1/2

A agência internacional de avaliação risco de crédito Moody’s: uma nova classificação para Usiminas



Sérgio Leite, CEO da Usiminas: satisfeito com essa que é a terceira atualização nas notas de crédito concedidas à Usiminas por agências do mercado financeiro só neste ano.


A agência internacional de avaliação risco de crédito Moody’s anunciou uma nova classificação da nota Usiminas, que passa para AA-.br.


A perspectiva é estável. Com isso, a empresa está apenas a três níveis da classificação máxima.


No relatório, a agência avalia que a nova nota da Usiminas “reflete sua sólida posição no mercado brasileiro de aços planos, assim como a capacidade da empresa de adaptar suas operações às condições de mercado no Brasil”.


Esse posicionamento tem relação com o “desempenho operacional da Usiminas durante a pandemia” que, com ações decisivas, preservou as operações e a utilização do caixa operacional da companhia.


Essa é a terceira atualização nas notas de crédito concedidas à Usiminas por agências do mercado financeiro só neste ano.


Em fevereiro, a Standard and Poors elevou a nota da Usiminas para BB- e brAA+ nas escalas nacional e global, respectivamente.


Já no último dia 18, foi a vez da agência Fitch, que passou o rating de A+ para AA+ na escala nacional e, na escala global, de BB- para BB, com perspectiva estável.