1/2

Pela 6a vez Aeroporto Internacional de BH recebe 2,6 milhões de doses de vacinas contra meningite C.



Operação cargueira, realizada pela Cargolux, chegou nesta terça-feira (15) e trouxe lotes da farmacêutica GSK para serem destinados à Fundação Ezequiel Dias (Funed)  

Mais uma vez, o Terminal de Cargas do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, recebeu um voo cargueiro com cerca de 2,6 milhões de doses de vacinas fabricadas pela farmacêutica GSK para prevenção da meningite C. A operação foi realizada pela Cargolux, em um Boeing 747-400.


A aeronave pousou nesta terça-feira (15), vinda de Luxemburgo, por volta das 5h30

Todo o material já foi destinado à Fundação Ezequiel Dias (Funed) para que seja disponibilizado para o Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde.


Trata-se de mais um esforço conjunto entre os setores público e privado para garantir o abastecimento de vacinas à população brasileira, de maneira que não haja ruptura no calendário de cobertura vacinal no país neste momento de pandemia. 

Para Rafael Laranjeira, gestor Executivo de Soluções Logísticas da BH Airport, receber o sexto voo da Cargolux com uma carga da área da saúde mostra o empenho do aeroporto em oferecer soluções logísticas integradas aos clientes.


“Seguimos em um momento de atenção com a Covid-19 e é fundamental a realização de um voo cargueiro com recursos relacionados à saúde. Estamos comprometidos em contribuir para o fornecimento da vacina de meningite C para a população”, avalia. 

Sexta operação cargueira em 2020 com vacinas contra meningite C

O voo que chegou nessa terça-feira, com cerca de 2,6 milhões de vacinas para prevenção da meningite C, é o sexto voo desse tipo recebido este ano pelo Aeroporto Internacional de Belo Horizonte. Antes disso, em 27 de outubro, chegaram em torno de 3 milhões de vacinas.


Em 27 de setembro foram aproximadamente 3 milhões de vacinas para prevenção da meningite C. Em 27 de agosto, o Terminal de Cargas recebeu cerca de 1,5 milhão de dosesde vacinas fabricadas pela GSK. Já em 27 de abril, foram 4 milhões de doses.


Em 30 de julho, 3,3 milhões de doses chegaram ao aeroporto. Em todos os casos, o material foi encaminhado para a Funed para que fosse disponibilizado para o Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde.

Aeroporto é certificado pela Anvisa

O Terminal de Cargas do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte foi reconhecido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) por atender as Boas Práticas de Armazenagem, conforme diretrizes da Resolução 346/02.


A certificação comprova que o Terminal de Cargas cumpre todos os requisitos para receber cargas sujeitas ao controle da instituição, sobretudo no atual momento de pandemia do coronavírus. 


A certificação reforça a estratégia do aeroporto em oferecer serviços de qualidade com eficiência e atendimento customizado por meio de soluções logísticas integradas para o mercado.

Sobre a BH Airport

A BH Airport, concessionária do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, é uma Sociedade de Propósito Específico (SPE) formada pelo Grupo CCR, uma das maiores companhias de concessão de infraestrutura da América Latina, e por Zurich Airport, operador do Aeroporto de Zurich, o principal hub aéreo da Suíça e considerado um dos melhores aeroportos do mundo, além da Infraero, estatal com experiência de mais de 40 anos na gestão de aeroportos no Brasil, que tem 49% de participação.