top of page

1/2

Boa! Dep. Agostinho Patrus põe obra A ARTE MINEIRA DE FAZER POLÍTICA no acervo Memória Política

O presidente da ALMG, Agostinho Patrus, segue a tradição de seu pai Agostinho "o padrinho" que quando presidiu o parlamento mineiro criou o acervo de obras/livros Memória Política de Minas.


Agora, como um dos últimos atos à frente da ALMG Agostinho incorpora o livro do jornalista Itamar de Oliveira, A ARTE MINEIRA DE FAZER POLÍTICA com a biografia do ex-governador Hélio Garcia, que torna a sexta obra da Memória.


Neste livro, que será lançado, dia 06 de dezembro, às 19:30 no Salão Nobre da ALMG, foram acrescentadas novas entrevistas de políticos e executicos que atuaram durante à Época do.ex-governador Hélio Garcia.


Estão agora + 7 personalidades

estão no livro:

▪︎ Antonio Júlio, ex-presidente da ALMG.

▪︎ José Geraldo, ex-secretário de Estado

▪︎ Ex-prefeito de Nova Lima, Vitor Penido

▪︎ Ex-deputado, Márcio Kangussu

▪︎ Carlos Orsini, ex-secretário de Assuntos Internacionais

▪︎ Ex-deputado Paulo Heslander,

▪︎ Ex-presidente da Cemig, Carlos Eloi

▪︎ Ex-deputado Mauro Lobo



O autor da biografia de Hélio Garcia, o jornalista, professor e escritor Itamar de Oliveira.




Depois de mais de cinco anos de pesquisa e coleta de depoimentos, Itamar Oliveira acaba de finalizar “Hélio Garcia: A Arte Mineira de Fazer Política”.


O livro-reportagem foi dividido em três partes.


Na primeira, “Nos tempos de Hélio Garcia”, está registrada a trajetória política do ex-governador de Minas Gerais, desde quando ele nasceu, em Santo Antônio do Amparo, até o final de uma caminhada política iniciada nos anos sessenta, sob a proteção do ex-governador Magalhaes Pinto e terminada em 1998, quando desistiu de continuar na vida pública.


Na segunda parte estão registados depoimentos de amigos, adversários e companheiros de Hélio Garcia na política mineira, como Romeu Queiroz, Walfrido dos Mares Guia, Alysson Paulinelli, Paulino Cícero, Ronan Tito, Pimenta da Veiga, Aécio Neves e Patrus Ananias. 


Já a terceira levanta a importância do papel político de Hélio Garcia na transição democrática brasileira, através de depoimentos dos ex-presidentes José Sarney, Fernando Collor de Mello e Fernando Henrique Cardoso, dos ex-ministros Delfim Netto e Francisco Dornelles, e dos ex-governadores Pedro Simon, Luiz Antônio Fleury Filho e Ciro Gomes.


Hélio Garcia

Hélio Carvalho Garcia nasceu no dia 16 de março de 1931, na cidade Santo Antônio do Amparo. Bacharel em direito pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais), começou a carreira política em 1962 quando se elegeu deputado estadual.


Foi também deputado federal, presidência da Caixa Econômica em Minas Gerais, prefeito de Belo Horizonte, vice-governador e, mais tarde, governador estadual.


Após ser internado para tratamento de uma embolia pulmonar, Hélio morreu aos 85 anos, em Belo Horizonte, em decorrência de insuficiência respiratória.


Autor

8Itamar de Oliveira é jornalista, professor e tem uma extensa trajetória na cobertura política e acompanhou a carreira de Hélio Garcia.


bottom of page