Aeroporto Internacional de BH tem novo recorde com movimentação de 90 mil passageiros no feriado


Aeroporto Internacional de BH tem novo recorde com movimentação de 90 mil passageiros durante o feriado  Belo Horizonte, novembro de 2020 – Mais uma vez, a movimentação de passageiros superou as expectativas e cerca de 90 mil passageiros passou pelo Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, de 29 de outubro a 3 de novembro, durante o feriado de Finados.


Os dias de maior movimentação foram quinta-feira (29) e sexta-feira (30), com movimentação de pouco mais de 17 mil pessoas em cada um desses dias, e terça-feira (3), no retorno do feriado, com a movimentação expressiva de 19 mil passageiros. Em todo o período, foram registrados em torno de 700 voos.  Durante o período, ocorreram 11 voos extras ligando Belo Horizonte aos aeroportos de Congonhas (SP), Porto Seguro (BA), Salvador (BA), e Recife (PE). Vale ressaltar que, no terminal, são colocadas em prática todas as orientações das autoridades de saúde e da Agência de Aviação Civil (Anac) para que as pessoas se sintam seguras para circular pelo aeroporto, assim como para voar.  “Previamos movimentação de 85 mil passageiros para esse feriado e superamos o número em 5 mil pessoas.


O fluxo de passageiros teve alta de 15% em relação ao feriado de 12 de outubro, o que representa 9 mil passageiros a mais de um feriado para o outro. Isso demostra que o mercado está mais otimista e confiante, o que contribui para a retomada do setor de aviação em Minas Gerais e ampliação da nossa conectividade com outros estados.


Estamos no caminho certo”, avalia Clayton Begido, gestor de Conectividade e Aviação da BH Airport. Sobre a BH Airport A BH Airport, concessionária do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, é uma Sociedade de Propósito Específico (SPE) formada pelo Grupo CCR, uma das maiores companhias de concessão de infraestrutura da América Latina, e por Zurich Airport, operador do Aeroporto de Zurich, o principal hub aéreo da Suíça e considerado um dos melhores aeroportos do mundo, além da Infraero, estatal com experiência de mais de 40 anos na gestão de aeroportos no Brasil, que tem 49% de participação.