Notícia boa!!! Aeroporto Internacional de BH se torna centro multimodal de soluções logísticas

Notícia boa!!!

Aeroporto Internacional de BH se torna centro multimodal de soluções logísticas integradas

Recentemente, foram iniciadas operações entre o Terminal de Cargas do aeroporto e o Terminal Bandeirantes, no Porto de Santos (SP), o que traz mais segurança e ganho de tempo para as empresas

O Terminal de Cargas do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, segue em constante movimentação e se tornou uma opção atrativa para a importação e exportação de produtos de Minas Gerais para o restante do mundo por meio do modal marítimo.


O objetivo, segundo Rafael Laranjeira, gestor executivo de Soluções Logísticas da BH Airport, é fortalecer o papel do aeroporto como um centro multimodal de soluções logísticas integradas, reconhecido tecnicamente em âmbito nacional e internacional.

“Recentemente, a área de Soluções Logísticas Integradas passou por uma importante reestruturação que visa garantir um reposicionamento do aeroporto no mercado.


Isso reflete em maior celeridade, segurança e qualidade dos negócios e em um nível de qualificação técnica ideal para fomentar novas oportunidades e parcerias estratégicas”, ressalta Laranjeira.

Nessa nova operação, o transporte rodoviário é compartilhado, reduzindo os custos logísticos entre as empresas, sendo um diferencial para os importadores e exportadores, que são impactados diretamente pelos custos da operação.


Além disso, o desembaraço aduaneiro é realizado dentro do Terminal de Cargas do aeroporto, o que garante mais segurança e sinergia com os outros modais.

O projeto prevê dois veículos semanais interligando o porto ao aeroporto e vice-versa. Esse quantitativo pode ser ajustado conforme a demanda.


“O projeto é pioneiro ao lançar no mercado um serviço multimodal para o transporte de cargas, que possibilita ao aeroporto, a coleta e entrega de cargas fracionadas ao Porto de Santos, ligando o céu ao mar”, explica Laranjeira.

O Porto de Santos é hoje o maior complexo portuário da América Latina, responde pela movimentação de quase um terço das trocas comerciais brasileiras. Segundo dados do Ministério da Economia, Indústria e Comércio Exterior e Serviços, o total de exportações de Minas Gerais por meio marítimo, em 2019, foi de US$ 22,2 bilhões e US$ 6,9 bilhões de importações.

O serviço contribui para ampliar a participação na movimentação dessas cargas. Laranjeira ressalta que a construção de parcerias e a atuação da equipe de Soluções Logísticas Integradas da BH Airport tem como objetivo oferecer projetos de acordo com a necessidade de cada cliente e que isso só foi possível graças ao trabalho conjunto com o grupo Bandeirantes Logística Integrada e a Amalog Soluções Logísticas Ltda.

Principais vantagens do serviço

As cargas são desembaraçadas no Terminal de Cargas do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, o que traz ganhos em agilidade, segurança e sinergia entre os modais aéreo, marítimo e rodoviário. Além disso, com as saídas fixas na semana (terças e quintas-feiras), as empresas possuem previsibilidade e melhor planejamento logístico, atrelado a um custo reduzido devido ao compartilhamento do valor do frete rodoviário na importação, o que reflete também para as cargas de exportação, com saídas às segundas-feiras.

Aeroporto é certificado pela Anvisa

O Terminal de Cargas do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte foi reconhecido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) por atender as Boas Práticas de Armazenagem, conforme diretrizes da Resolução 346/02.


A certificação comprova que o Terminal de Cargas cumpre todos os requisitos para receber cargas sujeitas ao controle da instituição, sobretudo no atual momento de pandemia do coronavírus.


A certificação reforça a estratégia do aeroporto em oferecer serviços de qualidade com eficiência e atendimento customizado por meio de soluções logísticas integradas para o mercado.

Sobre a BH Airport

A BH Airport, concessionária do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, é uma Sociedade de Propósito Específico (SPE) formada pelo Grupo CCR, uma das maiores companhias de concessão de infraestrutura da América Latina, e por Zurich Airport, operador do Aeroporto de Zurich, o principal hub aéreo da Suíça e considerado um dos melhores aeroportos do mundo, além da Infraero, estatal com experiência de mais de 40 anos na gestão de aeroportos no Brasil, que tem 49% de participação.