1/2

FIEMG!!! SIMPLIFICAR O AMBIENTE DE NEGÓCIOS PARA MINAS CRESCER.


Tema ema esteve em debate na reunião do Conselho da Micro e Pequena Empresa da FIEMG


O deputado estadual Guilherme da Cunha foi o convidado da reunião do Conselho da Micro e Pequena Empresa da FIEMG realizada terça-feira, dia 24/11. Cunha apresentou iniciativas legislativas estaduais para MPE's e de desburocratização do Estado.

Segundo o deputado, o Brasil tem uma das piores legislações tributárias do mundo, o que causa muita informalidade nos negócios, gerando uma competição desleal com quem está empreendendo na legalidade.


"Precisamos focar no trabalho parlamentar da desburocratização, tirar o peso do Estado, simplificar o ambiente de negócios e facilitar a vida de quem quer trabalhar", pontua.

Guilherme da Cunha criou a Frente Parlamentar da Desburocratização, uma iniciativa para simplificar o ambiente de negócios, atrair investimentos e gerar mais emprego para Minas Gerais.


Fazem parte 41 deputados signatários, presentes em todos os quatro blocos, com foco no diálogo com a sociedade e com o governo estadual. "Estão todos na mesma agenda para aprimorar a legislação mineira", diz.

De acordo com o deputado, os membros da Frente apresentaram 117 propostas para o Executivo, como a revogação de 139 normas burocráticas para investidores na RMBH; o Programa Minas Livre Para Crescer e o Programa “Avança Minas”, que tem a expectativa de gerar 35 mil empregos e aumento de R$ 3 bilhões no PIB e apenas 30 foram recusadas.

Para Alexandre Mol, presidente do Conselho da Micro e Pequena Empresa da FIEMG, a burocracia "mata" qualquer negócio, principalmente o do pequeno e médio empreendedor.


"As iniciativas parlamentares apresentadas pelo deputado vão ao encontro com o que o micro empresário espera do Estado: simplificar a vida do empreendedor", ressalta.

O empresário ainda anunciou a criação de um departamento na FIEMG dedicado a atender às micro e pequenas empresas do estado, que, de acordo com Mol, vai fazer diferenças nas demandas desse segmento.


Após a reunião, o deputado Guilherme da Cunha e o presidente do colegiado, Alexandre Mol, foram recebidos pelo presidente da FIEMG, Flávio Roscoe.