1/2

Feliz coincidência. As Orquestras Sinfônicas de MG e de SP voltaram aos palcos pós pandemia.



O escritor, palestrante e Administrador de Empresas, Theunis Marinho, que atuou como diretor da Bayer Polímeros, aqui no Brasil e na Alemanha e sua mulher no belo cenário do Teatro Municipal de SP na apresentação da Orquestra Sinfônica de SP que retornou ao palco depois de 20 meses de pandemia.


Em tempo:

Theunis Baronto Marinho nasceu em Minas, em Alto Rio Doce, que fica perto de minha Desterro do Mello - distante 200 kms de BH e 35 kms de Barbacena no Caminho do Meio da Estrada Real (onde Tiradentes trafegava para chegar ao Rio de Janeiro no século XVIII).


Ah, Theunis Marinho é autor do best seller SONHAR ALTO, PENSAR GRANDE.

Acima: Teatro Municipal em São Paulo.


Abaixo no Palácio das Artes em BH

Júlio César e este jornalista e blogger na volta da Orquestra

Sinfônica de MG.

Em BH o Concerto foi fruto de parceria da Fundação Clóvis Salgado com a Aliança Francesa.


Repertório:

A Orquestra Sinfônica executou:


  1. Concerto número 23 para piano e orquestra de Mozart.

  2. Preludes de Liszt.