1/2

Vinho Brasileiro. Buscá-lo e degustá-lo com prazer. É o que faz o CEO da Usiminas, Sérgio Leite.


Sérgio Leite, nas poucas janelas de folga, que surgem em sua agenda business, como competente presidente da gigante Siderúrgica Usiminas, ele coloca o pé na estrada, junto com a mulher Denise, em busca dos nossos vinhos brasileiros.


Isso mesmo, o Brasil produz, segundo o refinado paladar de Sérgio Leite e Denise, excelentes vinhos tintos e brancos, sem falar nos mundialmente famosos ESPUMANTES do Vale dos

Vinhendos do Rio Grande do Sul.


Sérgio buscou também degustar e adorou, os vinhos do sul de Minas, como os da uva Tannat da vinícola Casa Geraldo, de Andradas, que tem Loja em BH. E os vinhos do sul de São Paulo divisa com Minas.


Sérgio Leite fez, a pedido do nosso BLOG um análise da histórica dos nossos vinhos brasileiros.


Diz ele:

O Brasil, no final do século XX, nos anos noventa, entrou no Rota de Produção dos Vinhos Finos, iniciando a construção de um espaço no Mundo dos Vinhos.


Inicialmente no Vale dos Vinhedos, no Rio Grande do Sul, a iniciativa atingiu diversos Estados Brasileiros e, nos últimos dez anos, Minas Gerais intensificou importantes ações na produção de vinhos de excelente qualidade.


Sem dúvida temos hoje no Brasil dezenas de Vinhos que ostentam elevada qualidade se comparados aos argentinos e chilenos e disputam com europeus um lugar no cenário mundial.


Sérgio Leite ilustra com sua expertise e refinado paladar um

vinho produzido no Estado do Rio de Janeiro.


O tinto da uva Syhah da VINÍCOLA INCONFIDÊNCIA. Este aí embaixo:

Fonte:

www.vinicolainconfidencia.com.br



Degustando a história:

Família Aranha, tendo à frente o casal Ângela e José Cláudio, implantou a Vinícola Inconfidência nas terras situadas às margens da Estrada Real, no limite do Distrito de Inconfidência (antiga Sebollas – Paraíba do Sul) e o Distrito de Secretário – Itaipava (Petrópolis).

Foram plantadas em 2010 parreiras para a produção de uvas e vinhos finos de alta qualidade.


Após 8 anos de existência, a Vinícola Inconfidência, além da viticultura, passou a realizar também o processo industrial de vinificação dos seus vinhos dentro dos seus domínios, tornando-se a primeira vinícola integrada do estado do Rio de Janeiro.



A Origem

Ao longo dos últimos 30 anos, a Família Aranha veio ganhando experiência no manejo do solo e na produção de alimentos – como exemplo o café, as maravilhosas abóboras, queijo e leite e até mesmo feijão – quando então foram atraídos para a viticultura.


Ora, se as parreiras são produtivas nos locais mais diversos do mundo, por qual razão também não seriam geradoras de boas uvas aqui na serra fluminense?


A Pesquisa e o Planejamento

Inicialmente percorreram vinícolas, conheceram produtores e tecnologias, quando identificaram que o Agrônomo Murillo Albuquerque Regina (Pós-Doutorado – Etablissement National Techinque Pour L’amélioration de La Viticulture, ENTAV, França) já vinha se dedicando à produção de uvas geradas no inverno, na região da Mantiqueira mineira (cidade de Caldas – MG), através do uso da técnica de ciclo invertido que contempla a aplicação de duas podas (a primeira em agosto e a segunda em janeiro).



Desta forma, a partir de 2010, a Família Aranha tendo o apoio técnico da Vitácea Brasil e da Epamig – Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais, sob a liderança do agrônomo Murillo Albuquerque Regina e da enóloga Isabela Peregrino, desenvolveu um minucioso planejamento para que em 10 anos pudessem atingir a meta de produção e vinificação das uvas dentro da sua propriedade.


A Implantação das Parreiras

Foram plantadas diversas variedades de parreiras para produção de vinhos finos de alta qualidade, elaborados a partir de variedades européias da espécie Vitis Vinifera.


Foram então escolhidas as uvas tintas Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Merlot e Syrah, bem como as uvas brancas Sauvignon Blanc, as quais a partir de 2013 iniciaram seu período produtivo.


Mais recentemente foram plantadas experimentalmente as parreiras de Petit Verdot, Nero d´Avola e Viognier.


Neste período os vinhos da Inconfidência começaram uma elegante trajetória ao serem degustados nas taças de enólogos, enófilos, sommeliers e amantes de bons vinhos.


A Vinificação

No ano de 2018 foi concluída a etapa de construção da unidade de vinificação, iniciando sua operação em 2019, o que permitiu que a Vinícola Inconfidência começasse a produzir seus próprios vinhos com uma maior flexibilidade operacional, já que os respectivos equipamentos encontram-se em área contígua ao parreiral, sob os cuidados técnicos do enólogo Mario Lucas dos Santos Ieggli e do agrônomo Frederico Alcântara Novelli Dias.



O Momento Atual

Atualmente a Vinícola Inconfidência conta com aproximadamente 22 mil parreiras plantadas, das quais cerca de 14 mil já são produtivas, 6 mil deverão entrar em período produtivo a partir de 2021 e as demais são ainda muito jovens.