados pela prtica de atividade fsica e esportiva.
    De carter consultivo e normativo, o Conselho tem competncia para acompanhar a gesto de recursos estaduais voltados para a prtica de atividades fsicas e de esporte e avaliar os ganhos sociais obtidos e o desempenho dos programas e projetos aprovados.
    Na avaliao de Gustavo Corra, uma das principais tarefas ser a elaborao das polticas pblicas capazes de integrar as reas de esporte, sade, educao, defesa social e o turismo. "A participao de diversos setores da sociedade no Conselho fundamental para direcionarmos os recursos pblicos com coerncia e responsabilidade", comentou o secretrio, lembrando que, entre as atribuies dos conselheiros, est a articulao com universidades e escolas de ensino superior, "na busca de subsdios caracterizao das necessidades sociais relativas prtica de atividades fsicas e ao esporte".
    Ao Conselho, caber ainda, lembrou o secretrio, "orientar a criao de Conselhos Municipais de Esporte nos municpios mineiros, oferecer subsdios tcnicos elaborao do Plano Estadual do Esporte e zelar pela memria do esporte mineiro".
    Membros
    O Conselho Estadual de Desportos ser composto pelo secretrio de Estado de Esporte e da Juventude, Gustavo Corra, que o presidir, o secretrio-adjunto de Esportes e da Juventude, Rogrio Romero, e pelos representantes da Secretaria de Estado de Esporte e da Juventude, Juliana Minardi de Oliveira (titular), Rassa Veloso Gomes (suplente), Pablo Csar de Souza (titular), Alexandre Massura Neto (suplente).
    Tambm compem o rgo representantes da Secretaria de Estado de Educao (Gustavo Nominato Marques titular e Celina Souza Gontijo suplente), da Secretaria de Estado de Sade (Luciana Barroso Goulart titular e Conceio Aparecida Moreira suplente), da Secretaria de Estado de Turismo (Jander Gonalves titular e Carlos Hiran suplente) e da Assemblia Legislativa do Estado de Minas Gerais (deputado Joo Leite titular e deputado Gustavo Valadares Suplente).
    Na sua composio, o CED tem ainda representantes da Associao Mineira dos Cronistas Esportivos AMCE (Dirceu Pereira de Arajo titular e Luiz Carlos Alves suplente), dos clubes sociais de Minas Gerais (Antnio de Salles Fiza Gomes titular e Marcolino de Oliveira Pinto Jnior), da Federaes de Esporte de Minas Gerais (Paulo Srgio de Oliveira titular e Carlos Antnio Rios suplente) e do Conselho Regional de Educao Fsica de Minas Gerais (Cludio Augusto Boschi titular e Adailton Eustquio Magalhes suplente).
    Tambm esto representados no CED as entidades de defesa dos portadores de deficincia (Flvio Couto e Silva de Oliveira titular e Rodrigo Rocha Malta suplente), o Instituto Mineiro de Direito Desportivo (Roberto Soares de Vasconcellos Paes titular e Rodrigo Jos Teixeira de Oliveira suplente), as entidades de defesa dos idosos (Rita Flix Eugnio titular e Felipe Willer de Arajo Abreu Jnior suplente) e a Associao de Garantia do Atleta Profissional do Estado de Minas Gerais - AGAP/MG (Heleno de Abreu Oliveira titular e Warley Celso Ornelas suplente).



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Fevereiro 12, 2008

    DE OLHO na interinidade do vice-governador Antnio Anastasia. Hoje ele se reuniu no Palcio da Liberdade com o Conselho Gestor de Parcerias Pblico-Privadas.









    Governo de Minas
     vai melhorar servios
    prestados populao

     









    Wellington Pedro/Imprensa MG

    O governador em exerccio Antonio Augusto Anastasia se reuniu, nesta tera-feira (12), no Palcio da Liberdade, com o Conselho Gestor de Parcerias Pblico-Privadas (PPPs), formado por representantes de secretarias e rgos pblicos de Minas. No encontro, foi aprovado o Procedimento de Manifestao de Interesse (PMI) que ser aberto s empresas privadas interessadas em participar da gesto de seis novas Unidades de Atendimento Integrado (UAI), antes conhecidas como Psiu.


    A partir desta quarta-feira (13) o PMI estar disposio do setor privado nos sites www.ppp.mg.gov.br e www.planejamento.mg.gov.br. As empresas interessadas tero prazo de 45 dias para apresentar ao Governo de Minas proposta de um novo modelo de negcio para os postos do UAI. Os seis novos UAIs sero instalados em Montes Claros, Governador Valadares, Uberaba, Uberlndia, Varginha e Betim. 
    Atualmente, existem 26 unidades do UAI em atividade em Minas. Cada uma delas oferece servios, como a emisso de guias de IPVA para pagamento, emisso de carteira de identidade e de atestado de bons antecedentes, intermediao de mo-de-obra, postagem de seguro desemprego, capacitao profissional, cadastramento de empresas interessadas na contratao de pessoas com deficincia. No UAI funciona tambm telecentros que desenvolvem programas de incluso digital e um posto da Ouvidoria-Geral do Estado, para recebimento de denncias, reclamaes, crticas e sugestes relativas aos servios prestados.
    O coordenador-geral de PPPs em Minas Gerais, Luiz Antnio Athayde, explicou que o objetivo do Estado ao compartilhar com a iniciativa privada a gesto do UAI ampliar e dar mais eficincia aos servios prestados ao cidado. A questo fazer com que, cada vez mais, o cidado tenha condio de evitar a fila e tenha um atendimento mais sistematizado, com maior rapidez, disse Athayde, em entrevista.
    Novos servios
    A parceria com o setor privado apenas ser formalizada para a gesto das seis novas unidades que ainda iro entrar em funcionamento. A parceria possibilitar a ampliao dos servios, como a implantao de percia mdica e um posto para emisso de segunda via de contracheques para atender funcionrios pblicos. Dever funcionar tambm no UAI uma unidade do Minas Fcil, para orientar o cidado sobre procedimentos necessrios abertura, funcionamento e fechamento de empresas.
    Pelo novo modelo, os investimentos, a infra-estrutura e a prestao de servios ficar a cargo da iniciativa privada. O privado vai prestar o servio, mas o servio continua pblico. Que seja numa estrutura que custe menos ao Estado e em que o Governo contratualize padro de atendimento: mais qualidade e prestao de servio. A taxa que o cidado paga em alguns casos continuar sendo recolhida pelo Estado. A empresa privada ganha uma remunerao pela quantidade de atendimento feito, explicou Athayde.
    Servio descentralizad
    Ele destacou ainda a preocupao do Governo de Minas em descentralizar cada vez mais os servios para que o atendimento chegue em todas as regies do Estado. O ponto importante como buscar a ampliao e a melhoria da qualidade do servio de uma maneira descentralizada. Essas unidades sero implantadas nas cidades do interior, afirmou Athayde.
    Participaram da reunio os secretrios de Estado de Planejamento e Gesto, Renata Vilhena; de Desenvolvimento Econmico, Mrcio de Lacerda; de Desenvolvimento Regional e Poltica Urbana, Dilzon Melo; da Fazenda, Simo Cirineu; de Transporte e Obras, Fuad Noman e de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentvel, Jos Carlos Carvalho. Estiveram ainda presentes o subsecretrio de Planejamento e Gesto, Frederico Melo; diretor da Unidade PPP da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econmico; Marco Aurlio de Barcelos Silva; e a diretora de Gesto do Minas On-line, Fernanda Giro.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Fevereiro 12, 2008

    POLTICA. Um fenmeno: a unio PT/PSDB que tem o nome Mrcio Lacerda, secretrio de Desenvolvimento Econmico, apontado como o candidato de consenso entre o governador Acio Neves e o prefeito Fernando Pimentel tem a aprovao de mais 70% dos moradores de BH. Confira a notcia, dada pelo jornal O TEMPO. Pesquisa feita pelo Instituto DataTempo/CP2.














    Unio de petistas e tucanos
      bem aceita em toda a cidade



    Com as costuras em estgio avanado, a populao comea a acreditar em uma possvel aliana entre tucanos e petistas para a sucesso na capital. De acordo com o levantamento do Instituto DataTempo/ CP2, mais de 70% dos moradores de Belo Horizonte, de todas as regies, acham que a unio possvel. J a mdia dos moradores que no acreditam na concretizao da aliana de 11%.

    A regio com mais alto percentual de residentes que acreditam na dobradinha a Pampulha, onde 91,9% dos moradores confiam que petistas e tucanos iro acertar os ponteiros. Na regio Norte est o mais baixo ndice de aceitao, de 72,1%.

    Ainda compem a pesquisa a regio Oeste, onde 84,1% dos residentes confiam no sucesso das articulaes petistas e tucanas, a Noroeste, onde o ndice de 86,3% e a regio Leste, onde 86,7% dos moradores acham possvel que a unio se concretize. Fecham a lista de regionais, o Barreiro, com percentual de 86,1%, a Centro-Sul, com 83,6%, a Nordeste, com 77% e Venda Nova, onde o ndice de 85,6%. (MS)


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Fevereiro 12, 2008

    PINGA DA BOA em Conceio da Barra - fica a 630 kms de BH, norte do Esprito Santo. O LABORATRIO do Altair a atrao, que faz a delcia dos turistas, como no ltimo carnaval. L na Barra estavam cerca de 50 mil turistas. Quem gosta de um boa batida foi ao Laboratrio do Altair.



    • LABORATRIO DO ALTAIR

    Conhecido internacionalmente pelas famosas batidas feitas de cachaa e frutas regionais, onde a mais procurada a de Maracuj.
    O laboratrio do Altair aberto semanalmente e mais procurado na poca de vero e carnaval onde centenas de jovens ao som de seus potentes carros de som se divertem no famoso Bco do Laboratrio.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Fevereiro 12, 2008

    Prefeitura de BH faz incluso VERDE. A novidade: mais 2.600 pais de bebes nascidos em janeiro aderiram ao programa, plantando uma rvore, que ganha como patrono a criana.







    Prefeito planta primeiras mudas
    do programa "Uma Vida, Uma rvore"


    O prefeito Fernando Pimentel lanou o programa "Uma Vida, Uma rvore", com o plantio das duas primeiras mudas no local onde est sendo implantado o Parque Nossa Senhora da Piedade, no bairro Aaro Reis. Os pais de 2.640 crianas, nascidas em janeiro , aderiram iniciativa. Os bebs Clara Izabele Gonalves da Silva e Ester Souza Silva inauguraram a proposta, marcada pelo plantio de ips brancos. A pretenso da Prefeitura semear, at o fim do ano, 30 mil arbustos , de aproximadamente 80 espcies nativas da regio, como jacarand, jequitib, pau -brasil e ips de variadas cores. A mdia de nascimentos na capital de 34 mil por ano.

    O programa pioneiro no pas , como salientou o prefeito durante a solenidade. "Acredito que Belo Horizonte a nica cidade que at agora tem um projeto dessa envergadura , plantando uma rvore para cada criana registrada no municpio", disse. Pimentel destacou tambm que a proposta um exemplo muito positivo, em um momento em que no s o Brasil , mas todo o mundo, tem que enfrentar o desafio do aquecimento global . "Uma das formas aumentar a cobertura vegetal. Estamos dando uma contribuio . Pode parecer pouco, mas se ns pensarmos que o mundo tem seis bilhes de habitantes , seriam seis bilhes de rvores se cada um tivesse a sua", afirmou.
    De acordo com o presidente da Fundao de Parques Municipais, Luiz Gustavo Fortini , cerca de cinco mil rvores so plantadas pela Prefeitura anualmente, mdia que ser elevada com o programa. "Ns vamos revegetar parques que tm algumas reas degradadas, a exemplo do Renato Azeredo, no bairro Palmares, que foi reformado" , contou. Com a iniciativa, a expectativa aumentar em at seis vezes o nmero de arbustos nas reas verdes da cidade.
    Para participar do "Uma Vida, Uma rvore", os pais, ao registrarem seus filhos, devem preencher uma ficha de adeso no prprio cartrio. A criana recebe um certificado de incluso no programa com a localizao para que a famlia possa acompanhar o desenvolvimento da planta. Satisfeito por ter sido o primeiro a inscrever a criana, o pai de Clara, Welton Pereira da Silva, disse que vai acompanhar de perto o crescimento do ip. Para a identificao, colocada uma placa com o nmero e a espcie plantada.
    O projeto "Uma Vida, Uma rvore" uma parceria da Prefeitura com a Associao Mineira da Silvicultura (AMS) e a TV Globo Minas. Os cartrios que j participam do programa so o 1 Subdistrito (avenida Francisco Salles, 244), 2 Subdistrito (rua Guarani, 251), 3 Subdistrito (rua So Paulo, 1.620), 4 Subdistrito (avenida Amazonas, 4.666), Barreiro (rua Desembargador Ribeiro da Luz, 105) e Venda Nova (rua Santo Antnio, 12).
    Parque Nossa Senhora da Piedade
    A inaugurao do Parque Nossa Senhora da Piedade, na rua Rubens de Souza Pimentel , 670, bairro Aaro Reis, est prevista para abril. De acordo com o secretrio municipal de Polticas Urbanas, Murilo Valadares, o valor investido na obra prximo a R$ 20 milhes. Nos cinco hectares de extenso do local , sero construdas quadras de esportes e pista de cooper, entre outras melhorias .


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Fevereiro 12, 2008

    Ministro Hlio Costa ser Cidado Honorrio de Conceio das Pedras, sul de Minas.

    A entrega do ttulo ao ministro da Comunicaes, senador Hlio Costa, ser dia 1 de maro na Cmara Municipal da cidade, que fica perto de Itajub no sul de Minas.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Fevereiro 12, 2008

    Vem a a POLCIA AMBIENTAL MILITAR. Iniciativa de parlamentares estaduais de Minas.

    A Comisso Especial da Proposta de Emenda Constituio (PEC) 38/07 elegeu, nesta tera-feira (12/2/08), os deputados Dalmo Ribeiro Silva (PSDB) como presidente e Almir Paraca (PT), como vice. Foi designado relator, o deputado Lafayette de Andrada (PSDB). A PEC 38, de autoria do deputado Delvito Alves (DEM) e outros, cria a Polcia Ambiental Militar, alterando os artigos 39, 61, 66, 90, 106, 110, 111, 136, 137, 142 e 143 da Constituio do Estado, alm de acrescentar dispositivos ao Ato das Disposies Transitrias.
    O objetivo do deputado Delvito Alves permitir que os militares da PMMG e do Corpo de Bombeiros Militar possam integrar a polcia ambiental. A criao de uma polcia ambiental, segundo Alves, representa uma nova concepo organizacional com perspectiva de ganhos para a sociedade, ao dotar uma instituio como a PM, que j atua na rea ambiental, de infra-estrutura e estatuto direcionados exclusivamente para o setor.
    "Acreditamos que um dos instrumentos privilegiados no cumprimento de atribuies ambientais uma fora policial com feio prpria e treinamento especfico para prevenir, pelo trabalho educativo, pelo policiamento ostensivo e, quando necessrio, pela represso, os delitos contra o patrimnio ambiental", destacou Delvito Alves na justificativa do projeto.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Fevereiro 12, 2008

    Investindo no social.









    Governo avalia metas
    para reduo da pobreza
    e incluso

     









       

    Omar Freire/Imprensa MG

    As metas do Governo do Estado para reduo da pobreza e incluso produtiva da populao de Minas Gerais foram avaliadas pelo governador em exerccio de Minas, Antonio Augusto Anastasia, nesta tera-feira (12), na terceira reunio do Comit de Resultados da rea de Reduo da Pobreza e Incluso Produtiva. Os projetos estruturadores analisados durante a reunio foram o Travessia, Lares Geraes, Minas sem Fome, implantao do Sistema nico de Assistncia Social (Suas) e universalizao do acesso energia eltrica no campo.

    O Travessia um programa de atuao integrada em espaos definidos de concentrao de pobreza. O projeto tem como objetivo principal o desenvolvimento social de forma sustentvel, priorizando os seguintes eixos de atuao: saneamento, habitao, sade, educao, organizao social e renda. Os primeiros municpios a serem atendidos pelo Travessia sero Ribeiro das Neves, Jampruca, Franciscpolis, Setubinha e Governador Valadares.
    O Lares Geraes - Habitao Popular teve como suas principais aes os programas habitacionais em parceria com as associaes microrregionais de municpios, alm de um programa habitacional especfico para os vales do Jequitinhonha, Mucuri e Norte de Minas.
    Minas sem Fome
    O Minas sem Fome, executado pela Empresa de Assistncia Tcnica e Extenso Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG), tem o propsito de garantir segurana alimentar e nutricional para a populao. Dentro do programa, 68.959 famlias j foram beneficiadas na implantao de lavouras comunitrias e 19.438 famlias foram beneficiadas na implantao de pomares. Foram realizados 1.324 eventos para capacitao do pblico beneficirio e 1.260 para capacitao de "jovens rurais". Foram implantados 64 tanques comunitrios de coleta de leite em todo o Estado.
    A implantao do Sistema nico de Assistncia Social (Suas) foi outro projeto estruturador analisado pelo Comit de Resultados da rea de Reduo da Pobreza e Incluso Produtiva. Dentro do programa, 6.580 pessoas foram capacitadas para gesto e controle do Suas e 66,5% dos 853 municpios mineiros foram habilitados na gesto bsica ou plena do sistema.
    A universalizao do acesso energia eltrica no campo, meta do Governo de Minas Gerais, j concluiu o referendo do mercado potencial das unidades consumidoras com a Eletrobrs. Sero atendidas 25 mil unidades consumidoras no Estado.
    Participaram da reunio do comit os secretrios de Estado de Desenvolvimento Social, Custdio Mattos; de Planejamento e Gesto, Renata Vilhena; e o coordenador-executivo do programa Estado para Resultados, Tadeu Barreto.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Fevereiro 12, 2008

    Pela primeira vez uma empresa rea internacional - a TAP - passa a ter vos diretos do Aeroporto Tancredo Neves para Portugal. A chegada do primeiro vo da TAP trazendo autoridades do Turismo de Portugal , do Brasil e de Minas. Foi uma festa e um acontecimento econmico que marca poca na internacionalizao do Aeroporto Tancredo Neves.

    No saguo do aeroporto estavam espera do vo da TAP que chegou na hora  - cinco e meia da tarde - estavam o vice-governador e governador em execcio, Antnio Anastasia; o vice-prefeito e prefeito em exerccio de BH, Ronaldo Vasconcellos; a secretria de Turismo de Minas, rica Drumond, que estava no vo inaugural da TAP;
    o secretrio de Desenvolvimento Econmico Mrcio Lacerda - que no se cansou de responder os cumperimentos e perguntas sobre se ser ou no candidato de consenso entre o governador Acio Neves e o prefeito Fernando Pimentel; o senador Eduardo Azeredo; os deputados Vanderlei Miranda e Eros Biondini;
    o diretor regional da CLARO, ric Fernandes - que tinha vo marcado para a a Bahia; o administrador de empresas, Jos Aparecido Ribeiro; o ex-secretrio de Comrcio Interncional, Luiz Antnio Athayde, que foi fundamental na interncionalizao do Aeroporto Tancredo Neves, brao direito do ex-secretrio Wilson Brummer; o prefeito de Ouro Preto, ngelo Osvaldo...
    O presidente da TAP, Fernando Pinto, ex-presidente da Varig, a secretrias rica Drumond e o governador em exerccio, Antnio Anastasia e o prefeito de Confins, descerram a placa de iangurao. 
    Ele  acredita que a entrada de turistas europeus em Minas, cresam cerca de 20%, vindos nos vs diretos da TAP. A passagem ida e volta BH-Lisboa-BH de 800 dlares.
    At agora a informao de 11 mil passagens j esto reservadas. Levantei tambm que o volume de cargas de 10 toneladas. A Aeronave da TAP tem capacidade para 259 passageiros.  


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Fevereiro 12, 2008

    TV DIGITAL em Juiz de Fora. Nota vem do colunista Csar Romero da Tribuna de Juiz de Fora.

    No prximo dia 19, a Acom Comunicaes S.A., inaugura oficialmente na cidade a Jet - Tv e Internet. A empresa chega credenciada como a primeira em servios digitais sem fio do Hemisfrio Sul, e uma das primeiras do mundo, a operar com a tecnologia de ltima gerao MMDS Digital. Trata-se de um sistema de comunicao via microondas (sem fio), utilizado para fornecimento de servios de comunicao, como TV por assinatura e Internet banda larga.
    Na cidade, a Jet ter como gerente de mercado Rubens Ornelas e na gerncia de cluster, Tarcsio Fil.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Tera-feira, Fevereiro 12, 2008

    O COLRIO desta tera-feira - quando na verdade o ano comea no Brasil - vem mais de uma do portiflio do meu amigo Csar Romero da Tribuna de Minas de Juiz de Fora.


    Brbara Peroti estava entre as presenas
    no show da dupla Edu & Moa, na Amnsia

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Fevereiro 11, 2008

    Em primeira mo! Vem a a mais nova casa de eventos e recepes de BH. a CELEBRATE, um empreendimento da empresria LILIANE CARNEIRO COSTA (leia-se Construtora Lder) e da amiga dela Fancine Callas. Ser no Jardim Canad e ser inagurada em 1 de maio.

    A informao nos foi passada hoje pela manh na pista de caminhada da Lagoa Seca no Belvedere.
    Ns caminhvamos l com o advogado Otaviano, filho do saudodo desembargador Argemiro Octviano, que conhec, quando eu era reprter poltico da Globo e ele presidente do Tribunal de Justia e do TRE.
    Bem, a empresria Liliane Carneiro Costa ia pegar o carro dela, quando passvamos. Ela que foi nossa aluna do curso "Socorro, Estou Na TV", nos disse entusiasmada, que vai inaugurar sua casa de eventos dia 1 de maio na regio do Jardim Canad, atualmente um point de casas de eventos e recepes prxima da capital.
    Liliane, sempre simptica, nos disse que passa trs dias em Braslia, por semana, aonde toca suas atividades empresariais na rea de construo, j que diretora da Lder. Os outros dias da semana ela fica em BH e agora envolvida com a concretizao da casa de eventos Celabrate no Jardim Canad.
    Desejamos sucessso a ela e sua scia a Francine Callas.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Fevereiro 11, 2008

    Tribunal Regional de Trabalho, em Minas, tem novo presidente: o desembargador Paulo Roberto Sifuentes Costa. Confira os outros membros da diretoria, que tomaram posse dia primeiro de janeiro.

    Desembargador Paulo Roberto Sifuentes Costa - Presidente

    Desembargador Caio Luiz de Almeida Vieira de Mello - Vice-Presidente Judicial

    Desembargadora Maria Lcia Cardoso de Magalhes - Vice- Presidente Administrativo

    Desembargador Eduardo Augusto Lobato - Corregedor


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Fevereiro 11, 2008

    ARTIGO ESPECIAL, enviado ao nosso BLOG DE NOTCIAS pelo montesclarense, Wagner Gomes, que foi superintendente do Banco do Brasil em Minas. Hoje conselheiro empresarial, atuando em So Paulo.

                                                                           A Sucesso em 2010
                                                                              Wagner Gomes


                                    S se guarda segredo daquilo que no se sabe.   (Tancredo Neves)
      

    Este bem que poderia ser um artigo cujo ttulo melhor seria: Recomeo de Uma Trajetria Interrompida. Desde 1983, Tancredo Neves vinha, silenciosamente, trabalhando sua candidatura Presidncia da Repblica.
    E suas articulaes, naquela oportunidade, foram to bem sucedidas que o "Senhor Diretas" Ulysses Guimares se afastou da disputa para apoi-lo, e assim, surgia a chapa Tancredo-Sarney, vitoriosa por 480 votos contra 180 dados a Paulo Maluf, com 26 abstenes, naquele 15 de janeiro de 1985.
    Na memria de muitos brasileiros e diante de todo o contexto histrico que o cercou, aquele desfecho foi resultante da mais complexa e bem sucedida operao poltica, que marcou a nossa histria contempornea.
    E Tancredo, se bem me lembro, ao assumir sua candidatura, foi logo mandando o seu recado para Paulo Maluf, o candidato apoiado pelos militares: "agora o jogo para profissionais da poltica, e no para aprendizes".
    Sua forma de atuao nesse meio muito se assemelhava a um jogo de xadrez, onde a pacincia e a astcia ajudavam a elaborar estratgias para se manter no jogo e idealizar o prximo lance. Deu no que deu. Mas naquele momento Tancredo tambm fazia com que um jovem e promissor poltico, brotasse naquele cenrio habitado por velhas raposas.
    Ali, por volta de 1983/1984, Acio Neves ensaiava os primeiros passos, a exemplo de sua linhagem o av paterno, Tristo da Cunha, foi quatro vezes Deputado Federal, o pai Acio Cunha por seis vezes exerceu o mandato de Deputado Federal e por duas vezes o de Deputado Estadual -, ao assessorar o av materno Tancredo Neves, enquanto, a um s tempo, estava se formando em Economia pela PUC - Minas e exercia a Presidncia da Ala Jovem do Partido do Movimento Democrtico Brasileiro.
    Com a morte de Tancredo, muitos pensavam que aquele jovem perdera a chance de um futuro promissor na poltica, mas a eleio de 1986 veio lhe dar uma estrondosa votao, elegendo-se, com 236.019 votos, Deputado Constituinte.
    J em sua primeira investidura, mostra sua viso de futuro para a Nao: foi um dos autores da emenda que instituiu o direito de voto aos 16 anos. Em 1989 ajudou a fundar o Partido da Social Democracia Brasileira, e de tabela se elegeu mais trs vezes, sendo que em 1998 foi o Deputado do PSDB mais votado em todo o Pas, e o deputado reeleito com o maior nmero de votos em Minas Gerais: 185.050. E ao incio de 2001, mostrou seu poder de articulao ao assumir a Presidncia da Cmara, onde tomou uma srie de medidas moralizadoras trazendo tona o Cdigo de tica e Decoro e o Conselho de tica da Cmara, alm de desengavetar projetos de longos anos, colocando-os em votao, conferindo maior transparncia nas atividades do parlamento brasileiro.
    Em 2002 se elege, folgadamente, Governador de Minas Gerais, sendo reeleito, em 2006, com consagradora votao, fruto do choque de gesto aqui provocado no primeiro mandato. Essa trajetria o credencia como a maior revelao poltica do Brasil nos ltimos trinta anos, sem ter, ao longo de sua carreira, nenhum questionamento moral ou tico. Nada mais natural que se postar, ento, como candidato a Presidncia da Repblica.
    No importa o que os polticos paulistas possam fazer para desconstruir a sua histria, e nesse particular h que se tomar cuidado com o FHC, sempre com sua pose de vestal a tramar por seu candidato "in pectoris" Jos Serra.
    Quando se fala em pesquisa eleitoral, trs anos antes do pleito presidencial, h que se analisar os dados que, efetivamente, fazem a diferena. Nesse particular, o desempenho do Acio Neves, em seu Estado, avassalador: detm 66% das intenes de votos de seus conterrneos, enquanto Ciro tem 63% no Cear, Marta tem irrisrios 22% e Serra 49% em So Paulo. Para o bom entendedor, basta ver o tamanho dos colgios eleitorais de cada Estado.
    E o nico candidato que tem mais de um partido sua disposio, no pode desprezar a hiptese de, se necessrio, mudar de legenda para viabilizar o sonho de cumprir o mandato que o destino roubou de seu av. Certamente, se isso acontecer, novos e talentosos personagens surgiro no cenrio poltico nacional, a exemplo do Vice Governador de Minas, Prof. Antnio Augusto Anastsia.
    E os comentrios reservados dando conta de um possvel apoio do Presidente Lula ao seu nome, sempre presentes na grande mdia do Pas, refletem a sua real importncia no xadrez poltico nacional. Excelente gestor, habilidade poltica, conciliador, extraordinria popularidade no segundo colgio eleitoral do Pas, so caractersticas que fazem de Acio o mais promissor candidato Presidncia da Repblica, ainda que esta seja uma prova de longo curso.
    E para aqueles que at hoje dizem no entender o Governador de Minas, vai aqui uma dica: Como todo bom mineiro, ele pensa com prudncia.
    Na hora de decidir, no tenham dvidas:
    ele age rapidamente. Naturalmente, 2010 j comeou para Acio Neves. Quem sabe tenha comeado, tambm, para o Fernando Pimentel. Assim, o movimento Lulcio ressurgiria.







               Comentrios

    #1. Marcelo Reis - (Email no informado)
    Muito boa essa abordagem que, no fundo, acentua sutilmente, o que o Brasil vem percebendo
    cada vez mais. Os partidos, que deveriam ter abrangncia nacional, se tornaram exclusivamente paulistas, e os polticos desse Estado imaginam que representam a Federao, embora dissociados
    da realidade nacional. O Serra faz o jogo das falsas aparncias, e o Acio pode centrar seu foco na faixa de eleitores que vo dos 16 aos 30 anos. Se conseguir, vai contagiar esse Pas, criando uma nova realidade poltica. Sabe ouvir, sabe dividir e, principalmente, sabe somar
    sua generosidade poltica, bem ao estilo do ex-presidente JK.
    #2. zeemilioafonso - (zeemilioafonso@yahoo.com.br)
    'das Montanhas de Minas tem-se uma viso melhor do Brasil". Avante Acio!

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Segunda-feira, Fevereiro 11, 2008

    INCLUSO pelo celular. Ministro das Comunicaes,senador Hlio Costa, diz que todos os municpios brasileiros, at aqueles com pouqussimos habitantes, tero acesso telefonia celular. O acesso ser banda larga, pelo celular.



     

    Publicada lista de municpios que tero cobertura de celular 3G


    Tecnologia permite acesso internet banda larga pelo celular




     
    Os 2.740 municpios brasileiros com menos de 30 mil habitantes tero agora acesso terceira gerao de telefonia mvel, a 3G.  A Anatel (Agncia Nacional de Telecomunicaes) distribuiu, nesta sexta-feira (18/01), a lista das cidades e das operadoras de telefonia que vo fornecer o servio. As empresas venceram o leilo realizado pela agncia em dezembro de 2007 e devero atender todos os municpios em at oito anos aps a assinatura dos contratos, prevista para o primeiro semestre de 2008.

    Os prazos para oferecer a nova tecnologia variam por rea. Segundo a Anatel, nas regies onde mais de 80% dos municpios (com menos de 30 mil habitantes) j possuem Servio Mvel Pessoal caso de Minas Gerais e So Paulo, por exemplo o servio deve estar disponvel em menos tempo, no mximo em seis anos. 

    A nova tecnologia permite a transmisso de dados em alta velocidade, transformando o celular num aparelho de vrias funes, quase um pequeno computador. O importante que todos as cidades brasileiras, at aquelas com pouqussimos habitantes, tero aces
    so telefonia celular, afirma o ministro das Comunicaes, Hlio Costa.


     
    A lista com os municpios e as prestadoras que iro atend-los pode ser vista aqui.



     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Domingo, Fevereiro 10, 2008

    Poltica caminha no Anel da Serra. L encontramos - nesse sbado - com o senador EDUARDO AZEREDO,ex-governador de Minas.

    Caminhamos no sbado com o senador Eduardo Azeredo, hoje senador pelo PSDB de Minas. O ex-governador, que conheo desde os tempos em que eu era reprter e comentarista da Rede Globo e ele prefeito de BH e depois governador de Minas.
    Na nossa caminhada peripattica - o termo vem do grego e era o estilo de fazer folosofia de Aristteles - que caminhava pelas alamedas gregas enquanto falava sobre filosofia com seus dicpulos - falvamos ns da poltica mineira e muito mais da nacional.
    O senador nos disse que tentou, na reabertura dos tarbalhos legislativos na quarta-feira de cinzas sobre temas que estivessem fora do assunto do momento, os cartes coorporativos. Ele disse que importante apurar, mas o Congresso no pode ficar paralizado com um tema de uma nota s. Citou, e concordamos, com o caso da 040, entre BH e Lafayette, um buraco s.
    preciso dar uma no cravo e outra na ferradura. Nopode a mdia ficar s no caso dos cartres e o senado sem votar ou debater outros temas. isto mesmo! A mdia precisa cobrir e levantar etse e outros assntos de interesse, mesmo que no haja um escndalo - ser que as mortes nas estradas por falta de investimentos do governo federal, no so um tema palpitante!
    claro que sim. Carto coorporativo: manchete. E ponto final! Vamos agora incluir outros temas e rpido.No para encobrir o primeiro. Mas para que o PAC ande e ande rpido.
    A caminada prosseguiu. O senador Azeredo nos disse que sugeriu a presiden te do senado, Garibaldi Alves, de quem amigo,tem intimidade. Os dois foram governador na mesma poca. Sugeriu que o presidente do senado contrate um jornalista para defender o senado em casos de denncias. Dar mdia a verso da casa. O presidente do senado ficou de estudar o assunto. Gostou da idia.
    O senador Azeredo nos disse que caminha no Anel da Serra tambm noite. Acredita que o local seguro. Levantou a hiptese de termos uma pista dentro doParque das Mangabeiras, sem C02.
    Provoquei: s o sr se candiatar a prefeito de BH e colocar na sua proposta de governo para a capital. Ele s sorriu. Se despediu e foi embora em meio ao calor da manh linda de vero ao p da nossa Serra do Curral. Fica o registro!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Fevereiro 9, 2008

    BH ganha mais de 500 milhes de reais do PAC do presidente Lula para obras de habitao, saneamento e urbanismo, que vo acelerar o Programa Vila Viva. Confira!







    Prefeito assina ordens de servio
     para incio de mais obras do PAC
     em Belo Horizonte



    O prefeito Fernando Pimentel assinou as ordens de servio para novas obras de urbanizao, habitao e saneamento em Belo Horizonte contempladas com recursos do Programa de Acelerao do Crescimento (PAC), do Governo Federal. Em dez dias, a populao j poder acompanhar o incio das intervenes, que iro possibilitar expanso do programa Vila Viva para o Aglomerado Morro das Pedras, Pedreira Prado Lopes e Conjunto Taquaril. Tambm constam do cronograma a construo de mil moradias , a recuperao ambiental e drenagem do Crrego Santa Terezinha, alm da construo da Estao de Transbordo de Resduos Slidos no aterro sanitrio.

    No total , Belo Horizonte est recebendo R$ 512 milhes para as obras financiadas pelo PAC , sendo que os recursos totais relativos s ordens de servio assinadas na sexta-feira so de R$ 290,9 milhes. A capital mineira foi a primeira a iniciar obras com recursos do Programa do Governo Federal , no final de 2007, para a urbanizao na Vila So Jos, Taquaril (primeira etapa ), Vila Califrnia, Aglomerado da Serra, e canalizao da avenida Belm. Os investimentos nas intervenes em andamento somam R$ 161 milhes e mais R$ 60 milhes sero aplicados em obras que esto em fase de licitao.

    Momento histrico

    A autorizao dos servios foi definida pelo prefeito Fernando Pimentel como um um momento histrico para o municpio. "Nunca houve em Belo Horizonte um conjunto de obras to importantes, do ponto de vista da populao, como esse que a Prefeitura coloca em execuo com recursos do Governo Federal. Mostra tambm a capacidade tcnica e a competncia da administrao para sua execuo" , destacou.

    O prefeito assinalou que a capital foi referncia para a criao do PAC Cidade, lanado em junho de 2007. De acordo com ele, o presidente Luiz Incio Lula da Silva esteve em Belo Horizonte para a inaugurao de obras do Vila Viva no Aglomerado da Serra, em abril do ano passado, e levou a idia a Braslia para ser desenvolvida em nvel nacional .

    Saneamento, abertura de ruas, reassentamento de famlias de reas de risco , construo de conjuntos habitacionais e implantao de parques esto ente as intervenes que sero iniciadas, de acordo com o secretrio de Polticas Urbanas, Murilo Valadares . "Belo Horizonte tem 400 mil famlias vivendo em vilas e favelas e estamos atingindo mais de 100 mil, o que significa 25 % dessa populao, com urbanizao e retirada dos moradores das reas de risco" , afirmou. O secretrio acrescentou que as mil casas, distribudas em oito conjuntos , sero destinadas a inscritos no programa Bolsa-Moradia e ao Oramento Participativo da Habitao. As aes, segundo Valadares , vo envolver mais de 5 mil trabalhadores e devem ser concludas no prazo de dois a trs anos.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Fevereiro 8, 2008

    O deputado Durval ngelo, do PT - de visual novo - o presidente da Comisso de Direitos Humanos da Assemblia Legislativa. Ele estar em Ouro Preto na Audincia Pblica na Cmara Municipal na Praa Tiradentes, quinta-feira, dia 14.

      


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Fevereiro 8, 2008

    Comisso de Meio Ambiente DE OLHO na atuao dos delegados de polcia de OURO PRETO e MARIANA. Audincia pblica l no pelnrio da Cmara de Ouro Preto ser quinat-feira, dia 14.

    A Comisso de Direitos Humanos da Assemblia Legislativa de Minas Gerais estar em Ouro Preto nesta quinta-feira (14/2/08) para saber mais sobre a atuao das polcias Militar e Civil e dos delegados nos municpios de Mariana e Ouro Preto. Solicitada pelo deputado Padre Joo (PT), a audincia da comisso ser no Plenrio da Cmara, s 9 horas (Praa Tiradentes, 91). Entre os convidados, esto representantes das duas corporaes, do Executivo e do Legislativo das duas cidades, alm do Ministrio Pblico.

    Segundo informaes do gabinete do deputado Padre Joo, so recorrentes as denncias de cidados de Mariana e Ouro Preto, que se queixam de agresses e maus tratos de policiais civis e militares. Os dois municpios pertencem 8 Companhia Independente da PM. Na opinio do parlamentar, a reunio desta quinta ser o momento de cobrar esclarecimentos dos envolvidos e de colaborar com a segurana pblica daquela regio.

    A audincia poder contribuir ainda para apurar denncia feita comisso no final do ano passado. Em 13/12/07, os deputados receberam o jovem J.H.P, de Mariana, menor de idade, que relatou tortura sofrida durante sua deteno por policiais militares, no dia 2.

    Segundo a me do jovem, Rosilene da Costa, o rapaz foi apreendido por engano pela polcia, ocasio em que teria sofrido os maus tratos. A agresso foi classificada como "flagrante caso de tortura" pelo deputado Padre Joo (PT), autor do requerimento para que o caso fosse relatado na comisso. Exibindo ferimentos nas pernas, costas e braos, J.H.P. disse ainda que foi humilhado por causa de sua cor negra, ouvindo diversas referncias jocosas a esse respeito, alm de outros constrangimentos. Foram aprovados requerimentos a diversos rgos para que tomem providncias sobre o caso.

    Na reunio do dia 13 de dezembro, o deputado Joo Leite lembrou que a tortura classificada como crime hediondo, com penas mais severas, e que os policiais militares de Mariana, que pertencem ao batalho de Ouro Preto, j haviam sido acusados em outros casos na comisso.

    Convidados - So convidados o prefeito e o presidente da Cmara de Ouro Preto, ngelo Oswaldo e Maurlio Zacarias Gomes; o prefeito e o presidente da Cmara de Mariana, Celso Cota e Marcelo Monteiro Macedo; o corregedor-geral da PM, coronel Cezar Romero Machado Santos; o promotor de Justia Edivaldo Costa Pereira Jnior, da comarca de Ouro Preto; o comandante da 8 Companhia Independente da PM, major Marco Antnio Janeiro; e os delegados de Ouro Preto, Antnio Eduardo Lacerda (28 Delegacia Seccional de Polcia Civil), e de Mariana, Cleide de Oliveira Fiorillo (12 Delegacia Seccional da Polcia Civil).So convidados o prefeito e o presidente da Cmara de Ouro Preto, ngelo Oswaldo e Maurlio Zacarias Gomes; o prefeito e o presidente da Cmara de Mariana, Celso Cota e Marcelo Monteiro Macedo; o corregedor-geral da PM, coronel Cezar Romero Machado Santos; o promotor de Justia Edivaldo Costa Pereira Jnior, da comarca de Ouro Preto; o comandante da 8 Companhia Independente da PM, major Marco Antnio Janeiro; e os delegados de Ouro Preto, Antnio Eduardo Lacerda (28 Delegacia Seccional de Polcia Civil), e de Mariana, Cleide de Oliveira Fiorillo (12 Delegacia Seccional da Polcia Civil).

    Visita - No ano passado, a comisso esteve em Ouro Preto e Mariana. Em 3/9/07, os deputados visitaram as cadeias das duas cidades, acusadas de serem "caldeires" de violncia prestes a explodir. Naquela poca, o prefeito de Ouro Preto, ngelo Oswaldo, que acompanhou a visita, informou aos deputados que havia assinado a ordem de servio para iniciar a reforma da cadeia, que custaria R$ 150 mil ao Estado e R$ 50 mil Prefeitura. A obra incluiria as instalaes anexas do Prolae (Programa de Liberdade Assistida ao Encarcerado), com projetos de recuperao e trabalho remunerado para os detentos. No ano passado, a comisso esteve em Ouro Preto e Mariana. Em 3/9/07, os deputados visitaram as cadeias das duas cidades, acusadas de serem "caldeires" de violncia prestes a explodir. Naquela poca, o prefeito de Ouro Preto, ngelo Oswaldo, que acompanhou a visita, informou aos deputados que havia assinado a ordem de servio para iniciar a reforma da cadeia, que custaria R$ 150 mil ao Estado e R$ 50 mil Prefeitura. A obra incluiria as instalaes anexas do Prolae (Programa de Liberdade Assistida ao Encarcerado), com projetos de recuperao e trabalho remunerado para os detentos.

    Os deputados tambm foram informados, pela Subsecretaria de Administrao Penitenciria, de que seria feita a transferncia de presos com condenao definitiva e daqueles que tm direito progresso para semi-aberto.

    Em Ouro Preto, em setembro, havia 174 presos em um espao onde a lotao mxima deveria ser de 80 pessoas, sendo 64 j condenados. Apenas dois homens faziam a guarda, quando o necessrio seriam 30 agentes penitencirios. Em Mariana, havia 106 presos, incluindo os 40 albergados, num espao onde 50 presos seriam o nmero adequado. Nessa cidade, os deputados se depararam ainda com as celas apelidadas de "corr": dois espaos de 8 m2, sem ventilao, expostos ao sol forte da tarde, onde sofriam 13 presos.

    A comisso foi informada, na poca da visita, que os prefeitos de Ouro Preto, Mariana e Itabirito estariam cogitando de construir uma unidade da Associao de Proteo e Amparo ao Condenado (Apac) para atender as trs cidades.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Fevereiro 8, 2008

    Lder empresarial mineiro frente do movimento contra Medida Provisria do governo federal que quer aumentar de 3,5% para 21% a cobrana do PIS e COFINS para o setor alcooleiro. LUIZ CUSTDIO COTTA MARTINS, presidente do Sindicato das Indstrias de Acar e lcool de Minas Gerais est com agenda marca em Braslia, nesta segunda-feira, dia 11, para discutir o assunto com trs ministros. Com ele os presidentes de todos o sindicatos, que representam os empresrios produtores de lcool no pas.


                                    Luiz Custdio Cotta Martins - presidente do Sindacar/Siamig

    Segundo Luiz Custdio, os empresrios querem a revogao do artigo da Medida Provisria que determina a cobrana do PIS/COFINS de toda a cadeia produtiva do lcool - produtor, distribuidor e revenda - pulando o ndice desses dois impostos de 3,5% para 21 %, sufocando o setor, que segundo ele, no tem como repassar a cobrana para os consumidores.
    Se o governo federal no revogar o artigo 7, o setor produtor de lcool em todo o pas vai QUEBRAR, alertou o presidente do Sindacar/Sindamig.
    Porisso, vamos nos reunir com os trs ministros do governo Lula, para sensibiliz-los da gravidade da medida provisria para ns produtores e toda a cadeia do lcool no pas.
    A carga de 21% de PIS/CONFINS, segundo Luiz Custdio, pesadssima e pega em cheio as 340 empresas de lcool, que querem - alm da revogao da medida provisria - que o governo federal acabe com a obrigao delas terem que vender o lcool para um nico distribuir - a Petrobrs.
    Ele afirma que 50% dos postos de combustveis do pas so bandeira branca - no tem a bandeira da Petrobrs - e eles podem muito bem comprar diretamente de ns produtores, sem intermedirio de uma empresa do governo.
    Luiz Custdio compara: no caso da gasolina, como a distribuio est nas mos da sete grandes distribuidoras, entre elas a Petrobrs, o PIS/PASEP repassado para os distribuidores. J a cadeia produtiva do lcool no tem como fazer isso, j que s pode vender para a Petrobrs.
    Esperamos que o governo federal - e vamos mostrar a situao aos ministros na reunio de segunda-feira, dia 11, em Braslia - revogue a medida provisria que ameaa o setor produtor de lcool no pas - concluiu Luiz Custdio Cotta Martins.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Fevereiro 8, 2008

    TRIBUTO MEMRIA do ex-prefeito de Barbacena, Vicente Arajo, um farmacutico de mo cheia. Um poltico inteligente e habilidoso no trato com a populao. Eu e minha famlia, o conhecemos h muitos anos. Quando ramos crianas, ele nos atendia na sua Farmcia Glria - que permanece a todo vapor na Praa dos Andradas ao lado na majestosa Matriz barroca de Nossa Senhora da Piedade. O texto e fotos so do meu amigo Idinando Borges, que conviveu com o ex-prefeito Vicente Arajo e emuitoamigo da famlia Arajo. Idinando escreve no site barbacenaonline.







                                                 O adeus a Vicente Arajo






    Na despedida no Palcio da Revoluo Liberal, Vicente Arajo esteve como sempre viveu, nos braos do povo! O Jardim Municipal, alm de suas centenrias rvores, as quais ele tambm amou, o povo, a grande maioria, gente simples, humilde, "gente da roa", como se diz. Entristecidos e inconsolveis com a perda do protetor, do benfeitor e do amigo de todas as horas. De cada dez que se apinhavam no salo, ou se alinhavam na imensa fila que alcanou rua Doutor Theobaldo, todos diziam: "Vicente do povo". No para qualquer um hoje, talvez para nenhum poltico, ostentar uma histria de apego e admirao, quando fora do poder, juntar tanta gente para lhe dizer adeus.

    Suas idias podiam no ser l muito modernas, mas eram firmes e quanto a isso no h quem ouse levantar a menor dvida. Vicente deixa para a histria um registro nico: foi um poltico carismtico e querido, mas sem deixar sua verso. Preferiu as amenidades de seus causos em "O Menino da Ventarola", no qual ele vive e viver, numa obra simples, mas de significado para sua famlia e as futuras geraes.

    At o fim, a poltica

    Anunciada sua morte, alm dos procedimentos de praxe, imediatamente o staff da Famlia Andrada comeou atuar para as providncias que envolviam o Executivo Municipal e famlia. A Quarda Municipal foi colocada de prontido, um exrcito de colaboradores do executivo e do legislativo comeou a atuar, com competncia e apreo memria do homem que governou Barbacena por 10 anos, como prefeito.

    Seu cortejo foi como uma procisso de "Semana Santa" uma multido acompanhou seu corpo at Igreja de Nossa Senhora da Assuno e contou com o respeito dos lojistas: de portas abaixadas e nas janelas, espectadores cabisbaixos.
    Numa derradeira homenagem, a Banda de Msica do Batalho de Polcia Militar, numa demonstrao inequvoca de apreo, executou peas apropriadas e comoveu os presentes. A missa de Corpo Presente foi concelebrada pelo padre Carlos Wilson e o cnego Antnio Eustquio Barbosa.
    Na homilia, as lembranas de uma vida feliz e da certeza de um lugar junto do Criador. Nas despedidas: a sntese do municipalista e executivo, nas palavras do ex-prefeito Jos Eugnio Dutra Cmara, que falou em nome do prefeito Martim Franscico Borges de Andrada.
    O Conselheiro do TC de Minas Gerais, Antnio Carlos Doorgal de Andrada, numa oratria brilhante, em nome da famlia, traou um perfil do homem, o homem do povo que buscou na poltica um caminho para praticar o bem e a justia social.
    Usaram da palavra, o ex-prefeito de Ibertioga, Jos Francisco Fontana, que lembrou de suas origens na Fazenda da Ventarola e a executiva, Danuza Bias Fortes Carneiro, que lembrou o respeito e a deferncia de Vicente para com sua famlia. Polticos de varias matizes levaram seu caixo para a ltima morada, onde na entrada do campo santo, ganhou mais homenagens: a de um saxofonista com um melanclico adeus e a palavra de um adversrio histrico, o doutor Marco Antnio de Lima Arajo.
    No dia 29, foi realizados a missa de stimo dia, concelebrada pelos padres Jos Antnio Oliveira, Geraldo Martins e o cnego Antnio Eustquio Barbosa. Na oportunidade e, em nome da famlia, o mdico Emerson Klein, agradeceu todos as manifestaes recebidas e falou da trajetria de Vicente e das responsabilidades dos filhos e netos para com a memria de um homem simples, mas que iluminado, tornouse exemplo de luta em prol do prximo.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Fevereiro 8, 2008

    O COLRIO desta sexta-feira em dose trpla. E vem, mais uma vez, da coluna do nosso amigo Csar Romero da Tribuna de Minas de Juiz de Fora.


    Paula Knupper com Thas
    e Mariana Moraes

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Fevereiro 8, 2008

    Na volta do recesso parlamentar - ontem, quinta-feira, foi a primeira reunio ordinria de plenrio - os parlamentares deram o tom dos trabalhos neste ano de 2008. Na pauta vetos e mensagens do governador Acio Neves comearam a tramitar nas comisses tcnicas do Parlamento Mineiro. Eu ancorei, ao vivo, a sesso, transmitida para cerca de 300 cidades e pela INTERNET no site www.almg.gov.br

      
      


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Fevereiro 8, 2008

    Recomearam os trabalhos na Asssemblia de Minas. Um dos projetos do governador Acio Neves, para anlise e votao dos parlamentares - o que prev indenizao e penso para as famlias dos presos que morreram nos incndios nas cadeias de PONTE NOVA e RIO PIRACICABA. E o PMDB tem novo lder de bancada na Asssemblia. o deputado Gilberto Abramo.

                                                          Oito mensagens do governador
                                                     e um ofcio so recebidos em Plenrio

    Oito mensagens do governador e um ofcio do procurador-geral de Justia foram recebidos no Plenrio da Assemblia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) nesta quinta-feira (7/2/08). Entre as mensagens, quatro so vetos parciais ou totais a proposies de lei aprovadas em 2007. Uma mensagem de destaque a que apresenta projeto de lei (PL) de autoria do governador que autoriza o Estado a firmar acordo para concesso de indenizao e penso s famlias dos presos que morreram nos incndios ocorridos nas cadeias de Ponte Nova, em 23/8/07, e de Rio Piracicaba, em 1/1/08.

    De acordo com a mensagem do governador, o acordo a ser proposto tem como parmetros os valores de R$ 20 mil para indenizao e dois teros do salrio mnimo para a penso paga aos dependentes. No caso de existncia de mais de um dependente, os valores devero ser divididos entre eles.

    Vetos

    Entre os quatro vetos encaminhados, o nico veto total foi Proposio de Lei 18.251, proveniente do Projeto de Lei 56/07, de autoria do deputado Weliton Prado (PT). A Proposio institui a Poltica Estadual de Incentivo Utilizao de Sementes Selecionadas nas propriedades que se dedicam agricultura familiar, entre outras providncias. O governador justificou o veto sob o argumento de que a proposio contraria o interesse pblico, explicando que o mercado j atende as demandas referidas na proposta.

    Oscips - Um dos vetos parciais aplica-se ao pargrafo 2 do artigo 12 da Proposio de Lei 18.256, proveniente do PL 755/07, de autoria do deputado Vanderlei Miranda (PMDB). O texto altera legislao relativa s organizaes da sociedade civil de interesse pblico (Oscips). De acordo com a lei, at 31/12/09, o tempo de atividade de pelo menos dois anos para uma entidade ser qualificada como Oscip pode ser substitudo pela experincia do dirigente da Oscip, tambm de dois anos. O item vetado pelo governador estabelece que a parceria entre o governo e as entidades nessa situao s poder ser feita mediante aprovao prvia de dois teros dos membros do conselho de poltica pblica da rea de atuao da entidade. Essa condio est no pargrafo 2 do artigo 12 da proposio. - Um dos vetos parciais aplica-se ao pargrafo 2 do artigo 12 da Proposio de Lei 18.256, proveniente do PL 755/07, de autoria do deputado Vanderlei Miranda (PMDB). O texto altera legislao relativa s organizaes da sociedade civil de interesse pblico (Oscips). De acordo com a lei, at 31/12/09, o tempo de atividade de pelo menos dois anos para uma entidade ser qualificada como Oscip pode ser substitudo pela experincia do dirigente da Oscip, tambm de dois anos. O item vetado pelo governador estabelece que a parceria entre o governo e as entidades nessa situao s poder ser feita mediante aprovao prvia de dois teros dos membros do conselho de poltica pblica da rea de atuao da entidade. Essa condio est no pargrafo 2 do artigo 12 da proposio.

    De acordo com o governador, o dispositivo no se aplica aos casos em que a entidade qualificada em funo de sua prpria experincia e comprovada sua existncia aps dois anos e atuao na rea do termo de parceria. Alm disso, o pargrafo no prev a possibilidade de celebrao de termos de parceria no caso de inexistncia ou inatividade de conselho de polticas pblicas na rea. Com isso, seria inviabilizada, na avaliao do governo, a celebrao de termos de parcerias nas reas em que o conselho no existe ou est inativo.

    Pacote tributrio - Tambm foi recebido em Plenrio o veto parcial Proposio de Lei 18.197 (ex-PL 1.585/07, do governador). A proposio dispe sobre o pacote tributrio. O restante de seu contedo foi sancionado na forma da Lei 17.247. O governador vetou dois pargrafos, originados de emendas parlamentares. So eles: o pargrafo 61 do artigo 12, que autoriza o Executivo a reduzir para at 3% a carga tributria nas operaes internas com gs natural veicular, gasolina e lcool para fins carburantes destinados a cooperativas de txis; e o artigo 8, que prev anistia de multas para infraes legislao florestal ocorridas at 31/10/07. Segundo o Executivo, os pontos foram vetados por no apresentarem medida compensatria da receita e por contrariarem o interesse pblico. - Tambm foi recebido em Plenrio o veto parcial Proposio de Lei 18.197 (ex-PL 1.585/07, do governador). A proposio dispe sobre o pacote tributrio. O restante de seu contedo foi sancionado na forma da Lei 17.247. O governador vetou dois pargrafos, originados de emendas parlamentares. So eles: o pargrafo 61 do artigo 12, que autoriza o Executivo a reduzir para at 3% a carga tributria nas operaes internas com gs natural veicular, gasolina e lcool para fins carburantes destinados a cooperativas de txis; e o artigo 8, que prev anistia de multas para infraes legislao florestal ocorridas at 31/10/07. Segundo o Executivo, os pontos foram vetados por no apresentarem medida compensatria da receita e por contrariarem o interesse pblico.

    Tecnologia - Por fim, foi recebido ainda o veto parcial Proposio de Lei 18.250 (ex-PL 30/07, do governador), que dispe sobre o incentivo inovao tecnolgica. O restante de seu contedo foi sancionado na forma da Lei 17.348. O governador vetou os pargrafos nicos dos artigos 28 e 31. O primeiro dispositivo determina que o supervit financeiro do Fundo Estadual de Incentivo Inovao Tecnolgica (Fiit), apurado ao trmino de cada exerccio fiscal, ser mantido em seu patrimnio, ficando autorizada a sua utilizao nos exerccios seguintes. O governador explica que o artigo 15 da Lei Complementar 91, de 2006, que dispe sobre a instituio, gesto e extino de fundos estaduais, determina que ser mantido o supervit financeiro de fundo que exera as funes de financiamento e garantia, o que no o caso do Fiit. Segundo o governador, esse fundo exercer funo programtica. - Por fim, foi recebido ainda o veto parcial Proposio de Lei 18.250 (ex-PL 30/07, do governador), que dispe sobre o incentivo inovao tecnolgica. O restante de seu contedo foi sancionado na forma da Lei 17.348. O governador vetou os pargrafos nicos dos artigos 28 e 31. O primeiro dispositivo determina que o supervit financeiro do Fundo Estadual de Incentivo Inovao Tecnolgica (Fiit), apurado ao trmino de cada exerccio fiscal, ser mantido em seu patrimnio, ficando autorizada a sua utilizao nos exerccios seguintes. O governador explica que o artigo 15 da Lei Complementar 91, de 2006, que dispe sobre a instituio, gesto e extino de fundos estaduais, determina que ser mantido o supervit financeiro de fundo que exera as funes de financiamento e garantia, o que no o caso do Fiit. Segundo o governador, esse fundo exercer funo programtica.

    J o pargrafo nico do artigo 31 determina que a Fundao de Amparo Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig), a ttulo de remunerao por servios prestados como agente financeiro do Fiit, far jus a 5% do valor total do financiamento, descontados do valor a ser liberado para o beneficirio. De acordo com o governador, esse percentual "est bem acima dos praticados nos outros fundos do Estado".

    Mensagem altera legislao ambiental

    Outra mensagem enviada pelo governador prope substitutivo ao Projeto de Lei 1.444/07, que modifica a regulamentao de rea de proteo ambiental situada nos municpios de Lagoa Santa, Pedro Leopoldo e Matozinhos. O objetivo do substitutivo, segundo o governador, compatibilizar a proteo aos recursos ambientais com a viabilizao de atividades econmicas.

    Tambm foram recebidas em Plenrio, nesta quinta-feira, duas mensagens do governador com indicaes de membros para os conselhos estaduais. Os indicados devem ser sabatinados pelos deputados estaduais antes de serem nomeados pelo governador. Foi indicado para o Conselho de Defesa Social, como representante sindical, Rogrio Jorge de Aquino e Silva. Para o Conselho Estadual de Educao, foram indicadas listas trplices escolhidas pelo governador e por entidades da sociedade civil para as cmaras de Ensino Fundamental e Mdio e para a de Ensino Superior. So seis indicaes para cada cmara.

    Alm das oito mensagens do governador, tambm foi recebido em Plenrio ofcio do procurador-geral de Justia encaminhando projeto de lei que altera a tabela de vencimentos dos servidores do Ministrio Pblico do Estado de Minas Gerais. De acordo com a mensagem do procurador-geral, a proposta aumentar os valores pagos em incio de carreira, a fim de minimizar a evaso de servidores. Tambm se pretende fixar um adicional de 20% ao vencimento dos servidores ocupantes de cargos de comisso. Outra medida a alterao dos critrios exigidos para promoo vertical, suprimindo o limite de vagas.

    PMDB tem novo lder

    O Plenrio da Assemblia tambm oficializou deciso da bancada do PMDB, que escolheu como seu novo lder o deputado Gilberto Abramo. Lder at o ano passado, Adalclever Lopes ser mantido como vice-lder da bancada.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Fevereiro 7, 2008

    Em Conceio da Barra - norte do Esprito Santo - CHALANA vai virar, em breve, mais uma atrao para os turistas pelo rio Cricar. Um dos pontos de parada: as Meleiras.













    Liberao de Chalana
    depende de vistoria

     












    A chalana s pode ser utilizada depois de inspecionada

    Quem acompanhou a chegada da Chalana Zimonino, no rio Cricar, em Conceio da Barra, no ltimo sbado, 2 de fevereiro ficou entusiamado com a possibilidade de aproveitar o primeiro passeio. S que houve alguns imprevistos que mesmo assim no tiraram o brilho da inaugurao, da qual participaram autoridades do municpio dentre elas o prefeito e secretrios e gerentes de estabelecimentos bancrios.

    O dono da embarcao Oraldo Lyrio havia organizado um almoo em seu stio, a dois quilmetros da sede, s margens do rio, para onde os
    convidados tiveram que ir de automveis j que o passeio na chalana
    depende de liberao da Capitania dos Portos.

    Dois oficiais chegaram a Conceio da Barra no exato momento que eram feitos os preparativos para um pequeno passeio, mas que teve que ser adiado at que um engenheiro naval promova a vistoria da chalana para que, enfim, seja liberada para entrar em operao.

    "Vamos aguardar todos procedimentos para garantir a segurana dos passageiros, muito embora nosso sonho tenha sido concretizado que foi a construo da chalana para atender aos turistas e moradores de Conceio da Barra que desejarem fazer passeios pelo rio Cricar", assegurou Oraldo.

    O dono da embarcao tem esperana tambm de fazer uma parceria com o
    municpio conforme ficou conversado com o prefeito no sentido de promover passeios ecolgicos com alunos da rede municipal de ensino.

    "O prefeito ficou entusiasmado com essa possibilidade", revelou.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Fevereiro 7, 2008

    Disputa pela sucesso do prefeito de BH, Fernando Pimentel. Tucanos acham difcil fechar chapa com nome nico do PSB.

    PSDB estadual
    rejeita discutir nomes
    em aliana com o PT.
     


    O presidente do diretrio estadual do PSDB e secretrio de Desenvolvimento Social, Custdio Mattos, admitiu ontem que a alternativa colocada pelo PT mineiro de apresentar um candidato a prefeito de Belo Horizonte cria uma dificuldade" na negociao em curso entre o governador Acio Neves (PSDB) e o prefeito de Belo Horizonte, Fernando Pimentel (PT), para lanamento de candidato nico e com um nome do PSB.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Fevereiro 7, 2008

    ANIVERSARIANDO hoje o senador ELISEU REZENDE, do DEM de Minas Gerais. Parabns ao dr. Eliseu, que entrevisto como reprter poltico h muitos anos. Sempre polido, inteligente e bem informado sobre a situao poltica de Minas e do Pas. Na foto abaixo, da esquerda para a direita, o deputado federal pelo Rio de Janeiro, Rodrigo Mais, presidente nacional do DEM; o deputado estadual Jairo Lessa e o senador Eliseu Rezende.

     

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Fevereiro 7, 2008

    Falta de infra-estrutura na Polcia Civil de Minas. Assunto ser discutido na Comisso de Segurana da Assemblia Legislativa. Comisso vai ouvir o secretrio de Defesa Social, Maurcio Campos Junior.

    A Comisso de Segurana Pblica da Assemblia Legislativa de Minas Gerais dever promover, ainda em fevereiro, uma audincia para ouvir o secretrio de Estado de Defesa Social, Maurcio Campos Jnior. A deciso foi tomada em reunio nesta quinta-feira (7/2/08). O objetivo saber o que est sendo feito para solucionar o dficit de pessoal e a falta de infra-estrutura na Polcia Civil, bem como as providncias tomadas para resolver problemas como fuga e morte de presos nas cadeias de Rio Piracicaba e Conselheiro Lafaiete, na regio Central, e de Monte Belo, no Sul.
    O requerimento que convida o secretrio a prestar esclarecimentos sobre a composio do quadro de servidores da Polcia Civil dos deputados Sargento Rodrigues (PDT), presidente; Carlos Pimenta (PDT), Antnio Jlio (PMDB) e Weliton Prado (PT). Antes de aprovado o requerimento, alguns parlamentares relataram problemas de violncia em suas regies e um quadro de carncias na esfera da Polcia Civil. Por sugesto do presidente e aps cobranas feitas ao governo pelo deputado Antnio Jlio, a comisso decidiu tambm abordar esse assunto na audincia - que havia sido solicitada originalmente por Rodrigues para resolver o caso das cadeias das regies Central e do Sul.
    No requerimento do presidente da comisso, tambm aprovado, o secretrio convidado a falar sobre os fatos ocorridos nas cadeias de Rio Piracicaba (morte de oito detentos queimados), Conselheiro Lafaiete (fuga de 23 presos) e Monte Belo (destruio da cadeia pelos detentos).
    Deputados comentam - Na opinio do deputado Antnio Jlio, o governo precisa reconhecer as dificuldades na rea da segurana pblica e, especificamente, no mbito da Polcia Civil. Ele relatou o caso de Par de Minas, onde no h policiais para atender a populao. "No podemos achar que os nmeros so mais importantes que os fatos", enfatizou.
    De acordo com ele, tem-se a impresso de que no Estado no h problema algum, se analisados os dados da Secretaria, "com aprovao da grande imprensa de Minas Gerais". As declaraes de Antnio Jlio foram dadas depois que o deputado Carlos Pimenta solicitou que fosse agendada audincia em Montes Claros para discutir no somente a retomada das obras de construo do quartel do Corpo de Bombeiros, mas tambm a elevao do nmero de homicdios e da violncia na cidade. Prevista em requerimento aprovado no ano passado, a audincia foi agendada para o dia 6 de maro.

    O deputado Sargento Rodrigues informou comisso que o Sindipol, sindicato da categoria de policiais civis, relata o mesmo problema de dficit de pessoal em Juiz de Fora, na Zona da Mata. Ele lembrou que emenda constitucional determinou a aposentadoria aos 30 anos de servio, o que tem contribudo para a sada de profissionais. J o deputado Weliton Prado opinou que a situao em Uberlndia, no Tringulo, est catica, com nmero reduzido de delegados e aumento da criminalidade. Ele informou que estar em obstruo permanente em Plenrio, at que o governo sinalize com uma proposta de soluo para o problema.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Fevereiro 7, 2008

    HOJE na TV e no Rdio o programa eleitoral do PSC, presidido nacionalmente pelo advogado Vtor Nsseis, sobrinho do ex-vice-presidente da Repblica, o mineiro Pedro Aleixo.

    PSC exibe programa partidrio nesta quinta-feira (07)
    em cadeia nacional de rdio e TV

                                          07 de fevereiro de 2008 - 09h18 
                                          

    O programa do Partido Social Cristo (PSC) ser transmitido nesta quinta-feira (07) em cadeia nacional, s 20 horas, no rdio e s 20h30, na televiso. A gerao do sinal do Sistema Globo de Rdio e Televiso do Rio de Janeiro. O programa ter durao de 10 minutos. 
    Base legal
    O artigo 45 da Lei 9.096/95 (Lei dos Partidos Polticos) assegura s agremiaes o acesso gratuito ao rdio e televiso, das 19h30 s 22 horas, para divulgar os ideais partidrios, transmitir mensagens aos filiados e difundir a posio do partido em relao a temas de interesse da sociedade. 

    O programa do Partido Social Cristo (PSC) ser transmitido nesta quinta-feira (07) em cadeia nacional, s 20 horas, no rdio e s 20h30, na televiso. A gerao do sinal do Sistema Globo de Rdio e Televiso do Rio de Janeiro. O programa ter durao de 10 minutos. 
    Base legal
    O artigo 45 da Lei 9.096/95 (Lei dos Partidos Polticos) assegura s agremiaes o acesso gratuito ao rdio e televiso, das 19h30 s 22 horas, para divulgar os ideais partidrios, transmitir mensagens aos filiados e difundir a posio do partido em relao a temas de interesse da sociedade. 

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Fevereiro 7, 2008

    Petista de Juiz de Fora na vaga da ministra Matilde Ribeiro, que sai por causa do carto corporativo. O novo ministro-interino o socilogo Martvs das Chagas.

    O socilogo de Juiz de Fora, Martvs das Chagas, assumiu, interinamente, a funo deixada por Matilde Ribeiro frente da Secretaria Especial de Polticas de Promoo da Igualdade Racial (Seppir). A nomeao do juizforano, que acumula tambm o cargo de secretrio-adjunto da pasta, foi publicada ontem no Dirio Oficial da Unio.
    Segundo decreto assinado pelo presidente Lula, Martvs comandar interinamente a secretaria "sem prejuzo das atribuies do (cargo) que atualmente ocupa". A mesma publicao tambm traz a exonerao "a pedido" de Matilde Ribeiro, que j havia anunciado sua sada na ltima semana, aps ser acusada de usar irregularmente o carto corporativo do Governo.
    Os dois servidores da pasta diretamente envolvidos no caso, conforme denncia da ex-ministra, tambm foram exonerados. Antnio da Silva Pinto deixa o cargo de diretor de Programas da Subsecretaria de Polticas de Aes Afirmativas e Carlos Eduardo Trindade Santos a Subsecretaria de Planejamento e Formulao de Polticas de Promoo da Igualdade Racial. A nomeao de Martvs, em carter interino


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quinta-feira, Fevereiro 7, 2008

    EDUCAO. Vice-governador Antnio Anastasia foi a Visconde do Rio Branco na Zona da Mata. Inaugurou escola que vai fazer a incluso social, atravs da educao. Confira detalhes!











    Governo inaugura
    nova sede de escola
    para alunos especiais

     









    Lcia Sebe/Secom MG

    O governador em exerccio, Antonio Augusto Anastasia, inaugurou escola para alunos especiais em Visconde do Rio Branco, Zona da Mata mineira, nesta sexta-feira (1). A Escola Estadual de Educao Especial Antnio de Gouva Lima tem 151 alunos, com idades entre seis e 64 anos, com necessidades educacionais especiais.  uma belssima escola, obra ainda mais importante porque destinada educao especial, que merece tambm ateno especial. Mais importante que a beleza fsica da escola o empenho dos professores e funcionrios para a educao dos alunos. Notei neles entusiasmo e dedicao raros, comentou Anastasia.
    Os alunos da Escola Estadual de Educao Especial Antnio de Gouva Lima contam agora com sala de recursos especiais equipada com mesa alfabtica, quadra de esportes, piscina, auditrio, sala de recreao, refeitrio e sistema completo de som. A sala de recursos especiais ainda atender 20 alunos de 1 a 4 sries de trs escolas da rede estadual da cidade.
    A nova sede da escola, que existe desde 1968, foi construda, mobiliada e equipada com verbas do Governo do Estado. Foram investidos cerca de R$ 1 milho na construo do novo prdio e mais R$ 90 mil no mobilirio. Isso resultado do trabalho que o governador Acio Neves vem realizando em todo o Estado h mais de cinco anos, ou seja, o equilbrio das contas pblicas, o Choque de Gesto, que permite a realizao de obras como esta, no s aqui em Visconde do Rio Branco, mas em todo o Estado. Minas Gerais vive hoje um tempo de euforia, de otimismo, um tempo muito mais positivo do que no passado. Estamos todos muito orgulhosos do nosso Estado, disse o governador em exerccio.
    De acordo com Anastasia, muito ainda ser feito. O Governo do Estado vem se empenhando desde 2003 (incio do primeiro mandato do governador Acio Neves) para realizar obras e investimentos como a inaugurao da nova sede desta escola. Hoje, Minas Gerais tem obras em seus 853 municpios. Nosso Estado hoje o que mais cresce no Brasil, e muitas obras ainda viro. Sero construdas muitas escolas como esta, muitas estradas e a sade melhorar muito, garantiu.  Em 2003 o Governo de Minas investiu R$ 300 milhes do Tesouro em todo o Estado. No ano passado,  foram R$ 3,5 bilhes e para este ano esto previstos R$ 4,5 bilhes do Tesouro estadual em investimentos.
    O governador Acio Neves est sincronizado no discurso e na prtica, principalmente na rea da educao. Temos R$ 160 milhes previstos para serem investimentos em educao neste ano, complementou o secretrio de Estado de Governo, Danilo de Castro.
    Modelo de administrao
    Anastasia descerrou a placa inaugural da escola juntamente com o secretrio de Estado de Governo, Danilo de Castro, do presidente da Assemblia Legislativa, deputado Alberto Pinto Coelho, o deputado federal Rodrigo de Castro e o prefeito de Visconde do Rio Branco, Joo Antnio de Souza.
    Para o prefeito Joo Antnio de Souza, a construo da escola um marco da modificao administrativa que ocorreu em Minas. A Prefeitura participou,  doou o terreno e licitou a obra, e o Governo repassou a verba de custeio da construo. Esta escola um marco na nova maneira de integrao entre Estado e municpios que acontece em Minas Gerais. O Estado um exemplo para o Brasil inteiro por seu crescimento e sua recuperao, destacou.
    Ub
    Durante a viagem Zona da Mata, Anastasia esteve ainda em Ub, cidade vizinha a Visconde do Rio Branco, que sofre com os danos causados por forte chuva na madrugada do dia 31 de janeiro. O Rio Ub, que percorre toda a cidade, avanou pelas ruas e danificou seriamente a ponte da Rua So Jos. Anastasia avaliou a situao do municpio ao lado do prefeito Dirceu dos Santos Ribeiro.
    Os acontecimentos so tristes, mas so obras da natureza. Felizmente, no tivemos perda de vida humana, somente perdas materiais, por isso, juntamente com o prefeito, vamos ver o que pode ser feito pela Defesa Civil do Estado. Tenho determinao do governador Acio Neves para tomar as medidas necessrias para minimizar as perdas ocorridas, informou Anastasia.

     


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________
    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Fevereiro 6, 2008

    Agradvel surpresa! Carnaval de rua de Belo Horizonte mostrou a talento e garra dos mineiros na passarela do samba.



































    Acadmicos de Venda Nova
    a campe do Carnaval
    Samba Bel 2008

    A escola de samba Acadmicos de Venda Nova foi a grande campe com 97,4 pontos, conquistando o primeiro ttulo de sua curta trajetria no Carnaval de Belo Horizonte. Com o enredo "Velhas, o rio que corre em mim", a escola desfilou com 350 integrantes, em doze alas, e com trs carros alegricos.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Fevereiro 6, 2008

    Flashes do Carnaval em Juiz de Fora. Destaque do jornal Tribuna de Minas.

    CARNAVAL 2008
    Maria Louca d ttulo de
    campe Unidos do Ladeira

    Com o enredo "De uma rainha lusitana aos delrios num pas tropical - Dona Maria, a primeira louca do Brasil", a Unidos do Ladeira venceu o carnaval 2008 do Grupo 1-A. A escola levantou as arquibancadas, levando para a passarela do samba, no domingo, luxo e beleza com originalidade.

    Olavo Prazeres



    Luxo e beleza: o carro Inferno Tropical,
    da Unidos do Ladeira, foi o penltimo a
    entrar na passarela
    do samba, com efeitos de luz e fumaa


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Fevereiro 6, 2008

    Patrulheiros na BR-381 deram MORAL no retorno do carnaval de quem foi para as praias do Esprito Santo, como eu e minha famlia, que passamos o carnaval em Conceio da Barra - norte do Esprito Santo.

    Gostei de ver a Polcia Rodoviria Federal desta vez. Com imensa motos - anotei 3 duplas - os policiais estavam no trecho entre Caet e BH, num percurso de 50 kms. Os motoristas passavam "pianinho".
    S a presena da PRF dava moral, inibindo os estressados e irresposnsveis ao volante na volta do ferido de carnaval na BR-381  no trecho Governador Valadares- Belo Horizonte. No v nenhum acidente na manh desta quarta-feira no trecho.
    Parabns direo da PRF de Minas. Mantenham a ttica - policiais no trecho, com suas imensas motos do moral e muita moral. Nota 10!


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Fevereiro 6, 2008

    S alegria na Barra. Estivemos l! Descansamos e nos divertimos muito. Fomos ao santurio ecolgico de Itanas - distrito que fica a poucos mais de 20 kms de Conceio da Barra - que pertence ao municpio de Conceio da Barra e tem uma ateno especial da administrao do prefeito da Barra, o nosso amigo Manoel P de Boi, um ex-funcionrio da Petrobrs que est, como diz o apelido dele (P de Boi), fazendo uma eficiente administrao na Barra. O homem mesmo um Pde Boi!








    O Carnaval de maior tradio no estado do Esprito Santo,  o de Conceio da Barra, BOMBOU este ano, com ruas cheias de folies de capixabas e mineiros - que no abrem mo de curtir a riqueza da cultura da "CIDADE QUE NASCEU DE UM BEIJO" do encontro das guas do mar com o rio Cricar. A animao dos blocos Pararai, Azarao e Laboratrio, bem como a Bandinha da Barra - fizeram a diferena, mesmo na segunda-feira de carnaval, quando choveu muito na Barra. Foi uma beno para os folies, para quem no tem tempo ruim. Carnaval nota 10! o organizado pela equipe do prefeito Manoel P de Boi, ele mesmo um entusiasmado folio.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Quarta-feira, Fevereiro 6, 2008

    OLHAR DE MINEIRO sobre o Carnaval da Barra! Acabamos de retornar de Conceio da Barra - municpio que fica no norte do Esprito Santo, divisa com o sul da Bahia - a 630 kms de BH, 250 de Vitria. Passamos l na Barra o carnaval. Foi uma beleza. O CARNAVAL BOMBOU, com cerca de 50 mil turistas que animaram a festa, encheram as ruas com sua alegria e fantasias irreverentes. O prefeito Manoel P de Boi Boi desfilou em cima dos TRIOS ELTRICOS e o povo, como diz Caetano Veloso, foi atrs: "s no foi quem j morreu".... Nesta ressaca de quarta-feira de cinzas, vale conferir as belezas de CONCEIO DA BARRA. A matria vem do site da prefeitura. Conhea a histria da Barra - como conhecida pelos turistas. O texto de Flvia Fernandes e as belas fotos de Ricardo Medeiros do jornal Sculo Dirio - de Vitria, capital do Esprito Santo. Vale conferir com ateno!

    Conceio da Barra

    NASCIDA DE UM BEIJO

    Por trs de tanta simplicidade,
    uma beleza que pode
    ser encontrada em todos os recantos do municpio.

    Flvia Fernandes
    Fotos: Ricardo Medeiros

    Esquea os sapatos e o traje social. Troque tudo por um lugar ao sol e aproveite para conhecer pessoas de diferentes partes. Talvez seja essa a receita de Conceio da Barra, situada ao norte do Estado. Muitos so os adjetivos para a cidade que, segundo uma lenda, nasceu de um beijo ardente entre o mar e o rio Cricar. A comprovao do beijo se d ao final da Bugia, regio que apesar dos desastres naturais ocorridos, com casas sendo levadas pelo mar, ainda guarda um encanto e garante o sustento de pescadores de siri e de variados peixes.
     







    Se o sol estiver muito forte, sorria para ele. O calor s faz as pessoas se aproximarem mais e, quem vem de fora, logo bem recebido pelos nativos, sempre to hospitaleiros.A descoberta da receptividade transformou as ruas de Conceio da Barra, onde no h dificuldades para se encontrar hotis e pousadas. Se no houver mais vagas, apele para o aluguel de uma casa, hbito local muito comum durante o vero.
    Estabelecida a estadia, saia pelas ruas e perceba a beleza da cidade escondida por trs de tanta simplicidade.

    Alm da Bugia, existem tambm a Guaximdiba, o Pontal do Sul, Santana e Porto Grande, alm do bairro Cohab. A vida tranqila e o tempo demora a passar. No cais do porto, s 17h30, o pr-do-sol maravilhoso e, de to colorido, d vontade de puxar uma rede e dormir ali mesmo na praa. A brisa proporciona mais conforto e o barulho das guas acalma qualquer inquietao.
    Conceio da Barra assim: uma cidade que conquista. s passar pelas ruas, puxar uma conversa e l se vai assunto para o resto do dia. No calado da praia, turistas se deliciam ao som de msicas que embalam o Carnaval. O mar de gua morna e tom escuro pode ser perigoso para os desavisados, mas refresca o calor do sol que insiste em brilhar. Na orla, o Caranguejo o point, servindo para encontros de diferentes tribos. Se houver algum acontecimento na praia, a referncia o Caranguejo. Na pracinha, a igrejinha de Nossa Senhora da Conceio abenoa o local e mostra a religiosidade do povo.

    Ptria do folclore, Conceio da Barra traz o ticumbi na virada do ano, o alardo no dia de So Sebastio, o reis-de-boi no ciclo natalino e as pastorinhas no dia 6 de janeiro, alm do jongo e sua louvao a So Benedito. Todas essas manifestaes tm data certa e, na dvida, pergunte a qualquer nativo. Eles sabem e tm orgulho de falar sobre o assunto. No Carnaval, Conceio da Barra se destaca pela grande quantidade de shows e de trios eltricos uma tradio copiada da Bahia. Mesmo assim, o municpio virou referncia nacional para os quatro dias de folia.

    A vida local se d ao ritmo das palmas, do pandeiro do ticumbi, na cantoria do alardo e no folclore que o reis-de-boi apresenta. Tudo com o humor e criatividade s l encontrados. Os mais antigos no gostam da agitao dos trios eltricos e, por isso, preferem seguir atrs da banda Oliveira Filho, nica atrao antes da chegada da ax-music. No desfile pelas ruas de paraleleppedo e becos da cidade, a bandinha vai tocando marchinhas de carnaval, com tarol, bumbo, saxofone, trombone e outros instrumentos que deixam acesa a memria da nostalgia.
    Durante a apresentao, comum os homens se vestirem de mulher e as fantasias so planejadas com antecedncia para que ningum faa feio. Em Conceio da Barra tem tambm o bloco Pra-Rai, que atrai folies de diversos pontos do pas. Nas janelas das casas, h briga para se poder ver tamanha descontrao. Pblico o que no falta para o desfile e, antes da concentrao, comum parar em algum boteco para calibrar as energias. Na lista dos mais procurados esto o Maresia e Caximbau. Na rua Capito Antero Faria, o Laboratrio de seu Altair uma parada obrigatria. Ir a Conceio da Barra e no experimentar uma das batidas l fabricadas como ir Itlia e no comer pizza. So 52 qualidades de cachaa e, delas, a mais pedida a batida de maracuj. "O segredo das bebidas ele levou.
     





    Meu filho foi aprendendo de rabo de olho e, por isso, no perdemos a qualidade. Nosso pblico fiel", conta a viva Lealdina Hilrio Profta, que insiste no acento em seu sobrenome. A lembrana de seu Altair machuca a senhora que, primeira vista, parece aborrecida com a reportagem mas, depois de alguma prosa, logo se pe vontade.

    A saudade dos tempos da juventude impera na cabea de dona Lealdina, que ainda no se acostumou com as mudanas de Conceio da Barra. "Tenho muita saudade de minha poca. As festas religiosas eram cem por cento. As diverses eram mais sociais e havia mais respeito. Antes no era tudo to embolado". A mesma opinio compartilhada por antigos moradores, aqueles que ainda colocam cadeiras nas caladas ao final da tarde para observar o movimento das ruas. Anlia Ferreira Lemos, de 87 anos, acompanhou as mudanas da cidade que nasceu de um beijo. Ela lembra das fartas pescas de siri na Bugia e da antiga Serraria do Pai Joo, local onde seu marido trabalhou. "Na cidade j teve trem. Ele passava carregado de madeira e ia at o porto. As crianas gostavam de pegar carona nos vages. Era um divertimento". Hoje a avenida por onde passou o trem, a Alozio Feu Smiderle, permanece longa e tranqila. S os antigos se lembram do apito do trem.
     

    O farol de Conceio da Barra voltou ao seu lugar depois de ser deslocado pela fora do mar. Quem conheceu a cidade anteriormente fica assustado com os estragos causados pela natureza. Ao olhar para as casinhas de pescadores que esto prximas ao mar, fiquei me perguntando: ser que elas iro resistir? O mar parece querer invadir porta adentro e, entre sua fora e a pequena distncia das casinhas, est a coragem de um povo que no tem para onde ir. Por isso, eles rezam e pedem que o mar no atravesse.
    Itanas rima com dunas e fica a 20 minutos da sede de Conceio da
    Barra, separada por uma estrada de terra. Bero do forr p-de-serra e venerada pelos mais jovens, o local j virou point internacional. No difcil encontrar turistas pelas ruas e h at quem j trocou a terra natal pela vila. A francesa Evelyne Edith Gobira, depois de passear pelas dunas e apreciar o mar da regio, resolveu comprar uma casa para desfrutar as belezas de Itanas. "No modifiquei a caracterstica da casa. Os nativos me pediram para deix-la da mesma forma porque o ponto de referncia deles. A gente vem e vai embora e a simplicidade que proporciona a energia dessa regio".
     







    A vila foi crescendo ao sabor do turismo. Assim, h grande nmero de pousadas e de estabelecimentos comerciais que acompanham o horrio biolgico dos que vm de fora (as lojas funcionam aproximadamente at s 21h30). A ltima pesquisa sobre o nmero de pousadas em Itanas enumerava 56 e, segundo Simone Raquel Batista Ferreira, a paulista dona da pousada Ticumbi, a maior parte dos turistas nacionais vem, alm do
    prprio Esprito Santo, de Minas Gerais e de So Paulo.

    Difcil encontrar grande nmero de pessoas nas ruas durante a tarde. Provavelmente elas esto descansando porque a manh foi de praia e a noite sempre ser do forr. Pode-se dizer que o trio forr, praia e folclore formam o trip de Itanas. Uma lenda conta que as dunas surgiram devido ira de So Braz, que antes era o padroeiro da regio. Depois que um padre trocou a devoo para So Sebastio, o santo protetor das doenas da garganta soprou uma tempestade de vento para cima da vila, soterrando-a. Foi um castigo que proporcionou uma das belezas do local e, at o incio da dcada de 90, ainda era possvel observar telhados de casas e a cruz da igreja misturados s montanhas de areia fina.
     







    Alguns turistas no sabem dessa histria e atravessam as dunas, que separam o rio de guas escuras do bonito mar. Com o vento, as dunas mudam todo ano e proporcionam sempre um novo visual vila. As diferenas so logo apontadas por quem sempre visitou Itanas.
    "Antes no havia ponte e a gente atravessava o rio de canoa. Antigamente, a diverso era rolar pelas dunas e cair no rio. Alis, tomava-se mais banho de rio do que de mar, que era tido como muito perigoso e, na praia, no havia quiosques", lembra empolgada a bancria Mnica Ferreira de Almeida, de 38 anos.

    Comparaes no faltam quanto s modificaes em Itanas. A vida noturna no era s em torno do forr, existia um vdeo-bar em frente pracinha da igreja, e jornalistas, hippies e intelectuais gostavam de desbravar a regio. Durante essa poca, o turista Irineu Goring estava presente. "Freqento a vila h 23 anos porque gosto do sentimento de liberdade daqui, da energia das dunas e das origens do folclore". cena atual juntaram-se famlias inteiras, com pais passeando com os filhos. A f em So Sebastio faz o povo andar pelas ruas, no dia 20 de janeiro, quando se homenageia o santo padroeiro e, por conseqncia, a cidade. Nessa data, vrias manifestaes folclricas se apresentam em Itanas e seguir o ticumbi vira um passatempo. Um casal se perdeu do grupo folclrico e ficou prestando ateno ao barulho dos fogos de artifcio, para localizar o grupo. Como brincadeira de gato e rato, foi s perguntar s crianas que logo o ticumbi foi encontrado. Ele estava apenas sendo recebido na casa de um dos nativos, onde se come e bebe com fartura.
     





    Em frente igreja de So Sebastio, uma multido se aglomera para assistir s diferentes manifestaes folclricas. Muita gente sai correndo e tem medo dos bichos encontrados no teatro do reis-de-boi. Mesmo dona Guina da Conceio, de 52 anos, interrompe a entrevista devido ao susto que tomou com o lobisomem. "Brinco o reis-de-boi h 32 anos mas morro de medo dos bichos", admite entre uma e outra gostosa risada. As apresentaes folclricas prosseguem e enchem os olhos de quem vem de fora. tanta riqueza de expresso que no faltam fotgrafos, profissionais ou amadores, para registrar o momento.

    Homens, mulheres e crianas, de diferentes idades, mostram o folclore e a devoo. Na torre da igreja de So Sebastio, mesmo a escada ngreme no assusta o pblico que procura um lugar na janela para ver a apresentao do reis-de-boi. Da localidade de Brao do Rio, Mrio Horcio, de 13 anos, se diz orgulhoso da apresentao. "Estou aqui porque eu quero. No foi minha me que me obrigou a participar do reis-de-boi".
     

    A vila, ao cair da noite, toma outras formas. As ruas so escuras e, como no h nenhum perigo de assalto, d tempo de parar e olhar com calma para o cu estrelado. Se a noite for de lua cheia, as dunas viram um tapete para o lual. Itanas virou uma espcie de marca para os mais jovens. aquela vontade de mostrar para outras pessoas o conhecimento da vila e, por isso, a intensa compra de artesanato. So bolsas, camisas, pulseiras e grande variedade de produtos que servem para divulgar as belezas naturais da pequena vila de pescadores. Os preos so um pouquinho fora dos padres, mas nada que uma boa conversa no resolva. Os nativos sabem negociar.
     

    Nascido e criado em Itanas, Mateus Santos, de 72 anos, observa o movimento dos turistas, sentado na esquina da igreja de So Benedito. Para ele, a "turistada" trouxe dinheiro para o local mas afastou um pouco o pessoal do interior. "Antigamente a festa de Itanas era muito boa porque s tinha o nosso povo, o povo da roa", defende com um pouco de cimes. Na casa de seu Mateus, sua mulher, tia Aninha, conhecida benzedeira da vila, passa toda a energia positiva do local. O curioso que ela s benze em dias de sol e dizem que para no faltar luz no caminho de quem est sendo protegido. A reza de tia Aninha conhecida dos turistas, j curou muitas pessoas e respeitada pelos nativos.

    Forr bem rapidinho

    Preste ateno aos passos do forr de Itanas. De forma rpida, os nativos vo levando as meninas para os quatro cantos do salo. Seja no Buraco do Tatu ou no Forr de Itanas, os dois bailes da regio, no falta gente para aprender o verdadeiro forr p-de-serra. Os homens vestem cala ou bermuda e, as meninas, como se tivessem estabelecido um uniforme para a regio, usam saia abaixo do umbigo e top, dispensando as sandlias. "Os ps descalos absorvem a energia do local. Aqui eu s ando descala", garante a paulista Fernanda Bernardes, de 19 anos.
     

    Ao calor do cip-cravo, bebida tpica servida em copinhos feitos de bambu, os casais no param de rodopiar. E, na rodinha que se forma em volta da pista de dana, as meninas preferem a levada dos nativos. "Eles tm uma pegada melhor", explica a estudante mineira Ana Luza Rayo, de 22 anos. Explicaes parte, a verdade que as menininhas morrem de amores pelos passos dos nativos, certificando uma certa preferncia ao arranjar seus pares. Uma regra bsica: entrou no forr, tem que danar. No se recusa um pedido, mesmo que no seja de um nativo.
     

    Para comprovar que o forr tambm serviu para divulgar Itanas, basta prestar ateno na conversa do carioca Helnio dos Santos, de 25 anos, com seus amigos. Encantado, ele descobriu a vila atravs de um show de forr em sua cidade. "Forrozeiro do Rio j vem para Itanas. A galera daqui mais criativa para danar", elogia. A banda ainda no comeou a tocar no Forr de Itanas mas a aglomerao do lado de fora obriga a rpida abertura do local. Do lado de fora mesmo, as pessoas j vo arrumando seus pares e danando no meio da rua. Ningum tem hora para voltar para casa porque, em Itunas, no h lugar para preocupao. Deve ser por isso que os nativos realizam suas atividades bem devagar, tirando dessa observao os rpidos passos do forr.
     







    Agarradinhos no salo, Bartolomeu Trindade Alves, de 25 anos, e Andria Pinheiros, de 28 anos, chamam ateno. No tive dvidas de que ele era nativo de Itanas. Esperei o intervalo da msica para conversar, e ele me confirmou a preferncia das turistas pelos nativos. "Essa a verdade. Comigo mesmo isso aconteceu. Comecei a namor-la a partir do forr".
    Como se tivesse matado dois coelhos com uma s paulada, conversei com a mineira de Belo Horizonte. "A gente acabou se envolvendo pela dana. Descobri Itanas fazendo aula de forr em Belo Horizonte. O professor era daqui e tive curiosidade de conhecer a vila", conta Andria. Eles danam, em mdia, quatro horas por noite. Isso porque em Itanas o forr s comea depois da meia-noite, sem horrio para terminar.

    Uma curiosidade: eles namoram apenas no vero e, nem por isso, se afastaram durante um ano e meio de namoro. Eita forr bom pra grudar!
    Uma reportagem do Sculo Dirio de Vitria.

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sbado, Fevereiro 2, 2008

    CARNAVAL em Conceio da Barra - norte do Esprito Santo - o melhor do Estado.











    Polcia Civil
    tranqiliza folies
    em Conceio da Barra

     



     

    Os investigadores que atuam na Delegacia da Polcia Civil em Conceio
    da Barra esto tranqilizando os moradores e turistas com relao
    segurana neste perodo de Carnaval, mas fazem um alerta: todo cuidado pouco para evitar surpresas, principalmente ter a residncia
    visitada por ladres.

    A recomendao que ao sair de casa para brincar o carnaval, o morador pea ao vizinho para dar uma olhadinha na moradia ou denunciar qualquer situao suspeita e movimento de pessoas estranhas ao redor.

    O delegado Walter Barcelos conta com uma equipe de investigadores que est atuando no sentido de evitar o trfico de drogas tanto na sede, bairros e na Vila de Itanas. "Estamos atentos toda movimentao de suspeitos", lembra o investigador Paulo.

    Nos primeiros dias desta semana oito pessoas foram detidas por trfico de drogas, inclusive um rapaz morador de Jacarape. Com ele foram apreendidas buchas de maconha e pedras de crack. "As pessoas suspeitas esto
    sendo tiradas de circulao para que possamos manter a ordem no Carnaval da Sede e de Itanas", afirmou o investigador.

    A manuteno da ordem em Conceio da Barra tambm conta com um reforo substancial da Polcia Militar que espalhou policiais pelas ruas e em locais de maior concentrao, como na orla. Agentes do Servio Reservado de Inteligncia da 5 Companhia Independente da Polcia Militar de So Mateus tambm esto reforando nas
    investigaes.

    Uma outra providncia adotada pela PM relacionada com o policiamento no portal na chegada da cidade. L policiais do trnsito esto
    interceptando veculos e conferindo documentao do condutor. Em caso de constatao de veculos irregulares chamado reforo do policiamento ostensivo.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Fevereiro 1, 2008

    O presidente da FIESP,Paulo Skaff, d entrevista interessante ao jornalista, nosso amigo FLVIO PENNA. A entrevista - feita por Flvio Penna na sede da FIESP, em So Paulo - est na edio deste ms da excelente Revista ENCONTRO, do nosso amigo, o jornalista Paulo Csar de Oliveira. Vale conferir a entrevista do paulista Paulo Skaff.







    | Flvio Penna |
    O presidente da Fiesp, Paulo Skaf, um dos maiores personagens na luta contra a CPMF, volta a reforar o coro pelas reformas necessrias para que o pas continue crescendo e acredita que a crise econmica nos EUA no v causar grandes prejuzos ao Brasil. "E se isto
    acontecer, vai ser mais para o final do ano"


    Sempre na luta








     
     







    Seu nome ganhou expresso e popularizao nacional a partir da luta contra a CPMF. Paulo Skaf comprou a briga para impedir a prorrogao do imposto e venceu. Teve, porm, algumas trombadas com o presidente Lula que, indiretamente, o colocou como defensor dos que sonegam.

    Presidente da Federao das Indstrias de So Paulo, reeleito, do Centro das Indstrias de So Paulo, tem mais poder poltico do que a maioria dos ministros. Defensor da importncia do chamado Sistema S, que agrupa os diferentes servios de promoo social de segmentos econmicos, Skaf, um paulista de 52 anos, comanda o Sesi/Senai paulista, que tem em suas escolas perto de um milho de















    O crdito no Brasil ainda
    pequeno, incomparvel com outras partes do mundo. Nos EUA, por exemplo, ele superior a 100% do PIB, sendo metade de pessoas
    fsicas. Aqui, o crdito
    no passa de 35% do PIB


    O PAC, por exemplo, um programa que prev 85% dos investimentos realizados por estatais e setor privado. No depende do oramento da Unio. O pouco que depende no foi afetado
    pelo fim da CPMF


     

    alunos. Sereno, o presidente da Fiesp tem discurso firme em defesa dos empresrios, mas que se sustentam em princpios que agradam bem a classe mdia. Um discurso poltico perfeito. Ele garante, porm, que no pensa em disputar eleies. Pelo menos por agora.

    ENCONTRO Estes sinais de instabilidade no mercado internacional?
    Skaf A situao nos Estados Unidos nos coloca em alerta, mas ns no podemos nos preocupar alm do necessrio. A situao l no definida e, dependendo do andar da carruagem, os efeitos negativos podem at no chegar aqui. O Brasil ficou mais de vinte anos sem crescimento, com mdias muito abaixo das mundiais. O primeiro dos ltimos anos em que apresentamos mdia razovel de crescimento foi o ano passado, com 5,2% do PIB, mais ou menos. Para 2008 deveremos ter crescimento de 4,5 ou 5%. No h razes para este crescimento no acontecer. Diria que devemos ficar atentos, at porque, se formos atingidos por efeitos da crise americana, isto vai acontecer mais para o final do ano. As exportaes esto crescendo muito mais que as importaes, o que era esperado neste cmbio sobre-valorizado. Nos ltimos cinco anos, assistimos a uma alavancagem do mercado internacional, que um mercado de demanda, o que nos ajudou a aumentar o supervit comercial. O que perdemos na sobre- valorizao, ganhamos no aumento dos preos internacionais de nossos produtos. Agora, os setores que no tiveram aumento de seus produtos, sentiram, e sentiram bem a sobre-valorizao do real.

    ENCONTRO Caso a crise se agrave, nosso mercado interno tem condies de sustentar o crescimento econmico?
    Skaf No mercado domstico ns vimos, no incio do ano passado, a indstria extrativa indo muito bem, a indstria de transformao rateando, mas depois ela pegou o embalo e deve fechar com crescimento superior a 5%. Para este ano tambm no haveria razes para fechar com menos de 5 ou 5,5%. Estamos vendo a o setor de mquinas e equipamentos, automobilstico, alimentos, bebidas e outros tradicionais, como o atacadista, crescendo bem. Agora, no podemos comparar o nosso mercado com o dos EUA. A reao do nosso mercado interno muito recente. S agora apresentamos crescimento mais significativo.

    ENCONTRO O Brasil est assistindo a um grande crescimento do crdito para o consumo, sem o correspondente crescimento da renda do trabalhador. Este comprometimento da renda no ter efeitos danosos no caso de virem os efeitos de l ?
    Skaf Realmente o crdito cresceu no Brasil. H trs anos, ele correspondia a 28% do PIB e hoje de 35%, sendo, deste total, dez pontos de pessoas fsicas. Nos Estados Unidos, o crdito superior a 100% do PIB, sendo metade dele pessoas fsicas. Ento, de verdade, o crdito aqui muito escasso. Sem dvida que o consignado, com descontos na folha de pagamento, a juros mais baixos, alavancou um pouco o mercado, mas o crdito no Brasil ainda pequeno, incomparvel com outras partes do mundo. Incomparvel com o prprio Brasil. Aqui o crdito, h 20, 25 anos, era superior a 50% do PIB. Agora, ajuda que a gente esteja alerta, mas sem pessimismo, para no influenciarmos negativamente. Acho que coisas boas aconteceram, como a estabilidade econmica, a inflao baixa, sob controle, ultrapassamos o patamar de crescimento superior a 5%, que vnhamos procurando mas, por outro lado h muitas preocupaes que precisam ser resolvidas. A sobre-valorizao cambial uma delas, pois tira a competividade do produto brasileiro. A falta das reformas estruturais, como a trabalhista, a poltica, a previdncia, a reforma tributria, nos preocupa. Assim como nos preocupam a burocracia excessiva, os crescentes gastos pblicos, a falta de investimentos na infra-estrutura, como estradas, portos, aeroportos. No setor da energia, veja a nossa situao: estamos to justos, que uma seca mais prolongada poderia comprometer o nosso crescimento. Enfim...

    ENCONTRO O senhor ficou cinco segundos falando de coisas boas e mais de vinte falando sobre coisas ruins...
    Skaf , a coisa melhor que temos que vivemos num pas excepcional, com trabalhadores e empresas competentes, altamente produtivas, e de enormes riquezas minerais. Mas inconteste que ficamos 25 anos com crescimento medocre, sem investimentos na infra-estrutura. Apesar disto, temos timas condies de crescimento, pela riqueza do pas, pelo seu povo. Precisamos ser otimistas, mas reconhecendo que os problemas existem. No vivemos em cu de brigadeiro. No fizemos ainda as reformas estruturais, temos juros elevados, gastos pblicos crescentes e uma gesto pblica e servios pblicos ruins, na sade e na educao. A segurana pblica um problema srio no pas. Temos um problema de segurana jurdica, a nossa Justia muita lerda.

    ENCONTRO Mesmo assim d para ser otimista?
    Skaf Somos otimistas por sermos brasileiros, por acreditarmos muito no Brasil. Mas no adianta ficarmos4 olhando os pontos em que tivemos avanos, precisamos concentrar energias nos pontos que precisam ser corrigidos. No final do ano 2007 tivemos um momento importante, com o Senado impedindo a recriao da CPMF e criando uma desonerao, verdadeira, real, de 1,5% do PIB, a primeira em vinte anos de crescente aumento da carga tributria. Foi importante por ter chamado a ateno do governo para seus gastos. Tudo feito com responsabilidade, num instante de aumento da arrecadao, sobrando dinheiro.

    ENCONTRO No o que diz o governo.
    Skaf Mas o que os fatos mostram. Falavam que a CPMF era importante para o controle da sonegao, e quem era contra a CPMF tinha interesse na sonegao. Dizamos que na verdade, o governo tinha interesse mesmo era na arrecadao, tomar 40 bilhes de reais este ano, mais outros quarenta e tantos em 2009 e assim por diante. Em quatro anos, o governo queria tirar 200 bilhes da sociedade, sem nenhuma justificativa. Mostrvamos que, para fiscalizar, bastava regulamentar a Lei 105 de 2001, o que a Receita Federal fez no incio deste ano, criando assim a ferramenta para a fiscalizao. Ficou claro, portanto, que a CPMF no era mesmo necessria para a fiscalizao. Quem dizia isto ou enganava ou era mal informado. Falvamos ainda que o aumento da arrecadao seria suficiente para cumprir todos os programas sociais, o PAC, sem traumas. Os dados esto a para confirmar que os nmeros previstos para os investimentos sociais esto a, intactos, sem algum prejuzo, pois o aumento da arrecadao compensaria...

    ENCONTRO A perda da receita...
    Skaf Eu no gosto do termo perda porque, na verdade, o governo no tinha esta receita. Voc s perde quanto tem algo. O governo no tinha nada, pois a Constituio Federal determinava, quatro anos antes, o fim da CPMF. Ele foi, de certa forma, atrevido em colocar no oramento de 2008 o que no tinha. Mesmo assim contou com 39 bilhes, que ele diz necessrios para cumprir os programas. Fala, por exemplo, no PAC. Ora, este um programa que prev 85% dos investimentos realizados por estatais e setor privado. No depende do oramento da Unio. O pouco que depende da Unio, 65 bilhes em quatro anos, no afetado pelo fim da CPMF. No podemos nos esquecer do enorme crescimento da receita. J para este ano a previso de um aumento extra da receita em torno de 50 bilhes, j sem a CPMF. Estudos do Banco Mundial mostram que, sem ela, o PIB cresce 1,5%, aumentando a arrecadao do governo em 5 bilhes. Levantamentos do Banco Central do Brasil indicam que sem a contribuio, possvel baixar a taxa Selic em 0,93%, com reflexos de aproximadamente 14 bilhes na dvida interna. Alm disto, as estatais no pagaro a CPMF, sobrando mais recursos a serem transferidos para o governo. Por a, v-se que o fim da CPMF no impor corte de nenhum programa. Mesmo assim, contrariado, o governo deu de presente ao Brasil o aumento do IOF e da CSLL.

    ENCONTRO Neste momento da discusso sobre CPMF o governo no andou trilhando um caminho perigoso, dando ao debate tributrio uma conotao de luta de classes, com o rico sonegador, prejudicando investimentos para a classe mais pobre?
    Skaf Eu no gosto desta colocao. O governo que tem obrigao de governar para todos os brasileiros, no pode discriminar ningum. O presidente da Repblica foi eleito para governar o pas, e o governante de todos os brasileiros. No foi s no episdio que ns ouvimos isto. Toda vez que se fala nisto, uma afirmativa infeliz, um caminho que no leva a nada. At porque o povo brasileiro no est dividido. Quando parte do prprio governo, dividir a populao, fazendo discriminao, eu prefiro acreditar que pura infelicidade.

    ENCONTRO Voltando questo tributria, a luta pelo fim da CPMF, na verdade, no encerra nada. Ao contrrio, ela o incio de uma luta.
    Skaf verdade, a luta da CPMF inicia muita coisa. Ela no serviu apenas na desonerao, na recuperao do Senado, que vinha desgastado. Serviu para dar exemplo sociedade de que, ela se mobilizando, consegue mudar. Mostrou ao cidado que ele tem a responsabilidade de praticar a cidadania. E isto, sem dvidas, despertou as pessoas para que no aceitem passivamente coisas erradas. O Brasil mudou muito e ainda precisa fazer todas as reformas necessrias. Agora, h um costume errado no Brasil, de que quando se tem ano eleitoral, tudo pra. E este ano teremos eleies. No podemos fazer do momento positivo do voto um perodo negativo em que, s por haver eleio, tudo fica parado. Vamos trabalhar com toda a energia para que no se perca o ano. Todas as reformas so importantes, mas a tributria est na pauta. Ns temos conscincia de que a reforma que o governo deseja uma que ataque a guerra fiscal, a simplificao, mas no a desonerao real. E a sociedade deseja mesmo a desonerao.

    ENCONTRO E isto possvel?
    Skaf necessrio, mas preciso que o governo realmente reduza gastos. No gastos sociais. Pelo contrrio. Este ano vamos defender a regulamentao da emenda 29, com aumento de 4 bilhes nos recursos da sade. A reforma tributria importante at para evitar os pacotes como este anunciado, de aumento do IOF e da Contribuio Sobre o Lucro Lquido, que atinge apenas o setor financeiro. Os 10 bilhes que o governo disse que arrecadar com este pacote, so na verdade 12,5 bilhes, sendo apenas 3 bilhes da CSLL, o imposto do sistema financeiro. Os 9,5 bilhes restantes viro do IOF, sendo mais ou menos 3,5 bilhes das pessoas fsicas. Ento quem vai ser atingido em cheio o povo mais simples, que usa o crdito para fazer suas compras. E este crdito ficar mais caro. Com relao s empresas, impuseram o IOF apenas para os exportadores, onerando ainda mais as exportaes, deixando livre as importaes. Mas, enfim, os governos so insaciveis.

    ENCONTRO O seu discurso forte, em defesa das classes empresariais, mas fundado em argumentos que agradam bem a classe mdia e ao povo de modo geral. O senhor tem pretenses polticas?
    Skaf Eu aprendi que cada misso vem de uma vez. Acabei de ser reeleito na Fiesp, e minha misso cumprir bem o meu mandato. Agora, eu sempre entendi, desde a primeira eleio na Fiesp, que ns estaramos aqui em defesa do Brasil, que defender a indstria defender o pas. No possvel pensar apenas na indstria, preciso pensar no Brasil como um todo, e para isso criamos vrios fruns e conselhos que discutem os problemas de toda a sociedade. pensar integral. A CPMF, por exemplo, no era um problema apenas da indstria, era de todo o pas, e ns brigamos por ela.

    ENCONTRO A sucesso presidencial j est nas ruas, com discusses abertas. Como o senhor v esta antecipao da sucesso presidencial?
    Skaf O que se nota a movimentao dos partidos, todos voltados para a sucesso municipal, que ser este ano. o que est reclamando decises mais prementes mas, sem dvida nenhuma, o processo municipal tem influncias em 2010.

    ENCONTRO O senhor aceita as colocaes de que chega de paulista na presidncia da Repblica e que o momento de se eleger poltico de outro estado?
    Skaf O Lula paulista? Onde fica Garanhuns no estado de So Paulo? Mas esta discusso no tem sentido. lgico que humano que as pessoas queiram algum de sua cidade, de seu estado na presidncia. Mas somos, acima de tudo brasileiros. Por mais que gostemos de nosso estado, precisamos pensar primeiro no Brasil. Desta forma, o que vale no onde nasceu, mas o perfil adequado, que se encaixe naquilo que o pas precisa.

    ENCONTRO O senhor no tem filiao e garante que no pretende disputar eleio partidria, pelo menos agora. Mas seu nome est colocado para a presidncia da Confederao Nacional das Indstrias. O senhor candidato?
    Skaf No, no sou candidato. At porque muito cedo para se falar em eleies na CNI agora. L eu sou vice-presidente e o mandato vai at 2010. portanto inoportuno falar nisto agora. Mas, se algum j est lembrando o meu nome, eu tenho que ficar agradecido e honrado.
       


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Fevereiro 1, 2008

    PEGA LADRO. Recebemos E-mail do nosso amigo, o publicitrio Carlos Morici, assessor especial do presidente da Assemblia Legislativa de Minas, deputado Alberto Pinto Coelho. Morici, que foi meu colega na Rede Globo, no tempo do Ives Alves - de quem foi brao direito - d uma DICA IMPORTANTE para quem tiver o azar de ser vtima de sequestrado-ralmpago. Confira com ateno!

                                                            AVISO IMPORTANTE
     
    SE UM LADRAO TE SEQUESTRAR, NUM SEQUESTRO-RELAMPAGO, E TE LEVAR A UM CAIXA ELETRONICO PARA TE FAZER SACAR DINHEIRO...

    VOCE DEVE TECLAR SUA SENHA,MAS DE MANEIRA INVERTIDA!!! POR EXEMPLO, SE SUA SENHA FOR 1234, VC TECLA 4321.
    O CAIXA VAI TE DAR O DINHEIRO, MAS VAI AVISAR A POLICIA, POIS DIGITAR UMA SENHA INVERTIDA ACIONA O MECANISMO DE EMERGENCIA!!!
    POR FAVOR, PASSE A TODOS.
     
    *ISSO E MUITO IMPORTANTE E A MAIORIA DAS PESSOAS AINDA NAO SABE.


                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Fevereiro 1, 2008

    Carnaval, debaixo de chuva, leva 20 mil pessoas s ruas de Conceio da Barra na quarta-feira. O prefeito Manoel P de Boi ficou satisfeito e espera cerca de 50 mil turistas de Minas e de outras cidades do Esprito Santo, nesta sexta-feira, sbado,domingo, seguda e tera. L estaremos neste sbado para curtir a folia!











    Carnaval comea
    a todo vapor
    em Conceio da Barra

     













    O primeiro dia surpreendeu com o grande pblico


    O primeiro dia de carnaval de Conceio da Barra foi marcado por muita agitao e, apesar da chuva que caiu logo na abertura da festa, o
    pblico no arredou o p, em frente ao palco e atras do trio eltrico.

    Havia mais de 20 mil pessoas no primeiro dia de folia, apesar de ser
    uma quarta-feira.

    A animao comeou no horrio previsto com a Banda Chiclerasa agitando a galera e os organizadores estimaram em torno de quatro mil pessoas presentes, vindas de outros municipios. s 22 horas a grande atrao da noite,Kuarto de Empregada agitou aindam mais o pblico, arrastando multido no trio eltrico.

    Encerrando o primeiro dia de folia que s terminou por volta das quatro horas da manh, foi a vez da Banda Bob Zueira que completou o agito.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Fevereiro 1, 2008

    CARNAVAL. O colrio! desta sexta-feira, que faz a delcia de nossos leitores, Aline Ramos. Ela faz parte do arquivo de belezuras do nosso amigo Csar Romero da Tribuna de Minas de Juiz de Fora.


    Aline Ramos

                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Fevereiro 1, 2008

    Confira a Programao do Carnaval em Conceio da Barra.

    CARNAVAL. EST CHEGANDO A HORA.
    Confira a programao do carnaval em CONCEIO DA BARRA
     - norte do Esprito Santo, a 630 kms de BH.
    O melhor carnaval capixaba.



    RECOMENDO o animado CARNAVAL de Conceio da Barra, que fica a 631 de Belo Horizonte, no norte do Esprito Santo. Ns vamos passar o carnaval l com nossa famlia. Na nossa casa de veraneio, que fica em Conceio da Barra, vo estar minha mulher, a decoradora Cida Amaral e nossos filho o engenheiro de software da OI em BH, Jlio Csar Amaral e a namorada dele, a dvogada Julyane Rodrigues da Silva; o publicitrio Eduardo Amaral, diretor de Arte da BIG Grandes Idias, que atende a Prefeitura de BH e a namorada dele, a estudante de publicidade Luiza Canela; a estudante de Engenharia Ambienta, Natlia Amaral e Joo Hugo. Tambm vai conosco o casal Wilerson Camargos e a filha. Wilerson analista de sistemas da OI em BH. Vai ser um agito geral l em Conceio da Barra nos quatro dias de Carnaval. EM TEMPO: o prefeito de Conceio da Barra,Manoel "P de Boi" nos disse que far um carnaval para, mais uma vez, ficar na memria PARA SEMPRE de quem for a Barra.














         Carnaval de todos os rtimos 
       em Conceio da Barra

     So esperdas mais
          de 50 mil turistas.

     
     

















    O Carnaval de maior tradio no estado, o de Conceio da Barra, j tem definida a programao e so esperadas mais de 50 mil pessoas este ano para participar da folia que ter ainda a animao dos blocos Pararai, Azarao e Laboratrio, bem como a Bandinha da Barra, uma das atraes da folia, sempre a partir das 20 horas e na tera-feira o tradicional Bloco das Piranhas. Atraes nacionais e regionais esto confirmadas pela Secretaria Municipal de Turismo. Na quarta-feira de cinzas haver encontro do trio eltrico com o palco.

     PROGRAMAO:

    Quarta-feira (30/01)
    20:00 Banda Chiclerasa - palco
    22:00 Kuarto de Empregada trio (atrao nacional)
    00:00 Banda Bob Zueira palco

    Quinta-feira (31/01)
    20:00 Banda Arer palco
    22:00 Bonde do Maluco trio (atrao nacional)
    00:00 Banda Palminha da Mo palco

    Sexta-feira (1/02)
    20:00 Banda D' Luar palco
    22:00 Trimetal - trio (atrao nacional)
    00:00 Banda Obcesso palco

    Sbado (2/02)
    19:00 Bloco Azarao
    22:00 Banda Agitus palco
    00:00 Oz Bambaz trio (atrao nacional)
    02:00 Banda Chocolate e Cia palco

    Domingo (3/02)
    16:00 Bloco Laboratrio puxado pela Banda Agitus
    19:30 Bloco Para Rai puxado pela banda Prakatum
    22:00 Banda Bob Zueira palco
    00:00 Trio Chapahalls Eltrico trio (atrao nacional)
    02:00 Banda Quebra e Samba palco


    Segunda-feira (4/2)
    16:00 Bloco Laboratrio puxado pela Banda Agitus
    19:30 Bloco Para Rai puxado pela banda Prakatum
    22:00 Banda Cerradus palco
    00:00 Os Sungas trio (atrao nacional)
    02:00 Banda Metrpoles palco

    Tera-feira (5/02)
    16:00 Os Sungas trio (atrao nacional com banho de espuma)
    19:00 Bloco Azarao puxado pela banda Obcesso
    22:00 - Banda Mxima palco
    00:00 Impresso Digital trio (atrao nacional)
    02:30 Banda AU palco
    03:00 Banda Planeta Banana trio
    * Encontro do Trio com o palco.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Fevereiro 1, 2008

    POLTICA.

    NOTA 10! O presidente da Assemblia de Minas, Alberto Pinto Coelho, reabriu agora a pouco os trabalhos do parlamento mineiro, disposto a enfrentar os desafios e tendo como meta a ampliao das aoes do legislativo mineiro junto populao do Estado. Ser um ano de muito trabalho para os(as) parlamentares e vamos continuar com senbilidade poltica, e agilidade nas aes em favor do nosso Estado - disse o presidente Alberto Pinto Coelho.

     



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Fevereiro 1, 2008

    Reabertos, s 11 da manh, os trabalhos de 2008 no Parlamento Mineiro. O presidente Alberto Pinto Coelho abriu a Sesso Solene na presena de quase 40 parlamentares estaduais, uma deputada federal, J Morais e de autoridades do Judicrio - o presidente desembargador Orlando Ado; da Cmara de BH, o presidente Tot Teixeira; do Ministrio Pblico, Alceu Torres. E do Executivo - o secretrio-adjunto de de Planejamento e Gesto, Bernado Tavares de Abreu, que representou e leu mensagem do governador Acio Neves ao Legislativo, afirmando que dos 35 milhes do oramento, sero investidos 9 bilhes de reais, o maior einvestimento dos Estados do sul e sudeste. E 1 bilho de reais de recursos internacionais, tambm ser investido em 2008 pelo governo Acio Neves.

                ALMG ter eventos ambientais e proposies para anlise no 1 semestre

    Foi nesta sexta-feira (1/2/08), s 11 horas, no Plenrio, a Reunio Solene para instalao da 2 Sesso Legislativa Ordinria da 16 Legislatura (2007/11) da Assemblia Legislativa de Minas Gerais. O Legislativo inicia 2008 com uma pauta de trabalho que engloba eventos institucionais, projetos de interesse do Executivo e dos deputados e, ainda, a anlise de seis vetos do governador, sendo que dois foram recebidos no ano passado. Os outros quatro foram publicados em janeiro e sero oficialmente recebidos numa reunio ordinria, para comearem a tramitar.

    Um dos que chegou ALMG em 2007 foi o Veto Total Proposio de Lei 18.024, que trata de organismos geneticamente modificados, e passar a travar a pauta do Plenrio, a partir da primeira Reunio Ordinria, em 7 de fevereiro, tendo prioridade de votao sobre as demais matrias. O outro veto, o Parcial Proposio de Lei 18.073, que estabelece normas para a instalao de aparelhos de ar-condicionado em ambientes coletivos, tem como data-limite para ser votado o dia 12 de fevereiro. O prazo para anlise de cada veto de 30 dias aps o recebimento oficial, descontado o perodo do recesso. Se no for apreciado nesse perodo, o veto entra no Plenrio, trancando a pauta de votao.

    Eventos - Trs eventos agendados para o 1 semestre acontecero no ms de maro. Um deles o Ciclo de Debates Licenciamento Ambiental. O objetivo avaliar a eficincia e a eficcia do licenciamento e das autorizaes e outorgas como instrumentos para a gesto ambiental. O ciclo ser um evento preparatrio para o Seminrio Legislativo Minas de Minas, que deve ser realizado no 1 semestre, a fim de buscar subsdios para a elaborao de uma poltica minerria para o Estado.Trs eventos agendados para o 1 semestre acontecero no ms de maro. Um deles o Ciclo de Debates Licenciamento Ambiental. O objetivo avaliar a eficincia e a eficcia do licenciamento e das autorizaes e outorgas como instrumentos para a gesto ambiental. O ciclo ser um evento preparatrio para o Seminrio Legislativo Minas de Minas, que deve ser realizado no 1 semestre, a fim de buscar subsdios para a elaborao de uma poltica minerria para o Estado.

    Dois debates pblicos sero promovidos tambm em maro: um para discutir a residncia mdica em Minas, por iniciativa da Comisso de Sade; e outro para debater a proposta de criao do programa Bolsa Verde, de catalogao, identificao e preservao de nascentes de gua no Estado, por iniciativa da Comisso de Meio Ambiente. Esse programa est previsto no Projeto de Lei (PL) 952/07, do deputado Roberto Carvalho (PT), em tramitao.

    Sobre o Bolsa Verde - O projeto que cria o Bolsa Verde est, inclusive, pronto para ser discutido e votado pelo Plenrio, em 1 turno. A idia dar incentivo financeiro aos possuidores de terras visando preservao das nascentes. O texto original prev que haver um benefcio mensal, em espcie, pago a agricultores familiares inscritos cuja propriedade no ultrapasse 50 hectares. O projeto que cria o Bolsa Verde est, inclusive, pronto para ser discutido e votado pelo Plenrio, em 1 turno. A idia dar incentivo financeiro aos possuidores de terras visando preservao das nascentes. O texto original prev que haver um benefcio mensal, em espcie, pago a agricultores familiares inscritos cuja propriedade no ultrapasse 50 hectares.

    Na tramitao, a matria recebeu dois substitutivos. Um deles, da Comisso de Constituio e Justia, prev o incentivo tambm para proteo da biodiversidade e recomposio da cobertura vegetal. O outro, da Comisso de Meio Ambiente e Recursos Naturais, remete para regulamento a definio das condies para se conceder o benefcio financeiro, dando preferncia aos agricultores familiares cuja propriedade ou posse esteja localizada em rea de bacia hidrogrfica considerada prioritria. D, ainda, liberdade ao Executivo para definir o ritmo de universalizao do programa e cria alternativas quanto forma de pagamento a ser usada, ao permitir a emisso de ttulos da dvida ativa do Estado. Deixa tambm abertas as possibilidades de captao de recursos por meio de convnios com entidades pblicas e privadas, nacionais e internacionais.

    Projetos tratam de incentivo reciclagem, defesa do consumidor e arquitetura pblica

    Entre os projetos de autoria parlamentar que podero ser analisados pelo Legislativo no 1 semestre, alguns j foram aprovados em 1 turno. o caso do PL 612/07, do deputado Weliton Prado (PT), que prev linha de crdito para cooperativas que trabalhem com materiais reciclados. Ele muda a Lei 13.766, de 2000, que trata da poltica estadual de apoio e incentivo coletiva seletiva de lixo. A matria aguarda parecer para 2 turno da Comisso de Turismo, Indstria, Comrcio e Cooperativismo. Depois que o parecer for votado, estar pronta para voltar ao Plenrio.

    Hidrmetro individual - Outro projeto que j passou pelo Plenrio o PL 973/07, dos deputados Adalclever Lopes (PMDB) e Fbio Avelar (PSC), que permite a medio individualizada do consumo de gua em condomnios. A proposta responde uma histrica reivindicao, que proporcionar a cada morador a perspectiva do pagamento individualizado da gua por ele realmente consumida. Aguarda parecer de 2 turno da Comisso de Defesa do Consumidor e do Contribuinte. Outro projeto que j passou pelo Plenrio o PL 973/07, dos deputados Adalclever Lopes (PMDB) e Fbio Avelar (PSC), que permite a medio individualizada do consumo de gua em condomnios. A proposta responde uma histrica reivindicao, que proporcionar a cada morador a perspectiva do pagamento individualizado da gua por ele realmente consumida. Aguarda parecer de 2 turno da Comisso de Defesa do Consumidor e do Contribuinte.

    Segundo o que foi aprovado em 1 turno, o prestador do servio pblico de abastecimento de gua far a medio individualizada do consumo nas edificaes prediais verticais residenciais, comerciais ou de uso misto, mediante requerimento do sndico ou responsvel. A adaptao das instalaes ser de responsabilidade do requerente e obedecer a padres e critrios tcnicos definidos pelo prestador. A instalao desses hidrmetros individuais no dispensa a medio do consumo global para a apurao do consumo da rea comum da edificao predial.

    Arquitetura pblica - Outro projeto parlamentar que aguarda parecer para 2 turno o PL 32/07, da deputada Elisa Costa (PT), que cria a Poltica Estadual de Engenharia e Arquitetura Pblica. Entre os objetivos propostos, esto a prestao de assistncia tcnica a prefeituras para elaborao de plano diretor; assessoria tcnica gratuita para pessoas de baixa renda para elaborao de projetos de construo; e capacitao visando economia e qualidade das construes. Outro projeto parlamentar que aguarda parecer para 2 turno o PL 32/07, da deputada Elisa Costa (PT), que cria a Poltica Estadual de Engenharia e Arquitetura Pblica. Entre os objetivos propostos, esto a prestao de assistncia tcnica a prefeituras para elaborao de plano diretor; assessoria tcnica gratuita para pessoas de baixa renda para elaborao de projetos de construo; e capacitao visando economia e qualidade das construes.

    Entre as novidades, esto sugestes apresentadas em audincia pblica para aprimorar os objetivos da poltica estadual: a prestao de assistncia tcnica aos municpios para tratamento de resduos slidos e efluentes, para implementao de acesso s edificaes e vias pblicas e, ainda, para o parcelamento do solo. O PL est na Comisso de Assuntos Municipais e Regionalizao.

    Prontos para Plenrio - Tambm esto prontos para o Plenrio, em 1 turno: o PL 135/07, do deputado Dalmo Ribeiro Silva (PSDB), que institui a Poltica Estadual de Defesa dos Animais; e o PL 1.099/07, do deputado Dlio Malheiros (PV), que garante o acesso ao texto de contrato de adeso no mnimo 24 horas antes de sua assinatura. Ambos receberam substitutivos da CCJ. Tambm esto prontos para o Plenrio, em 1 turno: o PL 135/07, do deputado Dalmo Ribeiro Silva (PSDB), que institui a Poltica Estadual de Defesa dos Animais; e o PL 1.099/07, do deputado Dlio Malheiros (PV), que garante o acesso ao texto de contrato de adeso no mnimo 24 horas antes de sua assinatura. Ambos receberam substitutivos da CCJ.

    O substitutivo apresentado ao PL 135/07 lista 12 captulos que tratam, entre outros assuntos, dos princpios e objetivos da poltica; da fauna silvestre, extica, domstica e domesticada; dano fauna e penalidades, alm de disposies finais e transitrias. O projeto probe a caa profissional da fauna silvestre e a comercializao, sem a devida licena, de seus espcimes - exceto o comrcio daqueles provenientes de criadouros devidamente legalizados. Exige licena para o exerccio de atividade com animais da fauna silvestre e extica. Tambm listada uma srie de penalidades, como advertncia, multa de R$ 50,00 a R$ 50 milhes, apreenso, cancelamento de licena.

    Assessoria do Governo aponta prioridades do semestre

    A Assessoria da Liderana do Governo na ALMG destaca cinco proposies prioritrias, na avaliao do Executivo, para anlise no 1 semestre. Uma delas a Proposta de Emenda Constituio (PEC) 40/07, que estabelece novos teto e subteto salarial para diversas categorias do funcionalismo. Ela aguarda, em Plenrio, a designao dos integrantes da comisso especial para analis-la. A PEC desvincula do vencimento do governador o teto das carreiras de procurador do Estado; defensor pblico; policiais civil e militar e bombeiro militar; do grupo de servidores das reas de tributao, fiscalizao e arrecadao e dos servidores pertencentes s carreiras do grupo de atividades de Defesa Social. Se aprovada, o teto salarial dessas categorias passar de R$ 10.500,00 (subsdio do governador) para R$ 22.100,00 (subsdio do desembargador do Tribunal de Justia).

    Outra prioridade do governo ter aprovado o PL 1.677/07, que disciplina o acordo de resultados e o prmio por produtividade no mbito do Executivo. O projeto recebeu emendas e substitutivo na tramitao de 1 turno e, agora, est em discusso no Plenrio. H, ainda, o PL 596/07, que cria o monitoramento eletrnico do transporte de carvo vegetal. Originalmente, o projeto elevava o valor de taxa florestal j existente para comportar o custo do monitoramento. Substitutivo da CCJ cria taxa florestal, a ser paga pelas indstrias consumidoras. O PL aguarda parecer de 1 turno da Comisso de Fiscalizao Financeira e Oramentria.

    Outros em pauta so os PLs 1.269/07, que cria a Poltica Estadual de Resduos Slidos, e 1.416/07, que cria o Conselho Estadual de Saneamento Bsico. Ambos tramitam em 1 turno. O primeiro aguarda parecer da Comisso de Meio Ambiente; o segundo recebeu dois substitutivos em Plenrio, na discusso, e voltou Comisso de Sade para receber parecer.



                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________

    __________________________________________________________
    Sexta-feira, Fevereiro 1, 2008

    CARNAVAL em Minas. Governo Acio Neves - atravs da COPASA - cria condies para dar segurana aos carnavalescos nos prximos 4 dias.









    Minas lana campanha
    para Carnaval seguro
     e de cara limpa

     











    Lcia Sebe/Secom MG
     

    A Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude, por meio da Subsecretaria de Polticas Antidrogas, lanou nesta quinta-feira (31), na Praa da Savassi, em Belo Horizonte, a campanha Carnaval Seguro e de Cara Limpa. Criada com o objetivo de orientar a populao mineira sobre o risco do consumo abusivo de lcool e outras drogas no Carnaval, a campanha, que est em seu quinto ano consecutivo, ser levada a outros 67 municpios de todas as regies de Minas Gerais.


    Com uma blitz educativa, que contou com a participao da banda da Polcia Militar, do rei momo, da rainha e da princesa do Carnaval da capital mineira, o lanamento da campanha animou a manh de quem passou pela Savassi, onde foram distribudos 6 mil kits com material educativo. Os kits, que sero distribudos durante todo o perodo de Carnaval, contm preservativo, leque, adesivo, gua e panfletos informativos.


    A campanha continua nesta sexta-feira (1), na BR 381 (Posto da Polcia Rodoviria Federal), em Betim, e na MG10, KM 17 (sada para o Aeroporto de Confins), no perodo de 8h30 s 11h30.


    Ao preventiva


    Durante o evento, o secretrio de Estado de Esportes e da Juventude, Gustavo Corra, alertou os mineiros dos riscos a que podero estar expostos durante o Carnaval. Essa mais uma ao do Governo de Minas Gerais no sentido da conscientizao dos perigos do uso de drogas ilegais e do abuso do lcool e da necessidade da preveno contra doenas sexualmente transmissveis.


    Segundo o subsecretrio Cloves Benevides, as aes sero realizadas de forma descontrada, mas com um forte apelo para que os folies mineiros aproveitem a festa de forma saudvel. Vamos fazer uma campanha animada e ao mesmo tempo impactante, destacando que todos devem se divertir, mas seguindo os cuidados bsicos de segurana, afirmou o subsecretrio.


    Ele destacou que a campanha uma ao continuada do Governo de Minas, que visa a ampliar o nvel de conscincia do cidado, reduzindo os danos causados pelo consumo excessivo de bebidas alcolicas e drogas.


    Otimista quanto aos resultados da campanha, Cloves Benevides lembrou que a cada edio da campanha Folia Segura e de Cara Limpa aumenta a receptividade da populao abordada e o interesse de potenciais parceiros.


    Essa campanha um sucesso. No ano passado, distribumos, em todo o Estado, cerca de um milho de kits com material incentivando o folio mineiro a curtir a festa de cara limpa, revelou Cloves Benevides.


    So parceiros da Secretaria de Estado de Esportes e Juventude/Subsecretaria de Polticas Antidrogas na campanha a Secretaria de Estado da Sade (DST- AIDS e Previpri), Policia Rodoviria Federal, Polcia Rodoviria Estadual, Prefeitura de Belo Horizonte (BHTrans), Ncleo de Apoio s Vtimas de Crimes Violentos, Centro de Referncia de Gays, Lsbicas, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgneros.


    A campanha conta com o patrocnio Copasa e ser realizada nos municpios que instalaram seu Conselho Municipal Antidrogas. So eles: Arax, Alterosa, Alvarenga, Baro de Cocais, Belo Horizonte, Betim, Braslia de Minas, Bocaiva, Botelhos, Cachoeira de Minas, Caet, Campo Belo, Cantagalo, Cana Verde, Capinpolis, Caratinga, Carmpolis de Minas, Conceio das Alagoas, Conceio do Mato Dentro, Confins, Corao de Jesus, Coromandel, Divinpolis, Francisco Dumont, Frutal, Governador Valadares, Guanhes, Ipatinga, Itajub, Itana, Ituiutaba, Jaboticatubas, Jordnia, Janaba, Jequita, Joo Molevade, Lavras, Limeira do Oeste, Manhumirin, Maria da F, Montes Claros, Morada Nova de Minas, Monte Sio, Monte Santo de Minas, Oliveira, Ouro Fino, Patos de Minas, Pirapora, Poos de Caldas, Ribeiro das Neves, Rio Vermelho, Sacramento, So Joo del-Rei, So Joo Evangelista, So Loureno, So Sebastio do Paraso, Santa Luzia, Santana do Jacar, Sete Lagoas, Santo Antnio do Monte, Taiobeiras, Tapira , Tefilo Otoni, Uberaba, Uberlndia, Unai, Vazante e Vrzea da Palma.




                           Link direto para este post:

    __________________________________________________________________________




    ___________________________


    Clique para conhecer

    ___________________________


    Clique para conhecer

    ______________________________

    Clique para conhecer

    ______________________________
    Clique para conhecer
    ______________________________
    Clique para conhecer
    ______________________________

         
     
    Clique e envie-nos 

seu e-mail