1/2

Fundação Renova: investiu 8.6 mihões em São José do Goiabal e Sem Peixe em Minas e Colatina, no ES.



"Uma ação fundamental à revitalização da bacia do rio Doce prevê a destinação, por parte da Fundação Renova, de recursos compensatórios de mais de R$ 600 milhões aos 39 municípios impactados pelo rejeito da barragem de Fundão, em Mariana (MG).


O valor é voltado para projetos de saneamento, como estações de tratamento de esgoto e disposição adequada de resíduos sólidos.


Os municípios de São José do Goiabal e Sem Peixe, em Minas Gerais, e Colatina, no Espírito Santo, são os primeiros a concluir obras de esgotamento sanitário com os recursos da Fundação.


O investimento total nos três municípios foi de R$ 8,6 milhões e beneficiará mais de 132 mil pessoas.


Obras em Ipatinga, Rio Casca, Córrego Novo, Rio Doce e Dionísio, em Minas Gerais, e Linhares, no Espírito Santo, também estão em andamento e contribuirão para melhorar a qualidade da água do rio Doce." Saiba mais


“A expectativa da Fundação Renova com as obras é gerar um impacto positivo para o rio Doce, com a redução de lançamento da carga poluidora.”

Bruna Buldrini, coordenadora do Programa de Coleta e Tratamento de Esgoto e de Destinação de Resíduos Sólidos da Fundação Renova


Fonte: e-mail recebido de fundacaorenova@fundacaorenova.og