Ministro do Turismo degusta a “mortadela do Michelão” no Festuris em Gramado na Serra Gaúcha


Direto do Festuris

“Mortadela do Michelão” em Gramado.

Ministro do Turismo Marcelo Alvaro Antonio teve um momento lúdico gastronômico na caminhada visitando os stands do Festuris em Gramado.


Degustou a famosa mortadela tamanho gigante do Michelão, presença tradicional nos grandes eventos do turismo no país.


A mega mortadela é levada aos eventos de turismo pelo empresário paulista Michel Tuma Ness, mais conhecido como Michelão — tanto pelos mais de dois metros de altura quanto por um coração extrapolando o próprio peito — faz jus à mesma definição de Wolfgang Amadeus Mozart feita pelo compositor Antônio Salieri: “Ele pega coisas banais e transforma em coisas maravilhosas.”


Isso, por ser o pai de duas criações ícones dentro do turismo brasileiro trazendo este mesmo DNA: a origem simples, o resultado surpreendente.


Filho de imigrantes libaneses, natural do Município de Poá, localizado a Leste e bem perto da Cidade 24 Horas de São Paulo, capital do Estado de São Paulo, primeiro, criou o Clube do Feijão Amigo, almoço ou jantar comemorativo à base de arroz, feijão, bife e ovo frito, cardápio extremamente despojado.


Depois, dentro dos eventos do Clube do Feijão Amigo, brindou os comensais com o sanduíche símbolo do paulistano: pão francês com mortadela.


Se o primeiro surge após a decisão de Michel Tuma Ness colocar um fim à humilhação dos funcionários almoçando como boias-frias no escritório da sua operadora, o segundo nasce do desejo de levar aos ambientes mais sofisticados um dos sabores mais autênticos da rica gastronomia popular da Cidade 24 Horas de São Paulo: os famosos sanduíches de pão com mortadela servidos no Mercado Municipal de São Paulo, transformados em iguaria das mais procuradas.


Mortadela do Michelão

cai no gosto dos participantes de eventos de turismo no País


Em pouco tempo, a Mortadela do Michelão tornou-se presença indefectível nos principais eventos de turismo acontecendo no Brasil, tocada profissionalmente por Alexandre Tuma Ness, o “Michelãozinho”, filho do criador da mesma, Michel Tuma Ness, o “Michelão”

x