Abrajet Minas: Ciclo de Debates com os cinco mais bem colocados na disputa para prefeito de BH.


Presidida pelo jornalista José Aparecido Ribeiro a reunião da nova diretoria foi feita na modelagem do novo normal: pela plataforma ZOOM.


Os cinco candidatos que estiverem mais bem pontuados nas pesquisas para a prefeito de BH, serão convidados para o Ciclo de Debates, online, da Abrajet Minas.


O Ciclo de Debates foi proposto pelo vice-presidente jornalista Antonio Claret Guerra. E o diretor de Expansão jornalista Walter Freitas propôs e foi aprovado o critério de convidar os cinco líderes nas pesquisas pela prefeitura de BH.


O jornalista Gio Harmad representante da Abrajet na Zona da Mata, sediada em Juiz de Fora, vai cuidar da criação do site da entidade em Minas.


O jornalista Hugueney Bisneto, representante da Abrajet no Triângulo Mineiro, baseada em Uberlândia, sugeriu e foi aprovada proposta de se fazer parceria entre a Abrajet e Empresas, na postagem de banners da no site da entidade. Esta troca de serviços, disse Hugueney Bisnetto, está cada ve mais em voga no mercado.


Outro ponto da pauta: a logomarca da Abrajet Minas, será moldada nos padrões determinados pelo Estatuto da Nacional. Quem vai cuidar é o jornalista Gio Harmad.


Teste do Pezinho

na reunião a diretora secretária da Abrajet Minas, a jornalista Sueli Callais Guerra pediu apoio e obteve, por unanimidade,

à Campanha do Teste do Pezinho que a repórter da Rede Globo Minas, Larissa Carvalho, está liderando.


Leia o que diz a jornalista Larissa Carvalho:

O teste do pezinho no Brasil é muito pobre. Um dos mais pobres do mundo! Só detecta seis doenças

Uma campanha da ONG Vidas Raras quer melhorar o teste . Se a gente conseguir um milhão de assinaturas, o exame passa a rastrear 54 doenças!


E que diferença isso faz?

Quando uma doença metabólica, genética, é detectada no teste do pezinho, a mãe tem chance de começar a tratar logo nos primeiros dias de vida!


É com isso, evita sequelas graves, como cegueira e paralisia cerebral.

Conheça a história do Théo! Ele tem 4 anos e não senta, não anda e não fala. Théo tem uma doença rara que o teste do pezinho não detectou.


Ele não pode comer proteína livremente… A mãe, sem saber, amamentou, deu papinhas com feijão, carne… e o Théo foi perdendo neurônios…

Hoje ele tá numa cadeira de rodas. E não precisava.


Se o teste do pezinho fosse ampliado, a mãe, a jornalista Larissa Carvalho, teria dado alimentação correta. E ele não teria perdido neurônios. Vamos salvar futuros theos desse destino?

Assine!

Pezinhonofuturo.com.br