1/2

Planejamento financeiro é caminho para driblar juros altos, quitar dívidas diz economista da CDL/BH



Cenário

Aumento da inadimplência na capital mineira mostra que, mais do que nunca, consumidor precisa reavaliar sua relação com o dinheiro

 

O mês de maio, em Belo Horizonte, foi marcado pelo aumento da inadimplência em 0,44% na comparação com abril.


No Brasil, o índice avançou 0,80% no mesmo período.


O não pagamento das contas está relacionado a diversos fatores como inflação alta, juros elevados e a falta de planejamento financeiro. Com isso, os consumidores vêm acumulando faturas e boletos em atraso.


“A falta de planejamento financeiro é um dos motivadores do crescimento da inadimplência.


A maioria das pessoas ainda não aprendeu a se relacionar de forma saudável e consciente com o dinheiro.


Muitos gastam mais do que ganham, não analisam seu orçamento e, com isso, entram para o cadastro de negativados e reduzem, ainda mais, o poder de compra”, avalia a economista da  Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH), Virgínia Mesquita.