1/2

Aeroporto Internacional de BH participa de discussão sobre os desafios e oportunidades do 5G



Evento no Crea-MG contou com a presença do CEO da BH Airport, Kleber Meira, que ressaltou o lançamento de um Centro de Inovação no terminal

Os impactos e desafios do 5G. O Aeroporto Internacional de Belo Horizonte atua efetivamente neste debate e, nessa quinta-feira (9), participou de um painel que abordou o tema, no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (Crea-MG). O CEO da BH Airport, Kleber Meira, abordou as oportunidades com a chegada da tecnologia e também ressaltou o intuito de lançar um Centro de Inovação no terminal mineiro.

“O aeroporto estuda parcerias estratégicas com empresas de telecomunicações e também com entidades e algumas universidades para o fomento à inovação em diversas frentes em sua operação.


Dentre elas, a implementação, de um laboratório para testar aplicações do 5G e Internet das Coisas (IoT) na aviação, voltado para pesquisas nas áreas de segurança, logística e mobilidade”, revelou Kleber.

Ele ainda destacou que essa será a primeira iniciativa desse tipo no Brasil.


“Com o 5G, seria possível, por exemplo, identificar os passageiros por reconhecimento facial e escanear bagagens rapidamente, o que eliminaria filas para entrada na área de embarque.


Seria possível até mesmo rastrear malas em tempo real, o que minimizaria riscos de extravio”, afirma.

O encontro no Crea-MG, também contou a presença de parceiros desse novo espaço, como a Ericsson e o Instituto Nacional de Telecomunicações (Inatel), e destacou as aplicações e viabilidade da tecnologia nos mais variados setores.


Conforme os executivos dessas empresas, o Brasil está em fases iniciais na implementação do 5G, sendo que a tecnologia é uma realidade hoje em 15% do globo.


Sobre a BH Airport

A BH Airport, concessionária do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, é uma Sociedade de Propósito Específico (SPE) formada pelo Grupo CCR, uma das maiores companhias de concessão de infraestrutura da América Latina, e por Zurich Airport, operador do Aeroporto de Zurich, o principal hub aéreo da Suíça e considerado um dos melhores aeroportos do mundo, além da Infraero, estatal com experiência de mais de 40 anos na gestão de aeroportos no Brasil.