1/2

Vinhos tintos brasileiros na agenda do CEO da Usiminas, Sérgio Leite no Vale dos Vinhedos


Sérgio Leite : foram 3.350 km percorridos de carro, 15 Vinícolas visitadas, mais de 100 rótulos degustados e mais de 100 garrafas adquiridas de Vinho Brasileiro de alta qualidade.

Em Setembro/Outubro de 2020, realizamos, Denise e eu, por um período de duas semanas, minha 6ª Viagem de Estudos dos Vinhos Brasileiros no Vale dos Vinhedos, no Rio Grande do Sul ( para a Denise a 2ª viagem ), nas últimas 3 décadas.

Denise e Sérgio Leite: nesta 6ª Viagem, pudemos constatar uma significativa evolução desde a década de 90, com Vinícolas modernas, atualizadas tecnologicamente e com espaços muito acolhedores.

A Região do Vale dos Vinhedos possui cerca de 80 Vinícolas, a grande maioria Vinícolas Boutiques, com produções variando de 30 mil a 300 mil garrafas por ano.

Uma grande vinícola, a nível mundial, produz no mínimo 40 milhões de garrafas.


🍷🍷VINHOS TINTOS BRASILEIROS - VIAGENS DE ESTUDO NO VALE DOS VINHEDOS NO RIO GRANDE DO SUL


O execuțivo Sérgio Leite, CEO da Usiminas, além de competente gestor da área do aço, é um requintado conhecedor de vinhos.


É um pesquisador e degustador de vinhos brasileiros elaborados no Vale dos Vinhedos do Rio Grande do Sul.


Vale conferir a narrativa de Sérgio Leite, que junto com Denise percorreu e degustou deliciosos e bem elaborados vinhos feitos pela técnica e criatividade de enólogos brasileiros.


Diz Sérgio Leite

VINHOS TINTOS BRASILEIROS - VIAGENS DE ESTUDO NO VALE DOS VINHEDOS NO RIO GRANDE DO SUL

• O Contexto


Em Setembro/Outubro de 2020, realizamos, Denise e eu, por um período de duas semanas, minha 6ª Viagem de Estudos dos Vinhos Brasileiros no Vale dos Vinhedos, no Rio Grande do Sul ( para a Denise a 2ª viagem ), nas últimas 3 décadas.

O Vale dos Vinhedos, é a única Região DOC ( Denominação de Origem Controlada ) do Brasil produtora de Vinhos. E um lugar maravilhoso!

Foram 3.350 km percorridos de carro, 15 Vinícolas visitadas, mais de 100 rótulos degustados e mais de 100 garrafas adquiridas de Vinho Brasileiro de alta qualidade.

Momentos inesquecíveis desfrutados numa linda Região, onde nos hospedamos no SPA do Vinho, excelente Hotel em meio às Videiras, degustando vinhos e aprendendo bastante sobre a enologia brasileira.

A Região do Vale dos Vinhedos possui cerca de 80 Vinícolas, a grande maioria Vinícolas Boutiques, com produções variando de 30 mil a 300 mil garrafas por ano.

Uma grande vinícola, a nível mundial, produz no mínimo 40 milhões de garrafas por ano.

No Brasil, as maiores Vinícolas produzem de 10 a 15 milhões de garrafas por ano.

Nesta 6ª Viagem, pudemos constatar uma significativa evolução desde a década de 90, com Vinícolas modernas, atualizadas tecnologicamente e com espaços muito acolhedores.


• Nossas Recomendações de Vinhos Tinto


Neste contexto, como enófilos, Denise e eu elegemos 12 Vinhos Tinto de alta qualidade produzidos no Vale dos Vinhedos, abaixo listados em ordem de nossa preferência:


1. Luiz Valduga, da Vinícola Casa Valduga.

2. Sesmarias, da Vinícola Miolo.

3. Remy Valduga, da Vinícola Torcello.

4. Storia, da Vinícola Casa Valduga.

5. Perfetto, da Vinícola Torcello.

6. Parte 2, da Vinícola Almaúnica.

7. Tannat, da Vinícola Lídio Carraro.

8. Kairos, da Vinícola Lídio Carraro.

9. Lote 43, da Vinícola Miolo.

10. Septimum, da Vinícola Salton.

11. Teroldego, da Vinícola Angheben.

12. S8, da Vinícola Almaúnica.


• Nossas Reflexões


Qualidade


O Brasil, nos últimos 30 anos, evoluiu consideravelmente na produção de Vinhos de Alta Qualidade.

No que se refere a Espumantes, já produzimos dezenas de rótulos com qualidade a nível mundial.

Nossa evolução na produção de Vinhos Brancos nos permitiu exibir rótulos de muito boa qualidade.

Nosso foco nesta viagem foram os Vinhos Tinto, onde sempre se afirma que não produzimos bons tintos, o que não reflete a realidade.

Após 30 anos de estudos, experimentos e permanente evolução tecnológica, o Brasil hoje produz dezenas de bons Vinhos Tinto.

Nossos Vinhos se posicionam entre os melhores Tintos do Novo Mundo, com nível de qualidade no mesmo patamar, por exemplo, dos Argentinos, Chilenos e Australianos.

Nosso desafio, para as próximas décadas, é atingir a excelência dos Franceses, Italianos, Portugueses e Espanhóis.


Logística

Precisamos também desenvolver uma estrutura Logística para abastecimento do Mercado Interno, conquistando os consumidores brasileiros que passando a desfrutar e admirar os nossos Tintos, vão ajudar a promove-los mundo afora.


Produção


E precisamos, sem dúvida, aumentar nossa produção para, numa primeira fase, abastecer o Brasil e depois, partir para aumentar a penetração no Mercado internacional. Nossa escala de produção ainda é muito baixa, concentrada em Vinícolas Boutique.


Preço


A questão do custo/benefício, muito destacada como um ponto negativo dos Vinhos Brasileiros, com a desvalorização de cerca de 30 % do Real frente ao Dólar em 2020, foi solucionada, tornando nossos produtos mais competitivos.


O Prazer


Nossos Vinhos Tinto de Alta Qualidade estão à nossa disposição para nós proporcionar prazer nos quatro momentos do processo de deles desfrutar:

- a busca do conhecimento

- a escolha e aquisição

- a guarda na Adega


- beber com os amigos junto a boa gastronomia.


Vamos em frente, desfrutar a Vida!