Primeiro fundo imobiliário residencial inicia negociações na Bolsa


Ricardo Paixão, diretor executivo de Finanças da MRV; executivos da Luggo e Inter DTVM (Inter Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários) estiveram presentes na B3 para formalizar o início das vendas das cotas do primeiro fundo imobiliário residencial do Brasil.

Luggo Fundo de Investimento estreia na B3 após captar R$ 90 milhões na primeira oferta pública. Fundo conta com quatro empreendimentos nas cidades de Belo Horizonte (MG), Campinas (SP) e Curitiba (PR)


A MRV, plataforma de soluções habitacionais, iniciou hoje as negociações do Luggo Fundo de Investimento Imobiliário.


Ricardo Paixão, diretor executivo de Finanças da MRV; executivos da Luggo e Inter DTVM (Inter Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários) estiveram presentes na B3 para formalizar o início das vendas das cotas do primeiro fundo imobiliário residencial do Brasil.


Em meados de dezembro, o fundo obteve captação máxima, totalizando R$ 90 milhões.


A Luggo é uma startup da MRV para a locação e gestão de ativos residenciais. Após a construção feita pela MRV, a locação e a administração são feitas pela Luggo e os ativos dos condomínios são transferidos a um fundo imobiliário, uma maneira de investir em imóveis de forma indireta e descomplicada. O valor inicial da cota na abertura do pregão foi de R$ 100.


O fundo conta com quatro empreendimentos. Em Belo Horizonte (MG), o Luggo Cipestre já está em pleno funcionamento com suas 116 unidades locadas em sua totalidade. Já o Luggo Ecoville, em Curitiba (PR), atingiu a marca de 80% de locação em pouco mais de dois meses após o lançamento.


Ao longo dos próximos meses, dois novos empreendimentos serão lançados, um em Curitiba e outro em Campinas (SP).


A Luggo é uma opção para o público que busca rentabilidade de investimento e flexibilidade para morar.


O modelo de negócio desenvolvido pela Luggo é totalmente inovador, os imóveis são 100% para locação, o aluguel do imóvel é feito sem burocracia e com agilidade, sem a necessidade de fiador, análise de crédito imediata e processo totalmente online.


Todo o processo de locação pode ser concluído em poucas horas, a assinatura do contrato é digital e o interessado pode visitar o empreendimento de onde estiver através de um tour virtual disponibilizado no site da empresa.


A projeção é de que o preço médio de aluguel nas unidades do Luggo Ecoville, primeiro condomínio em Curitiba, seja de R$1604.


“Os condomínios oferecem serviços e comodidades que visam facilitar o dia a dia dos moradores.


Nosso olhar está totalmente voltado para a experiência de nossos clientes, aliando tecnologia aos serviços para assim oferecermos o que há de melhor para eles”, explica Ricardo Paixão. 


Sobre a MRV

A MRV acredita que um lar tem o poder de mudar a vida das pessoas. Temos muito orgulho em saber que, em um país do tamanho do Brasil, mais de 1 milhão de pessoas têm um lugar bem cuidado e aconchegante para voltar ao fim de cada dia.


Estar em 160 cidades brasileiras significa trabalhar incansavelmente para diminuir o déficit habitacional com condomínios bem localizados, sustentáveis, seguros e inovadores.


E sabemos que o mundo pode ser melhor se aproveitarmos os recursos naturais de forma consciente para promover o desenvolvimento.


Por isso somos a primeira construtora a oferecer energia solar fotovoltaica em nosso segmento de atuação. Energia limpa para viver e compartilhar. Conheça mais em www.mrvsolar.com.br


Fonte:

Rodrigo Gomes

Analista de Comunicação | Assessoria de Imprensa | MRV

Av. Mário Werneck, nº 621  – Estoril – Belo Horizonte|MG

Tel: (31) 3615-7224

rodrigo.jgomes@mrv.com.br – www.mrv.com.br