top of page

BDMG quer R$ 1 bi do Banco dos Brics,destaca o Diário do Comércio. ALMG tem que autorizar empréstimo


Na avaliação do presidente do BDMG, Gabriel Viégas Neto, o contrato com o NDB representará um marco nas captações internacionais feitas pelo banco.


“Será um momento histórico para o BDMG a realização desta operação. Poderemos oferecer financiamentos com custos muito mais baixos e com prazo de pagamento de 25 anos, que é o dobro do contrato mais longo que já fizemos até hoje. É algo que nunca tivemos em 60 anos de história do BDMG”, destaca o presidente.


PROJETO NA ALMG;

O Governo de Minas encaminhou à Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) projeto de lei para viabilizar a captação de até US$ 200 milhões – cerca de R$ 1 bilhão – com o New Development Bank (NDB), conhecido como o banco do BRICs.


Os recursos permitirão ao Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) oferecer crédito ainda mais competitivo a municípios e empresas de todo o Estado com taxas de juros mais baixas, carência ampliada para quatro anos e prazo total do empréstimo de até 25 anos.


A operação será a maior captação já realizada pelo BDMG e a primeira do banco mineiro com o aval da União em 60 anos, o que exige a contragarantia prestada pelo Estado e, portanto, seguindo legislação federal, deve ser autorizada pelo Legislativo mineiro.



“Esse projeto é importante porque demonstra que Minas Gerais agora conta com a confiança do investidor, que hoje acredita que colocar recursos no Estado é seguro e uma boa oportunidade de investimento.


Isso foi possível graças a uma gestão eficiente que implementamos no governo estadual e em nossas estatais, como é o caso do BDMG.


Com essa mudança de contexto, quem vai ganhar é o mineiro, com mais obras de infraestrutura, mais empreendimentos que geram emprego e renda”, afirma o governador Romeu Zema.






コメント


bottom of page