1/2

Aeroporto Internacional de Belo Horizonte espera mais de 732 mil passageiros em março



Movimentação será 77% superior em relação ao mesmo período de 2021, sendo que o lançamento do destino para Londrina deverá refletir no aumento de voos no período

A movimentação de passageiros no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte segue em alta.


Em março, são esperadas mais de 732 mil pessoas circulando pelo terminal, número 77% superior ao registrado em igual período de 2021.


O valor também é superior, em 15%, no comparativo com o mês anterior (fevereiro de 2022). Já em relação à movimentação de aeronaves, estão previstas 6,6 mil operações ao longo de março.

A inauguração do voo para Londrina (PR) também deverá refletir positivamente no fluxo de passageiros no terminal.


O voo foi lançado nessa segunda-feira (7), em uma rota operada pela Azul Linhas Aéreas, com seis frequências semanais. Localizada no norte do Paraná, Londrina é a segunda maior cidade paranaense, com cerca de 580 mil habitantes, que se destaca, principalmente, pela produção agrícola.


"Vemos com bons olhos o aumento gradual da movimentação de passageiros e de aeronaves no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte.


Seguimos creditando o crescimento ao fato de boa parte da população estar imunizada contra à Covid-19 e da retomada da economia. Além disso, o lançamento de novas rotas, como essa para Londrina, trará mais possibilidades de conexões aos nossos clientes, impulsionando ainda mais o aumento de voos”, diz Clayton Begido, gestor de Conectividade e Aviação da BH Airport.

Sobre as novas rotas, além do voo inaugural para Londrina, o aeródromo amplia sua malha aérea e inicia mais dois destinos em março.


“Pela Latam, inauguramos voos para Vitória, no Espírito Santo, com 14 frequências semanais (dois voos diários), e para Curitiba, também no Paraná, com dez frequências semanais”, adianta Clayton.

Ainda segundo ele, em março não deverá ser registrado um pico específico de movimentação.


“Diferentemente do mês de fevereiro, que registrou picos ainda referentes ao período de férias no Brasil e por conta do feriado do carnaval, neste mês a movimentação será maior, porém, bem distribuída ao longo do período”, conclui.


Destinos de março

Entre voos extras e regulares, o aeroporto estará conectado em março a 39 destinos, sendo 37 domésticos e dois internacionais. São eles: Belém (PA), Barreiras (BA), Brasília (DF), Cabo Frio (RJ), Campinas (SP), Carajás (PA), Comandatuba (BA), Congonhas (SP), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Fortaleza (CE).


Galeão (RJ), Guanambi (BA), Guarulhos (SP), Governador Valadares (MG), Goiânia (GO), Ilhéus (BA), Ipatinga (MG), Jericoacoara (CE), João Pessoa (PB), Londrina (PR), Marabá (PA), Maceió (AL), Montes Claros (MG), Natal (RN), Porto Alegre (RS), Porto Seguro (BA), Recife (PE), Ribeirão Preto (SP), Salvador (BA)


Santos Dumont (RJ), São José do Rio Preto (SP), São Luís (MA), Uberaba (MG), Uberlândia (MG), Vitória (ES), Vitória da Conquista (BA), além dos internacionais Lisboa (Portugal) e Panamá.

Ações contra a Covid-19

Mesmo com o avanço do plano nacional de vacinação contra a Covid-19, o setor de aviação segue em busca de uma retomada gradativa e segura para passageiros, visitantes e comunidade aeroportuária.


No terminal, são colocadas em prática todas as orientações das autoridades de saúde e da Agência de Aviação Civil (Anac) para que as pessoas se sintam seguras para circular pelo aeroporto e para voar.


Há dispensers de álcool em gel em todo o aeroporto, barreiras de proteção nos locais de atendimento aos usuários e adesivos informativos para piso, assentos, banheiros e elevadores.


Com apoio do exército, uma equipe foi capacitada para atuar na descontaminação e higienização de áreas de grande circulação.


Entre as demais medidas já adotadas para o combate à disseminação da Covid-19, também foi reforçada a limpeza e desinfecção das áreas comuns de todo o aeroporto, especialmente dos banheiros.

O aeroporto também lançou uma campanha de comunicação no intuito de conscientizar passageiros, visitantes e a comunidade aeroportuária sobre a necessidade de higienização das mãos, de manter o distanciamento, isolamento de assentos, uso de máscara e demais atitudes que podem garantir a saúde e segurança de todos.

Para quem viaja a Belo Horizonte, em voos internacionais, há obrigatoriedade de realização de teste PCR para Covid-19. O exame precisa ser feito com até 72 horas de antecedência e apresentado durante o embarque no país de origem.


Também deve ser apresentada declaração de Saúde do Viajante (DSV) preenchida com a concordância sobre as medidas sanitárias que devem ser cumpridas durante o período que estiver no Brasil.


Ao desembarcar no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em voo internacional, os passageiros terão contato com a Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa), que identifica se há alguém com algum sintoma de Covid-19 ou precisando de atendimento médico.

Sobre a BH Airport

A BH Airport, concessionária do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, é uma Sociedade de Propósito Específico (SPE) formada pelo Grupo CCR, uma das maiores companhias de concessão de infraestrutura da América Latina, e por Zurich Airport, operador do Aeroporto de Zurich, o principal hub aéreo da Suíça e considerado um dos melhores aeroportos do mundo, além da Infraero, estatal com experiência de mais de 40 anos na gestão de aeroportos no Brasil.