1/2

Mais da metade do comércio de BH realizou vendas on-line no Carnaval segundo a CDL.


Marcelo Souza e Silva: presidente da CDL/BH

• As vendas virtuais foram o foco de 65,3% dos comerciantes da capital durante a semana em que seria realizado o Carnaval.


• Os dados fazem parte de enquete realizada pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH), entre os dias 12 e 17 de fevereiro, período que seria destinado à folia.


• “Esses números nos mostram que, seguindo uma tendência mundial, as vendas on-line em Belo Horizonte também crescem a cada dia.


• Os comerciantes têm se adaptado a esse novo comportamento do consumidor e as lojas de rua vêm oferecendo esses serviços para suprir uma demanda de clientes que não têm tempo ou não podem ir presencialmente aos estabelecimentos”, destaca o presidente da CDL/BH, Marcelo de Souza e Silva.


Formas de pagamento

• De acordo com os lojistas entrevistados, a maioria dos consumidores (77,4%) optou pelo pagamento à vista.


• Já os clientes que escolheram pagamento a prazo optaram, em média, por até cinco parcelas.


• À vista no cartão de crédito (42,6%), cartão de débito (27,7%) e parcelado no cartão de crédito (22%) foram as principais modalidades.


•“A pesquisa nos mostrou ainda que, em média, o tíquete médio ficou em R$ 81,93 em cada compra durante o período”, revela Souza e Silva.

Fonte

Ascom CDL/BH