1/2

Alerta em boa hora!!! Empresas devem reforçar protocolos de segurança contra o coronavirus.


Especialista fala sobre o combate à disseminação do vírus no ambiente de trabalho e a importância de continuar investindo nas medidas de prevenção

As empresas que retomam às atividades presenciais já conhecem as medidas de prevenção ao coronavírus: máscaras, distanciamento e álcool em gel.


No entanto, por mais que as pessoas saibam o que fazer, é natural que relaxem com o tempo.


Segundo especialistas, cabe às organizações encontrar soluções para garantir que os cuidados continuem sendo tomados até que a pandemia seja efetivamente controlada.

No caso da covid-19, o relaxamento nos cuidados, geralmente, significa aumento dos riscos.


"Para garantir a continuidade das medidas é importante criar uma cultura alinhada com esse propósito, internalizar esses protocolos e torná-los um hábito compartilhado por todos", avalia Alexandre Pinto da Silva, coordenador da pós-graduação em Engenharia de Segurança do Trabalho Semipresencial do Centro Universitário Newton Paiva .

Um dos grandes obstáculos nesse sentido diz respeito às exceções das regras.


A retirada da máscara na hora do lanche, por exemplo, faz com que as pessoas se sintam seguras para retirá-la em outros momentos.


E quando as regras deixam de ser seguidas sem consequências, a tendência é que elas percam a força.

Na avaliação de Alexandre, para evitar esse relaxamento, é fundamental que haja uma intervenção da liderança.


"A organização deve estabelecer uma comunicação eficaz com os colaboradores, levar informações corretas e se manter vigilante com as cobranças.


Afinal, é responsabilidade dela garantir o cumprimento das determinações oficiais em suas dependências", explica o professor da Newton Paiva.

Profissional de Segurança no Trabalho


Medidas de higiene sempre foram uma preocupação nos setores de segurança e saúde do trabalho, mas a pandemia de covid-19 trouxe desafios extras, principalmente por ser um vírus novo sobre o qual informações surgem a todo momento.


Para o professor, é esse o contexto que justifica a presença do profissional de segurança no trabalho nas empresas.

Segundo ele, a retomada das atividades presenciais em muitas organizações representa um aumento da demanda por profissionais da área.


"As empresas que se saem melhor nesse momento são as que contam com uma pessoa capacitada que esteja dedicada exclusivamente a avaliar o cenário, propor e garantir o cumprimento das medidas de prevenção adequadas à realidade da empresa", finaliza.

Sobre o Centro Universitário Newton Paiva

Com 48 anos de história, três modernos complexos em Belo Horizonte (MG) e mais de 80% do corpo docente formado por mestres e doutores, a Newton está entre as principais instituições de ensino superior de Minas Gerais.


A Newton oferece cursos de graduação, pós-graduação e a distância nas áreas de ciências exatas, tecnologia, saúde, comunicação, ciências sociais e direito, além de programas de iniciação científica e de extensão e cursos livres online e presenciais.


Consagrada pela alta qualidade acadêmica e excelente infraestrutura, conta com avançados laboratórios, núcleos de prática em diversas áreas do conhecimento e centros de inovação como o Fab Lab Newton, CNE - Centro Newton de Empreendedorismo, CEJU - Centro de Exercício Jurídico, NPCont - Núcleo de Práticas Contábeis e o Smart Campus - primeiro campus inteligente do estado.


Os estudantes dos cursos de saúde, por exemplo, contam com as clínicas-escolas de Odontologia, Psicologia, Fisioterapia, Enfermagem, Farmácia, Estética e a Clínica de Veterinária.


Nesses espaços, orientados pelos professores, os estudantes aplicam na prática o conhecimento adquirido em sala de aula e prestam serviços para a população, e os alunos de Arquitetura e Urbanismo contam com o escritório-modelo, Studio N. Além da reconhecida qualidade de ensino e de privilegiar a prática, a Newton investe permanentemente no relacionamento com o mercado, firmando importantes parcerias para proporcionar a seus alunos as melhores perspectivas e oportunidades profissionais, incluindo convênios e acordos com instituições educacionais internacionais.

Como parte de seu compromisso de promover a reflexão e incentivar uma mudança de atitude com relação ao desenvolvimento sustentável, à consciência ambiental e ao consumo consciente, a Newton apoia e promove os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), uma agenda firmada em 2015 por 193 países junto à ONU, para acabar com a pobreza, lutar contra as desigualdades e a injustiça e combater as mudanças climáticas até 2030.


Veja mais em https://www.newtonpaiva.br

Fonte:

Matheus Bongiovani Batista matheus.bongiovani@dezoitocom.com.br