33ª edição da Superminas: Abertura contou com a presença do gov Romeu Zema.

Começou nesta terça em Belo Horizonte, a 33ª edição do Congresso e Feira Supermercadista e da Panificação, a Superminas Food Show. Referência em lançamentos de produtos e serviços, tendências, desenvolvimento profissional e oportunidades de negócios, a Superminas vai receber, nos próximos dias, cerca de 55 mil visitantes de todos os estados brasileiros.


A programação conta com mais de 70 atividades formativas e exposição de 517 empresas de todo o país, que trazem novidades para empresários dos setores supermercadista e de panificação.

Em entrevista coletiva de imprensa realizada antes da abertura oficial, as entidades realizadoras do evento, Associação Mineira de Supermercados (AMIS) e Sindicato e Associação Mineira da Indústria de Panificação (Amipão), divulgaram perspectivas econômicas dos segmentos para o fim do ano.


O presidente da AMIS, Alexandre Poni, aposta em um crescimento dos supermercados de 3,2% em relação ao ano anterior. Já o presidente da Amipão, Vinícius Dantas, prevê um crescimento das padarias de 5%.


Ambos atribuem aos números positivos a retomada, mesmo que lenta, da economia. O fim do ano é outro fator que anima os empresários, já que a chegada do 13º e as festas de fim de ano movimentam o varejo.

O presidente da Amipão, Vinicius Dantas, afirma que os resultados serão ainda melhores caso os empresários invistam em processos e produtos, que acompanhem a crescente demanda por refeições práticas e customizadas, que atendem o consumidor tanto na economia quanto no consumo consciente. “As mini porções estão ganhando cada vez mais espaço na mesa do consumidor, que quer diversidade e economia.


A indústria 4.0 incorpora tecnologias na atividade industrial. O consumidor está cozinhando cada vez menos em casa. Estas e outras tendências precisam estar no radar do empresário da panificação”, destaca Dantas.

O presidente da AMIS, Alexandre Poni, acrescentou ainda outro fato que deve influenciar positivamente as vendas deste final de ano: "a estabilidade dos preços em relação ao ano passado também contribui; a inflação baixa ou quase nula cria condições favoráveis para o consumidor". Durante a solenidade de abertura, Flávio Roscoe, presidente da FIEMG, ressalta a integração do Superminas "dos que produzem e os que vendem". "Precisamos de um desenvolvimento integrado, de consumo e fornecimento locais regionais, para que a economia mineira volte a avançar", afirma Roscoe. O líder industrial pontuou sobre a adesão do governo de Minas ao Plano de Recuperação Fiscal, e que sem ele, as "contas não fecham".

O governador Romeu Zema também ressaltou a importância da aprovação pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais a adesão ao Plano de Recuperação Fiscal. "O Estado gasta mais do que arrecada e a situação só está piorando. Precisamos tomar medidas que visem o equilíbrio financeiro e que vão beneficiar a população, sem prejudicar os serviços básicos como saúde e segurança", diz.    

Brumadinho Uma das grandes novidades desta edição é a participação dos produtores rurais de Brumadinho e de Mário Campos na Superminas 2019. Em um estande de 116 metros quadrados, nove produtores de Brumadinho e outros sete de Mário Campos irão expor hortaliças, frutas, temperos e conservas, entre outros itens, para cerca de 55 mil participantes, maioria composta de diretores e compradores dos segmentos supermercadista, panificador, atacadista e do varejo em geral de todo o estado e do País.

A participação foi viabilizada por meio de uma parceria da Associação Mineira de Supermercados (AMIS) com as prefeituras municipais, que se encarregaram de selecionar os produtores para participar do evento. O objetivo é que o acesso dos pequenos negócios às gôndolas do segmento supermercadista venha trazer benefícios econômicos e sociais para toda a cadeia envolvida.

Além da possibilidade de negócios ao longo do evento, o foco da ação é fortalecer a cadeia produtiva local, permitindo o acesso a novos mercados, como às diversas redes supermercadistas. Os produtos expostos nos estandes demonstram a riqueza e a potencialidade do setor agrícola desses dois municípios para a geração de renda, seja para a agricultura familiar, para outros extratos de agricultores e para as organizações locais como associações de produtores, por exemplo. Sobre o evento   O Congresso e Feira Supermercadista e da Panificação (Superminas) é realizado pela Associação Mineira de Supermercados (AMIS) e pelo Sindicato e Associação Mineira da Indústria da Panificação (Amipão), com a correalização da Fiemg, nos dias 15 a 17 de outubro, no Expominas, em Belo Horizonte. O evento está na 33ª edição e reúne participantes de todo o estado de Minas Gerais, de praticamente todos os estado, que totalizam 53 mil participantes. Na área de exposição são 25 mil metros quadrados de espaço de feira e quase 500 expositores. Na parte de qualificação profissional são cerca de 70 atividades como palestras, fóruns, oficinas, reuniões, cursos e visitas técnicas durante os três dias.I