Hoje 21 de setembro: Dia da Árvore!!! Setor sucroenergético em Minas preserva área de 200 mil ha.

Neste Dia da Árvore (21), a preocupação é grande em relação aos grandes incêndios que têm queimado as florestas nas várias regiões do país.


Neste sentido, o setor sucroenegético, com 36 usinas no estado, reforça a importância da proteção da vegetação, com uma série de ações, que preserva 200 mil hectares de florestas, uma área do tamanho do Parque Nacional da Serra da Canastra.

Este ano, também, para prevenir e combater aos incêndios florestais e no canavial, principalmente, os criminosos, a Associação das Indústrias Sucroenergéticas de Minas Gerais (SIAMIG), lançou a campanha “Prevenção aos incêndios 2020 – Irresponsabilidade que mata”, em parceria com o Corpo de Bombeiros Militar de MG (CBMMG), o Senar-Minas e o apoio da TV Integração de Uberaba, maior região produtora de cana-de-açúcar do estado e onde ocorrem os maiores incêndios envolvendo o setor e imediações.

No sentido de preservar a flora e a fauna no estado, nos últimos 10 anos, o setor sucroenergético plantou mais de 3,2 milhões de árvores para reflorestamento, recomposição de áreas de preservação permanente (APPs) e formação de corredores ecológicos. Se somada essa recomposição florestal aos cerca de 170 mil hectares protegidos como reserva legal (correspondente a 20% da área de cana) mais 27 mil hectares de Reservas Particulares do Patrimônio Nacional (RPPN), o setor preserva no total 200 mil hectares.

Toda essa área equivale ao Parque Nacional da Serra da Canastra, estabelecido pelo Decreto nº 70.355 de 3 de abril de 1972, ou à soma das áreas ocupadas pelos municípios de Belo Horizonte, Contagem, Nova Lima, Betim, Santa Luzia, Ribeirão das Neves, Pedro Leopoldo e Confins.

“As iniicativas são mais que relevantes e demonstram a grande proteção e preservação da vegetação promovida pelo setor no estado de Minas Gerais”, destaca o presidente a SIAMIG, Mário Campos.

Prevenção

Para maior prevenção aos incêndios este ano no canavial e florestas nas imediações, a SIAMIG lançou a “Campanha Prevenção aos Incêndios 2020 – Irresponsabilidade que mata”.


De acordo com levantamento da entidade, nas duas últimas safras de cana-de-açúcar, os incêndios causaram prejuízos em torno de R$ 46 milhões aos associados, numa área envolvendo 61,8 mil hectares.


Foi formada uma parceria com o CBMMG e a TV Integração para veiculação de um vídeo de alerta aos incêndios em Uberaba, principal região produtora de cana do estado, estendido também para Uberlândia, Ituiutaba e Araxá, cobrindo uma área de 233 municípios.


Na parceria com o Senar-Minas foi montado um curso online sobre “Prevenção e Combate aos Incêndios no Canavial”, a fim de que o trabalho seja feito de forma mais rápida e eficaz, reduzindo os danos ambientais e econômicos.


No momento, somam mais de 600 os colaboradores das usinas inscritos no curso.


Fonte:

Mônica Santos

Gerente de Comunicação

(31) 3228.5544 / 9.9885.8370

www.siamig.com.br