top of page

1/2

FIEMG. Faturamento da Indústria Mineira em agosto foi de 5,4% maior expansão para o mês em 15 anos

Flávio Roscoe, presidente da Fiemg.


Pesquisa Indicadores Industriais (INDEX) de Minas Gerais, realizada pela FIEMG, registra crescimento de 5,4% no faturamento da indústria geral (indústria de transformação + indústria extrativa) em agosto, ante julho, a maior expansão para o mês em 15 anos.


Esse desempenho foi puxado pelo segmento de transformação.


O crescimento das horas trabalhadas na produção também foi destaque, com expansão de 4,2%, sendo a mais intensa para o mês desde o início da série histórica, em 2003.


O aumento do indicador também foi puxado pelo segmento de transformação. Com relação aos indicadores do mercado de trabalho, o emprego e a massa salarial ficaram estáveis.


Já o rendimento médio real caiu 0,7%. Ainda segundo o Index, neste ano, observa-se que os indicadores tanto de atividade quanto de mercado de trabalho vêm apresentando crescimento.


O cenário é reflexo do bom desempenho da economia brasileira, que vem sendo beneficiada pelo maior consumo das famílias e pela recuperação do mercado de trabalho.


Adicionalmente, a recente queda nos índices de inflação, dada a redução nas alíquotas de ICMS para combustíveis, comunicação e energia elétrica, aumenta a disponibilidade de renda das famílias, o que pode reforçar esse ciclo de crescimento da atividade industrial.


Para os próximos meses, no entanto, a indústria deve conviver com um cenário de desaceleração do crescimento econômico global, uma vez que há um processo inflacionário disseminado no mundo, o que exige a manutenção das taxas de juros em patamares elevados por um longo período.


Confira aqui a íntegra da Pesquisa Indicadores Industriais (INDEX) de Minas Gerais, realizada pela FIEMG.

bottom of page