top of page

Lamento. Morreu em BH o advogado, escritor e ex-secretário de Educação, Orlando Vaz, aos 88 anos.


VELÓRIO

O velório ocorre na sede da AML, neste sábado (9/12/2023), das 13h às 16h. O sepultamento acontece às 17h do mesmo dia, no cemitério Parque da Colina, em Belo Horizonte.



Academia Mineira de Letras lamenta a morte de Orlando de Oliveira Vaz Filho, ocupante da Cadeira 34.


É com imenso pesar que a AML comunica o falecimento de Orlando de Oliveira Vaz Filho, presidente emérito da instituição e, durante 20 anos, ocupante da Cadeira 34 da Academia Mineira de Letras (AML).


PERFIL

Nascido em Belo Horizonte em 29 de agosto de 1935, Orlando deixa esposa, dois filhos e um vasto legado como escritor, advogado, gestor público e professor.



Bacharel em Direito pela Faculdade de Direito da UFMG (1963), foi secretário de Educação de Belo Horizonte, deputado estadual, presidente da Hidrominas e diretor geral da Casa do Brasil na Cidade Internacional da Universidade de Paris.


LAMENTO

O presidente da Academia Mineira de Letras, professor Jacyntho Lins Brandão, lamentou o falecimento de Orlando Vaz: “Orlando tinha um grande compromisso com a Educação. Como secretário municipal, em Belo Horizonte, inaugurou várias escolas, além de haver lecionado por muitos anos. Sua atuação como advogado também foi notável e será lembrada por todos”, diz.


OBRAS

Entre inúmeros estudos, pesquisas, artigos, monografias e livros, Orlando deixa obras como “Otávio Mangabeira, trajetória de uma consciência”, “Entre o Saara e a Europa”, “Pedro Aleixo: um nome na história” e “Visão Política da Educação”.

Comments


bottom of page