1/2

Moda mineira retoma fôlego com :BH À PORTER" que vai reunir 200 marcas e aumentar vendas em 20%


"Felizmente os itens de vestuário lideraram as vendas das últimas datas comemorativas e a tendência é que, de agora em diante, o crescimento seja ainda mais significativo”, avalia o presidente da CDL/BH, Marcelo de Souza e Silva. 


 O BH À Porter, maior evento de moda pronta-entrega do Brasil, irá movimentar a cadeia da moda no estado até sexta-feira, 19.


Promovido pela Coopermoda, com apoio da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH), por meio do CDL Negócios Moda, o evento reúne cerca de 200 lojistas em um dos principais encontros do setor.


A expectativa é que haja um crescimento de 20% nas vendas em relação às edições anteriores, que registram, em média, R$ 5 milhões cada. 


Com foco no Verão 2023, o BH À Porter prioriza as vendas a pronta-entrega com alto padrão de qualidade e as mais recentes apostas do universo fashion.


Ao contrário das feiras, que têm como modelo de negócio o pedido antecipado, as marcas promovem a entrega imediata das coleções aos compradores.


Os lojistas de vestuário e acessórios foram muito prejudicados ao longo dos últimos anos.


O isolamento social mudou o foco de compra dos consumidores.


Agora, com o abrandamento da pandemia e a retomada da vida social, a expectativa é que os varejistas do setor possam recuperar as vendas.


Felizmente os itens de vestuário lideraram as vendas das últimas datas comemorativas e a tendência é que, de agora em diante, o crescimento seja ainda mais significativo”, avalia o presidente da CDL/BH, Marcelo de Souza e Silva. 


Ainda segundo o dirigente, o BH À Porter vai reatar o relacionamento de compradores com a marcas e também atrair novos, além de promover novas empresas do setor.


“Com a retomada desses eventos, a tendência é que tanto os clientes de recompra quanto os novos, retomem as atividades e, por consequência, estimulem outras atividades como turismo, gastronomia e lazer durante os dias de evento”, conclui. 


Força econômica 

Minas Gerais abriga 13,4% da moda nacional. Das mais de 55 mil empresas do setor em todo o país, 7.238 estão em solo mineiro e promovem 10,6% da empregabilidade da área.


Os dados do Registro Anual de Informações Sociais - RAIS, do Ministério da Economia, mostram o quanto a moda do estado é significativa não apenas nas passarelas e vitrines, mas também na economia. 


Após dois anos de demanda reprimida, em função da pandemia, a moda vem escalando sua recuperação.


Somente em 2021, as exportações brasileiras registraram US$ 4,3 bilhões.


Neste bolo, a fatia mineira foi de US$ 214,5 milhões, como mostra o relatório Comex Stat, divulgado pelo Ministério da Economia. 

 

Serviço:

BH À Porter

Data: 15 a 19 de agosto

Local: The One Business Center (Avenida Raja Gabaglia, 1143 - Luxemburgo)

Informações:  https://bit.ly/3PtGSaj