1/2

Alerta em defesa do Turismo: permanência da Comissão Extraordinária de Turismo e Gastrô da ALMG


O empresário Roberto Fagundes, presidente da Federação dos Conventions & Visitors Bureau de Minas Gerais envia carta ao presidentes da Assembléia, deputado Agostinho Patrus, pedindo que seja mantida a importante Comissão Extraordinária de Turismo & Gastronomia do Parlamento Mineiro.


Fagundes que já foi secretário adjunto de Turismo tem a apoio nesta reivindicação das entidades do trade, aqui de BH e da Edersul - Empresa de Desenvolvimento Regional do Sul de Minas - através do seu presidente, empresário Braz Pagani.


Veja todos os detalhes do documento enviado por Roberto Fagundes ao presidente Agostinho Patrus:


“Exmo.Senhor

Deputado Agostinho Patrus Filho

Presidente da Assembléia Legislativa de Minas Gerais


Senhor Presidente,

A vocação de Minas Gerais para a atividade turística é amplamente reconhecida, inclusive por Vossa Exa. que com competência esteve a frente da Secretaria de Estado de Turismo, e logo que assumiu a presidência desta Casa Legislativa nos brindou com a criação de uma comissão própria para o tema, permitindo que tenhamos voz e atenção neste parlamento.


São fartos os estudos e diagnósticos relativos ao tema demonstrando a potencialidade de Minas Gerais para o desenvolvimento dos vários segmentos do turismo contemporâneo aliado à gastronomia, heranças da nossa rica diversidade.


Reconhecido em todo o mundo, expandido pelas demandas apresentadas pelos visitantes e pela conectividade de um novo momento, o turismo é atividade integrada por extensa rede de instituições públicas e privadas, com elevado valor socioeconômico, pelo estímulo ao veloz consumo de bens e serviços e, por isto, gerador diferenciado de trabalho, emprego e receitas.


TEMOR

Recebemos com temor a notícia de que as atividades da Comissão Extraordinária de Turismo e Gastronomia da ALMG, está com reunião marcada para a apresentação do relatório final, pois vemos isso com preocupação, diante a possível sinalização do encerramento de suas atividades, o que constituirá evidente retrocesso ao estado, em uma pauta tão necessária para implantação de políticas públicas de ambos setores tão afetados nesta pandemia.


Tememos que a extinção das atividades desta Comissão possa reduzir ações de planejamento, promoção, apoio e estímulo a importantes iniciativas de exclusividade do legislativo, visto o enorme valor agregado que confere ao turismo prioridade nos esforços pelo desenvolvimento econômico, alvo de aspiração de cidades e regiões que sediam atrativos diversos.


Solicitamos assim, sua especial atenção com essa pauta, para que a referida Comissão seja mantida no seu atual desenho e nas suas funções, diante sua permanente relevância já reconhecida por Vossa Exa..


Agradecemos a atenção e nos colocamos à disposição,


Saudações,

Roberto Luciano Fortes Fagundes

Presidente

Federação de Conventions & Visitors Bureaux de Minas Gerais.”