1/2

Notícia boa!!! TAP amplia frequência de voos no Aeroporto Internacional de BH a partir de outubro


Com a abertura de fronteiras em países da Europa, voo da TAP é a principal opção para os mineiros que já planejam viagens internacionais

Com o cenário favorável, com a ampliação do programa nacional de vacinação contra a Covid-19, e o aumento da demanda fez com que a companhia aérea internacional TAP programasse, mais uma vez, a ampliação da frequência de voos no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte.


A partir de outubro, a empresa passará a operar às segundas e quintas-feiras, sábados e domingos, com chegada ao aeroporto às 15h25 e partidas às 16h55.

Vale ressaltar que, nas últimas semanas, alguns destinos europeus reabriram as fronteiras para os brasileiros.


Além de Suíça, que passou a aceitar os turistas do Brasil em junho, e França, que já recebe desde julho, Alemanha, Espanha e Portugal estão de portas abertas para os viajantes que estejam totalmente vacinados contra a Covid-19, seja com duas doses das diferentes vacinas ou de dose única.


Lembrando que é preciso saber qual imunizante é aceito em cada nação e também se informar em relação ao procedimento de entrada.


Nesse sentido, o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte é a principal porta de ligação direta de Minas Gerais com a Europa, sobretudo com Portugal, por meio dos voos da TAP.

“Estamos atentos em ampliar a conectividade de Minas Gerais com os demais aeroportos pelo mundo, sempre com a máxima segurança para passageiros, visitantes e comunidade aeroportuária.


A expectativa é de abertura de fronteiras de outros países e aumento da oferta de voos internacionais.


Além disso, com a autorização do governo americano também esperamos dar início às operações da Eastern Airlines”, ressalta Clayton Begido, gestor de Conectividade e Aviação da BH Airport.

Sobre a BH Airport

A BH Airport, concessionária do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, é uma Sociedade de Propósito Específico (SPE) formada pelo Grupo CCR, uma das maiores companhias de concessão de infraestrutura da América Latina, e por Zurich Airport, operador do Aeroporto de Zurich, o principal hub aéreo da Suíça e considerado um dos melhores aeroportos do mundo, além da Infraero, estatal com experiência de mais de 40 anos na gestão de aeroportos no Brasil, que tem 49% de participação.