1/2

Direto da Índia. Missão do Governo de Minas à Índia avança na atração de investimentos.



Durante cinco dias, a comitiva, formada pela equipe econômica do Estado, percorreu as cidades de Nova Délhi, Mumbai e Bangalore, gerando resultados exitosos e formalizando acordos

Publicado: 23/03/2022 16:14

Foto: Divulgação/Sede-MG

Minas e Índia têm suas fronteiras cada vez mais aproximadas pela sinergia cultural, onde o respeito à família e a busca pela espiritualidade são costumes comuns tanto a indianos quanto a mineiros.


As boas relações empreendidas entre o Estado e o país asiático foram comprovadas durante a missão realizada pelo Governo de Minas ao país, que percorreu as cidades de Nova Délhi, Mumbai e Bangalore, gerando resultados exitosos, desde segunda-feira (14/3) até sexta-feira (18/3).



De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio, Minas e Índia não somente compartilham interesses comuns, como buscam objetivos semelhantes, uma vez que os programas e ações de simplificação e desburocratização do ambiente de negócio do Governo de Minas encontram bastante similaridade, por exemplo, com os propósitos da Invest India, agência nacional de promoção e facilitação de investimentos no país.


“Essa missão à Índia confirma as políticas do governador Romeu Zema que têm o objetivo de potencializar o desenvolvimento e os negócios no estado.


Nesse sentido, há que se destacar as estratégias implementadas pela equipe do sistema de desenvolvimento econômico do Governo de Minas, que geram um ciclo virtuoso, registrando desempenho histórico também em atração de investimentos na ordem de R$ 211 bilhões, de 2019 até o momento.


É com muita satisfação que falo sobre a união de esforços entre o Governo de Minas e a Índia para a intermediação e a ampliação do panorama econômico em relação a setores estratégicos entre nosso estado e a Índia, como os de tecnologia, fármacos, ciências da vida, infraestrutura, energia, agroindustrial e transportes, bem como o fomento a políticas públicas eficazes para melhorar a sustentabilidade e o ambiente de negócios”, declarou o gestor da Sede-MG.


Agenda institucional

A delegação mineira, que contou com a presença do secretário de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio, juntamente com o vice-governador, Paulo Brant, a subsecretária de Promoção de Investimentos e Cadeias Produtivas, Kathleen Garcia, o diretor-presidente da Invest Minas, João Paulo Braga, e demais representantes do Governo de Minas, realizou uma extensa agenda voltada, em um primeiro momento, para visitas institucionais a órgãos governamentais e multinacionais, onde foram compartilhadas informações e assinados memorandos de entendimento entre Minas e Índia.


Vale destacar que o primeiro dia da missão, em Nova Delhi, capital do país, também apresentou importante reunião na sede da Invest Índia, agência que integra o Departamento de Promoção da Indústria e Comércio Interno do Ministério do Comércio e Indústria do país.


A visita ampliou a possibilidade de realização de novos negócios. Na oportunidade, o secretário ressaltou os resultados positivos do Governo de Minas na atração de investimentos, os principais setores da economia do estado, além de todo o suporte que Governo de Minas oferece para os investidores.


A comitiva visitou também a Federação das Câmaras de Comércio e Indústria da Índia (Ficci), considerada a maior e mais antiga organização empresarial do país.


O objetivo do encontro foi apresentar Minas Gerais como um destino competitivo para os investimentos das empresas indianas representadas pela Ficci, discutindo possibilidades de cooperação e parcerias.


A missão à Índia teve ainda o compromisso de estreitar relacionamentos institucionais com o Trade Promotion Council of India (TPCI). Na oportunidade, foram assinados também documentos de cooperação internacional com o TPCI, com o objetivo de promover as exportações de produtos mineiros.


Vem Pra Minas

A internacionalização dos negócios teve como foco setores estratégicos no Estado, como ciências da vida, fármacos, tecnologia, infraestrutura, energia, agroindustrial e transportes, já que a Índia detém expertise no segmento. Reuniões em empresas privadas e multinacionais, em Nova Dehli, Mumbai e Bangalore consolidaram importantes agendas para desdobramentos de negociações futuras a exemplo do que aconteceu durante a visita à farmacêutica ACG, de Mumbai.


A missão, composta pelo secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio, pelo diretor-presidente da Invest Minas, João Paulo Braga, e por técnicos dos dois órgãos, foi recebida pelo presidente do conselho de administração da ACG, Ajit Singh, e pelo CEO, Karan Singh, que avaliaram de forma bastante positiva o desempenho da unidade da empresa, em Pouso Alegre, a ponto de criar o interesse em ampliar as operações da ACG de Pouso Alegre, no Sul de Minas.


A revelação foi feita por executivos da empresa à delegação do Governo de Minas. A expectativa dos indianos é de dobrar o número de colaboradores na planta, que já é referência internacional em soluções e serviços para a indústria farmacêutica.


Em Mumbai, outros importantes encontros aconteceram, como visita ao Grupo Aditya Birla, onde foi apresentado um panorama da economia da Índia, bem como políticas públicas eficazes para melhorar a sustentabilidade e o ambiente de negócios do país. Em seguida, a comitiva visitou a multinacional UPL, líder de mercado especialista em agroquímicos.


Na ocasião, foi apresentado o cenário mineiro no agronegócio e a geração de etanol, despertando o interesse nos parceiros indianos. Houve também uma visita à multinacional Tata Consultancy Services (TCS), presente em 30 países e maior provedora de serviços e produtos empresas de tecnologia na cidade.


Em Bangalore, a comitiva visitou o campus da Infosys, na Electronic City.


A empresa indiana de tecnologia da informação tem a intenção de expandir seus negócios na América Latina e conta, inclusive, com unidade em Nova Lima, Região Metropolitana de BH.


Totalmente sustentável, o espaço do campus em Bangalore atingiu a meta de neutralização de carbono em 2020 e reutilização de 100% da água consumida pelo campus. A visita à Infosys teve também o objetivo de resgatar entendimentos para reforçar a operacionalização de um memorando assinado, em 2011, entre o Governo de Karnataka e o Governo de Minas.


A comitiva esteve ainda na sede da empresa KPIT, também em Bangalore, onde são desenvolvidos softwares para indústrias automotivas, contemplando um encaminhamento de compartilhamento de banco de talentos acadêmicos, de modo a viabilizar a entrada da tecnologia da empresa no Brasil e a capacitação de profissionais mineiros.

Fonre:

SEDES