1/2

Artigo Especial. O presidente da CDL/BH *Marcelo de Souza e Silva destaca os 61 anos da entidade.



Para a Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte, 2020 era para ter sido um ano de muitas comemorações.


Afinal, completamos a significativa marca de 60 anos de vida. Seis décadas de muita história contribuindo decisivamente para o desenvolvimento econômico e social de Belo Horizonte.


No entanto, no ano passado fomos surpreendidos com algo que assombrou o mundo: a pandemia do Coronavírus., O ano de celebrações deu lugar ao momento de enfrentar o maior desafio de nossas vidas.


Desde o início da pandemia, compreendemos a gravidade da situação e definimos um rumo para a CDL/BH agir diante da tragédia: ajudar a salvar vidas, preservar empresas e manter empregos.


Esse foi o tripé onde nos apoiamos para promover uma série de ações e projetos que ao mesmo tempo demonstrava o cuidado com a vida humana juntamente com a luta pela sobrevivência do sonho de empreendedores e o emprego de trabalhadores.


Além de trabalhar pelo setor de comércio e serviços – responsável por 72% do PIB da economia da capital e gerador de mais de um milhão de empregos -, atuamos em diversas frentes para proteger e defender a nossa população dos riscos da pandemia. Lutamos pelo acesso mais fácil ao crédito.


Realizamos a campanha “Juro Zero”, que ajudou o sistema financeiro a reduzir os juros.


Oferecemos gratuitamente centenas de consultorias para que os empreendedores se adaptassem aos novos tempos.


Ampliamos convênios para reduzir os custos das empresas. Fizemos novas parcerias para oferecer mais serviços e vantagens para os nossos associados.


Além disso, fomos uma voz extremamente ativa para defender o setor de comércio e serviços junto a todas as esferas do poder público.


Mas a CDL/BH fez mais. As ações para auxiliar na sobrevivência das empresas andaram lado a lado com as iniciativas para preservar a vida das pessoas.


A primeira campanha de prevenção ao Coronavírus na cidade foi realizada pela CDL/BH.


A entidade disponibilizou álcool em gel e túneis de desinfecção nas estações do transporte coletivo.


Travamos uma árdua batalha para que a prefeitura pudesse abrir mais leitos para o tratamento da doença.


Realizamos várias campanhas educativas conscientizando as pessoas sobre os procedimentos de prevenção.


Incentivamos lojistas a adotarem os protocolos sanitários. Doamos equipamentos para o tratamento da Covid para vários hospitais de BH e cidades vizinhas.


Enfim, com ações concretas, comprovamos que é possível cuidar da saúde das pessoas e da saúde da economia ao mesmo tempo.


A crise ainda não passou. A pandemia continua. Temos na vacina a esperança de que poderemos enfrentar este inimigo tão indecifrável.


Por isso, a nossa responsabilidade permanece, assim como o dever de estar ao lado de todos que sonham por um recomeço com dias melhores.


Hoje, ao completarmos 61 anos de vida, reafirmamos nosso compromisso de fazer de Belo Horizonte o melhor lugar para empreender e viver.

*Marcelo de Souza e Silva PRESIDENTE DA CDL/BH