1/2

Campanha nacional "Sinal Vermelho" será implementada nas lojas da capital a partir de quarta, dia 13


Campanha nacional "Sinal Vermelho" será oficialmente implementadanas lojas da capital a partir de quarta-feira

Na quarta-feira, 13, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) e a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) promovem, a partir das 10h, ação de conscientização dos lojistas da capital para adesão à campanha “Sinal Vermelho Contra a Violência Doméstica”. O ponto de encontro será em frente ao Cine Theatro Brasil, na Praça Sete.


O presidente da CDL/BH, Marcelo de Souza e Silva, e a Chefe do Departamento de Investigação, Orientação e Proteção à Família, delegada-geral Carolina Bechelany, vão distribuir cartazes, convocar e orientar lojistas e colaboradores a participarem da campanha.


Após a realização no Centro, a ação segue para Savassi, Barro Preto e Venda Nova.


“Sinal Vermelho contra a Violência Doméstica”

Instituída pela Lei n. 14.188/2021, a campanha consiste em incentivar as mulheres a romper o ciclo de violência e, para isso, propõe que a mulher que esteja sofrendo algum tipo de violência e esteja impossibilitada de procurar uma unidade policial, possa apresentar um sinal (X) na palma da mão, preferencialmente na cor vermelha, para um funcionário ou atendente de estabelecimentos comerciais para que este acione a polícia.


“As mulheres que estiverem sofrendo algum tipo de agressão, devem fazer um sinal de X vermelho na palma da mão e mostrá-lo para algum dos funcionários da loja.


Esses profissionais estão orientados a buscar auxílio imediato para a vítima”, detalha o presidente da CDL/BH, Marcelo de Souza e Silva.


Serviço:

Início da campanha Sinal Vermelho contra a Violência Doméstica

Data: 13/10/21

Horário de concentração: 9h45

Local: Portaria do Cine Theatro Brasil (Praça Sete)