1/2

Parceria entre TJMG e Estado viabiliza primeira Apac juvenil


Frutal será a primeira comarca a receber a metodologia apaqueana para recuperação de adolescentes


De acordo com o presidente Gilson Lemes, a implantação da Apac Juvenil é o primeiro passo para uma forma de recuperação mais humanizada dos adolescentes em conflito com a lei O presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), desembargador Gilson Soares Lemes, assinou na manhã desta sexta-feira, 20/11, a Portaria nº 26 que dispõe sobre a aplicação de elementos da metodologia da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac) no sistema sócio educativo do Estado de Minas Gerais. A iniciativa é fruto da união de esforços com o Governo de Minas Gerais, Ministério Público e Defensoria Pública. A parceria viabiliza a implantação da primeira Apac Juvenil do país, localizada em Frutal, Triângulo Mineiro. Para o presidente, a iniciativa é um marco histórico, pois amplia a metodologia apaqueana - sucesso na recuperação de adultos -, para adolescentes em conflito com a lei. A Apac Juvenil de Frutal terá capacidade para receber até 60 jovens.