1/2

Posicionamento do presidente da (CDL/BH), Marcelo de Souza e Silva sobre aumento da taxa de juros.


Vivemos uma realidade de inflação em alta, desemprego elevado e uma economia real que ainda não conseguiu se reerguer dos efeitos da pandemia. Como resultado, assistimos a mais um aumento da taxa de juros.

No mês de maio a inflação atingiu patamares acima do teto o que, claramente, gerou desconforto e insegurança para a retomada da atividade econômica.

Apesar da elevação do PIB no primeiro trimestre de 2021 nos trazer uma esperança, o Comitê de Política Monetária (Copom) manteve a elevação dos juros por receio de futuras pressões inflacionárias e uma possível crise de abastecimento de energia neste segundo semestre.

Esperamos que, com a elevação dos juros para conter a inflação, o Banco Central não comprometa a retomada do crescimento econômico.

Fonte: Cristina Reis

ASCOM CDL/BH