1/2

Aeroporto Internacional de BH prevê retomada de 89% da movimentação pré-pandemia: 820 mil este mês


 Cerca de 820 mil passageiros devem passar pelo aeroporto, um crescimento de 28% na comparação com setembro do ano passado 

 

A movimentação de passageiros e de aeronaves segue em evolução no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, com o avanço da cobertura vacinal e a redução dos números de casos e mortes por Covid.


O controle da crise sanitária reflete positivamente nos voos deste mês, impulsionando uma retomada de 89% em relação ao mesmo período pré-pandemia (setembro de 2019) e um crescimento de 28% no comparativo com setembro de 2021.


A previsão é de que 820 mil passageiros circulem pelo terminal neste mês, com expectativa de cerca de 7,1 mil operações de aeronaves.  

 

A alta performance em pontualidade continua sendo um diferencial para evidenciar o terminal mineiro como o segundo hub de conexões mais pontual das Américas e o 2º do mundo, na categoria aeroportos de média escala, de acordo com a análise do OTP Report publicado pela Cirium. 


A conectividade ganha novo impulso com o lançamento da rota para Imperatriz (MA), pela Azul Linhas Aéreas, que estreia no dia 6 de setembro, com três partidas semanais, sempre às 22h45, com retorno às 5h10, além do aumento da frequência de voos da Copa Airlines para cinco vezes por semana para o Panamá. 

 

“O feriado de 7 de setembro cai em uma quarta-feira e não terá impacto relevante na oferta de voos”, afirma o diretor de Operações e Infraestrutura da BH Airport, Herlichy Bastos. 


“Analisando o período de 6 a 12 de setembro, estimamos a movimentação de aproximadamente 33.028 passageiros para o dia de pico (12), com previsão para operar em torno de 285 pousos e decolagens na segunda-feira pós feriado”, assinala Herlichy Bastos, reforçando que os números ainda podem sofrer alterações, em função do possível ajuste da malha aérea pelas companhias.  

  

Além das rotas internacionais (Lisboa/Portugal e Panamá), o Aeroporto Internacional de BH se conecta a 40 destinos domésticos em setembro, entre voos extras e regulares Belém (PA), Barreiras (BA), Brasília (DF), Cabo Frio (RJ), Campinas (SP), Carajás (PA), Comandatuba (BA), Congonhas (SP), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Fortaleza (CE), Foz do Iguaçu (PR), Guanambi (BA), Guarulhos (SP), Governador Valadares (MG).


Goiânia (GO), Ilhéus (BA), Imperatriz (MA), Ipatinga (MG), Jericoacoara (CE), João Pessoa (PB), Jundiaí (SP).

Maceió (AL), Marabá (PA), Montes Claros (MG), Natal (RN), Porto Alegre (RS), Porto Seguro (BA), Recife (PE), Ribeirão Preto (SP), Salvador (BA), Santos Dumont (RJ), São Luís (MA), Uberaba (MG), Uberlândia (MG), Vitória (ES) e Vitória da Conquista (BA).  


Segurança e saúde  

O uso de máscara de proteção facial deixou de ser obrigatório no saguão do aeroporto, na sala de embarque e nas aeronaves, mas o setor de aviação segue todas as orientações das autoridades de saúde e da Agência de Aviação Civil (Anac) para que os visitantes, a comunidade aeroportuária e os passageiros se sintam seguros para voar e circular no terminal.


O aeroporto disponibiliza dispensers de álcool em gel e mantém os procedimentos de limpeza e de desinfecção dos espaços públicos. 

 

É sempre importante lembrar que chegar com antecedência acelera o processo de check-in e inspeção de segurança, garantindo a tranquilidade no embarque.


A BH Airport recomenda que os passageiros tenham atenção redobrada aos horários de embarque e cheguem ao aeroporto com antecedência mínima de duas horas, para viagens domésticas, e três horas, para viagens internacionais.  

 

A concessionária também orienta o passageiro a verificar os requisitos de viagem antes de sair de casa, certificando a documentação pessoal, especialmente para acompanhantes menores de idade. 


Todos embarcam com documento oficial válido com foto (RG ou passaporte, por exemplo). As crianças menores de 12 anos podem usar documento válido com foto ou certidão de nascimento (original ou cópia autenticada). 

 

Certificar a documentação para o momento do check-in também é fundamental. Ele pode ser feito no balcão da empresa, pela internet, por aplicativos de dispositivos móveis ou totens de autoatendimento no aeroporto. Reforçando que a última oportunidade para solicitar a correção do nome antes da emissão do comprovante de check-in.          


Sobre a BH Airport             

A BH Airport, concessionária do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, é uma Sociedade de Propósito Específico (SPE) formada pelo Grupo CCR, uma das maiores companhias de concessão de infraestrutura da América Latina, e por Zurich Airport, operador do Aeroporto de Zurich, o principal hub aéreo da Suíça e considerado um dos melhores aeroportos do mundo, além da Infraero, estatal com experiência de mais de 40 anos na gestão de aeroportos no Brasil.