1/2

Novidade! FIX planeja expandir para BH para facilitar o relação entre imobiliárias e proprietários


Thaís Sterenberg CMO) e Eduardo Basille Quadrado (CEO) da FIX.

• Startup paulista escolheu a capital mineira para iniciar projeto de expansão nacional • Depois de quatro anos de atuação com a digitalização de processos e inovação no segmento imobiliário nas cidades de São Paulo, Porto Alegre e Curitiba, a Fix, plataforma de serviços, planeja o seu processo de expansão para Belo Horizonte-MG, visando facilitar o relacionamento entre imobiliárias e proprietários de imóveis. FIX
• A startup, que está no mercado desde 2017, tem o intuito de oferecer a sua ferramenta digital de manutenção de imóveis para as imobiliárias de maneira gratuita, com o objetivo de melhorar a experiência do cliente e otimizar processos internos com a digitalização.
• É um modelo ganha-ganha que potencializa o relacionamento e a satisfação de donos de imóveis e inquilinos e aumenta a rentabilidade e a competitividade da imobiliária num cenário de mercado tradicional e pulverizado. • De maneira prática, a Fix recebe requisições por meio de uma integração no portal das imobiliárias, onde o cliente pode enviar fotos, vídeos ou áudios relacionados ao serviço de manutenção.
• O chamado é avaliado conforme a responsabilidade do conserto, e recebe orçamentos de prestadores certificados da plataforma. O responsável pelo pagamento ainda pode parcelar e tem garantia de 90 dias. • "Optamos por Belo Horizonte por ser o 3º município mais populoso da região Sudeste, segundo dados do IBGE.
• Além disso, com mais de 2,5 milhões de habitantes, identificados que oferecer reparos domésticos com agilidade e qualidade, facilitaria a vida dos moradores da capital", afirma Eduardo Basile Quadrado, CEO e fundador da Fix. • A Fix recentemente é uma das startups mais reconhecidas do mercado, recentemente, a empresa foi adquirida pelo Tempo Assist por R﹩210 milhões.
• Além disso, a empresa aproveitou o momento de pandemia para otimizar processos e investir em tecnologia, e durante os meses de abril e agosto de 2020, viu seu faturamento subir de R﹩490 mil para R﹩1,8 milhão.
• A pandemia também fez com que a plataforma registrasse, entre março e agosto de 2020, um aumento de 51% na procura de profissionais interessados em se tornar um prestador parceiro. • Hoje, a plataforma oferece mais de 15 tipos de serviços, como, por exemplo, manutenção, conserto, instalação e limpeza de aquecedores e ar condicionados, lâmpadas, LED, lustres, portas, janelas, grades de ferro, entre outros.
• Fundada em 2017, iniciou atendendo apenas clientes finais. Em 2019 foi quando passou a transformar seu modelo para atender o mercado imobiliário, e hoje conta com cerca de 50 mil clientes e mais de 40 imobiliárias parceiras. • "O grande diferencial da plataforma é que ela consegue ajudar as imobiliárias.
• Essa parceria é bacana porque o inquilino registra o problema e a Fix cuida de todo o resto: avalia de quem é a responsabilidade, registra com fotos e vídeos o antes e depois do serviço e oferece pagamento e garantia dentro da plataforma.
• Além disso, o serviço pode ser pago no cartão ou descontado do aluguel do inquilino. No final das contas, todos ganham", destaca Quadrado. • O aplicativo Fix está disponível para sistema Android e iOS. • Sobre a Fix A Fix é um delivery de serviços que oferece mais de 15 categorias disponíveis, como elétrica, hidráulica e pequenas reformas, com profissionais certificados e garantia.
• A startup já atua em São Paulo, Curitiba e Porto Alegre, e tem um segmento exclusivo para o mercado imobiliário, com foco em melhorar a experiência de inquilinos e proprietários ao solicitar um reparo no imóvel alugado.
Fonte: Maykon Barreto, mgapress.com.br (SP).