1/2

Direto de Lisboa. Secretário Leônidas assinou protocolo que prevê ações na Cultura & Turismo em MG







Fundação de Arte de Ouro Preto inicia internacionalização de suas ações

Instituição vinculada à Secult firmou parceria com Instituto de Formação dos Países de

Língua Oficial Portuguesa para ofertar cursos de qualificação e capacitação.


Em uma iniciativa inédita, a Fundação de Arte de Ouro Preto (FAOP) e o Instituto de

Formação dos Países de Língua Oficial Portuguesa (IF-CECPLP), serão parceiros mútuos

na realização de uma série de ações para fomentar o turismo, a cultura e o intercâmbio

entre Brasil e Portugal.


A consolidação dessa parceira ocorreu nesta quarta-feira

(10/11), quando ambas as instituições assinaram um Protocolo de Intenções durante a Conferência Empresarial CE-CPLP, realizada em Lisboa.


A assinatura do protocolo é o primeiro passo para a internacionalização da FAOP, bem como das políticas públicas da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (Secult).


No escopo dessa parceria, estão a oferta de cursos técnicos voltados

para a qualificação e a formação do trade turístico, com a disponibilização de cursos a distância e outras atividades.


O segmento cultural também é contemplado, uma vez que

serão disponibilizadas atividades ligadas ao restauro e à conservação artística.


Para o secretário Leônidas Oliveira, essa iniciativa é um marco de extrema importância

no posicionamento da FAOP como centro formador, além de consolidar uma série de

ações que vêm sendo viabilizadas em Minas Gerais para a recuperação gradual dos

setores do turismo e da cultura no estado.


Segundo o titular da pasta, esse protocolo se

alinha ao Programa Reviva Turismo no eixo de formação, possibilitando que os

profissionais da área busquem por qualificação gratuita e de qualidade.


“Quando nós trazemos a formação, significa desenvolvimento econômico, novos

paradigmas que surgem para esse cenário de recuperação. Minas Gerais tem se

destacado no cenário turístico brasileiro com indicadores positivos, como o crescimento

acima da média nacional e a geração de emprego e renda para o setor.


Consolidar

parcerias em nível internacional visando à constante melhoria do setor no estado é um

passo importantíssimo que nos auxilia a formar profissionais aptos a continuarem

elevando o nosso estado no cenário nacional”, disse.


Em 50 anos de atuação, a Fundação de Arte de Ouro Preto é referência no ofício de

restauração e conservação das artes e do patrimônio em Minas Gerais.


Recentemente,

a instituição ampliou suas fronteiras ao inaugurar novas unidades em outros municípios

do estado, como a cidade de Paracatu, no Noroeste de Minas.


O local passa a contar,

agora, com uma unidade da FAOP que oferece ao público o Curso Técnico de Restauro

e Conservação.


Para o presidente da FAOP, Jefferson da Fonseca, esse é o início de uma parceria que

vai proporcionar diferentes trocas e experiências. “O Instituto de Formação tem dezenas de cursos técnicos que se somam agora aos nossos também. Então é uma parceria para intercâmbio, para o ensino a distância, no restauro, na conservação e em artes e ofícios.


Com essa parceria, vamos valorizar ainda mais nossos mestres de ofícios.


Então, essa

parceria é um marco para a internacionalização da FAOP, a partir dos países de língua

portuguesa”.


O Instituto de Formação dos Países de Língua Portuguesa tem como principal objetivo

promover o ensino, a formação e a qualificação profissional dos cidadãos pertencentes

à Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, assim como estimular e fomentar a

capacitação e o desenvolvimento sustentável das empresas e economias desses países.


Segundo o presidente do IF-CECPLP, Laurentino Ferreira, essa parceria com a FAOP é

uma ação que pode gerar grandes oportunidades no mercado, impulsionando o turismo e outros setores.


“Esse projeto em parceria com a Fundação de Arte de Ouro Preto e a Secretaria de Estado de Cultura e Turismo é baseado na formação e na capacitação de todos os setores, mas, essencialmente, fortalece o turismo, que é um setor que Minas Gerais

quer desenvolver, se reafirmando como o principal destino turístico no Brasil, como foi lembrado pelo secretário Leônidas. E nós estamos disponíveis para colaborar, como sempre, quer seja com o país-irmão, quer seja com a região de Minas”, pontou

Laurentino Ferreira.


Minas para o mundo

A assinatura do termo de cooperação entre a FAOP e o Instituto de Formação dos Países de Língua Oficial Portuguesa integra a agenda da Secult em Portugal. Com foco no Programa Reviva Turismo, representantes da pasta estão em Lisboa para a Convenção

dos Municípios Brasileiros, que acontece até 13 de novembro.


O evento, que também celebra o Bicentenário de Independência do Brasil, será uma oportunidade de apresentar o potencial turístico para empresas portuguesas e

europeias do segmento.


A convenção possibilitará, também, a interlocução direta como a feira de negócios, encontro com investidores e troca de experiências.


A Secult está com um estande na convenção, e, além do secretário de Estado de Cultura

e Turismo, Leônidas Oliveira, participam do evento representantes das secretarias de Turismo de Governador Valadares, Brumadinho e da Associação das Cidades Históricas Mineiras, empresários do ramo turístico, da CDL-BH e da Embaixada do Brasil em Portugal.


Os municípios de Capitólio e Poços de Caldas também estão presentes com estandes.


Fonte Secult