1/2

CCR vencedora de licitação assumiu desde 1 de maio a operação do Aeroporto da Pampulha em BH.


“Por meio da nossa atuação no aeroporto da Pampulha, a CCR Aeroportos tem como objetivo contribuir para potencializar ainda mais o desenvolvimento sustentável de Belo Horizonte, impulsionando negócios, gerando empregos e renda”, afirma Cristiane Gomes, CEO da CCR Aeroportos.

CCR Aeroportos irá operar o terminal pelos próximos 30 anos e investir cerca de R$ 151 milhões


Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, que foi concedido pelo Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra), começou a ser operado oficialmente pela empresa CCR Aeroportos no domingo (1/5).


O aeroporto foi concedido à CCR pela outorga fixa de R$ 34 milhões em outubro de 2021, por meio de sessão pública na Bolsa de Valores (B3), em São Paulo.


O contrato de concessão foi assinado em fevereiro deste ano e prevê serviços de operação e conservação pelo prazo de 30 anos, com investimentos previstos de R$ 151 milhões nesse período.


"A partir de agora o Aeroporto da Pampulha passará a receber todas as melhorias que merece, o que vai beneficiar de forma geral toda a região.


O Estado acompanhará de perto esse movimento, e acredito que em breve o terminal já estará em um novo patamar de qualidade", avalia o Secretário de Estado de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato.


Melhorias As primeiras ações da CCR Aeroportos serão na requalificação da infraestrutura, na sinalização, pintura, aplicação de nova identidade visual, higiene e limpeza, entre outros serviços que serão percebidos de maneira mais imediata pelos clientes.


Simultaneamente à operação e às primeiras intervenções, relacionadas às obrigações previstas no contrato de concessão, a empresa começa agora a refinar os cronogramas e projetos de investimentos.


A companhia também já está em contato com parceiros, analisando oportunidades para a viabilização de oportunidades e negócios. Sobre o Aeroporto da Pampulha

O Aeroporto da Pampulha atende, atualmente, ao tráfego de aeronaves da aviação executiva e da aviação geral, sendo um dos principais polos de manutenção de aeronaves e helicópteros do país. Há em funcionamento quase 30 hangares, de diversas empresas.


Nos últimos cinco anos, a média anual no aeroporto foi de 323,9 mil passageiros transportados e movimentação de 41,5 mil aeronaves.


A estrutura está instalada em uma área de quase dois milhões de metros quadrados, na Pampulha, a cerca de oito quilômetros do Centro de Belo Horizonte e conectada a importantes eixos viários, além de estar próxima de grande parte de equipamentos públicos como o Conjunto Arquitetônico da Pampulha (Museu de Arte Moderna, Casa do Baile e Igreja São Francisco), o Estádio Governador Magalhães Pinto (Mineirão), o Ginásio do Mineirinho, a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), a Fundação Zoobotânica e vários parques ecológicos.


Fonte:

agenciaminas.mg.gov.br