Aeroporto Internacional de BH tem melhor janeiro dos últimos 4 anos.


Ao todo, 1,072 milhão de passageiros

passaram pelo terminal, alta de 7% em relação a janeiro do ano passado

Belo Horizonte, fevereiro de 2020 – Ao longo do mês passado, 1,072 milhão de passageiros passaram pelo Aeroporto Internacional de Belo Horizonte.


O volume representa um crescimento de 7% em relação a janeiro de 2019, quando o fluxo de passageiros foi de 1,001 milhão.


O resultado é o melhor dos últimos quatro anos e, conforme Robson Freitas, gestor de Operações Integradas da BH Airport, é resultado de uma junção de fatores.

“O aquecimento da economia somado à negociação com as companhias aéreas para trazer novos voos para o aeroporto e toda a infraestrutura que podemos oferecer aos passageiros e visitantes contribuíram para o resultado de janeiro de 2020.


Atualmente, oferecemos voos regulares para 45 destinos nacionais e internacionais”, destaca.

Ano

Movimentação de passageiros

2019

1,001 milhão


2018

1,001 milhão


2017

953 mil


2016

1,017 milhão

Carnaval

O Aeroporto Internacional de Belo Horizonte estima que entre os dias 21 (sexta-feira) e 26 fevereiro (quarta-feira), a movimentação vai alcançar 152,4 mil passageiros de voos domésticos e internacionais, alta de 0,8% em relação ao Carnaval do ano passado.


Os picos de movimentação estão previstos para ocorrer nos dias 21 (sexta-feira) e 26 de fevereiro (quarta-feira).


Preparação – Durante os períodos de aumento da movimentação de passageiros, a BH Airport reforça as equipes de limpeza, segurança e manutenção para oferecer a melhor experiência a passageiros, acompanhantes e visitantes.

Vale ressaltar que é recomendado aos passageiros que fiquem atentos aos horários de embarque e que cheguem ao aeroporto com antecedência nos dias de maior fluxo.

Sobre a BH Airport

A BH Airport, concessionária do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, é uma Sociedade de Propósito Específico (SPE) formada pelo Grupo CCR, uma das maiores companhias de concessão de infraestrutura da América Latina, e por Zurich Airport, operador do Aeroporto de Zurich, o principal hub aéreo da Suíça e considerado um dos melhores aeroportos do mundo.


Além da Infraero, estatal com experiência de mais de 40 anos na gestão de aeroportos no Brasil, que tem 49% de participação.