1/2

Notícia boa!!! CDL/BH: 60% DAS CONTRATAÇÕES TEMPORÁRIAS DE FIM DE ANO PODERÃO SER EFETIVADAS.


Marcelo de souza e Silva, presidente da CDL/BH diz: "essa possibilidade de efetivação está diretamente ligada à confiança do varejo, que já se mostrou mais otimista com o segundo semestre. As datas comemorativas como Black Friday e Natal prometem aquecer as vendas."


Pesquisa Pesquisa da CDL/BH revela ainda que maioria das vagas será para o cargo de vendedor As tradicionais vagas temporárias do varejo e serviços, que são abertas no fim do ano para atender a demanda das datas comemorativas, são sempre uma oportunidade de renda e também de inserção no mercado de trabalho.

Para este ano, em Belo Horizonte, a expectativa é de que seis a cada dez contratações sejam efetivadas.


Os dados fazem parte da pesquisa “Contratação temporária”, realizada pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH), entre os dias 26 de agosto e 15 de setembro, com 286 empresários da cidade.


A possibilidade de efetivação em Belo Horizonte está acima da média nacional. Segundo levantamento da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), aproximadamente quatro em cada dez empresários (38,7%) pretendem efetivar ao menos um dos funcionários temporários.

“Essa possibilidade de efetivação está diretamente ligada à confiança do varejo, que já se mostrou mais otimista com o segundo semestre. As datas comemorativas como Black Friday e Natal prometem aquecer as vendas e, consequentemente, aumentar a necessidade por mão de obra.


Fora esse período, o comércio vem retomando sua rotina, a flexibilização das atividades na cidade estão proporcionando um aumento na geração de empregos”, avalia o presidente da CDL/BH, Marcelo de Souza e Silva.

Vagas para vendedor De acordo com a pesquisa, a expectativa é que cargos para vendedor sejam os responsáveis por 83,3% das vagas temporárias na capital.


Em seguida aparecem caixa, com 22%; Estoquista (16,7%); Atendente (11,1%) e repositor (5,6%).


A expectativa é que 17,1% dos lojistas da capital contratem para as datas comemorativas.


Sendo que 70,4% dos entrevistados afirmam que irão contratar até dois funcionários temporários

. Este índice segue a média nacional, que está 60% para a contratação da mesma quantidade de profissionais.

Dentre as principais dificuldades apresentadas pelos empresários para contratação estão a falta de capacitação (16,7%) e falta de profissionalismo e responsabilidade (16,7%).


A ausência de mão de obra qualificada também é uma barreira para 8% dos lojistas do país, segundo a CNDL.

Perfil dos contratados O levantamento da CNDL revelou que em relação ao perfil dos funcionários já contratados ou que ainda serão contratados, as mulheres são preferidas (33,3%) em relação aos homens (24,3%), embora a maioria (40,6%) afirme não se importar com o sexo dos funcionários.


A maioria (58,7%) prefere jovens de 18 a 34 anos – sendo a faixa etária média de 28 anos – e que tenham ao menos o nível médio completo (56,3%).

A expectativa média de salário é de R$ 1.463 Quanto a jornada de trabalho, a maioria (66,1%) ofertará vagas de 6h a 8h diárias.


Embora uma parte do empresariado já tenha iniciado as contratações em agosto (11%) ou queiram começar em setembro (10%), os meses mais movimentados serão outubro (25%) e novembro (25%).


Os percentuais se referem aos empresários que pretendem ou já contrataram mão de obra para o fim de ano.


Fonte:

Cristina Reis

Ascom CDL/BH