BDMG disponibiliza linhas de crédito às empresas interessadas em se instalar no Aeroporto Industrial


BDMG disponibiliza linhas de crédito às empresas interessadas em se instalar no Aeroporto Industrial

Parceria entre a instituição financeira e o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte foi firmada nesta semana e tem o intuito de viabilizar a implantação de negócios no local

O Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) vai apoiar as empresas interessadas em se instalar no Aeroporto Industrial, projeto inédito do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte que prevê benefícios fiscais a empresas exportadoras que estiverem instaladas dentro do sítio aeroportuário.



A instituição financeira acaba de firmar uma parceria com o aeroporto e vai disponibilizar linhas de financiamento para as empresas que desejam desenvolver e implantar sua operação no empreendimento.

Serão oferecidas linhas de crédito destinadas a investimentos para implantação e expansão de empresas, compras de máquinas e equipamentos, projetos de sustentabilidade, capital de giro e também em inovação.


O objetivo é proporcionar aos empresários prazos mais longos e adequados à necessidade dos projetos, visando apoiar o crescimento dessas empresas e, naturalmente, o desenvolvimento socioeconômico do estado de Minas Gerais.

“A parceria com a BH Airport se insere no contexto de consolidação do BDMG como uma plataforma de financiamento de investimentos estratégicos para Minas Gerais.


Estamos comprometidos em oferecer a liquidez necessária para a instalação de empresas de diversos setores no Aeroporto Industrial, contribuindo para o desenvolvimento socioeconômico e logístico do estado”, afirma Sergio Gusmão, presidente do BDMG.

O primeiro Aeroporto Industrial do país foi inaugurado em maio deste ano e tem o objetivo principal de aumentar a competitividade das empresas brasileiras no contexto internacional e atrair investimentos externos para o Brasil.


“Estamos falando de um projeto pioneiro que tem recebido todo o apoio do Estado pelo seu potencial, sobretudo neste momento em que será preciso desenvolver alternativas criativas para a retomada da economia.


A parceria com o BDMG, banco oficial de fomento do Aeroporto Industrial, é um passo extremamente relevante para que as empresas interessadas consigam tirar seus projetos do papel e olhar para o futuro com melhores expectativas”, ressalta Marcos Brandão, diretor-presidente da BH Airport.

O Aeroporto Industrial

O Aeroporto Industrial é destinado, principalmente, à instalação de empresas que tenham como foco principal a exportação de produtos manufaturados, utilizando matérias-primas importadas em seu processo produtivo.


Ao manufaturar seus produtos dentro do Aeroporto Industrial, as empresas terão os benefícios das isenções fiscais quando exportarem seus produtos acabados.


Além disso, terão a facilidade de importar matérias-primas e exportar sua produção utilizando o modal aéreo para acessar mercados internacionais e nacionais de forma rápida, eliminando o custo e o risco com o transporte rodoviário em seus processos logísticos.

Com uma área disponível de 750 mil metros quadrados, o empreendimento refletirá, principalmente, na consolidação de um ecossistema de desenvolvimento e atração de empresas para toda a região do Vetor Norte e Metropolitana de Belo Horizonte.


Há potencial para receber investimentos privados da ordem de R$ 3,5 bilhões nos próximos anos, considerando a soma dos investimentos de cada uma das empresas que se instalarem no local.

Desde que assumiu as operações do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, a concessionária atua para consolidar o terminal em um importante instrumento de desenvolvimento econômico e social do Estado.


O Aeroporto Internacional de Belo Horizonte está localizado em uma região estratégica, com localização geográfica privilegiada, que favorece a consolidação de um hub de negócios na região.

Sobre a BH Airport

A BH Airport, concessionária do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, é uma Sociedade de Propósito Específico (SPE) formada pelo Grupo CCR, uma das maiores companhias de concessão de infraestrutura da América Latina, e por Zurich Airport, operador do Aeroporto de Zurich, o principal hub aéreo da Suíça e considerado um dos melhores aeroportos do mundo.


Além da Infraero, estatal com experiência de mais de 40 anos na gestão de aeroportos no Brasil, que tem 49% de participação.