1/2

Aeroporto Internacional de BH celebra DIA MUNDIAL DA ÁGUA sendo novamente premiado pela ANAC


O presidente da BH Airport, Kleber Meira, tem todo o motivo para comemorar junto com sua competente equipe.


Terminal celebra o Dia Mundial da Água sendo novamente premiado pelo Programa Aeroportos Sustentáveis, promovido pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac)

Mais que compromisso, o ESG (Environmental, Social and Corporate Governance - Governança Ambiental, Social e Corporativa) é um pilar estratégico no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte.


No que tange ao aspecto ambiental, muitos foram os projetos desenvolvidos visando a preservação dos recursos naturais.


Neste Dia Mundial da Água (22), o aeroporto celebra a data sendo novamente premiado pelo Programa Aeroportos Sustentáveis, promovido pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Nessa terceira edição do prêmio, foram avaliadas as ações sustentáveis implantadas pelos aeroportos ao longo de 2021 e o terminal foi premiado com a classificação no nível “Primeira Classe”, entre o grupo de aeroportos com número igual ou superior a 5 milhões de passageiros processados anualmente.


Foram avaliados itens referentes a ruído aeronáutico, eficiência energética, eficiência hídrica, resíduos, mudanças climáticas, qualidade do ar e gestão organizacional.

Iniciativas a favor do reaproveitamento da água

O aeroporto coloca em prática ações que contribuem para o uso adequado da água.


O sistema de coleta, armazenamento e reaproveitamento de águas pluviais instalado no Terminal de Passageiros 2, por exemplo, captou e reaproveitou 1.015 m³ em 2021.


O volume foi direcionado para reservatórios enterrados e, depois, para o reservatório elevado de água de reuso. Esse recurso foi reutilizado no abastecimento das instalações sanitárias e na reposição de água para o sistema de climatização.

Também no Terminal de Passageiros 2, há um conjunto de sistemas de coleta, armazenamento e reaproveitamento de águas cinzas, que são captadas pelo sistema de redes segregadas, direcionando o efluente para uma estação elevatória e posteriormente para a Estação de Tratamento de Efluentes.


Ao todo, foram captadas 1.337 m³ dessa água em 2021, que também foi reutilizada no abastecimento das instalações sanitárias e reposição de água para o sistema de climatização. Com a reforma do Terminal de Passageiros 1, em andamento desde o final do ano passado, além de melhorias que refletirão positivamente na experiência de passageiros e visitantes, serão implantados projetos a favor da sustentabilidade.


Com isso, estão previstas as instalações do sistema de coleta de águas pluviais e de armazenamento de águas cinzas. Economia e eficiência na climatização Os tanques de termoacumulação do aeroporto, grandes reservatórios verticais instalados próximos às Centrais de Água Gelada (CAGs), em frente ao Terminal de Passageiros 2, contribuem para promover a climatização dos ambientes de forma sustentável.


O uso desses tanques confere ao aeroporto o ganho de eficiência do sistema em até 30% e gera a redução do consumo de energia da CAG no horário de ponta em até 70%, o que faz com que a climatização seja ainda mais econômica e eficiente. A Central de Água Gelada passou por uma reforma no último ano, o também elevou a eficiência na climatização do lado doméstico do terminal e contribui para que seja gerada economia de cerca de 400 m³ de água por mês. Sobre a BH Airport A BH Airport, concessionária do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, é uma Sociedade de Propósito Específico (SPE) formada pelo Grupo CCR, uma das maiores companhias de concessão de infraestrutura da América Latina, e por Zurich Airport, operador do Aeroporto de Zurich, o principal hub aéreo da Suíça e considerado um dos melhores aeroportos do mundo, além da Infraero, estatal com experiência de mais de 40 anos na gestão de aeroportos no Brasil, que tem 49% de participação.