1/2

Governo Zema privatiza Rodoviária de BH. Foi arrematada por R$ 20 milhões. Ágio de 1.829,05%.



Quem arrematou:

O responsável por administrar os espaços será o consórcio Terminais BH, que reúne as empresas Conata Engenharia, Infracon Engenharia e Comércio e Riera Empreendimentos e Administrações. Além do Tergip, o projeto prevê a concessão dos terminais metropolitanos de Sarzedo, Ibirité, Justinópolis, Morro Alto (Vespasiano) e São Benedito (Santa Luzia).